23/11/2014

Receita de brioche e algumas costurinhas

Amo cozinhar e como sou apenas uma doninha de casa, faco isso todo dia, tenho tempo e disposicao pra isso. E dou gracas a Deus por gostar dessa tarefa. Ser dona de casa e mae de família é a coisa que mais me deixa feliz na terra e é essa minha atividade preferida, mesmo que nao a cumpra tao bem quanto deveria. É pra isso que estou no mundo, sabe? Pra ser mae, esposa e filha de Deus! 

Também gosto de costurar. Mas pra essa atividade, preciso de tempo, inspiracao e muita vontade. Algumas vezes passo muito tempo longe da máquina, outras vezes, fico até parecendo meio viciada. Costurando tudo que me dá vontade.

 Tá, aqui na foto, nao to costurando, mas dá pra ver o meu aventalzinho que costurei?



É que encontrei uma mocinha incrível na internet que tem um jeitinho super doce de ensinar. E fiz um bocado de coisinhas dela. Aqui uma foto das minha últimas costurices: 
o avental, uma sacola, um porta pincéis de maquiagem, uma nécessaire.


 Já conhece a costureirinha? Nao? Passe no site dela e se apaixone!

Mas antes, quer fazer o pao que aparece na foto comigo?
Ele se chama brioche e é um pao muito comum na Franca, delicioso, amanteigado que eu amoooooooo!

Aqui a receita para um básico, de um chefe francês, que está no meu livro Die Kochschule:

Ingredientes:
250 g de farinha de trigo (se você mora na Alemanha, o tipo 550);
15 g de fermento biológico (na Alemanha, a frische Hefe);
uma boa pitada de de sal;
25 g de acúcar;
3 ovos
125g de manteiga

Como fazer:

Peneire a farinha numa vasilha grande e "cave um buraco" no meio dela. Ali coloque a misturinha do fermento (misture o fermento com um pouquinho de água levemente morna e mexa bem). Espalhe o sal e o acúcar com muito cuidado sobre a farinha que está acumulada em volta do furo tomando o cuidado de nao deixar nem o sal nem o acúcar cair sobre o fermento no meio. Mexa um pouco os ovos numa vasilha separado, e coloque-os cuidadosamente sobre a mistura da água com o fermento. Entao comece o trabalho duro de sovar a massa. 



Ela fica uma massa bem chatinha de trabalhar, daquelas que grudam nos dedos, mas é assim mesmo, tenha paciência. Deixe-a entao, descansar num ambiente quentinho (uns 25° ou 30° ) cerca de 40 minutos coberta por um filme plástico. A massa vai dobrar de tamanho nesse período. Entao tire-a e sove-a de novo. Faca pequenas bolinhas e coloque as bolas uma do lado da outra, numa forma retangular  e previamente untada com manteiga. Coloque no forno pré-aquecido por uns 40 minutos. E entao está pronto seu delicioso brioche!

Bon appétit!

 


7 comentários:

  1. Pão e costurinhas, tudo feito com amor, por isso dão certo! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Você é um espanto! Além de ótima mãezinha, viajada, carinhosa e linda mulher, ainda tira tempo para estas coisinhas do lar.
    Parabéns, linda Nina!
    Amei esta avental de bolinhas, combinou muito contigo.
    beijos cariocas

    ResponderExcluir
  3. Eu tb amo cozinhar, mas faço isso só no final de semana....
    Eu fazia pão com aquelas misturas prontas que encontramos no mercado, mas parei.... ficou difícil encontrar tempo deste que voltei a morar no RS...
    Bjos e mais beijos
    Dani

    ResponderExcluir
  4. Estou me trabalhando para gostar de cozinhar. rs Cozinho direitinho, embora não me aventure em pratos elaborados, nem faço pães e doces. Costurar não é "minha praia", mas taí uma coisa que adoraria saber. Minha mãe era exímia cozinheira e costureira, não sei pq não sai a ela!
    Beijo e boa semana, Nina.

    ResponderExcluir
  5. Que delicia! Adoro cozinhar, mas tenho que estar inspirada! Costura é a mesma coisa, tenho até uma lojinha virtual, mas vivo parando e voltando, não gosto de fazer nada por obrigação, costuro por prazer...passo meses sem nem tocar na máquina, mas quando volto é apaixonaste! rsrsr Beijos ...Sempre passo por aqui e me encanto!

    ResponderExcluir
  6. Nina, você é uma fofa e as suas costurinhas, idem! Adorei! Isso mesmo Nina, tenha orgulho de exercer o seu trabalho de dona de casa, pois hoje em dia a sociedade trata, muitas vezes, como "desocupada" a mulher que "apenas" cuida da casa e dos filhos, como se isso fosse uma função menor em relação àquelas que saem de casa para trabalhar fora.
    Eu, depois que vim morar fora é que passei a gostar de cozinhar. Tão bom encontrar prazer em fazer aquilo que vai nos alimentar. né!? Bj e boa semana!!

    ResponderExcluir
  7. Hummm adoro brioche, vou fazer com certeza.
    Que saudade me dá de você quando leio o seu blog....
    Você me surpreende a cada lida.
    Um beijo querida.

    ResponderExcluir