16/11/2013

Quando mudamos de ideia, ou melhor, quando Deus faz isso por nós

Sou uma blogueira relativamente ativa. Escrevo muito e nesse sentido, às vezes sinto pena de você, que nao curte postagens longas. Com este post, somo 700 postagens sendo que muitas já foram deletadas. Apaguei-as por diversas razoes.  Já retirei posts extremamente pessoais, com fotos, ou posts que por conterem músicas retiradas de sites que se tornaram inexistentes, passaram a enviar vírus e fazer do meu blog, um malware. Retirei postagens que atraem outro tipo de leitor que difere do interesse do blog, p. ex. quando falei da importância da buzanfa no Brasil. Nao mudei de ideia, continuo achando que a brasileira dá muito valor ao traseiro e se veste de forma indecente. Mas o post atraia pessoas imorais, que pensavam encontrar outra coisa sobre o tema... e isso nao é o que busco aqui. O próprio nome do blog atrai gente de cabeca doentia, mas nao estou interessada na mudanca, gosto muito do nome que demos, minha filha e eu, ao bloguinho, há uns 6 anos.

Quando escrevo uma postagem, nao penso somente em mim e na minha vaidade,  penso também no que estou passando a quem me ler. Nao me interessa saber que aquela postagem deletada atraia tanta gente. Há posts que recebem milhares de cliques enquanto outros, apenas umas dezenas... já disse um dia aqui, sou uma blogueira estranha. Nao me interessa quantidade e nao estou sendo demagoga quando digo isso.
 
Hoje, deleto também postagens antigas que diferem muito do que penso atualmente. Desde maio - mais precisamente, agosto, me considero uma crista. E algumas postagens simplesmente nao se encaixam mais. Nao retiro todas, porque afinal, nao devo negar quem já fui, mas algumas em especial, me doía saber, que ainda estavam aqui, atraindo gente e falando exatamente o contrário do que sinto nos dias de hoje. Quer um exemplo? Quando falei do meu pai, e de como tantas "coincidências" me faziam pensar em reencarnacao. Como crista, nao posso, nao devo e o Espírito que vive me mim hoje, me toca pra nao aceitar tal coisa. Como crista nao posso acreditar no que prega o espiritismo, p. ex., porque cristao tem a Bíblia como referência e a Bíblia é clara quanto a isso: "... e, como aos homens está ordenado morrerem somente uma vez, vindo depois disso o juízo..."
Nao podemos, como crentes em Jesus, servir a dois senhores. Nao é correto, dizer que somos cristaos e fazermos coisas que nao nos sao adequeadas. Afinal, "todas as coisas nos sao lícitas, mas nem todas as coisas convém". Nao é correto se dizer cristao e ter uma queda, um  pezinho, nas crencas, regras e  tradicoes pagas. Crer nem que seja um pouquinho em certas doutrinas, gostar de uma coisinha aqui e outra ali,  porque se somos cristaos, seguimos e acreditamos somente no que diz Deus em Sua palavra.

Reiterar o que dissemos um dia usando outras palavras ou corrigir de forma totalmente contrária o que um dia falamos, nao nos faz pessoas de caráter fraco. O que alguém pode denominar de hipocrisia ou intolerância, a meu ver, pode ser apenas sensatez. 
E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo,
Hebreus 9:27
E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo,


Hebreus 9:27-28
E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo,


Hebreus 9:27-28

9 comentários:

  1. Boa tarde,Nina! Concordo com o que vc diz,o verdadeiro cristão segue a Bíblia como referencia em todos os aspectos da vida.E sim,é muito mais sensato e de verdadeira sabedoria fazer o que nosso Criador e Pai nos pede, para nosso bem; do que seguir a vãs filosofias que mudam de acordo com disposição de quem as fez...

    ResponderExcluir
  2. Nina,
    estarmos cientes das diferentes fases que vivemos torna ainda mais autênticas as escolhas que fazemos e as que abandonamos.A natureza -viva é cíclica e se reinventa a cada manhã.
    Bjos e ótimo domingo aí.
    Calu

    ResponderExcluir
  3. Olá Nina,
    Adorei esse seu espaço tão delicado e amoroso!!
    Estava passeando na blogosfera de seguidoras e te encontrei, que luxo, que charme...
    Que ótimo post!!
    Dei uma olhada em tudo e fiquei inspirada com você!!
    Seguindo viu, adoraria sua retribuição...meu espaço chama-se Cris cria coisas e faço com a mesma dedicação e crainho que vejo aqui. Porem falo de moda, arte, comportamento e afins, gostaria muito que conhecesse e trocasse ideias e opiniões comigo!
    Fica o convite e meu desejo por sua visita!
    Um beijo e bom domingo!!
    Cris
    http://criscriacoisas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Nao é fácil fazer o que voce fez aqui hoje! Muitas vezes é dificil abrir mao de coisas do passado que constroem nossa história, mas por Jesus vale muito!
    É bom encontrar pessoas que falam desse amor de Deus e que nao tem vergonha ou medo de compartilhar em público essa experiencia!
    Que Deus continue te dando forcas e sabedoria para prosseguir com seu cantinho aqui na blogosfera!!
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  5. Nina,
    Estou bem afastada da blogosfera, mas volta e meia passo aqui para ler seus posts. Eu me identifiquei demais com o que escreveste, de rever posts antigos e deletar o que não serve mais porque o "ontem não encontra lugar e relevância no hoje". Eu também estou no mesmo processo e parece que fazer essa faxina é fundamental para que a nova fase (e pessoa) venham com tudo!! Bjs!!!

    ResponderExcluir
  6. É sensatez mesmo, Nina!
    Mudar de ideia é reflexo da mudança interior!
    Um beijo querida!
    Márcia

    ResponderExcluir
  7. Nossa Nina, nunca imaginei que o nome do teu blog atrairia mentes doentias. E pelos 700 posts, parabéns!
    Há pessoas que passam mornas por esta vida; o aprendizado não as toca. Outras tem ebulição e aprender, mudar significa que o passado já não nos serve e como você bem disse, não nos faz de caráter fraco.

    Ah! No post ali de cima, eu limpo e deixo os bichinhos esvoaçarem a vontade #natureba que come carne! Bj

    ResponderExcluir
  8. Bom dia, Nina

    Pedras sim são estáticas, nós seres humanos estamos em eterna mudança pois estamos em aprendizado contínuo. Mudar de ideia não significa mudar de caráter (este não muda), significa enxergar com lentes limpas o que antes você enxergava com lentes embaçadas. Simples assim. Fique com Deus e boa semana.
    Beijos, Andréa - Rio

    ResponderExcluir
  9. Oi Nina! Adorei saber que agora é cristã, pois também sou! Beijos!!!

    ResponderExcluir