26/08/2014

De férias na Algarve, Portugal

Passamos duas semanas de férias em Portugal, na regiao da Algarve. Envergonhada confesso que nunca antes havia pensado em Portugal como um destino de viagem, nao sei porque, a terra de nossos colonizadores nunca me prendeu a atencao. Acho que a língua sempre fora um empencilho. Quando ainda morava no Brasil eu queria era desbravar outras terras, seria maravilhoso e instigante, aprender uma nova língua. Mal sabia eu que a língua falada em Portugal é outra mesmo ;-)  Achava que Portugal seria um segundo Brasil e que nao seria interessante visitar... sempre fui uma tonta!
Entao, por favor, se surgir oportunidade de conhecer, nao seja boba como eu. Você vai amar o país.




Portugal foi uma maravilhosa supresa pra mim. Nunca pensei que pudesse ser tao lindo! As praias dessa regiao sao um encanto, coisa de cair o queixo mesmo, sabe? O mar tem uma cor exuberante (apesar de as águas serem terrivelmente frias), as ondas sao relativamente tranquilas,  sol fica tinindo o dia todo, no verao de dias prolongados, já que ele se poe, assim como em parte da europa, mais ou menos as dez da noite, e fica lá, brilhando, refletindo magnificamente no mar, compondo uma beleza indescritível! O céu, sem nuvem e lindíssimo, apresenta um azul digno de inspirar poetas! O calor, apesar de temperaturas bastante altas, nao é uma coisa sufocante, uma vez que o vento nao para de soprar e levar por onde passa, o cheiro delicioso de maresia. As falésias da regiao, que cortam o mar, sao impressionantes, a cada paisagem que você para pra observar, fica mais clara a presenca e mao de Deus, desenhando aquelas imagens. Ficava lembrando de uma cena de um filme muito antigo, que já nao lembro o nome, onde uma freira ao se ver no alto de uma montanha, pergunta como alguém ao ver aquela beleza toda pode nao acreditar na existência de Deus. Era isso mesmo que eu me perguntava ao ver aquilo tudo. 





Passeamos bastante. Alugamos um apartamentinho que saiu muito mais em conta do que ficar em hotel e também um carro, o que facilita muito a locomocao. Percorremos muitas praias e paisagens diferentes do que se espera de uma regiao praiana. Comemos muitíssimo bem, foram duas semanas em que só comemos peixe! Com excecao do meu filho, que nao suporta nem o cheiro, todos nos deliciamos com aqueles pratos deliciosos, de sabor incrível e tao bem elaborados. Onde quer que você pare pra comer na Algarve, pode ser o muquifo mais vagabundinho, tenha certeza de que comerá o peixe mais maravilhoso que já experimentou antes! É tudo muito gostoso, com sabor de comida de mae, muito bem feito e o preco da alimentao é bastante camarada.







A única coisa que me aconteceu de estranho foi ter notado que apesar de amar o mar e praia, nao curti tanto dessa vez. Nao sei. É estranho. Acho que estar ficando velha tem dessas coisas. Você chega pensando estar toda bonitona, no seu maiozinho charmoso e discreto e fica lá, o tempo todo, rodeada de mocinhas lindas, nos seus micro biquinis (nao tao micro quanto nas praias brasileiras! ninguém, no mundo todo, usa um biquini tao pequeno quanto as brazucas!) e de topless (se você nao curte ver mulher pelada, nao vá pra Algarve, ok?), e você se sente, devagarinho, diminuindo. As meninas pra lá e pra cá, com seus pequenos e mais ou menos, empinados, peitos ao ar livre, seus cabelos dourados do sol, óculos modernos, suas tatoos, sua pele lisa, aparentemente durinha e bronzeada, sua barriga lisa,  e você ali, escondida naquele monte de areia, querendo enfiar sua cara no buraco mais próximo feito pelas criancinhas, com suas pazinhas coloridas. Encolhendo sua barriga ao máximo que pode, até notar que só pode ir até um ponto em que alguém pense que você tá grávida, enchendo de bloqueador a regiao celulitada, levantando devagar a sua canga cheia de areia, mas no fundo, doida pra que os graozinhos entrem nos olhos do gato ao lado, todo bronzeado, pra ele nao ver que você tá uma velhota...
Sei lá, cara, esse negócio de ficar velha é um saco! Ficar se perguntando, onde foram parar meios peitos e minha barriguinha e bumbum levemente durinhos... ficar se lembrando dos bons tempos quando, pelo menos se pensava, que você era uma gatinha... ai que dureza de vida!

nao quero ficar velha numa cidade praiana, nao quero!
ah sei lá, envelhecer tem seu lado meio desagradável né nao, amiga?

8 comentários:

  1. Ah, eu adoro Portugal! Ainda não conheço o Algarve, mas tá na lista, rs... Bom que vocês aproveitaram o fim das férias escolares e você e os seus filhos puderam ter dias ensolarados, porque pelo menos aqui na Suíça, só faz chover :-(.
    Vontade de comer peixe fresco, desses sabores que a gente só encontra mesmo em cidades praianas.
    O sonho de se aposentar e ir morar em uma cidade de praia é muito cobiçado por aqui, mas olhando pela sua perspectiva, não sei se seria uma boa, hahaha. Bjs

    ResponderExcluir
  2. Que maravilhosas férias e foram bem explicadas e mostradas!Adorei! Ainda não conheço Portugal, mas tenho vontade! bjs, chica

    ResponderExcluir
  3. Nina, espera aí que vou ali tirar um cisco que entrou no meu olho e já volto. :(

    ResponderExcluir
  4. Também tive gratíssimas surpresas com Portugal, Nina, e olhe que não pude curtir os muitos recantos pitorescos que existem por lá, feito o Algarve, que vc tão lindamente me mostrou por aqui nestas fotos soberbas.Viajei por elas!!!
    Um estouro este passeio, né? Quanto ao tempo implacável,lembre-se que vc é todo um conjunto de belezas e não só pequenas partes :)

    Bjkas,
    Calu

    ResponderExcluir
  5. Ninoca,
    Vocês escolheram um ótimo roteiro para estas duas semaninhas, eu amo Portugal e lá estive, pretendo voltar em breve, mas não conheci o Algarve e estou adorando as fotos que fizeram e dão uma nítida impressão do que é este lugar encantador.
    Quanto à velhice, não tenho medo, mas também não gosto de pensar quando vejo estas coisinhas que você apontou, mas prefiro ficar velha do que morrer logo. kkkk
    Você é uma figuraça sabia? hehe
    beijinhos cariocas


    ResponderExcluir
  6. Que fotos, Nina! Que fotos! Que lugar... apaixonante!

    ResponderExcluir
  7. A Calu falou lindamente, Nina: "vc é todo um conjunto de belezas e não só pequenas partes."
    É isso. A beleza plástica atrai por uns momentos, vc tb já foi linda, "durinha" e "empinadinha" e ainda tem sua beleza, seu encanto. Eu não trocaria idade nenhuma pela que tenho agora. E como bem disse a Beth, é isso ou morrer nova e em forma. rs
    Amo Portugal e agora mais, através de suas lentes (e do marido).
    Beijo.

    ResponderExcluir