21/11/2014

Outono um pouco diferente

Como li num site de uma moca suica, estamos com sorte neste novembro. "O outono ainda nao vestiu seu longo vestido cinza escuro". É verdade. Novembro costuma ser o mês mais chato, pelo menos pra mim, só perdendo pra fevereiro, que costuma ser o período mais frio do ano e quando as pessoas já estao de saco completamente cheio do frio, esperando ansiosamente os dias da primavera. Novembro é  nebuloso em vários aspectos. A temperatura cai bruscamente. O sol aparece poucas vezes no céu. Há chuvas constantes. As folhas estao caindo todas, amareladas, marrons, vermelhas, e as ruas estao cheias delas, grudadas no chao formando uma laminha cor de ferrugem, fazendo pessoas escorregarem. O céu torna-se branco, cinza claro, parece engolir de vez, o azul que estava ali há algumas semanas. Os dias acordam muito preguicosamente, e a neblina toma conta de tudo. Algumas vezes nao vemos nada  um metro a nossa frente. As árvores parecem escurecer seus caules e galhos, tornando a paisagem ainda mais sombria. Novembro é um bom mês pra se fazer filmes de terror...

Este ano, ele está sim, do jeitinho que contei, tipicamente novembro, mas ainda nao vestiu seu manto negro... Tem dias que fazem 3°C, como ontem, e outros dias que chegam a 10°, como hoje será. Ou amanha, alcancando os 16° e com sol! Sim, está tudo igual como mencionei antes, mas algo está diferente. Ainda temos dias bonitos, gracas a Deus, porque eu amo o outono, apesar de novembro. Ontem o frio entrava na pele através dos casacos, que já sao os de inverno, e hoje, com 5° e um pouco de sol, abrimos os zíperes dos casacos pesados e tiramos os cachecóis. O sol passava pela folhagem colorida, que ainda nao se desprendeu toda das árvores, trazendo a alegria levemente perdida dos rostos pálidos. 

Este ano tivemos um longo inverno, longo, porém, nao tao frio. Pesquisas revelam que este foi o inverno mais quente que se teve notícias. Sabe, eu me alegro, porque detesto frio, mas sei que isso nao é realmente, uma boa notícía. Outras pesquisas falam que os animais que hibernam tiveram seu soninho de inverno encurtado. E isso traz problemas. Sabia que antes, nunca havia visto ratos aqui onde moro? Sei, claro, que eles existem, mas eles ficam bem escondidinhos, diferente das ratazanas ousadas que já encarei na minha cidade no Brasil... mas, este ano, vi alguns aqui perto, onde há um mato próximo a um pequeno riacho. É que eles também estao fora do seu ritmo. Tudo está alterado. 

Será assim daqui pra frente, nao é? 

A mim resta aproveitar o que ainda me é concedido...

 Nao há o que se fazer contra o que virá acontecer com a natureza...  "Porque sabemos que toda a criação geme e está juntamente com dores de parto até agora". Romanos 8:22

4 comentários:

  1. Que linda foto e que bom que os dias ainda permitem bem aproveitar! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. É triste a constatação, mas será sim, totalmente adulterado nosso clima e a culpa, pelo menos nestes últimos 15 anos, vem do seu querido Brasil, do desmatamento sem controle que está havendo lá na Floresta Amazônica.
    E, pra piorar, o des-governo atual, nomeou esta semana, uma mulher considerada insensível a toda esta problemática, ela, como a maioria dos nossos políticos, só pensa em seu umbigo e um dia vir a ser a nova PresidentA.
    Veja a reportagem que o The Guardian fez ontem sobre ela:
    http://www.theguardian.com/environment/2014/may/05/brazil-chainsaw-queen-katia-abreu-amazon-deforestation?CMP=share_btn_fb

    beijos cariocas

    ResponderExcluir
  3. Eu também detesto frio, não me acostumaria a viver num lugar cinzento, seria depressão na certa! Aqui, qualquer nubladinha de céu já me agonia!
    Beijo, Nina.

    ResponderExcluir