04/12/2012

Fui jovem nos anos 80!

Nos anos 80 a gente era muito engraçado. Éramos jovens corajosos, que usávamos umas roupas muito estranhas. As calças jeans, Bag, com a cintura no lugar exato da cintura, eram famosas, e todas nós queríamos uma. Os tênis All Star eram presentes em todos os pezinhos da meninada de 14, 15 anos. As camisas, eram sempre coloridas, as cores eram geralmente fluorescentes, fosforescentes. Uma certa novela trazia uma a viúva Porcina, escandalosa, bonita, alegre e colorida. E lá estávamos nós, com lenços coloridos na cabeça e batons vermelhos nos lábios sorridentes. As mochilas eram da Op, uma marca muito famosa e jovem. Os batons eram fortes, um tal de Boca Loca tomou conta da moçada. Quando no início dos 90, uma novela Top Model, invadiu as telas, a meninada sonhava com uma vida tranquila na praia ouvindo Hey Jude! Iamos com nossos namoradinhos às discotecas, arrumadas coloridamente e dançávamos ao som de A-HA, Michael Jackson, Legião Urbana, Depeche Mode, Duran Duran, Blitz e tantos e tantos outros. Íamos pra escola coloridos. Tínhamos amigos, eles surgiam do nada, do ar, vinham e ficavam e permaneciam. Amigos da escola iam fazer trabalho de grupo na nossa casa, porque era a casa onde tinha a mãe mais legal de todos : a minha! E depois do trabalho feito, comíamos o lanche que a melhor mamãe do mundo preparava: leite achocolatado, ou café com leite, com bolinhos de chuva... e depois de alimentados, íamos treinar os passos da Madonna, uma cantora pra frentex que surgia naquele ano. Íamos dormir com os cabelos em trança pra quando acordar, soltá-los e chegar com o cabelo frisado na escola. Os brincos eram enormes e coloridos e por muitas vezes, de um lado só. Os cintos das calças compridas eram de lona com fivela grande, os relógios de pulso eram chamados de cebolões e eram coloridos e mudavam de cor, as brincadeiras de criança já não nos importava muito, porque a gente queria era ser jovem. Namorar. Dançar. Ir à discoteca. Mas isso não nos impedia de curtir os desenhos animados com nossos irmãozinhos mais novos, a Xuxa de manhã cedo, o Balão Mágico antes, a Moranguinho, os Smurfs, He Man. Surgia a Legião Urbana, a gente se reunia na casa dos amigos, e íamos comer pipoca ouvindo aquela nova banda que compramos o LP lá na Mesbla. Saíamos em fuscas pelas cidades e íamos ao clube tomar banho de piscina usando os biquinis que começavam a diminuir de tamanho e surgia um novo nome, o Fio Dental! Ou eles eram de cintura alta que íamos enrolando, até ficarem como um biquini normal em forma de uma corda enroladinha. As cores fosforescentes sempre presentes, as meias calças coloridas. Os vestidos balonês. As calças coladas ao corpo, de um material chamado Cyrre, ou algo assim. Os óculos escuros, de lente rosa, azul, redondinhos. Os lápis escuros nos olhos. A euforia com uma nova onda surgindo: as academias de ginástica, as antigas polainas. As danças, o Jazz. A Lambada e seu ritmo apaixonante. O Menudo, o Michael Jackson, os pôsteres na parede, os LPs, as fitas cassetes, o Walkman, as idas aos shows, as danças em passinhos combinados na discoteca. Os horários que mamãe estipulava pra voltarmos pra casa. As surras que nunca mais precisamos levar. O trabalho surgindo nas nossas vidas, ainda cedo, a escola à noite, uma das coisas mais legais da minha juventude. Estudar à noite: apenas dois anos, os dois últimos na escola, mas com lembranças que ficaram pra sempre no coração. As idas pra rua, pedir ordem num país em progresso. Cara pintada, alma lavada. As primeira doses de cerveja. A entrada na universidade. O fim dos 80's, os 90's. O início de uma nova vida. Inclusive dentro de mim. Minha filha. Minha vida. Meu passado e meu futuro. Minha filha.

Vivi tudo o que quis, o que desejei. Tive o que esperei, o que pedi e o que não pedi. O que mereci e talvez o que não merecia. Mas fui jovem nos anos 80. Nos anos 90. Fui jovem nos anos 80! 
Quanto satisfação em dizer isso!!


* * *

este texto publiquei no outro blog, hoje desativado, mas gosto muito dele e me deu saudade dos 80´s malucos que vivi ;-)

***
O sorteio continua, tá?!

14 comentários:

  1. Ai Nina!
    Adorei seu texto...Que nostalgia que dá.... eu também SOU dos anos 80!!! e dos 90 também...rs...
    Você descreveu muito do que vivi também! E sabe o que me dá o maior prazer?! É ver minha filha adolescente curtindo muitos sons que curtíamos!!! E olha que ela sabe nome de banda e de música muito mais do que eu... memória péssima a minha!
    Lembro também de tingir o cabelo com papel crepom vermelho e fazer uma "lambança", das roupas com ombreiras e da onda das sorveterias com 1001 sabores de sorvete de massa (que sumiram depois)...

    Bjs
    Cris

    ResponderExcluir
  2. Vivi tudo isso.. rs. Os anos 80 realmente foram muito intensos em tudo.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  3. Nina que texto lindo! Nasci em 80 mas lembro de tanta coisa e era tão bom esse tempo...

    Amei!

    Beijos

    Selma

    ResponderExcluir
  4. I couldn't resist commenting. Very well written!
    My blog ; mulheres procuram homens sp

    ResponderExcluir
  5. Adorei! Não fui adolescente dos anos 80 (sou mais velhinha, abafa). Mas usei tanta coisa, cantei tantas músicas, passei por tantas transformações, um pouco de tudo que você citou.
    Que dá saudades dá ..........
    mas vida que segue.
    Beijos.

    ResponderExcluir

  6. Oi amiga!

    Não conhecia esse seu texto, amei!!! a forma como vc escreve (e descreve) é sensacional...

    Bjs, que Deus nos abençoe!

    ResponderExcluir
  7. qu7e texto delícia. Fui crinaça nos anos 80, mas lembro de muio=tas coisas que você mencionou aí... saudades tb...

    ResponderExcluir
  8. Nos anos 80 estava ainda com 8 a 14 anos... mas me lembro de tudo isso que vc falou, pois ainda perpetuou para os anos 90, minha fase de 15 a 25 anos... que delicia foi viver TUDO isso...
    belíssimo texto amorÊ! valeu repetir a dose...
    beijosssssssssssss

    ResponderExcluir
  9. Nina, que legal. Guarda essa postagem com muito carinho. Ela está completinha e com todos os detalhes dos anos 80 e 90. Imagine você se lembrar da "Op"... Uma lembrança e tanto essa postagem. Pela qualidade de detalhes, você merece um beijo no coração.
    Manoel

    ResponderExcluir
  10. Que massa...
    Eu adoro essa época, para mim foi umas das melhores!!!

    ResponderExcluir
  11. Nina, fez bem em trazê-lo pra cá porque éum texto cheio de sentimentos de um tempo que deixou saudades. Eu tb vivi tudo isso e olha eita tempo bom aquele viu, pena que nao dá prá voltar.

    Bom fim de semana

    Bjos

    ResponderExcluir
  12. Aaah tu és uma enganadora!
    se fostes jovem nos anos 80, que seria agora? uma jovenzinha? haha
    brincadeiras à parte todo esse figurino que agora te recorda historias, tmb traz recordações a clive, e talvez essas pinturas do tempo se colidam algum dia.



    Parabéns, tem coisa nova lá, quando puder dar uma comentada...

    diademegalomania.blogspot.com

    Cumprimento do Clive

    ResponderExcluir
  13. É gente, acho os anos 80 uma coisa de tao loucos, coloridos, parecia que todos viviamos num circo mt doido ;-)

    ResponderExcluir
  14. Nina! Fui "jovem" em 76, todavia não tão psicodélica como ti...
    Trabalhava demais, estudava à noite, faxinava para a mãe aos sábados.
    Cheque na mão do pai: Comprava tão pouco. Mesmo assim, tenho belas recordações!
    Um abração.

    ResponderExcluir