31/07/2014

Mundo horrível

O mundo em que vivemos é tao horrível! Você é daqueles que crêem que tudo vai melhorar? Eu nao... pode me xingar de pessimista, mas nao dá pra acreditar mais nessa historinha de conto de fadas que vivi por longos anos. O mundo nao está melhorando, é apenas uma ilusao que temos. Tudo é ilusao e vaidade. Você sabe qual a única coisa infinita neste mundo? Nós: nossa alma e espírito. Tudo o que você vê em volta, será um dia destruído. E você aí, se apegando a coisas tao supérfluas, passageiras e finitas. Sabe a casa que você morre limpando, o belo destino daquela viagem dos seus sonhos, aquela peca caríssima do seu armário ou o carro que você tanta ama? Pois é, tudo vai queimar. Você nunca pensa no que será de você quando isso acontecer? 

Nao se assuste comigo, por favor. Mas nao sou sempre boazinha e nem quero mais viver como Pollyana, enxergando sempre o lado bom das coisas. Sim, ainda sou um tiquinho assim, mas agora, menos ingênua, eu acho... 

Essa semana aconteceu um fato muito triste na cidade em que vivo. Um menino de oito anos foi encontrado morto, vítima de algum louco abusador. E eu estava com um aperto no coracao há dias, e nao sabia o porquê. Ainda há pouco, descarreguei num desabafo molhado nos pés do meu Senhor, pedindo que Ele cuide em Seus bracos, desses pais que devem estar em desespero. Como é duro viver neste mundo! Jaz de fato, nas maos malditas do príncipe deste mundo.
E me lembrei de tantas criancas mortas no meu país... meu Deus! Tantas e tao repetidas vezes, que já virou coisa banal... a banalidade da mortandade! A mesquinharia humana, a soberba enlouquecida e desenfreada. Mata-se por nada e por tudo. Por dinheiro, por maldade, por nao ter nada pra fazer. O pai de uma amiga foi morto porque nao tinha nada além da sacola meio cheia de compras, quando saia de um supermercado... simples e banal assim.
A morte desse menininho aqui, me choca por ser tao inesperada. O país que me acolhe e que é tao tranquilo. Um menino encontrado num lago, machucado. Mundo miserável! Mundo perdido...
E nossa alma, como fica com tudo isso?
Estracalhada, nao é?
Mas ela se recupera. 
Até surgir outro acontecimento.
Assim como foi perder no futebol... a gente se levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima e quer de novo acreditar. "Um dia esse país melhora"... Você realmente acredita nessa fábula?

Os alemaes acreditam que fizeram um grande país. E fizeram! Mas, há um menino morto no lago....
Pra tal maldade e falta de escrúpulo, nao há mais saída. Este mundo já era! Há muito tempo.
E sua alma, como é que fica nisso tudo?
Pra onde ela vai quando tudo isso acabar?
Já pensou nisso?
* * *


"Palavras do pregador, filho de Davi, rei em Jerusalém.Vaidade de vaidades, diz o pregador, vaidade de vaidades! Tudo é vaidade. Que proveito tem o homem, de todo o seu trabalho, que faz debaixo do sol? Uma geração vai, e outra geração vem; mas a terra para sempre permanece. Nasce o sol, e o sol se põe, e apressa-se e volta ao seu lugar de onde nasceu. O vento vai para o sul, e faz o seu giro para o norte; continuamente vai girando o vento, e volta fazendo os seus circuitos. Todos os rios vão para o mar, e contudo o mar não se enche; ao lugar para onde os rios vão, para ali tornam eles a correr. Todas as coisas são trabalhosas; o homem não o pode exprimir; os olhos não se fartam de ver, nem os ouvidos se enchem de ouvir. O que foi, isso é o que há de ser; e o que se fez, isso se fará; de modo que nada há de novo debaixo do sol. Há alguma coisa de que se possa dizer: Vê, isto é novo? Já foi nos séculos passados, que foram antes de nós. Já não há lembrança das coisas que precederam, e das coisas que hão de ser também delas não haverá lembrança, entre os que hão de vir depois. Eu, o pregador, fui rei sobre Israel em Jerusalém. E apliquei o meu coração a esquadrinhar, e a informar-me com sabedoria de tudo quanto sucede debaixo do céu; esta enfadonha ocupação deu Deus aos filhos dos homens, para nela os exercitar. Atentei para todas as obras que se fazem debaixo do sol, e eis que tudo era vaidade e aflição de espírito. Aquilo que é torto não se pode endireitar; aquilo que falta não se pode calcular. Falei eu com o meu coração, dizendo: Eis que eu me engrandeci, e sobrepujei em sabedoria a todos os que houve antes de mim em Jerusalém; e o meu coração contemplou abundantemente a sabedoria e o conhecimento. E apliquei o meu coração a conhecer a sabedoria e a conhecer os desvarios e as loucuras, e vim a saber que também isto era aflição de espírito. Porque na muita sabedoria há muito enfado; e o que aumenta em conhecimento, aumenta em dor".

8 comentários:

  1. Queria compartilho do mesmo sentimento de você, me revolta ligar a TV e só ver maldade, ontem mesmo liguei na globo e estava passando um menino de dois anos foi espancado pelo pai que ainda utilizou de "artes marciais" na criança. isso me revolta tanto, todo dia peço a Deus para colocar suas mãos sobre essas pobres crianças, que não permita mais isso, pois minha unica esperança é Ele já não acredito na raça "humana"que mata por prazer.
    Acho injusto qdo comparam esses seres desprezíveis com animais, pobre animais só matam para o alimento próprio e não por diversão.
    Não sou de compartilhar artigos, pois raramente me identifico mas hoje compartilhei nas redes sociais, espero que as pessoas que venham a ler se sensibilize e lute por um futuro melhor.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Eu não tenho conseguido ser Pollyana nos ultimos dias também!!! Estou desolada com as coisas que vejo, crianças morrem enquanto eu estou aqui teclando... bombas, fome, peste, ruina.... Mesmo na Alemanha, tão famosa por ser segura e correta, há uma criança no lago machucada e morta.... e isso machuca o coração... E as vezes tenho dificuldade de conciliar o sono pensando que enquanto coloco a cabeça no travesseiro a matança continua mundo a fora!!!

    ResponderExcluir
  3. Andrea - Rio de Janeiro31 de jul de 2014 16:55:00

    Boa tarde! Entendo perfeitamente pois essas coisas vivem acontecendo aqui e o pior, a mídia adora publicar e as pessoas adoram assistir. Já não vejo mais jornal. Rezo todos os dias pela minha família que saia bem de casa e volte bem pra ela. Entrego a Deus meu coração e peço que cicatrize todas as feridas. Ameniza o sofrimento...Beijos e fique com Deus.

    ResponderExcluir
  4. Eu fico aguardando ansiosamente por um novo céu e uma nova terra, onde não haverá tristeza, nem choro...

    ResponderExcluir
  5. É Nina querida...
    Mortes como a que aconteceram na sua região são, de uma forma bizarra, comuns por aqui.
    Mas o que nos torna apáticos ao que vemos nessa realidade tão absurda não é a falta de sentimento ou a ausência de empatia, é quase um instinto de sobreviver que carece de negar a realidade brutal que percebemos no dia a dia.
    O mundo tá mal... Reflexo das pessoas. Mas há gente do bem. Olhe para elas, elas estão em toda a parte, linduca!
    Beijo
    Márcia

    ResponderExcluir
  6. Oi,
    Tens razão quando cita a 'nossa' ilusão de um mundo melhor, também não acredito!
    Tenho uma religião diferente da sua, mas gosto muito de ler teus textos! :-)
    Abraços

    ResponderExcluir
  7. Oi Mah, obrigada pela visita e pelo compartilhamento.

    Olá Francis. É ne? :-(

    Pode crê Pandora, mt difícil mesmo continuar sendo Pollyana :-(

    Tambem nao vejo mt coisa do Brasil mais nao Andrea, so dá mesmo! Aqui em casa tínhamos grátis o canal da Record, gracas a Deus o sinal sumiu! Nao gosto de ver tv, mas as vezes, eu ligava pra ver o que estava passando e eram só péssimas notícias :-(

    Maranata!!!! Bibi ;-)

    Sim, é uma grande pena Má. E sim, obviamente e gracas a Deus por isso, há MUITAS pessoas maravilhosas, mas isso nao muda o fato de que o mundo vai de mal a pior, ne?

    Oi Sra Baruch! Mt grata pela visita. Bom te conhecer querida. Volte sempre.

    Ahh esqueci de dizer, eu nao tenho religiao, nao como as pessoas entendem religiao, eu só tenho Jesus no coracao...

    ResponderExcluir