16/12/11

Gente ingrata!

Nao, ela nao é minha amiga. Mas eu sei muitas coisas sobre a vida dela e ela nao sabe nem mesmo meu nome! Nao, ela também nao é alguém fomoso, nenhuma celeridade pela qual sou fa e que como tal, pode nao saber da minha existência. É só uma brasileira que encontro sempre (já foram 6 vezes em um mês)  que fala bastante sobre si mesma. Eu sei dos seus problemas de saúde, sei sobre sua mae e irmaos, sobre seu filho, sei sobre seu vitorioso emagrecimento de 70 quilos, sobre seu trabalho, mas ela nao sabe nada de mim porque simplesmente, nao pergunta.
Nao é estranho como possa existir gente assim no mundo? Gente que você ouve com a maior atencao  e carinho, gente que você vibra pelas suas vitórias, se entristece pelas suas perdas, que ouve com atencao, que se mostra feliz com as coisas boas que acontecem com ela, mas que nao tem o menor interesse pela pessoa que você é?
Nao é estranho isso??!
Talvez seja minha culpa ser tao atenciosa. Acontece que eu nao sei destratar os outros, nao sei ouvir sem dar de fato atencao, nao sei nao sorrir com uma boa notícia e nao sei tapar meus ouvidos ou virar minhas costas,  quando alguém precisa desabafar.

Mas eu ainda acho um bocado estranho que as pessoas nao se toquem que frente a elas tem alguém que merece receber o mesmo carinho e respeito que oferece.

11 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Nina, já fiz mais de um post reclamando sobre isso. Na minha vida isso é uma constante, um carma. Se eu deixar fico lotada de gente alugando meu ouvindo sem sequer parar para ouvir uma coisinha minha. Acho que o defeito está na gente, só pode ser. Sempre tenho a nítida impressão que estou falhando em algum ponto. Mas ainda não descobri exatamente como evitar isso, sem evitar totalmente a pessoa.

Beijocas

Diacuy disse...

Gente egocentarda tem de montao. Eu disse isso a pouco tempo com mkinha terapeuta, nao tenho uma amiga pra desabafar, as vezes vc pensa que tem alguem, mas a pessoa nem te ouve fala somente sobre si mesma afff.
Nao esqueca de me mandar teu endereço que quero te mandar uma lembrancinha.
bj
diacuypiccione@yahoo.es

Wilqui Dias disse...

o ruim disso é que acabamos por ser psicóloga-mae-amiga-concelheira.ajudadora.....gratuita dos outros.
quando uma amizade deveria ser uma via d emao dupla, dar carinho atencao amor, eh maravilhoso, mas receber é otimo tb.
sua ´ámiga´´ai é uma insensivel isso sim!!
e olha do jeito que ela fala pelos cotovelos a ponto de vc nem poder falar, acho que seja melhor mesmo, se ela fala tanto de si mesma, o que garante que depois ela tb nao fale de vc?

Joaninha Bacana disse...

Eu acho que a amizade é uma mao de duas vias: dá e recebe. E quando é só de uma via (a menos que seja por um tempo limitado, ou a pessoa esteja passando por um momento complicado ou difícil), daí nao me serve. Porque o tempo da gente é muito precioso para se gastar com pessoas que só sugam :-O
Beijocas mil, Angie

Kinha disse...

Minha querida, Isso é muito mais comum do que parece.

Beth/Lilás disse...

Como todas, também percebo que isso é muito comum hoje em dia. Tem gente que só quer falar de si, ou para se lamentar ou para esnobar. Mas são verdadeiros egocêntricos e eu tenho lá um chamariz pra gente desse tipo.
bjs cariocas

Ich, Hausfrau disse...

Nina, infelizmente exite muitas pessoas assim nesse mundão de meu Deus...
bjos
Ich, Hausfrau
www.ich-hausfrau.com.br

Márcia Cobar disse...

Amiga, eu tô aqui pra te ouvir, pode descer o verbo!
Gente como esta falastrona que você mencionou tem mesmo é que comprar um grande e belo espelho pra ter como audiência dos milhares de Eus que vão aparecer no monólogo.
Bjim
Márcia

Carlos Medeiros disse...

http://grandeonda.blogspot.com...Parece que geralmente as coisas que falam muito, se abrem muito com os outros, não gostam de ouvir, não querem retribuir. São meio egoístas.

Juli disse...

Ai amiga, lendo o seu post comecei a refletir, acho que falo mais do que ouço... preciso me policiar quanto a isso.
Bjs, fiquem com Deus!

Olivia Claudia disse...

E eu tenho a síndrome de confessionário ;) a pessoa acabou de me conhecer e já conta tudooo ;) aos poucos fui entendendo que Deus devia querer algo com isso e o que vinha na minha cabeça eu falava e dá certo. Agora, com amigos, aprendi a pedir: agora me ouça que preciso do seu olhar sobre tal situação que tá me incomodando ;) se a pessoa interrompe eu peço novamente: eu preciso que você me ajude nessa questão. Meus poucos amigos estão se acostumando ;)))
bjs e amei conhecer o blog e me emocionei com seu jeito de escrever, que dom lindo!! Me fez viver contigo tuas experiências!!!Que Deus continue te orientando no crescimento espiritual e sempre com mais alegria ;))) bjs e força com o guri!! Tive 4 filhas e passei por isso quatrooooooo vezes!! Tenha limites com ele viu?! Bota limites, respeite-o mas defenda o direito de ser respeitada também!!!