11/05/2016

Depressão

Há duas semanas estou resfriada, num vai a vem, e chove e não molha sem fim. Se não bastasse a gripe, tive ainda uma longa TPM e muitos dias de enxaqueca. Me sentindo arrasada, entreguei os pontos, joguei a toalha... e caí na cama. Há três dias não sinto vontade de levantar, mais parecia uma múmia andando pela casa quando ia a cozinha, ou ao banheiro. A família estranhou, isso não é do meu feitio. Na verdade, até eu me estranhei. Fato é que há duas semanas andava triste. 
Hoje, tive que levantar, pra levar filhinho na escola. Já sem dor de cabeça e sem nariz escorrendo, me sentia melhor. Mas depois de voltar da escolinha, e começada a limpeza da casa, me peguei chorando sem cessar, e sem motivo aparente. 
Conheço pessoas que quando começam a desenvolver uma doença, começam também a se sentir deprimidas. Mas, gripe eu nem considero doença, além do mais, fico com muita frequência resfriada, isso não seria motivo para me sentir triste. Gracas a Deus, está tudo bem com a família e com os amigos.
O que eu tinha então? 

Não sofro de depressão, mas hoje ao chorar, lembrei da única vez que senti algo assim. Há dezoito anos, quando estava numa fase muito difícil comigo mesma e com meu ex marido, fiquei uma semana de cama, sentindo grande tristeza e só saí daquilo depois de um médico, amigo nosso, me receitar um remedinho. Nunca mais tive algo parecido. Quando me vi hoje chorando, com uma pazinha na mao enquanto mexia com minhas plantas, a única coisa que me deu vontade de fazer, foi correr até meu quarto. Lá, sentei no chão e chorando, falei ao meu Senhor, que estava com saudade e que desejava só ficar ali um pouco com Ele. Não falei mais nada. Parei de chorar, fiquei mais uns minutinhos ali, e levantei. Já outra! Fui direto para a sala, liguei uma música, e voltei às minhas atividades de antes, sorrindo e me sentindo muito, muito leve. 
Foi aí que percebi a razão. Eu estava com saudade de Deus!

Notei que nessas duas semanas, me sentindo doente, e me vitimizando, quase nao falei com Ele (amo conversar com meu Senhor o tempo todo!), quase não li minha Bíblia e se o fiz, foi automaticamente, e orei muito pouco. Então, a saudade dessa comunhão diária, foi o que me fez falta e estava me entristecendo o espírito.

E aí, pensei em você! É, você! Talvez você sinta isso de vez em quando, não? Provavelmente, seu caso seja mais complicado do que o meu. Há uma doença grave, morte de algum querido, traumas que não consegue esquecer, ou pode ser que você tenha a doenca chamada depressão.  Mas será que você já parou pra pensar que  pode estar com o mesmo problema que eu? Você pode estar sentindo saudade do seu Criador?

Sabia que quando Adão e Eva pecaram, lá no jardim do Eden, eles quebraram essa comunhão que havia entre eles e Deus? Antes de O desobedecerem, esse casal recebia a visita do Senhor todo fim de tarde, bonito pensar nisso, não? Ele tinham, digamos assim, um chá da tarde com Deus! Mas eles quebraram esse relacionamento e desde lá, é isso que Deus tem procurado restabelecer, a relação entre Ele e o homem. É só isso que Deus quer da gente! Que nós O conheçamos, que tenhamos com Ele um relacionamento, uma amizade, um carinho de Pai e filho. Por isso Ele nos deu Jesus Cristo, só através de Seu filho, isso seria possível, porque o pecado nos distanciou de tal forma, que nada seria capaz de nos ligar a esse Deus Santo Santo Santo! Cristo é a porta através da qual, podemos chegar ao Pai, "Ele é o caminho, a verdade e  a vida",  é o pedaço de nós que nos falta. 

Você pode rir de mim, pode rir da Bíblia, mas num dos intervalos do seu choro, quando estiver sozinho consigo mesmo, tente lembrar do que está lendo... pense se a dor que sente, nao vem da saudade de algo que você nao lembra, mas que um dia soube que existia... Pense que o seu espírito morto, talvez, esteja querendo acordar. Fale com Deus, mesmo que você nao acredite muito nEle. O fato de você nao acreditar, nao faz dEle inexistente. 

Se você já tentou muitas coisas e nada tem te ajudado de verdade, talvez este seja o seu diagnóstico: Saudade de Deus. Pense nisso... e tente perguntar a Ele se é isso mesmo. Não custa nada tentar...




    

15 comentários:

  1. Concordo. Sinto isso, embora não me afaste Dele nem por um dia. Quando da agonia da minha mãe, muitas vezes Lhe perguntei "por que?" e muitas vezes só sentia que Ele estava ali, me amparando.
    De verdade, a mim me parece estranho que O desconheçam, que O neguem. Mas, como vc bem disse, Ele não se importa, olha por nós assim mesmo.
    Melhoras para você, Nina.
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. os porquês sao mt complicados... um dia entenderemos ;-)

      Excluir
  2. Ninoca, notícia boa essa gripe ter passado e você ter restabelecido seu diálogo com o Pai.
    Senti o mesmo vazio esses dias, então escutei músicas de Padres que eu gosto muito e parece que Deus veio ao meu encontro. É tão bom sentir esse abraço, esse conforto!
    Beijo grande lindeza!

    ResponderExcluir
  3. Boa noite, querida Nina!
    Sabe, fiquei muito emocionada ao ler seu post de hoje... muito lindo ter saudade de Deus!
    Estou indo prum retiro e mato as saudades por lá... vale a pena!
    Intensifico oração e outros...
    Posso levar o seu post para o Cantinho Espiritual do Leitor? Muito bem escrito! E sentido no coração... o que conta muito para mim...
    Bjm muito fraterno

    ResponderExcluir
  4. Olá Nina , chorei ao ler. A correria da vida acabou me afastando de Deus , mas tenho fé que vou conseguir voltar a ser a "Aline " de antes. Abs

    ResponderExcluir
  5. "Mesmo que viremos as costas pra Ele, a Sua luz continua a brilhar nas nossas costas" ;-)
    Volte logo, Aline, sem Ele TUDO fica mt difícil...

    ResponderExcluir
  6. Parabéns pelo blog! Ofereço os meus:
    www.meditacaoparaasaude.blogspot.com
    www.leiturasparaavida.blogspot.com
    Saúde total!
    Melhores cumprimentos

    ResponderExcluir
  7. Chorei ao ler seus escritos. Estava com saudades do mundo da blogosfera e decidi voltar. beijos e dias felizes

    ResponderExcluir
  8. Ola! como que por acaso pesquisei sobre depressão e me deparei com seu blog me chamo Lilian realmente agora eu entendo muitas cosas ate mesmo do meu choro sem querer
    Muito obrigada!

    ResponderExcluir
  9. Lilian, fale com Ele. Fale. Nao se envergonhe. Nao tema. Ele quer te ouvir. Abra a boca e fale. Ele te ouvirá, 100% de garantia.
    O Senhor é contigo!
    Aqui é Nina. Nao pude me inscrever pois estou no celular que é doido. Mas li seu comentário. Creia querida!

    ResponderExcluir