12/01/2012

Quando um post nao é bem interpretado

Muito louco escrever, não é?

Interessantíssimo observar como as pessoas reagem ao que escrevemos. Você que é blogueira, como é que lida com isso? É muito doido você escrever algo e ser entendido de uma outra maneira que na verdade, nunca passou pela sua cabeça. Você nao está triste, você nao está deprimida, você nao se sente gorda, você nao brigou com seu marido, você deveria se divorciar, você nao está com inveja, você levou um pé na bunda, você quer mudar de emprego, aquilo nao foi um ataque da TPM, você está afastando os homens, você está louca deve ir a um psiquiatra, já tomou o seu remedinho hoje?...

Você escreve sobre algo, acha que ficou bacana e aí vem alguém comentar de uma maneira que beeeem, não foi bem isso que você quis dizer. Então você  acaba sendo o produto do que cada um pensa a respeito de você. É a percepcao do outro que faz a qualidade do que você escreve?

Ter um blog aberto a comentários é diferente de escrever um livro. Porque você tem a resposta aqui diretamente, comparando grosseiramente, é como atuar no teatro e fazer novela. E a resposta nao é bem o que você esperava. Um livro você gosta ou nao gosta e pronto. Um blog fica aberto a opiniao direta de todos e você tem que encarar o que é dito, escrito. Assim, na cara e na coragem.
Você escreve um post com uma intencao e o leitor entende de outra forma. Entao, você ao ler o comentário se pergunta se deve mudar algo no texto pra ser melhor compreendido, mas isso nem vai adiantar. Às vezes fica de boca aberta enquanto lê o comentário que pra você soa super estranho. Fora que às vezes o cara nem lê tudo, só passa os olhos superficialmente e dá uma comentada. Sobre o que ele pensa. Quase nunca sobre o que você  pensou. 

Claro que eu acho isso super válido e é pra isso que os comentários ficam abertos e nunca apaguei comentário nenhum, exceto uma vez que um anônimo me mandou me foder e um outro que eu sei bem quem era, falando umas coisas muito nada a ver... Mas é esquisito que o leitor veja nas entrelinhas daquilo que você escreveu algo que absolutamente nao é o que você sente. Certa vez alguém veio aqui e disse que eu nao era feliz. Mas foi só uma postagem em que eu contava alguns fatos do passado... meu Deus do céu! Como alguém  que nunca veio aqui anteriormente, pode ser capaz de dizer com todas as letras que sou infeliz??

Doido, nao?

ps. por favor, esta postagem nao foi diretamente pra ninguém que vem aqui, é que ontem eu estava rodando por alguns blogs e ao ler os comentários notei isso repetidamente em várias situacoes. Fiquei pensando em como o blogueiro enxerga isso. Me conta tua experiência?!

17 comentários:

  1. Já fiz pelo menos uns três posts sobre esse assunto. Já cansei de tentar entender o que acontece. Mas o fato é que a gente escreve abacaxi e alguns entendem abacaxi, o restante entende tomate, manga, agrião. E eu fico me perguntando o que aconteceu.

    Hoje em dia lido melhor com isso!

    Beijocas

    ResponderExcluir
  2. Nina, estou com a Dama. Às vezes os visitantes viajam muito nos comentários e escrevem com tanta superficialidade que fica na cara que passou só uma olhada no começo e fim.
    Meu blog tem um perfil mais voltado pra viagens e fotografias, as últimas falam por si só, mas nos textos que têm uma pegada mais sentimental, vira e mexe é um comentário fora do tom.
    Bjim e ótimo dia!
    Márcia

    ResponderExcluir
  3. vc ta merecendo um xerao bem grande no zoi, oia que ta uma danada nos temas EU TÔ ADORANDO, kkkk passo demais por isso ai de dizer apenas A..o povo entende a, b,c,d o alfabeto todo, aff tem horas que dá uma canseira, massssssss. é a vida....
    uma das muitas experiencia a qual lembro agora..uma vez escrevi um post falando sobre BANANAS eu adoro banana aqui em casa nao falta, mas é caro tipo 10 reais um kilo, eu semmmmmpre procuro as promocoes de frutas, mas bana nao tem saída ou compro ou nao como, entao compro 4 bananas e vou comendo com bastante pena kkkkk um dia eu achei banana na mega promocao tipo 2 reais o quilo, menina eu parecia uma morta de fome, comprei 6 quilos, nao comprei mais por qu eo marido nao deixou kkkkk fiz tudo que vc pensar com as bananas inclusive um post kkkk isso rendeu tanto amiga, era o povo achando que eu SOH comia isso, era o povo dizendo aqui ta barato vou leh mandar um quilo, teve nego que me chamou até de macaca( via email como anonimo claro) gente safada sempre se esconde, eu levei TOTALMENTE NA BRINCADEIRA quem me conhece sabe o que eu queria dizer, eu nao perdi uma noitinha de sono e nem me estressei, continuei com meu blog e com minha bananas. kkkk por sinal por ai quanto custa um quilo de banana? kkkkkkk bjs adoro vc cada dia mais, manda brasa que o negocio ta OTIMO. BJS

    ResponderExcluir
  4. É complicado mesmo essa situação. No meu blog eu já percebi muito disso, de pessoas que não lêem o post e comenta algo nada a ver... ou que só pede para vc ir até o blog dele comentar... poutz, esse é o pior. Bom Nina... eu tento encarar isso da melhor forma possível. Assim como eu coloco minhas idéias lá no blog, eu acho que a pessoa tem o direito de escrever o ponto de vista dela. É claro que é ruim receber comentários negativos, mas como vc disse, o blog é aberto e temos que estar prontos para tudo.
    bjo
    Ich, Hausfrau
    www.ich-hausfrau.com.br

    ResponderExcluir
  5. ....e bem comum ne Nina. Em nossas opinioes e inevitavel nao cair uma pitadinha de nos mesmos. Algumas pessoas sao capazes de olhar o mundo a sua volta e se diferenciar, outras nao. Carregam o coracao na manga da camisa.....

    ResponderExcluir
  6. To aqui rindo do seu comentario......tambem pensei a mesma coisa com relacao aquela vela tao perto das flores. Apaguei a vela e levei as flores pra cozinha. Safe and sound.
    Os comentarios pelo reply...esta acontecedo comigo tambem ....vou olhar isso.
    bjs!!!!!

    ResponderExcluir
  7. Oi Nina...As vezes é dificil colocar no papel o que queremos dizer...Ou as vezes as pessoas é que nos medem com a regua delas e nos interpretam mal.
    Mas comunicação é uma arte que devemos aperfeiçoar.
    Um super beijo:)
    Minha mãe sempre fala de voce com carinho :)

    http://umbebeemnossavida2.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Tema complicado ne? Cada um tem sempre uma história pra contar... olha ai a Wi, ahaha, que horror, sua comedora de bananas insaciável :-)

    Banana aqui em casa tem tbm todo dia, é umas das poucas frutas que como com prazer, e o bebe come tbm bastante. Qual o preco? Acho que algo como 1,80 euro. O que é quase 4 reais, eu acho. Sei la, algo assim, mas acho que essa é a média de preco por quilo.

    ResponderExcluir
  9. Kálita querida!!!!!!!!!!!!!!!!!

    manda um beijao na Divina, ela é ótima e eu tbm nunca esqueci aquela tua linda história de amor pela tua mae. Amei conhecer vcs 2.

    ResponderExcluir
  10. Nina
    E mesmo doido e divertido e rapido.
    Mamae sempre escreveu cartas de Natal e como resposta rarissimas. Eu queria que ela escrevesse aqui pois ela ia receber um monte de retormo imediatamente. E ela esceve tão bonitinho; Mas ela nao tem paciencia nem de ler o que escrevo só se eu imprimir.
    E a maravilha da internet . Voce ja percebe o que escreveu de imediato!
    com amizade e carinho de monica

    ResponderExcluir
  11. kkkkkkkkkkk...eu já tava pensando que tinha te interpretado mal...ah Nina, eu nem tive essa experiência, ainda. O meu círculo de leitores é tão pequenino, as vezes penso que me leem só por ser gentis. Cá entre nós, num acho que escrevo grandes coisas(baixa estima? Será?...rs)Sem falar que são pessoas tão bem informadas, resolvidas, valorosas.Até hj só presenciei comentários interessantes.Já vi, porém, muita gente contando de comentários maldosos, anônimos e mal interpretados. Já vi blogueira queixando-se de ser acusada de fazer "panelinha" na blogosfera. Tem gente doente, mesmo. Internet tem de tudo. Mas eu sou ingênua. Sou daquelas que num acredita que vai acontecer consigo,até que aconteça. Xá pra lá! Bjs

    ResponderExcluir
  12. Nina...obrigada pelo carinho :)
    Nina,lendo seu pots sobre sua mãe lembrei que dizem que a gente entende nossa mãe melhor depois que se torna uma...ano passado engravidei depois de anos tentando mas perdi em seguida, foi tudo tão rápido.Mas tinha dias, enquanto estava gravida, que a noite eu abraçava minha barriga (que nem aparecia) e pensava em minha mãe, ficava pensando se o que se passava no coração dela quando estava gravida de mim era o mesmo que se passava no meu coração em relação ao bebê.
    Fiquei ´~a do ser chamado mãe..nao só a minha mas toda mãe.
    De fato, passar pelo aborto foi uma experiencia extraordináriamente doída, parece meio que um paradoxo mas é meio a dor que percebi que perder o chão e ter de continar vivendo e continuar a sonhar é uma das mais significantes metamorfoses que um ser pode passar.Ler você dizendo dos atributos de sua mãe me fez pensar na minha com um amor tao grande, e lembrei desse fato acontecido comigo.
    Um super beijo e obrigada por povoar nossos dias com leituras edificantes

    ResponderExcluir
  13. Corrigindo a frase acima:Fiquei fã do ser chamado mãe...
    E acrescentando:E continuar a sonhar o sonho de ser mãe depois de ter perdido um bebê é um exercício.Mas como disse uma querida amiga, o bebê se foi, mas o sonho de ser mãe continua, embora o coração , rebelde ainda nao saiba diferenciar uma coisa da outra.O que convenhamos, é dificilimo.

    ResponderExcluir
  14. Tem um mensagem rolando no facebook bem bacana que diz o seguinte: 'Sou responsável pelo o que eu digo, não pelo o que você entende'. Acho que cai como uma luva. Lá no meu blog eu já começo com uma frase de Mário Quintana: "E que fique muito mal explicado. Nâo faço força para ser entendido. Quem faz sentido é soldado.' kkkk Nós que estamos por aqui desde o primeiro post acho que aprendemos a entender seus post.
    Beijocas!

    ResponderExcluir
  15. O pior é quando isso acontece na vida real vindo de gente querida, mas egocêntrica, que acha que tudo o que sai da minha boca está de alguma maneira relacionado com eles, haha! Só rindo para não chorar!! Haja jogo de cintura online e na vida real! Bjo, Nina!

    ResponderExcluir
  16. Vixe! Será que eu entendi mal o teu texto? Sorry.

    Eu achei mesmo que vc estava triste e com nostalgia...

    Bom saber que foi somente um texto. É o que acontece qdo um autor escreve tao bem as entrelinhas, quem o lê pensa que é real. Leve isso como um elogio.



    Bjao

    ResponderExcluir
  17. Oo querida. Já compartilhei do mesmo sentimento.

    Adorei seu blog. Vou acompanhar.

    Abs

    ResponderExcluir