06/05/2015

Mulher, cuide de sua família!

Tenho visto muitas mulheres se perguntando o que elas podem fazer pela obra de Deus. Muitas nao enxergam que a obra de Deus é feita por Ele mesmo, que é Ele quem move aqueles que Ele deseja! 
Nao acredito que devemos ficar procurando feito loucos onde podemos nos encaixar. Me parece que, como tudo na nossa relacao com o Senhor, isso é mais uma coisa que devemos nos achegar a Ele e pedir orientacao, de coracao aberto e sincero. É mais uma questao na qual você precisa mais se calar para poder  ouvir... Tudo, obviamente, ficará mais difícil, se a pessoa nao vive em comunhao com o Senhor. Como afinal, eu posso querer que Deus fale comigo, se estou longe dEle?  É como quando pensamos que oracao é algo que tem determinada hora e circunstância para acontecer. Nao! Oracao é comunhao com Deus. É viver com Ele e para Ele, pelo tempo que dura  seu dia... você nao faz oracao, você vive em oracao! Nao precisa de momento agendado para fazê-lo.
Mas essa questao das mulheres é um tanto complicada mesmo. Elas nao enxergam que nossa parte na Obra de Deus é outra que a dos homens. Nossa principal funcao, é cuidarmos daquilo que Ele nos deu. Nossa família é o nosso bocado nesta terra, é nosso tesouro, esta é a parte que nos cabe à obra.  Claro que essa é uma obrigacao de ambos os pais... mas da mulher é pedido maior zelo.

Sabendo que você faz a obra do Senhor, quando cuida amorosamente, daqueles que Ele te deu, como é que você, minha filha, vai cuidar desse tesouro valiosíssimo que é a sua familia,  se passa mais tempo fora de casa? 

Você precisa mesmo trabalhar tanto? Tem mesmo que ganhar mais que seu marido? Porque? Você nao acredita na Palavra de Deus quando diz que tudo Ele proverá?  É pouco o que vocês tem? E se eu te disser que vocês tem exatamente o que precisam e que Deus acha que isso é suficiente? Como você reagiria se soubesse que Ele se entristece com você, que considera muito pouco o que Ele tem te dado? 

Ora, é isso exatamente o que está ocorrendo! Você está sendo levada na onda desse mundo, que cobra de você competência, dinheiro, atitude. Mundo que se você nao vive o dia todo, ocupada na rua, com agenda lotada, cheia de viagens, sempre ligada no celular, correndo de reuniao em reuniao, nao é nada. Nesse embalo desenfreado da sua vida corrida, você se sente uma super heroína, mulher de super poderes! Oh, quao imponente eu estou! Que grande lutadora sou! Onde estao os aplausos??  Me sinto tao poderosa com minha auto estima lá no alto!

Você faz mesmo, tudo tao bem! Mas para isso ser possível, precisa viver fora de casa e deixar seus filhos com empregadas. Ou em creches. Escolas que comecam, sei lá,  às sete da manha e fecham às dezessete horas! E nos dias em que a escola fecha mais cedo, você corre pra lá e pra cá, a fim de arrumar atividades extracurriculares pra essas pobres criancas que deixaram de ser crianca há muito tempo... você nem sabe quem sao os amigos dos seus filhos! E sabe, logo logo, nem seus filhos saberao quem você é!

Quando é afinal, que você e seu marido tem tempo de ficar com os filhos? Eu bem posso imaginar que quando você está finalmente em casa, ou nos fins de semana, você nao tem paciência pra filho e vive de cara no computador, celular ou na TV. Acertei?

Sei, entendo e estou de acordo, que você precisa trabalhar, estudar, ou seja lá o que você mais acha importante fazer, mas tem que ser o  dia todo? Sete dias na semana? Você precisa mesmo trabalhar tanto de dia  e estudar à noite? Que tao grande necessidade é essa de fazer tudo e de ter tudo neste mundo de doido? Você nao acredita que sua cidadania é celestial e que é em Cristo que estao os teus tesouros?

Nao estou, absolutamente, falando com as mulheres nao cristãs, elas dificilmente irao me entender, nem falo com maes solteiras que tem vida dura e precisam trabalhar dobrado, mas falo com uma mulher que se diz crente e que tem um marido. A meu ver, temos que levar muito a sério essa responsabilidade dada do Senhor. A responsabilidade de criar com amor, uma família. De manter sadio o relacionamento familiar. De cuidar do tesouro que Deus nos deu nesta vida. É algo muito valioso. E isso é muito sério!

Fazemos muito pela Obra de Deus quando O obedecemos! O amor ao Senhor constitui-se principalmente, de obediência. Se você é crista é porque, obviamente e assim espero, acredita 100% no que diz a Bíblia, certo? Se aquilo é a Palavra de Deus, nao seria óbvio que devêssemos obedecer o que nela está escrito? O problema é que muitas de nós, só pegamos as partes que nos interessam na leitura das escrituras. Aquelas que nos sao muito estranhas, ou que nos parecem machistas, ou fora de contexto, antiquadas até, excluimos. Esquecemos que em nosso Deus nao há mudanca ou sombra de variacao! E que definitivamente, nao! Ele nao é machista! (Pobre mulher que pensa que Deus o é. Tenho muita dó dessa alma...) 

É complicado se dispor a julgar os outros. Eu sei! Antes para mim era muito fácil apontar o dedo na cara das pessoas mostrando o quanto elas eram erradas em serem tao diferentes de mim. Sempre fui uma metidinha arrogante, disfarcada de falsa modesta. Nojo!! Entendo hoje, a cada dia, que sou igual e até muito pior, do que muitos dos que eu já acusei.
Mas esse é um tema seríssimo  e eu precisava falar dele! E acredite, isso é um alerta pra mim também.

Temos visto o que a independência da mulher tem feito com as familias. Ninguém mais entende ninguém. O mundo virou de ponta a cabeca. Os filhos já nao sao mais o que Deus os preparou para ser, e os pais, muito menos. Temos enorme parcela de culpa nisso, mas nunca é tarde pra recuperarmos o tempo perdido.

Lembro de um caso que exemplifica muito bem isso. Uma mae estava lavando a louça, muito concentrada em falar com Deus sobre sua aflicao e enorme desejo de ajudar na obra do Senhor, ela tinha extrema vontade de fazer mais por sua congregacao! Sua filhinha ia e vinha o tempo todo, puxar a barra de sua saia, mostrando que sua boneca estava com a perna quebrada. A mae a toda hora botava a menininha pra correr: "nao está vendo que falo com Deus???!!!" Ela fez isso até o momento em que a menininha chorou, extremamente sentida. Deus tocou o coracao daquela mae. Ali estava, à sua frente,  a obra daquela mulher. Era para isso que Deus a chamara.

É mais ou menos assim que funciona com a gente. Como podemos querer ganhar o mundo pra Cristo, se nossa família está perdida?  

2 comentários:

  1. Nossa Ninoca...
    Que texto poderoso!
    Me fez pensar aqui em tanta coisa. Muitas vezes me pego falando que o mundo está muito doido, muito perdido, mas sou uma das milhões de protagonistas dessa mudança, pois eu também corro atrás dos meus ideais, atropelando por vezes convivências familiares que não voltam, e não tem preço.
    Mas, por outro lado, sou de uma safra de mulheres que tem enorme dificuldade de "depender" do homem provedor. Vi minha mãe sofrer horreres e muita humilhação por depender do meu pai, ex-esposo dela. E claro... lutei pra não ter essa realidade na minha vida.
    Acho que a grande questão é encontrar o equilíbrio entre a busca e a satisfação. Entre as lutas do dia a dia e a comunhão com Deus.
    Concordo contigo... A família realmente é o bem maior. é o tesouro, ela nasceu no coração de Jesus.
    Beijos linduca
    Márcia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tua situacao, Marcinha, e a da tua mae, é mt parecida com a de muitas mulheres... de qualquer maneira, nao há nada na Bíblia que proiba a mulher de trabalhar fora. Só acho que devemos ter muito discernimento e orientacao do Espírito Santo pra saber até onde ir. Nossa família deveria ser o fator n° nas nossas vidas.

      Qt a vc, querida amiga, sei que dará sempre mt de si mesma pra manter sua familai feliz!

      Excluir