25/10/2012

Do aviao, sobrevoando parte da África

Da minha janelinha, levemente embacada e esquecida de ser limpa, marcada que estava com testas impressionadas com o visual lá embaixo, vejo terra seca, nenhum rio, só  a marca dele cravada na terra árida pelo longo caminho, nao vejo árvore alguma, nao há verde! Casas minúsculas brancas ou sem uma cor definida no meio do nada. O mar está às vezes longe, às vezes perto, mas o que importa? Ele nao pode matar a sede da terra seca e árida daquele povo.


Me dá uma tristeza que nao sei definir qual tamanho tem, em saber que estou sobrevoando algo muito pobre e culpa por estar indo para um oásis no meio do deserto negro, permitido a tao poucos. E lá embaixo essa secura impressionante e ardida, enquanto eu, índia, com água amazônica e caudalosa como que correndo nas veias e na memória, sinto-me seca interiormente.

Neste aviao, a mulher da poltrona à minha frente tem as maos completamente pintadas de henna, o homem na poltrona de trás, ronca alto durante todo o voo de quase 5 horas,  6 mulheres de nirqa preta, dois homens no melhor estilo macho men e ainda duas mulheres africanas com jeito de que vivem nos Estados Unidos, cobertas de oncinhas, esmaltes vermelhos e cabelos louros, conversam alto e gargalham sem parar um minuto sequer na língua em quem dá o tom é a narina.



Fico observando o visual lá embaixo, fico observando essas pessoas e quase me divirto com isso e já estou alcancando um ponto em que esqueco de toda a confusao do caminho até ali, o trem, o aeroporto, os medos, e já estou querendo tentar fechar os olhos que nao grudaram a noite toda, quando enfim, vejo lá embaixo algo que se sobressai de todos os tons anteriormente já vistos. 

A cor incrível do mar!!!! 
Nos convida a viver o paraíso...


E entao chegamos, finalmente, ao destino. 
Mar, areia branca e muito verde. 
Nem parecia um pedaco da África.

11 comentários:

  1. Nem dá para perceber as sujidades da tua janelinha!
    Que belas fotos, quantas sensações despertam...
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Ai que show, Nina!!!
    Criatura revele logo que país africano é esse!!!!!!!
    Beijos
    Márcia

    ResponderExcluir
  3. Uau!! Que vista!! Adoro voar em dias de céu aberto!!

    beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi flor!!!!!

    Amei seu post!!!

    Descreveu com poesia !

    Beijos

    Selma

    ResponderExcluir
  5. Nina, lindas fotos. Adorei! Essa terra deve ser cheia de encantos apesar de tudo.
    bjo

    ResponderExcluir
  6. Oi flor...
    que fotos lindas....
    mas você esta igual ao Jack, fazendo por partes... rsrsr
    deixando a gente com água na boca e curiosas...
    beijinhos

    ResponderExcluir
  7. Fotos lindas.
    Nina, aprecie a natureza e viva o seu momento.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  8. Lembrei da minha viagem à Austrália (ainda vou fazer uma postagem). Tantos pensamentos e sensações, não é? E que maravilha voar !!!!!!!!!!Lindas fotos.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Ai Nina, desculpa mas me lembrei da piada infame de quando se vai ao Cristo Redentor, aqui no Rio. "Se a vista é tão linda daqui de cima...porque ir lá pra baixo"? hehe

    ResponderExcluir
  10. Bravo, Nina...
    Agora sim! Como é lindo o nosso Planetinha!
    Um abraço curioso.

    ResponderExcluir
  11. É que eu procurei o pedacinho mais limpo, Ana :-)

    Ta curiosa é Ma? muaaaahhhahhaha Ja ja faco um post falando aonde fomos ta amor?

    Babi, o ceu estava incrivel a viagem TODA!!

    Valeu Selma! eu tento, mas nao sei ser poeta :-(

    É sim, Raquel riquissima de encantos.

    Vivo sim Lucia,vivo sim :-)

    Ahh Turquezza, faca sim uma postagem, deve ter sido maravilhosa sua viagem.

    Ahh Pitanga, mas lá embaixo é ainda mais interessante...

    Sim, Cristina, como é lindoooooooo! por isso te recomendo parar de temer viagens mais longas :-) basta tomar um remedinho contra enjoo ;-)

    Bjs meninas

    ResponderExcluir