06/06/2012

"Nao vou me adaptar"....

Pra dormir, meu bebe é de fases. Na ótima fase, ele dorme direto das 18:30 às 8:00 hs do outro dia. Sem acordar de noite e ainda dá tchauzinho e beijinho quando é colocado no bercinho! Na fase nao tao boa, aliás, na fase péssima, ele acorda de madrugada e fica acordado por umas duas, três, quatro horas seguidas. Na fase menos complicada, ele chora pra nao ficar sozinho nos primeiros momentos em que é colocado na caminha pra dormir e só dorme se tiver alguém perto. Algumas vezes é folgado, quer ganhar cafuné até pegar no sono...

Entao hoje, ele estava nessa última fase que mencionei. Já tinha lido o livrinho e ele já tinha tomado seu leite, mas ao ser colocado na cama abriu o maior berreiro. Sai do quarto mas ele nao para de chorar.... parece uma maquininha de choro. Segundo os pais alemaes, crianca tem que ficar no berco mesmo morrendo de chorar. Bom, eu nao sou alema, e nao aguento filho chorando muito, mas deixo um pouco, só que esse pouco me incomoda. E vou lá com ele algumas vezes e saio outras vezes do quarto e ele chora e chora e chora quando saio.
Hoje o peguei no colo e cantei. Fazia tempo que nao cantava com ele no colo. Cantei umas três musiquinhas com minha voz horrorosa e ele adormeceu no meu peito. Nesse meio tempo, fiquei lembrando de quando cantava para os meus dois filhos mais velhos, que sempre dormiram no meu colo. 
E fiquei pensando porque eu estava fazendo as coisas do jeito alemao, quando meu jeito é outro totalmente diferente. 

Muitas vezes acontece isso sabe? A gente se adapta de tal forma ao novo país e suas regras, que esquecemos um pouquinho de quem somos. 

Nao vou negar que tenho aprendido muito aqui, que em MUITAS coisas os alemaes agem muito corretamente, mas há coisas e coisas.... desde que moro aqui luto por exemplo,  pra nao me tornar um ser insensível e duro. Me permito chorar sempre, essa é minha melhor arma, mesmo nao tendo razoes pra chorar. Às vezes procuro essas razoes só pra nao enferrujar a alma.

Entao é isso. Bebezinho dormiu ouvindo musiquinhas do Balao Mágico. Assim como os seus irmaos muito ouviram e o coracao aqui vai bem, obrigada., dividido entre as duras e corretas mae alemaes e as molengas e amorosas maes brasileiras...  resultado: sou eu, a mae do Pedro, da Laura e do Joao!

6 comentários:

  1. Que legal isso!! Flexibilidade pra criar como queres e teu coração pede. não o modo que por lá fazem... beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. Muito bem menina, vai fazendo o que acha certo. Aprendendo e ensinando. A vida é assim. Amor e carinho para filhotes é essencial para tudo.
    Desejo boas noites de sono para todos rsrs.
    Beijos querida.

    ResponderExcluir
  3. é chica e turquezza, é isso. ter entendimento pra notar que eu sou eu, e nao devo mudar minha essência somente porque alguns querem... o bom nessa situacao que coloquei aqui é que o marido apoia totalmente meu cuidado abrasileirado com nosso bebezinho. isso é o que importa,pra nao termos conflitos na educacao do nosso amorzinho.

    Beijao queridas

    ResponderExcluir
  4. E Nina, tudo vai passar tão rapido, né ?
    Outro dia mesmo você cantava para a Laura e o João e agora estão os dois ai crescidos.
    Curta esse bebê enquanto pode.Que sorte a sua poder reviver tudo depois de tanto tempo.Eu queria tanto um 3° bebê, começar tudo de novo...

    ResponderExcluir
  5. Menina os espanhóis fazem assim também... quando meu irmão vem com meus sobrinhos ficamos no maior aperto no coração com eles chorando sozinhos no quarto. Mas, cá entre nós, quando fico de baba para eles irem para balada, adivinha? kkk Colinho, colinho e mais colinho pra dormir kkkkk

    ResponderExcluir
  6. Voce esta certissima Nina! Aqui tbm e normal as maes deixarem os filhos chorando no berco para adormecer sozinho... nao gosto. O bebe pode ate se sufocar nas lagrimas... e mesmo se for grandinho. Nao gosto, nao acho que no fundo isso va realmente fazer diferenca. Tem que balancear, saber equilibrar as duas culturas, tirar o que cada uma tem de melhor, afinal ele e filho de duas culturas, biligue. E justo ;)
    Use sim sua experiencia de mae brasileira emocional e tire uma ajuda do que aprende de legal por ai.

    bjo bjo

    ResponderExcluir