19/01/2012

Tratrar a mim mesma com mais amor

Fiquei pensando hoje sobre mim. Sobre quem sou, quem fui. Se há máscaras a serem derrubadas, se sou mesmo quem eu penso que sou. A eterna procura do autoconhecimento. Tao velha e ainda pensando nisso... esses questionamentos vem mais na adolescência, nao? De qualquer maneira,  ando à procura de mim mesma e isso tem me agradado ultimamente. E isso gracas a Rose (se você nao conhece essa pessoa queridíssima aqui, vá lá conhecer, ela nao tem somente uma linda casa, ela é também uma linda pessoa).

Porque ando pensando nisso? Se você me escreve um email, geralmente escrevo rapidamente a resposta, se me liga, mesmo que esteja fazendo alguma coisa muito importante, atendo e posso demorar na ligacao o tempo que você quiser (apesar de detestar falar ao telefone), se me pedem isso ou aquilo, eu sempre faco; adoro presentear, muito mais do que ser presenteada, posso deixar de comer pra alimentar alguém, ouco, ouco e ouco mais um pouco, todos os que precisam ser ouvidos, sou sempre gentil com todo mundo, sempre mesmo! E muito mais.

Entao fiquei pensando hoje que eu também mereco mais atencao da minha parte. Mereco ser tratada por mim  mesma, melhor do que tenho feito.
Daqui pra frente vou me tratar com o mesmo respeito, carinho, amor, atencao e generosidade que trato  as  pessoas.
E tenho dito!
Imagem daqui

 Bom  mesmo seria ter esse amor todo desde pequenininho, pena que muitos de nós somos reprimidos até pelo amor por nós mesmos...

E você? Você se trata bem? O que você faz por si mesma que te deixa feliz por ser quem você é?

18 comentários:

  1. Já me tratei muito mal! Já fiz muitas coisas contr mim, eu tenho uma tendência autodestrutiva que foi algo que levei muitos anos para poder congelar dentro de mim, mas ela existe, ta lá e eu tenho que tomar cuidado com ela, estar sempre atenta. Mas posso dizer que hoje em dia me trato muito bem, preservo bastante minha dignidade e sou feliz com os avanços que fiz nesse sentido.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  2. Tbm gosto mt, mt de ti Dan, menina corajosa, forte, decidida!!

    Que bom Dama, que vc passou dessa fase e luta pra continuar firme na decisao de se gostar mais. Essencial isso. Parabéns. Tu sabe que te admiro pacas, nao sabe?

    ResponderExcluir
  3. Ter amor e respeito por si mesmo é fundamental. Na verdade é o primeiro passo para o que se chama de realização pessoal.

    ResponderExcluir
  4. Se eu nao estivesse lendo esse texto no SEU blog, eu diria que esse texto era MEU, Ando meio que corrida, de algumas coisas, mas sempre que leio seu blog parece que vc me conhece, ou fala justamente pra MIM, sei que tem 272 pessoas ai seguindo publicamente e claro nao sou só eu que leio seu blog,Esse texto diz o que acordei sentindo hoje, eu queria MUIIITO poder dizer pra alguém como eu me sinto hoje, sem me importar com o que essa pessoa ira FAZER, ou DIZER depois que eu me desabafasse, CONFIAR TEM SIDO MUITO DIFICIL, ai venho no seu blog tem aqui, algo com todas as letras, virgulas, e acentos em seus respectivos lugares, dizendo que eu me sinto EXACTAMENTE ASSIM, explicar? Nao sei como nem por que, mas hoje vc mais uma vez, vc me fez reflectir eu ando amando demais o outro e esquecendo de mim...TB DECIDI me amar com a mesmas intensidade com que amo as pessoas, Nao sei todos os caminhos, acho que ninguém sabe né? Mas é bom quando a gente sabe ao menos onde quer chegar. QUE CUMPRAMOS e que continuemos a focar nossa vida em coisas boas, e que elas se multipliquem a medida que aprendemos a valoriza-las é o que desejo pra mim e pra vc hoje. bjs

    ResponderExcluir
  5. Nina,
    Amar-se parece mais difícil que amar aos outros. É tão mais fácil olhar pra fora e dar ao outro o que ele fala que precisa.
    Mas chega um ponto que a gente dá o grito interno, Oi!!! Tô aqui criatura, me trate com carinho... Fico muito feliz por você ouvir este chamado.
    Se lambuze de creminhos, mime-se, destrave as gavetas nas quais o sofrimento se escondeu e se conheça a ponto de se perdoar, por tudo. E siga bem plena!

    "O mundo inteiro pode amar você, mas isso não a fará feliz. O que vai te trazer felicidade é compartilhar o amor que existe dentro de você. É esse o amor que vai fazer a diferença."
    Don Miguel Ruiz

    Beijos!
    Márcia

    ResponderExcluir
  6. Nina
    Muito dificil estas perguntas.
    Vou deixar pra responder depois.
    com amizade e carinho de Monica

    ResponderExcluir
  7. Nina, BRAVO!!!
    Vou deixar aqui a letra de uma musica que eu me lembro de ouvir quando jovem, nem sei que idade eu tinha mas hoje em dia eu acho as palavras muito relevantes e bonitas. Isso acontece muito comigo. Livros, musicas, poesia que comecam a fazer sentido..e como um veu que vai se abrindo, um rio de aguas que vao clareando...

    Hoje eu vou mudar
    Vasculhar minhas gavetas
    Jogar fora sentimentos
    E ressentimentos tolos.

    Fazer limpeza no armário
    Retirar traças e teias
    E angústias da minha mente
    Parar de sofrer
    Por coisas tão pequeninas
    Deixar de ser menina
    Pra ser mulher!

    Hoje eu vou mudar
    Por na balança a coragem
    Me entregar no que acredito
    Pra ser o que sou sem medo.

    Dançar e cantar por hábito
    E não ter cantos escuros
    Pra guardar os meus segredos
    Parar de dizer:
    "Não tenho tempo pra vida
    Que grita dentro de mim
    Me libertar!"
    -------
    Dancar e cantar por habito...
    Cantemos e dancemos todas...
    Um abraco Nina, pra voce e pra todas as mulheres que neste momento comecam e cantar e a dancar pro habito...

    ResponderExcluir
  8. Oi Nina... eu sou do tipo de pessoa que sempre pensa nos outros primeiro e eu fico em último lugar. É difícil mudar isso, mas as vezes não tem jeito... temos sim que dar mais atenção a nós mesmas. bjos
    Ich, hausfrau
    www.ich-hausfrau.com.br

    ResponderExcluir
  9. Nina, meu bem, ultimamente tenhho me tratado tão mal.Lembra de um quadro do Jô antiiigo em que ele dizia "eu me odeio". Pois é. Mas tô procurando reverter isso, que "a minha pessoa" já não aguenta mais.

    ResponderExcluir
  10. Oi Nina,nossa menina esse teu post caiu como uma luva pra mim...
    Antes,na adolescencia eu me odiava,odiava meu cabelo,odiava meu nariz chato,odiava minha boca enfim quase tudo em mim.Ate´ eu perceber que nao era a minha aparencia que eu odiava, ate or que sempre fui uma negrinha jeitosinha rsrrsrssr,eu odiava mesmo era a minha maneira meio que "boba" de ser..
    Comecei a mudar isso ..Aprendi a dizer mais vezes"nao",aprendi a me valorizar mais..perdi ate amizades por isso!!hoje so dou valor e trato bem a quem me trata bem..Nao,nao sou mesquinha,nao mesmo ,apenas em algumas situacoes me coloco em primeiro lugar pois afinal eu mereco!!!!

    ResponderExcluir
  11. Oi flor! Uma graça seu cantinho aqui! Adorei! Beijinhos, Rachel :))0

    ResponderExcluir
  12. Fomos reprimidos na arte de nos amar. Tem toda razão.
    Amar a si mesmo é considerado orgulho, arrogância, vaidade pela igreja e pelos antigos moldes familiares.
    Se amo pq eu já amo vc.
    bj

    ResponderExcluir
  13. Ai gente, vamo lá, vamo nos amar!!!!!

    ResponderExcluir
  14. oi mana, andei sumida aq dos comentarios mas sempre venho dar uma conferida em seus posts, como sempre, ADORO!!!! Amei esse aqui tbm, me identifiquei mto com ele, com vc, com essa sensação, com esse querer, espero que nao fique so na promessa, espero q vc consiga se dar todo esse carinho, amor e respeito, eu tbm preciso sair so da promessa, deixar de lado as palavras e agir.... Auto valorização ja! rsrs

    ResponderExcluir
  15. Me identifiquei tanto com tudo que se fosse no face eu teria compartilhado.

    ResponderExcluir
  16. Nunca tenho coragem de dizer pra pessoa que me ligou , que no momento , não posso falar . Mas vivem fazendo isso comigo.
    Mas é muito dificil mudar , né Nina ?

    ResponderExcluir
  17. Apoiada Nina!

    E eu me amo, muito. Mas muitas vezes me trato muito mal. Olho -me com desdém, sempre exigindo, exigindo, exigindo. Pra que? Por que, para quem????
    Bjos

    ResponderExcluir