18/01/2015

Crente nao sofre?

Eu fico vendo esses crentes atualmente. Como eles mudaram desde que eu era pequena! Alguns ficaram bem modernos, nao? Já notou? Crente nao pode mais ser pobre, nem doente, nem infeliz nas relacoes. Crente tem que ser bonito. Atraente como o mundo ao redor.  Deus o livre falar que tem dores de cabeca, dor nas costas ou depressao. Já será taxado de "emacumbado".
Eu acho até legal ver que as crentes estao mais bem arrumadas, acho mesmo que aquelas da minha infância era meio esquisitas. Aqueles cabelos enormes e sem corte, aqueles vestidos longos e os rostos desmaquiados, sei lá, meio feio... Mas daí a ter que ver a moca usando um jeans extremamente colado, com o umbigo aparecendo e combinando com um salto altíssimo, eu acho meio exagerado. Desculpa, mas acho. Ou entao ter o cabelo super bem feito, de mulher que vai toda semana ao salao de beleza como se "o frisar de cabelos e o uso de joias fosse a coisa mais importante". E tem os caras, que tem que ter o que os outros caras tem. O carro, o emprego, as viagens. "Pega tua bencao". "Deus nos prometeu irmao"!!!

Nao. Nao prometeu nao!

Os valores estao também invertidos no mundo cristao. Crentes que por natureza sao aqueles separados do mundo por Deus, estao querendo se juntar ao mundo. A meu ver, isso é desobediência. Quando comecou tudo isso? Foi mesmo com a prosperidade das pentecostais que chegou dizendo ou melhor, gritando, que crente tem que ter mais que as outras pessoas só pra mostrar que tem um Deus que opera milagres e maravilhas e os outros nao? E assim sendo, ostentando luxo, casamento e saúde perfeitos, cirurgias plásticas, viagens, casas, empreendimentos incríveis, esses crentes serao o motivo de atrair novos adeptos a sua "igreja"e nao O Senhor dela.
Eu tenho em minha memória de quando eu era bem menina, os crentes de antigamente. Eles eram diferentes, eu via, qualquer um via que eles eram diferentes. Se vestiam e se portavam de forma diferente. Hoje todo mundo parece todo mundo, é tao igual. Os crentes se misturaram com o mundo. Será que Deus nao está um tanto chateado com eles? Quero dizer, com a gente?

Olhe a sua volta, tente observar o cristao mais próximo. Você vê algo diferente nele? Sente o "cheiro de vida que ele exala para vida, ou cheiro de morte para a morte"? Um dos dois você tem que sentir senao, nao é cristao. E se você nao sente nem uma coisa nem outra, há algo errado aí. Será que ele é o cara mais ferrado que você já viu mas tem uma alegria que você nao sabe de onde ele tira? Ou  perdeu o emprego mas ele nao reclama. Quem sabe, ele nao pode como você, fazer uma viagem internacional, porque só ele trabalha na família, uma vez que sua esposa prefere ficar em casa e cuidar dos filhos, e por isso a família dele vai passar as férias no interior do estado, numa praia. E você sente um pouco de pena, mas entao pensa que é curioso, como mesmo assim, esse cara aí é feliz com sua fé! E aquela mocinha? Você sabe que ela é crente? Como você a reconhece como tal? Ela é recatada nos atos e nos trajes? Se nao, já se misturou com o mundo que o seu Senhor separou.

Os crentes deveriam ser diferentes. Nao porque eles sao melhores que você, porque absolutamente, eles nao sao! Mas porque eles nao pertencem a este mundo que você vê. Todo verdadeiro cristao é um estrangeiro, sua pátria está no céu e ele nao vive, ou pelo menos, nao deveria viver conforme as coisas deste mundo. E quem diz isso nao sou eu.

O fato é que, com o desejo carnal de mostar a todos que cristaos nao sao menos que os incrédulos, as igrejas atualmente pecam. Mostram uma irrealidade aos seus adeptos e vivem numa ilusao. Deus nao prometeu nada aos cristaos nesta terra, e tudo o que uma pessoa recebe em vida, é dado como misericórdia. É somente a vontade de Deus fazer uns mais ou menos bem aventurados aqui. Isso nao é promessa alguma! É só decisao divina, meu camarada. Cristaos podem sofrer! E isso nao é, definitivamente, uma coisa do diabo. Podem ficar doentes, podem passar por tribulacoes uma atrás da outra, podem viver na pobreza. O fato é que Deus pode querer usar as dificuldades na vida de um filho seu, para ensiná-lo ou prepará-lo pra algo. Porque tudo coopera para o bem.  E esse bem, nao é material!

O cristao pode sofrer, pode chorar, pode ser mau compreendido, pode! O que ele nao pode é viver no mundo como se fosse do mundo.  

15 comentários:

  1. Bom texto. Boa leitura. Fiquei imaginando minhas colegas professoras que são evangélicas. Se vestem iguais as demais que não são. Se misturaram. falam de sexo livre, etc e etc. Vamos ver onde isso vai dar.

    Bjs Luzia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nao é mt fácil falar sobre essas coisas Luiza. Nem todo mundo concorda comigo... mas obrigada pela visita.

      Excluir
  2. Oi Nina. A Bíblia é muito clara: "No mundo tereis aflições mas tende bom ânimo, Eu venci o mundo" João 16:33. A diferença entre o sofrimento do cristão e do incrédulo é que o cristão tem o Espirito Santo para consolá-lo e ajudá-lo. Estamos no mundo mas certamente não somos dele. Um abraço. Heloisa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Helo, que legal te ver aqui, qt tempo ;-) rsrs
      Vc nao acha engracado como poucos cristaos ligam pra esse versiculo? eu mesmo, no tempo que andei numa "igreja" nunca ouvi falar disso. Hj entendo.
      Obrigada pela visita.
      Bjs

      Excluir
    2. Oi Nina. Realmente a "teologia da prosperidade" se esquece deste versículo. Sou a Heloisa que entrou em contato com você sobre o texto anterior, o da banda ok? Vou passar a usar meu sobrenome Matias para você me identificar melhor. Um abraço. Heloisa Matias.

      Excluir
  3. Depois te escrevo um email contando melhor 😉 beijos no coração

    ResponderExcluir
  4. Humm acho que o comentário não foi, a notícia é que estou grávida de novo!! 😄 4 meses!! Saudades daqui e de você 😊

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que alegria,que alegria, que alegria Chris!!!!!!!
      ja te respondi o email

      Excluir
  5. Nina, sou nova por aqui!
    Que alegria poder encontrar seu blog! E que reflexão profunda e verdadeira!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi querida, seja bem vinda e mt obrigada ;-)

      Excluir
  6. Oi Niina ♥♡♥
    Eu sou Congregacional (que é muito conservadora) e ouvimos muito sobre isso lá. A diferença que precisa existir é mudança interior, claro.Mas não é possível alguém que realmente conheceu o Senhor e ainda continua se portando/vestindo como antes porque o Espírito Santo nos convence do pecado, nos constrange. Só nos resta orar para que essas pessoas conheçam Jesus de verdade e sejam transformadas.

    O pior da teologia da prosperidade é que denigre a imagem de quem realmente segue a Cristo e a do próprio Cristo! Pessoas acabam achando que somos todos do mesmo jeito :(

    ResponderExcluir
  7. Nina!
    Tudo que eu queria escrever, mas nunca que eu chegaria a sua objetividade!
    To cansada de receber essas mensagens profetizando vitória! Isso é muito falso, pretensioso, maligno.

    ResponderExcluir