22/11/2012

O frio que deprime a gente

Tem dia que é  assim. Dia de nao querer chorar mas também de nao querer rir, nao querer falar com ninguém fora do seu contato de todo dia, filha, filho, bebê, marido. E só. Dias de nao querer ler emails, muito menos, facebook, nem  comentários, blogs, livros. Dias de só querer ficar quieta. No seu canto. Pensar em nada, pensar em tudo. Nao querer limpar a casa.  Nem cozinhar. Nem  fazer compras. Nao querer  ir a academia. Querer ficar parada sem ter nada importante pra fazer a nao ser, alimentar o bebê e ficar olhando pra ele se desenvolver. Ver filhos chegarem em casa e de repente, através deles, saber as novidades das coisas lá fora que na verdade, nao  interessam.  Dias de nao querer mandar e desmandar nos meninos. Na verdade, nao querer saber de nada e nem ninguém. Se morreu, nasceu,  se chegou, se já foi. Se hoje é hoje, ou se ainda é ontem e quando vai ser o amanha. 

Esse negócio de esfriar o tempo assim como que de repente, quando acaba o verao, quente e ensolarado e no outro instante, ver o frio do outono chegar, mexe mesmo com a gente. Esse lance do sol se esconder por dias naquelas nuvens cinzentas carregadas, de ter vento frio congelante lá fora, de ter que ir somente até a esquina e precisar colocar mil e uma pecas de roupa, ahhh, isso deixa a gente mesmo down... e o sol? como faz falta...

23 comentários:

  1. Eu adoro frio, mas o frio do Brasil, em especial o do inverno do Rio de Janeiro, que é praticamente um paraíso... temperaturas amenas e sol... rs.

    Esse frio de neve, que deve ser o daí, se não estou enganada. Esse deve ser bem triste mesmo. Até porque gosto de frio, mas não gosto de dias nublados.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  2. Também acho que a ausência do sol influencia muito especialmente quem nasce brasileiro, tropical.
    Silencie e vá ao encontro do seu sol. Ele certamente está aí.
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Pra mim, dias cinzas e frios influenciam no meu comportamento.Preciso luz e sol! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  4. Eu quem o diga querida, meu primeiro outono inverno aqui, e tambem com filho e marido, e sem carro... ai ai.

    ResponderExcluir
  5. Oi Nina!!!!!

    Um dia de sol ou dias de sol alegram , realmente. Eu até que gosto do frio... Mas friozinho do inverno brasileiro. Imagino que um inverno pesado me deixaria meio pra baixo. Mas como comentou a Ana Paula, busque o seu sol.

    Beijos e um abraço bem caloroso.

    Selma

    ResponderExcluir
  6. O inverno do Rio é mesmo maravilhoso, Dama, é o verao daqui em alguns dias :-) Mas olha, no sul do Brasil, o inverno pode ser bem rigoroso...

    To procurando Ana, o meu sol, super linda dica ;-)

    Aqui é mt complicado Chica, isso entristece mesmo as pessoas. E olha que onde moro é a regiao mais ensolarada da Alemanha, imagina em outras??? cruzes...


    Eu sei Cá, eu sei. Mas olha, se te serve de consolo, a gente aqui em casa nao usa nunca o carro, só pra viagens longas,na cidade ando mt e temos o Straßenbahn ne?? pra que carro? Nao uso nunca mesmo!

    É o que mais chateia a gente aqui, Selma, a falta de sol. O frio nao incomoda tanto qd vc tá adequadamente vestido, mas nao ter sol todo dia me desanima. E o pior é que o dia escurece mais rapido (a noite chega lá pelas 5 da tarde) e clareia mas tarde (o dia clareia la pelas 8 da manha) :-(
    Isso é chato!

    mas tudo bem, tem países piores, lugares que no inverno, nem há dias de sol. Ai meu pai! Deus me livre.

    Bjs gente

    ResponderExcluir
  7. Deprime mesmo Ninoca...
    Eu tô assim...
    Sem concentração, todo dia a mesma coisa....Dorme , acorda...
    Conversa aqui na Suiça ultimamente só virtual...As brasileiras que conheci sumiram...tentei falar uma, duas, três...Mas sem sucesso!!! ( lembrando que aqui existe bina - então não ligo mais...rrsrs)

    Por isso fui atrás de fazer crochê, pq infelizmente nem as nossas coisas chegaram... Eu quero minha máquina de costura....

    E procurando videos engraçados no youtube pra rir. - a terapia do riso ajuda...rsrsr

    Mas vamos que vamos....

    Bjos gata!

    ResponderExcluir
  8. Dê tempo ao tempo Dani, as amizades nascem com o tempo, e aqui ele é mais lento qd o assunto é amizade.

    Nossa, as coisas de vcs ainda nao chegaram? poxa, isso é chato, e ficar sem a maquininha heim?? entendo bem :-(

    Ahh to fazendo uns aventais pra minha sogrita, que me pediu de aniversário. Bem bacana.

    ResponderExcluir
  9. Acho que sou a única pessoa no mundo que gosta de dias assim... Esses dias aí, de nao querer fazer nada nem falar com ninguém tenho é 1 vez por mês, independente de frio, calor, chuva, sol... mas enfim...

    beijokas e dias mais ensolarados aí pra você!!

    ResponderExcluir
  10. rsrs, meu filho tbm gosta, Babi :-)

    ResponderExcluir
  11. Nina...
    Conheço o sentimento. Conheço o inverno que faz frio dentro do coração da gente. Conheço bem o que você está se sentindo.
    Mas você é uma indinha linda que nasceu na terra do sol. Tente acessar o calorzinho da sua terra, ele mora aí no seu coração!
    Bjim
    Márcia

    ResponderExcluir
  12. Sabe, Nina, me remeti ao dia de Santa Luzia.
    Aqui é numa roça sua igreja: local lindo em meio ao cafezal.
    Para nós, está relacionada aos olhos, visão, todavia me lembro de vocês no outro hemisfério.
    Goste de ir lá às 6 da manhã devido ao escurinho, em 13 de dezembro.
    Curta a companhia de si própria.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  13. Pode parecer muito esquisito o que eu vou te dizer mas é pura verdade. Tu sabes que sou do Rio, praiana até o Sol dizer "Mila, vai embora que eu tô indo também" mas nunca me deprimiu o Inverno europeu. Nada disso. Eu ficava do lado de dentro da imensa janela da sala esperando o pequeno voltar da escola e mais tarde, quando ja´era homem, fazia hora para ir buscá-lo à estação dos comboios. Eu "viajava" Nina, para um mundo que só eu conhecia, dentro daquelas nuvens cinzentas que não demoravam, viravam água. Eu devia ser um tema de estudo, né não? Agora, esse teu "não tô nem aí geral", que estás sentindo vem independentemente do Sol ou chuva. Deve ser hormonal. hehehe

    Beijos e dias melhores virão. Aqui o dia não está nem Sim, nem Não. Tá NIM.

    ResponderExcluir
  14. " Â vida necessita de pausas", já disse Drummond. beijo, saudades.
    Berê

    ResponderExcluir
  15. É difícil mesmo, Nina... quando vim pro Chile, as brasileiras sempre me falavam: "Cuidado com o inverno, vc pode ficar deprimida". Eu falava "Imagina, depende do espírito de cada um". Mas nao é que fiquei meio down mesmo... acho que é biológico o negócio! rs Foi só comecar a esquentar que o ânimo mudou, a vontade de sair, ver gente, se exercitar.

    To de mudanca pra Basel (Suica) agora em janeiro e preciso me policiar pra nao cair nessa de novo... Alguma dica? =)

    bjao, adorei seu blog

    ResponderExcluir
  16. Nossa Nina... estava desse jeito...igualzinha a você...
    Só não tinha me tocado que era o frio...
    beijos e vamos sacudir...pois o mundo nao para né por causa do frio!!! :)

    ResponderExcluir
  17. Com certeza o sol influencia no nosso humor. Eu adoro o frio, mas convenhamos que o inverno do Brasil é bem diferente do inverno em outros países. É suportável! Espero que o sol venha iluminar seus dias. bjos

    ResponderExcluir
  18. Ninoca,
    Não quero ser redundante, quase todo mundo aqui já disse que é a falta de sol que atinge muitas pessoas, principalmente as latinas como nós, mas eu me coloquei no cenário da Pitanga, porque acho que se a gente está plenamente feliz com a vida, nuvens de chuva, dias nublados não chegam a nos colocar tão mal assim.
    Receio que estejas com falta de alguma vitamina ou sais minerais. Já fizestes exames para ver isso?
    E, por via das dúvidas, qualquer nesga de sol, entre nela. hehe
    Mas, peraí, vocês não chegaram noutro dia de um lugar ensolarado e quente?!
    Olha os exames e suas taxas hormonais, nós, mulheres, somos muitos delicadas nesta área.
    Melhoras, querida indiazinha do coração!
    beios cariocas


    ResponderExcluir
  19. Nina, se eu estivesse por aí seria obrigado a seguir os sábios conselhos da Ana Paula.
    Um abração
    Manoel

    ResponderExcluir
  20. Detesto frio, sou de sol e calor.
    Mas às vezes bate depressão mesmo, e pode não ser por causa da falta de sol. Investigue direitinho. Ouça música alegre, faça um pouquinho de barulho, não deixe que as nuvens escuras atrapalhem seu dia a dia. Procure começar a fazer o que gosta, quem sabe aos poucos você vai se animando.
    Saúde e sorte para você.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  21. Como eu me vejo nas tuas palavras. É como finalmente encontrar alguém que conseguiu dizer o que eu comecei a sentir há mais de um mês e não conseguia transformar em palavras.

    Em Lisboa não me sentia assim, mas agora mais pra dentro do continente, sem mar e sem rio, como eu me sinto agora acompanhada pelas tuas palavras. Antes ficava achando que eu é que nao sabia, mas devia existir uma maneira de ir na esquina no meio desse vento gelado sem ter que parecer uma cebola em formaçao. Obrigada! E sim, tem dias que são NÃO pra tudo. Abraço.

    ResponderExcluir
  22. Ai Nina, eu adoro o inverno!!!
    O que eu acho que deprime é a falta de luz e os dias curtos:-(.
    Tem dias que me dá preguiça de tudo também, mas ainda bem que os dias não são nunca iguais!!! Um abraço bem quentinho pra você :-). Bom final de semana

    ResponderExcluir
  23. Só um dia chato, Nina. Hoje estou assim e aqui faz sol. Acho que tem a ver com nosso interior, são momentos de reclusão.
    Beijo!

    ResponderExcluir