08/04/2016

Cega

Certa feita, Jesus curou um homem cego de nascença. Os fariseus, os religiosos da época, que o Senhor muito criticou, já cheios de raiva de Jesus, foram perguntar ao homem quem o havia curado, e depois de muita enchecao de saco, o ex cego, diante de tantas perguntas e falta de crença, disse: se ele é o que vocês dizem ser eu nao sei, o que sei é que eu era cego e agora vejo.
Acho perfeita essa resposta corajosa desse cara. Também é essa a resposta que melhor me convém quando estou em meio a discussoes sobre minha fé. O que sei é que eu era cega e agora vejo. Todo o resto nao me importa. Todos que discordam de mim e teimam em nao aceitar minha fé em Deus, nao podem entender, porque me acham cega, que curioso! Eles me acusam de cegueira... mas eu vejo! Eu sei que vejo.
Ninguém pode entender de Cristo, se nao O conhece. Nao adianta brigarmos, discutirmos, com pessoas que nao creem. Nosso melhor entendimento da Palavra, ou nosso perfeito linguajar,  nunca  convencerao absolutamente ninguém.
Eu mesma nao posso explicar como Ele me fez enxergar, só sei que agora vejo. E é isso o que importa pra mim. Sei que parece egoísmo, mas isso me basta. O relacionamento com Deus é totalmente individual. Nao é uma "igreja", um pastor, um grupo de irmaos, uma vigília, ou semanas de jejum que irao me fazer encontrá-lo, porque Ele nao está perdido para ser encontrado, é exatamente o contário que ocorre... é Ele quem me encontra. E Ele me encontra cega...  e desde que Ele me encontrou, eu vejo. Era cega e agora vejo! É só isso que sei.
Houve um tempo em que me achava muito inteligente e superior a tantas pessoas, nesse tempo, eu era cega. Nao via. Agora vejo. E enxergar,  nem sempre é fácil, porque vejo minha pequenez. Minha ignorância, minha inferioridade. Vejo minha arrogância, minha insensatez. Meu orgulho e vaidade.  Vejo meus defeitos como eles sao, sem máscaras, meus erros mostrados cotidianamente na minha cara. Coisas que antes, nao via. Veja como eu era cega! Mas também vejo feridas curadas, lágrimas enxutas, alegria onde antes, havia dor. E vejo o futuro. Vejo simplesmente, mesmo nao enxergando realmente. Fé é assim, "é a certeza de coisas que nao se veem". Mas espera, eu disse que via. Sim eu vejo, mas vejo com outros olhos que esses, grudados na face. Nao vejo com os olhos do coracao, como diria o pequeno príncipe, eu vejo com os olhos da fé e estes, nao sao cegos.

7 comentários:

  1. Ele esta vivo! Dentro de voce, em voce, com voce. Conosco, comigo, em mim! A prensenca de Cristo consciente no coracao. Isse e o que importa... As igrejas, instituicoes, apesar de ter para os fieis uma outra definicao *eu* simplesmente vejo como uma pedra, um abrigo, um lugar para agrupar aqueles que pensam parecido para um proposito em comum. :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Qd Ele subiu aos céus, prometeu que estaria sempre com a gente, essa presença é o Espírito Santo, maravilhoso demais!

      Excluir
  2. Sua escrita sempre é bem clara e precisa e as percorri no sentido de captar sobre a cegueira que vê de uma forma que se pode explicar. As instituições pregam e algumas vezes cegam. eu gosto do templo pelo que representa para além do visível. bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já eu, Norma, nao gosto de templos, feito de pedras, construidos por maos humanas...

      Excluir
  3. Nina, como você bem escreveu... A fé (e a visão, no contexto de sua postagem) são individuais.
    Não adianta explicar aos outros, acredito que Deus encontra o tempo certo para tocar os cegos de espiritualidade.
    O que importa que é sua visão te transforma no melhor que pode ser. E isso já basta aos olhos do Nosso Criador.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo isso hj de outra maneira, Marcinha, na verdade, passar a ver, me faz enxergar exatamente o contrário, ou seja, o qt de mal há em mim e o fato nao haver possibilidade de se melhorar, isso simplemsente nao existe! É assim: qd passo a converter dos meus caminhos, passo a ter nova natureza, ou seja, há no crente a nova e a velha natureza, ao mesmo tempo, e a velha, nao se renova, nao se conserta.. bem, é dificil de explicar, tem que crer... que nesse caso, é diferente do ver ;-)

      Excluir
  4. Já glorifiquei 3x indo e voltando e de cabeça para baixo! A experiência e o conhecimento com o Senhor precisa ser pessoal mesmo! Quando o Nazareno passa na sua vida, você JAMAIS será a mesma pessoa!

    Beijos!
    www.vivendolaforanoseua.blogspot.com

    ResponderExcluir