24/09/2013

A péssima qualidade vendida no Brasil

Ainda estou disposta a falar mal do Brasil. Nao esquenta, logo logo isso passa. Mas hoje quero desabafar mais uma vez...

  • Comprei uma camiseta de malha num shopping, nao foi nada barata. Nela há umas ilustracoes. Na primeira lavagem, a camiseta manchou completamente e com a própria tinta que foi impressa nela. E nao sai de jeito nenhum, já fiz três lavagens, já tentei tudo o que posso e nada. 

  • Tenho um vestido que comprei na minha penúltima viagem ao país, e que o zíper nao fecha! Fiquei pensando que é porque devo estar gorda, mas nao é, quando eu pego o vestido nas maos e  tento fechar a droga do zíper o problema persiste. 

  • Duas outras blusas que comprei nessa última viagem, numa loja cara, que estava obviamente em promocao: a de renda, na primeira lavagem alargou, tá ridícula! E a outra, está puxando linha. 

  • TODAS as camisestas de malha que meu marido comprou no Brasil, encolheram.

  • Um dos sapatos que comprei também numa boa loja, nao aguento mais tentar usar, o troco é muito duro. Já me deu todos os calos que posso imaginar e meu dia sempre acaba péssimo quando o uso. Desisti! Vou jogar aquela porcaria fora!

É impressionante como as coisas nao tem qualidade no Brasil. Pra se ter algo realmente bom, as pessoas precisam ter muita sorte ou comprar em lojas absurdamente caras? O que é isso gente?

Para ilustrar melhor, deixo com vocês parte do email de uma amiga que comprou um apartamento. Nao tem a ver com minhas útlimas compras, mas olha só o absurdo:


Nina querida...
.... o apartamento que compramos ainda esta em reforma, o pedreiro recebeu 2400 reais e ainda nao colocou uma ceramica ou embucou as paredes
... no apartamento em que vivemos as encanacoes estouraram... esta molhando a casa da mulher de baixo
...  estavamos certos de nos mudar em outubro, mas como caiu o teto da area de servico da vizinha  de baixo por conta da infitracao, temos que mudar em uma semana
... PQP a gente sofre em camera lenta, desculpe-me, MAS TA PUXADO.
... e vamos entrar no apartamento com ou sem reforma concluida, tu pode imaginar tamanho sufooooooooooooooco? 

... eu morro de vergonha que meu marido tenha que sofrer estes constragimentos. 

... pedreiro que rouba, proprietaria que nao faz contrato ou nos emite recibos, imobiliaria que nos vende apto com dívidas de luz e condominio (a imobiliaria eh responsavel para fazer estes pagamentos pois receberam mensalmente do proprietario do imovel).
 

... e as grades das janelas? nem te conto, o prestador de servicos ate gritou comigo pelo telefone como se eu fosse uma galinha

... socorro, fala serio, mais que grande droga!

obs.
1.o marido da minha amiga é europeu e eles moram atualmente no Brasil.
2.eles tem um filho pequeno
3.o computador dela é alemao, nao tem acentos assim como o meu

* * *

Lendo o desabafo da minha amiga, lembrei de um detalhe aqui de casa, que nao é o mesmo caso, mas que me fez pensar no assunto. Passadas algumas semanas desde que nos mudamos para o apartamento onde moramos atualmente, o ralo do banheiro comecou a entupir. Aquilo já estava me dando nos nervos, tentei até usar um daqueles produtos desentupidores e nada. Chamei a empresa que aluga os apartamentos e eles enviaram um técnico no mesmo dia.  O problema? Excesso de cabelo no ralo. Minha filha e eu perdemos muitos fios no banho. O técnico entao, rindo da minha vergonha em parecer uma porca, me mostrou como era o sistema e desde esse dia, nao temos problema algum.
Quer ver que bonitinho é nosso ralo?

 

O n° 1 é o que fica preso à contrucao da ducha. Por ali nao deveria passar nada. Para isso existe a peca n°2, é ali que ficam presas todas as coisas que nao deveriam passar pro ralo, no nosso caso, cabelos. A peca 2 se encaixa na 1 e a 3 na 2. A peca 4 por cima de tudo e pronto. Perfeito. Técnica boa e que funciona!

* * *

Nao me entenda mal, nao estou falando mal do paisinho amado, nem to colocando nos ares a Alemanha, tá bom? Até porque, aqui nao é tudo perfeitinho como nosso ralo. A questao é que no Brasil, servicos de qualidade duvidosa sao uma constante enquanto aqui, pode ser uma excecao.

O que me irrita é a falta de respeito com os consumidores no Brasil. As coisas sao muito caras e nao valem porcaria nenhuma! Isso é ou nao é de dar raiva?

14 comentários:

  1. Olá senhorita!
    Sim Nina, em lojas de marcas a qualidade “ainda" é melhor. Já comprei roupa na Alemanha que encolheram, porém o preço foi bem barato mesmo e mesmo assim na Europa a qualidade é bem melhor. E não faz muito que li que estilistas brasileiros estão preocupados, pois as pessoas estão preferindo gastar o dinheiro na Europa ou Estados Unidos, pois hoje os preços de passagens estão bem acessíveis.
    Quando li sobre a reforma da casa da sua amiga, também não me surpreendeu... Saímos do Brasil processando o arquiteto e engenheiro, em primeiro momento pensei em abrir uma página no face com fotos e tudo, mas ainda não posso, pois devo aguardar a perícia judicial.
    Hoje em dia eu não faço mais comparação, pois a meu ver cada país de uma forma ou de outra têm algo pra ensinar e mesmo com coisas ruins é sempre uma experiência, mas a certeza que eu tenho é que: não quero mais viver no Brasil!

    bjos bjos..

    ResponderExcluir
  2. Sobre as roupas, sempre compro muita coisa barata para levar para a família, como na Primark, por exemplo, camisetas de criança por 2 libras (e por aí vai), no inicio eu achava que a qualidade era ruim, mas a família adora, lava e usa e a roupa continua a mesma.
    Nessa última viagem ao Brasil comprei um par de calçados da marca Moleca, que é bem baratinha, e estou adorando, bem confortável, estou usando praticamente todos os dias. Mas não saio comprando muita coisa.
    O que realmente me choca é a (falda de) qualidade dos produtos alimentícios. Tudo é a base de "sabor artificial", cheio de conservantes "ruins", colorantes e tudo o mais... E o povo compra, paga caro e acha maravilhoso... Pouca gente se questiona.
    tnho a impressão que no Brasil grande parte das pessoas acha que tudo que é industrializado é bom e não valoriza muito o que é "feito em casa". Já conheci muita gente que só bebe leite de caixinha (se recusa a beber leite fresco), que só come maionese industrializada, ovo com a gema mais branca possível e jamais um frango criado ao ar livre... Vai entender...

    ResponderExcluir

  3. Nesse tempo no Brasil, morei em Piracicaba, e logo entrou uma lei para os mercados tirarem as sacolas e sabe qual foi a resposta das pessoas?
    Que queriam as sacolas de volta que nós pagamos os impostos por elas e etc.
    Outro exemplo:
    Precisou o cara aumentar a passagem em 0,20 centavos para irem para as ruas?
    Depois vieram outras manifestações, porém quando o governo abaixou os 0,20 centavos o cara que promoveu essa manifestação deu por fim, pois seu objetivo já tinha alcançado.
    Então eu cheguei à conclusão de que não querem mudanças.
    As coisas e serviços são assim porque as pessoas pagam. Quando dizia que iria entrar com o processo eu escutava: Nossssaaaa, vai demorar muitooo, esqueça não vale a pena....Eu: como assim? O cara deixa a parede da minha casa torta, abandona a obra e eu devo deixar...Não, não mesmo.

    ResponderExcluir
  4. Precisei ir até uma loja, um museu de pisos e azulejos antigos, para colocar em um encanamento que rompeu. Não por serviço mas feito, mas pela casa ser antiga. Até aí normal.
    Fui tão mal atendida, que se existisse outro lugar na cidade ou uma forma de encontrar os tais azulejos, eu tinha ido embora na hora. Mas eu precisava do cara.
    Não sei o que acontece por aqui. Quanto às roupas, estou vendo uma imensidão de roupas vindas da China, à preço de banana, e consequentemente em qualidade de banana. Não sei se esse é o seu caso, mas depois de me ferrar com uma camiseta que manchou todinha, olho se a mercadoria é confeccionada aqui. em lojas mais caras isso não aconteceu comigo ainda... ainda, mas com certeza se acontecer, vou bater lá na loja e reclamar. Vou fazer valer o Código de Defesa do Consumidor.
    O problema que eu sinto, é que o país tem leis, mas não se cumprem pois a população não vai atrás.
    Acredito que todo o descaso é por nossa própria culpa.
    Grande maioria dos brasileiros tem o péssimo hábito de deixar tudo para lá, pois quando vamos brigar a justiça é lenta e cheias de brechas para que a outra parte possa recorrer. Enfim... é desanimador muitas vezes.

    ResponderExcluir
  5. Nina, eu concordo com um dos comentários acima, em relação a "comida"acho que aqui temos muito mais qualidade e diversidade, sem dúvida.
    Em relação a roupa, acho que tanto no Brasil quanto aqui temos coisas BOAS e RUINS.
    Pode ser que as coisas boas daqui sejam mais em conta do que as coisas boas do Brasil, pois lá os preços estão absurdamente elevados.
    beijokass

    ResponderExcluir
  6. Nina, só quem morou (ou mora) ou já viajou para fora do Brasil é que entende essa sua 'revolta'. As coisas aqui são caras e de péssima qualidade (em sua maioria) em relação aos produtos estrangeiros. Que país é esse? Brasil!
    bjo
    Raquel
    www.eudonadecasa.com.br

    ResponderExcluir
  7. Não é de dar raiva não, é de enlouquecer. Todo progresso por aqui acontece em câmera lenta (quando acontece)...


    "Aqui tudo parece que era ainda construção e já é ruína" Caetano

    ResponderExcluir
  8. Ninoca,
    Vamos por partes:
    1- a roupa comprada aqui e lavada aí, com os sabões diferentes e máquinas de aquecimento, geralmente, dá problema. Não se esqueçam disso, pois aconteceu a mesma coisa quando meu filho voltou dos EUA e reclamou comigo que as roupas dele estavam ficando manchadas e ásperas.
    Nosso sabão aqui é diferente do que tem aí fora.
    2- O povo brasileiro não reclama de qualidade ainda, aceita o que tem de novidade e vão muito pelo rótulo, a começar pelos carros caros que são vendidos aqui a preços astronômicos e o povo compra e desfila com um modelo que nem airbag tem, enquanto aí fora, isto é item essencial e tem que ter em qualquer carro, até os mais baratos e populares.
    3- Muita gente que se intitula pedreiro, bombeiro, pintor, etc, não passava de um pobre desempregado e que aos poucos foi fazendo bico daqui e dali e acabou virando profissional de alguma coisa, mas no fundo não tem formação nenhuma e estamos nas mãos deles e cobram de acordo com a sua cara, se for de rica, tu tá frita, se a casa for bem arrumada, idem.
    Tá cheio de aproveitador nesta terra.
    Quanto às roupas que vemos nas lojas, até nas de grande marcas, são chinesas e de qualidade inferior as daí de fora, porque aqui o povo ainda não tem 'nível de exigência' e só quer comprar, sem questionar.
    Vai demorar muito ainda para que tudo isso se ajeite, mas chegará o dia, só temo não estar viva para ver estas boas mudanças.
    beijocas cariocas


    ResponderExcluir
  9. Sabe que eu cheguei a cogitar essa ideia Beth? a diferenca que existe, no sabao e/ou na temperatura da agua na maquina de lavar? vc pode ter razao, com excecao da primeira camiseta que falo, que teve a primeira lavagem no Brasil,todas as outras "envelheceram" aqui. Mas uma amiga que mora na mesma cidade que eu, reclamou do que falei, ela diz que todas as pecas que comprou no Brasil estao otimas ate hoje, ihh sei la... vai ver ela tem razao qd disse que tive az*... nao gosto de falar essa palavra (contrario de sorte, ahahaha).

    Sobre os pedreiros vc esta coberta de razao.

    Dani, sei que as pecas de marca tendem a ser melhores, por isso mesmo fiquei bem chateada com o que houve com minhas blusas :-(

    Milena, eu tbm compro pecinhas bem baratinhas assim, e sinceramente, acho de melhor qualidade do que mt coisa comprada no brasil. Roupa de crianca entao, meu Deus! Uma pecinha de nada pode custar, jogando mt por baixo, 70 reais. Acho isso um roubo!

    Patricia é uma das coisas que mais me irria, o mal tratamento com os clientes.como se eles estivessem nos fazendo um favor.

    O lance da comida, meu Deus, Ana, é um caso serio mesmo!

    Isso me irrita Raquel, porque eu acho sinceramente,td mt caro no país e mts vezes, a qualidade nao é boa

    WOW, que frase é essa do Caetano? perfeita Julia!

    ResponderExcluir
  10. Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
    reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho,
    Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns,
    decerto que virei aqui mais vezes.
    Sou António Batalha.
    Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
    PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar
    siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.

    ResponderExcluir
  11. Olha, a qualidade da comida, no caso, biscoitos, iogurtes tambem muda muito! Aqui voce tem qualidade no caro e no barato, por exemplo Lidl e Aldi sao supermercado baixa conta e que os produtos sao muito similares aos de marca. Roupa do Brasil a unica coisa que tenho para reclamar e que sao caras DEMAIS, na qualidade nunca notei diferenca, ate porque e meio aleatorio essa de encolher, ja tive roupas daqui que encolheram e soltaram tinta, a partir dai sempre presto atencao na etiqueta interna sobre lavagem e procuro seguir (sobre temperatura e se a lavagem e handwash ou normal). Moveis, apartamentos e ate carros no Brasil da muita raiva, a qualidade e mesmo inferior e o preco absurdo! A parte interna dos carros brasileiros (0km) equivale a parte interna de um carro europeu de 6 anos atras, triste realidade. Os testes de seguranca de carros no Brasil ainda nao tem leis, enquanto aqui para um carro ir ao mercado passa por rigorosas inspecoes.
    E uma grande falta de respeito ao consumidor brasileiro.

    ResponderExcluir
  12. Nossa, no iogurte a diferenca é brutal!

    ResponderExcluir
  13. poxa, ninguem elogiou meu maravilhoso ralo :-(

    ahahahahha

    ResponderExcluir
  14. Na 1° semana depois de me mudar para meu apartamento :
    - A janela soltou toda nas mãos da minha amiga que foi tentar abri-la;
    - As janelas batem e fazem tanto barulho com qualquer vento que não da p/ dormir;
    - O chão da cozinha ia quebrando a medida que andavamos em cima dele;
    - O bojo da pia se soltou;
    - As descargas fazem um barulho tão ensurdecedor que chego a pular na cama qdo um vizinho usa o banheiro a noite;
    - Um cano furou dentro da parede de um banheiro que eu nem usava e detonou o banheiro do apto de baixo.
    A lista é interminavel,vou parar por aqui.
    E pode falar mal do Brasil o qto quiser. Se precisar de ajuda, conte comigo!

    ResponderExcluir