07/06/2012

Quando uma amizade acaba

Eu a conheco há menos de um ano, me é muito querida. Mas outro dia disse que nao quer mais minha amizade. Em outras palavras. Lógico, porque aí seria duro demais. Nao falou isso claramente, mas zerou o contato comigo, me retirou do seu círculo e me dava respostas evasivas quando eu a perguntei o que estava havendo. Briguei pra entender, incomodei e obtive a resposta meio torta: nao é nada pessoal, ela só queria um distanciamento necessário. Nao entendi nada. Nada pessoal? Parecia tao bacana a nossa amizade e poxa, eu sou tao legal :-( Fiquei boba, impressionada, chateada por uns instantes com a humanidade. Como assim? Ela sairia da minha vida desse jeito sem dizer nada? Nenhuma explicacaozinha e nossa amizade, nao foi nada pessoal?
Fui buscar na curta amizade, sinais indicando algo que fiz de errado. Nao encontrei nada. A nao ser algumas poucas e discretas opinioes divergentes, mas tao poucas e tao bem explicadas, tao cheias de cuidados... será que ela quer alguém exatamente como ela? Será que ela só precisa de aplausos e que eu diga amém pra tudo que vem dela? Fui dormir nesse dia meio mal. Chateada. Meio triste, estressada. Abri meu email antes e lá estava um dela, falando em outras palavras que nao era o fim do mundo e que eu deveria continuar  a vida. Mas quem disse que eu estava tao pra baixo assim? Estava só sem entender nada!

A pessoa surge na sua vida, te melhora em alguns pontos, faz você crer que tem uma nova amiga e de repente, sai. Sem nem dizer o porquê. Como compreender isso?


Daí na madrugada fui acordada pelo meu filho mais velho, a dor tinha piorado muito. Pulei da cama e fomos ao pronto socorro, eram três horas da manha. Fiquei ali vendo Deus se manifestar no meu filho. E tudo ficou claro de novo. Como posso ser tao tola? Tenho uma vida bela e tranquila, vivo rodeada de amor e uma pequena desavenca me faz duvidar da humanidade, me faz resmungar pelos cantos esperando uma explicacao de alguém que nem conheco pessoalmente. E meu filho lá, carne e osso, se contorcendo de dor. E eu olhando pra ele, indefeso, esperando da mae uma solucao, afinal sou mae e tenho que ter tudo preparado, solucao pra tudo! Com meu super laco, meu bracelete e minha tiara de Mulher Maravilha, voemos entao no meu aviao invisível, deixe-me soltar meu coque num giro e deixar minha roupinha azul e vermelho inundar a cidade na madrugada. Meu filho.

Mamae nao consegue resolver tuas dores nem as dela, meu amor, mas a doutora boazinha vinda do Sri Lanka sim.

Vamos pra casa, meu filho vai dormir e eu tento. Acordo depois de algumas horas, dormi pouco mas é como se tivesse dormido muitas horas e tao bem! Com o coracao mais leve, aliás, levíssimo como pluma, levanto. Algo aconteceu nessa madrugada. Meu filho estava melhor, e eu acendo uma vela, de joelhos depois de anos: Querido Deus, nao sei o que houve com ela, porque ela me evita, mas cuide dela. Esteja com ela e abrace-a com seu amor infinito...

Pronto. Minhas dores acabaram nessa madrugada. Deixei-a ir. Mesmo continuando a amá-la. "Loslassen"... Aqui na Alemanha as pessoas dizem que quando alguém nao quer mais ficar com a gente, ou quando morre, a gente tem que aprender a "loslassen" (deixar ir). Loslassen é uma palavra muito bacana, é deixar ir na boa, tranquilamente, sem problemas, sem estresse, sem culpa, e sem mais nada que se prenda. Loslassen.

Meus filhos soltaram o balao de gás que compramos no parque pro bebê, depois de 6 dias ainda estava no teto da casa, quase firme e forte. Eles pediram pra soltar o balao no céu, iria alegrar alguém que o visse subindo, entao, lass o balao los!! Sentimento bom esse causado pelo loslassen alemao. Rimos à toa vendo o balao do Papai Smurf indo.


O legal de tudo, no fundo, é saber que  minhas dores me incomodam somente por um dia, uma madrugada, e acabam rápido como surgiram. Porque eu cresci, deixei de ser menina, pra ser Mulher, Maravilha ou nao. E descobri mais uma vez nessa minha vida doidinha, que o que realmente importa é o amor e a gratidao de estar vivo. E que todas as pessoas passam. Elas vem e vao num vai e vem infinito dependendo da necessidade da gente no instante do vai ou do vem, mas que na minha vida, na MINHA vida, só há alguns poucos pelos quais eu realmente vou lutar até o meu último suspiro: meus três filhos, minha mae e meus irmaos. Exatamente nessa ordem. Sao esses que realmente me importam!


Todo o resto que se encontra fora dessa lista, é lucro, presente de Deus, da vida e aprendizado.

26 comentários:

  1. Eh triste quando uma amizade chega ao fim, ou quando ela não evolui quando a gente gostaria... estranho, pois eu sempre pensei que existia "amor não correspondido" mas nunca tinha parado para pensar que existia "amizade não correspondida" até vir morar fora. Conheci várias pessoas legais com quem adoraria estabelecer laços mais profundos de amizade, mas fica tudo no superficial... Tenho a impressão que todo mundo por aqui fica na retaguarda, tentando mostrar o que não é, com medo de mostrar o seu verdadeiro eu. Mas talvez boa parte da culpa seja minha, pois não sou de ficar ligando muito...

    ResponderExcluir
  2. Muito lindo o seu texto e as comparaçoes/metáforas que vc usou: parabéns!

    ResponderExcluir
  3. Nina, como é dificil quando uma amizade chega ao fim, principalmente quando nao há motivo nenhum aparente. Sabe, to passando por algo muito parecido, mas um pouco pior. Tenho visto a minha irma, que sempre foi a minha melhor amiga, se afastar. Ela nao quer contato comigo e tá me tratando com uma frieza de cortar o coracao. Vive dizendo que eu vim embora e que mudei tudo entre nós. Dói demais e "loslassen" nao tá sendo fácil nao. Tenho tentado lutar para resgatar a linda amizade que a gente tinha, mas ela tem se fechado demais e me tratado como uma estranha. Dói, né? Menina, tenho que te mandar um email, mas sempre fica para amanha, sabe? To vivendo na correria por aqui. Olha, forca para voce. E nao se deixe abater. Se a sua amiga tá indo, certamente vai se arrepender quando perceber o que tá perdendo. Nina, voce é alguém especial. Dá para perceber pelo que escreve. Fica bem, viu? Beijos

    ResponderExcluir
  4. Milena, acho que qd a gente vai ficando mais velho, vai ficando tbm mais seletivo e tbm parece que por isso mesmo as coisas noa rolam, nao desenvolvem... e aqui na europa, amizade nao cai do céu, tem que ser conquistada. é um processo. te entendo totalmente.

    Obrigada Josi, vc é sempre mt simpática qd comenta :-)

    Liza, nao a deixe ir, nao a deixe ir, nao a deixe ir....

    ResponderExcluir
  5. Nina,
    Que texto bonito, com tantos significados...
    Lendo-o, me peguei lembrando de tantas pessoas que a gente deveria deixar ir e tentamos segurar. Depois sofremos porque elas não foram...
    Não me lembro de ter vivido, virtualmente, uma situação de perda de amizade assim tão drástica, mas já me afastei e fui afastada de pessoas na vida real. Nunca havia parado pra pensar no efeito...
    Acho que seu texto tem essa mágica, de fazer pensar. Gosto muito!!!

    beijosss e melhoras permanentes para seu filho

    ResponderExcluir
  6. Oi amiga!

    Primeiro, espero que o João esteja bem, agora falando sobre o outro assunto, é difícil entender "gente" amiga, lidar então... olha, o mais importante é que vc tentou segurar a amizade, se ñ deu, paciência, fique tranquila e dê um tempo, quem sabe ela não cai na real e "volta"... onde já se viu, perder uma amizade de uma pessoa maravilhosa como vc, ela não deve estar muito bem da cabeça...
    Bjs e que Deus abençoe a TODAS nós!

    ResponderExcluir
  7. Ah, Nina , eu também me sentiria muito mal. Aconteceu com o grupo Mothern. De uma hora pra outra algumas meninas aqui de BH se afastaram de mim. Não existe mais o Mothern mas a amizade permaneceu entre algumas integrantes. Eu me ressinto por ter sido deixada de fora e gostaria de entender o porquê.
    Não sei o que fiz de mal, queria que me dissessem aonde errei.
    Então amiga, eu te entendo . Que bom que deu a volta por cima. Eu fico me remoendo ainda hoje , uns dois anos depois.

    ResponderExcluir
  8. Frase mais que batida...mas vou usa-la assim mesmo...
    Quem perdeu foi ela Ninoca.
    Perdeu de receber de vc sentimentos tao lindos e nobres que só vc tem.
    A gente vive tao cru no crër de uma amizade verdadeira, que poucos realmente encontram, ou sao verdadeiros quando estao dentro de uma.
    Amizade é mao dupla se só um dirige, ja nao é amizade.
    Nao tenho muitas, mas amo todas que tenho, também aj briguei com as minhas, mas sempre fui lá em busca de dar eu receber o perdao, por que elas eram e sao importantes pra mim....As que eu nao e expliquei, passaram..ou melhor voaram como esse balao....alegrando minha vida pelo simples fato da ausencia tao desejada...
    E um dia la na frente a gente entende o por que das coisas, eu sei que vc sabe disso...
    Ao menos uma coisa ela tinha que ter lhe dito....o por que???
    Mas se nao disse, ok fez bem...um vela e um desejo sincero de felicidades pra ela, leh fará mais bem do que pra ela em si.
    Que bom seu filhao tem um mae maravilha que é um linda mulher no mais amplo sentido da palavra por dentro e por fora e até de cabeca pra baixo.
    Um grande abraco.

    ResponderExcluir
  9. Aprendi uma palavra e um novo significado: com você! Aprenda também com esses desafios da vida, com as pessoas que vem e que vão e deixe ficar o que realmente importa! E você já listou o que realmente vale. Beijocas querida!

    ResponderExcluir
  10. Nina to pesando aqui com meus botões "como mulher é tudo igual hem"... somos sentimentais e sofremos por algo que as vezes nem era pra valer o nosso sofrimento...
    Complicamos o que não era pra ser complicado...
    Ja percebeu que homens não tem muito disso, imagina essa história na versão de um homem? seria bem mais pratico do que a gente né...
    Sou identica a você... emcabulada com as coisas e muito sentimental...
    Bom, sofreremos sempre... any way... fazer o que? né...
    beijosssssss
    PS.: Mas você tem a nós, ok!!! que te adoramos...

    ResponderExcluir
  11. Lindo texto, achei lindo o loslassen, isso mesmo, fique quem tem que ficar, quem compartilha dos mesmos sentmentos, amei. Nina vê se não me deixa não sou alemã e vai ser dificil pra mim o loslassen.
    bj grande

    ResponderExcluir
  12. Ninoca, vou te contar, se ela não quer mais sua amizade, tenho peninha dela, pois perdeu uma oportunidade de ouro em ter uma criatura tão bacana como amiga!
    O negócio é que este mundo tá cheio de gente doidinha mesmo, aqueles que estão internados muitas vezes estão em melhores condições de abraçar o amor que lhes é oferecido do que muitos aqui fora.
    Continue cuidando com carinho dos que te merecem, eles agradecem muito a sua amizade, inclusive euzinha.
    beijinhos cariocas

    ResponderExcluir
  13. Nina fica triste não. Você é uma querida! De verdade, e vc sabe muito bem disso. Let it go! Tem tanta gente aqui que adora vc, e eu, sou uma delas. Que vc tenha um ótimo fds! S xx

    ResponderExcluir
  14. Em uma palavra: foda!

    Nina... você não conseguiu ver o clip da música livro do Caetano, mas já tentou entrar no site do youtube e assistir direto de lá? Menina, ela fala francês, lindo, demais!

    Beijocas!

    ResponderExcluir
  15. Nina, pense por outro lado: talvez ela tenha se afastado de você por não ser como vc é. Não vou usar palavra nenhuma, mas talvez ela se sinta inferior a você, queria para si a mesma vida que vc tem, queria ter a sua cabeça pensante, alegre, otimista. Não sei. Pode ser que suas qualidades, exatamente, a afastaram, pois ela se incomoda em não ser igual.
    Deixe passar, pode ser que ela ainda se explique e se não o fizer nem aparecer, é melhor que seja esquecida, não vale a pena pensar mais nela. Pode ser que esteja passando por um momento delicado, que não queira compartilhar. Enfim, há muitas possibilidades. Pelo menos ela não a ofendeu, se afastou e pronto, e talvez tenha deixado a porta aberta. Como você é, se ela precisar será acolhida, tenho certeza.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  16. Ih Nina! Com certeza a gente perde uma coisa aqui e ganha uma coisa la! Realemtne tu e muito legal e nao merece ficar assim! :) Eu to meio sumida, mas nao e porque nao gosto mais de voce ta? hahaha To passando sempre aqui, quando da e deixando meu carinho para voce!

    bjo grande

    ResponderExcluir
  17. Obrigada gente, pelas palavras realmente mt bacanas, me senti acolhida,de verdade. Isso foi um desabafo...

    mas preciso dizer so mais uma coisa: ela é um ser humano mt bom, uma grande mulher e mt sábia. Nao acho que ela perde uma pessoa especial ao me deixar sem sua companhia, ela perde uma boa amiga, mas nao mais que isso.

    mas olha, nao se preocupem. ja passou :-)

    Bjs e bom fim de semana a todas

    ResponderExcluir
  18. Olá,!Adorei o seu blog e quero te convidar a conhecer o meu.
    casademariamaria.blogspot.com
    te aguardo...
    bjs

    ResponderExcluir
  19. Oiii

    é verdade, em casos de extrema necessidade apenas com a nossa familia podemos contar! Sao nosso sangue, um pedaco de nós mesmos...

    bjsss

    ResponderExcluir
  20. Hey Nina, tudo bem?

    Passamos ontem ai pertinho e me pensei muito em vc. Mas foi como te contei, foi apertado o fim de semana e a viagem de volta.

    De uma outra vez qdo formos com mais tempo para estes lados vamos nos encontrar para um café.

    Nina, nem sei mais dizer quantas pessoas que eu gostei de fazer amizade se foram. Muitas assim sem mais nem menos, outras porque eu discordei na opiniao, outras porque eu nao quis mais continuar a amizade...essas coisas.

    O caso é qdo a outra parte nao quer mais. Ai nos sentimos como que rejeitadas, esse é o sentimento de rejeicao. E neste teu caso vc nem entendeu o porque.

    Mas olha, tb gosto muito dessa palavra: loslassen.

    E como vc mesma escreveu no post: Já passou.

    Que sua semana seja abencoada

    ;)

    ResponderExcluir
  21. Muitas vezes nos aproximamos das pessoas e não entendemos porque algo as afasta. No entanto, a resposta está no outro e não em nós.
    Por outro lado, não podemos agradar a todos o tempo todo.


    bjs

    ResponderExcluir
  22. Nina, já passei por isso 3 vezes tem uns 6 anos........ e agora tudo é passado. E passado para mim: só coisa boa interessa lembrar.
    No mais vivo muito bem como estou, tem outras pessoas que gostam de mim e eu sinto isso. Viver a vida, nos fazendo feliz isso é o que importa! Deus sabe das coisas.
    Beijos querida.

    ResponderExcluir
  23. Oi! Nina...hoje estou lendo seu blog pela primeira vez....atras so blog da Wilqui....adorei o post que vc escreveu e começei a ler seu blog...gostei muito. E nao fica triste nao...tem uma frase que nao lebro muito bem que diz...que qdo uma pessoa some da nossa vida....o tempo dela ja passou a missao dela...ja foi feita...ela te deu alegrias...por um tempo...depois a vida tirou essa pessoa do seu caminho....pq vc nao precisa mais dela....
    Ja passei por isso...senti falta mais aprendi...guardei apenas os bons momentos....e novas amizades surgem...a cada dia....mas seus bens mais preciosos...estao com vc todos os dias: filhos....familia....amigos virtuais...vêm e vão.....super bjo...

    ResponderExcluir
  24. O que
    smeu filho teve?

    ResponderExcluir
  25. Quanta sabedoria, Nina! Sabe que o dia que você escreveu esse post aconteceu exatamente isso comigo? Fiquei dois dias muito chateada, e sem entender o por que. Pedi conselho de namorido, pedi conselho da minha mami, e daí fiz o mesmo que você: loslassen...
    Beijos, Angie

    ResponderExcluir
  26. Oi Querida!
    Não tinha visto esta postagem, me interessei pelo título quando vi no quadradinho do linkwithin.
    Ah Nina, você é tão sábia amiga... E me fez pensar numa amiga que eu amava tanto, mas misteriosamente, não quis mais ter contato comigo...
    Deixe-me compartilhar um pensamento lindo que li estes dias:

    "Crie laços com as pessoas que lhe fazem bem, que lhe parecem verdadeiras. Desfaça os nós que lhe prendem aquelas que foram significativas na sua vida, mas, infelizmente, por vontade própria, deixaram de ser. Nó aperta, laço enfeita. Simples assim."

    Caio Fernando de Abreu

    ResponderExcluir