09/12/2012

Desejo de ano novo

Nao é engracado notar como as coisas podem mudar? Como aquilo que acreditamos ser absolutamente certo e sem possibilidade de mudanca, muda? Assim, de repente? Quando a gente menos espera, a gente simplesmente pensa: meu Deus, como eu posso pensar assim hoje em dia quando no passado eu pensava de outro jeito, completamente diferente?

Nao sao muito loucas essas coisas? Gente!! Eu acho. 
Nao é linda essa movimentacao na nossa vida?

Eu nao to falando de coisas extremas ok? Porque coisas extremas precisam de mais tempo pra fazer mudancas na gente, pra serem trabalhadas no nosso interior - ou nao. Mas to falando de pequenas coisas, de coisas simples. Por exemplo: quando você fala muito certa de sua afirmacao que nao gosta de cebola. Você passa anos detestando cebola, e um dia, como por milagre, você gosta muito de um prato que tem cebola, mas ele foi feito diferente, tem alguma coisa ali que você adorou e mesmo tendo cebola, você curtiu o prato. Entende? Você passa a aceitar cebola no seu prato, como que por milagre. E assim a vida vai tomando outras formas, que eram inesperadas por você.

Ai gente.... gente, como essa vida é cheia de surpresas!

Ahh quer saber? Nao ligue pra mim hoje. To lesa!
É, to lesinha. 
Sabe o que é? Tomei uns goles, ahahahahhahaa

Tomei uns goles e fui, adivinha pra onde? Pra cozinha, minha cara! Porque aqui nao tem empregada, nem família grande pra ajudar no rango do fim de semana. Tem só eu e euzinha mesmo, na cozinha. Sozinha na cozinha! Entao enquanto eu cozinhava  eu pensava (aiiiiii meu Deus, fiz algo bem gostoso hoje: bruschettas (quer me fazer feliz? faz bruschettas pra mim ;-), pato assado, salada e batata gratinada com champignons ): meu pai do céu, como posso ter descoberto esse amor em cozinhar quando eu fui taaaaaaaaao criticada quando ainda era somente uma mae que tentava alegrar a mesa dos meus filhinhos????  Ouvia constantemente: que gororoba é essa??? (nao pela boca dos meus filhos, ok?!).

Entao, antes dessa época, eu achava que eu detestava cozinhar. E dizia isso com muito orgulho: ai nao nasci pra ser dona de casa, odeio cozinhar.... e blábláblá...

Mas eu gostava e nao queria reconhecer.
Eu adoro cozinhar!!!!!!!!!!

e ano que vem já me decidi por algo: um belo curso de culinária.
Esse é meu desejo concreto de fim de ano. 
E o seu? O que você deseja "concretamente" de ano novo?

14 comentários:

  1. Desejo minha voz de volta. Seria pedir muito? rs

    Beijocas

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pelos seus comentários no blog. Sei que assustei as pessoas dizendo que não gosto de conselhos, mas é que não gosto mesmo... rs. Isso não quer dizer que quando a pessoa me dá um conselho eu não o analise e veja se tem algum fundamento.

    Gostei dos seus comentários e liberei os dois. Concordo contigo que o emocional influencia demais na voz. Houve uma época na minha vida, exatamente a época que mais engolia sapos, que tinha muitas crises de rouquidão sem nenhum motivo. E eu ja tinha lido sobre essa relação entre voz e emocional. Tudo a ver. No meu caso existe um problema físico do fato, mas é claro que por eu estar chateada com isso a voz fica um tico pior... rs. Mas a gente vai trabalhando um dia de cada vez..

    Obrigada por ter tido a coragem de ultrapassar as barreiras que impus... rs


    Beijocas

    ResponderExcluir
  3. Você merece a coragem, Dama! Vc merece ;-)

    ResponderExcluir
  4. Nina querida esses dias estive pensando justamente sobre isso, mudanças. Tenho opinião forte, sempre fui assim.Ha uns dois anos conheci alguem que tem me feito mudar de opinião (te envio ja ja um e-mail sobre isso).

    Eu sempre soube que tu adoraa cozinhar, hehehehe. Saudades do bolo de chocolate :).
    Bjus querida

    ResponderExcluir
  5. Olha Nina, eu tô pra dar uma paulada em quem falou que você cozinhava gororoba!!!
    Euzinha já experimentei seus pratos (óh, que honra nosso encontro na Alemanha) e sei que tu cozinha muito bem, Indiazinha querida!
    Delícia a gente mudar de idéia!
    Eu adoro sabe?
    Acho que a vida dá uma testada legal na gente. E passa no teste quem dá a cara a tapa. Quem desgosta e depois gosta. Imagina que tédio passar a vida toda com uma única opinião...
    Bjim
    Márcia

    ResponderExcluir
  6. Olá querida! Adorei seu novo projeto! Cozinhar é uma benção de Deus! Desejo um ano novo recheado de novos sabores! Beijos

    ResponderExcluir
  7. Nina, rs...rs! Que gostosura ler essa postagem. Essa viagem sobre a mudança das coisas é interessante mesmo. Essa vida é cheia de surpresas mesmo. O exemplo da cebola foi bastante didático. Aconselho a você ficar "lesinha" de vez em quando e colocar seus pensamentos filosóficos para fora.
    Quanto à culinária, só tenho que mandar parabéns prá você. Todo o mundo elogia.
    Adorei essa sua postagem e você também é uma criatura adorável.
    Bjs no coração
    Manoel

    ResponderExcluir
  8. Ahahaha eu preciso tomar uns "gorós" também para me soltar e escrever bonito assim ahahah
    Eu concordo com você, mudar é preciso, e a vida nos ensina, detesto rotina e monotonia.
    Eu não gosto de cozinha! Sempre fui assim desde novinha. Mas agora ..... Continuo detestando rsrs mas dizem que tudo que faço é uma maravilha! Pode?
    Boa semana.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Faça mesmo Ninoca esse curso....
    Como já falei:
    Comer é um prazer!
    Ainda mais com toda a dedicação...

    Super beijo...

    ResponderExcluir
  10. Adorei o post!!!
    Meu desejo para o ano que vem é muita saúde e paz...

    Ah! Meu blog continua o mesmo mas mudou de endereço:
    www.diversaofamilia.blogspot.com.br

    Anote aí e não deixe de me visitar!!!

    beijos!!!

    Lívia.

    ResponderExcluir
  11. Oi Nina!
    Agora você acabou de me fazer rir de mim mesma comigo porque postei semana passada que não sirvo para dona de casa!
    Pra presente de ano novo eu gostaria de me dar um trabalho integral!
    Beijocas!

    ResponderExcluir
  12. Sabe que eu também sempre "odiei" cozinhar, mas desde que conheci meu marido as coisas mudaram?!! Agora estou eu aqui toda dona de casa e nao mais aguentando as perguntas do povo de quando é que eu vou criar vergonha na cara e arranjar um emprego... ai ai ai...

    Curso de culinária é um super idéia hein Nina!! Vai fundo que vc parece levar muito jeito pra coisa!!!

    beijao

    ResponderExcluir
  13. Que idéia bacna Nina!!!
    cada dia fico mais com água na boca de experimentar seus pratosss...
    Bom,ano que vem queria ver se o alemão melhorava dentro do meu cerebro... rsrsr
    beijossss flor

    ResponderExcluir
  14. tudo que é estático parece não ter vida....amo mudanças e sempre estou aberta para qualquer uma delas,desde que seja para melhor(claro)Já pensou uma vida de emmédian 80anos, vc gostar sempre das mesmas coisas?monótono e sem proveito.Quanto mais conhecimento desenvolvermos,mais felizes seremos.Hoje vc é feliz tb cozinhando....uma oportunidade a mais......coisa boa Nina....bjokas

    ResponderExcluir