29/09/2011

A sombra do vento, dica de livro

Eu havia feito uma lista de livros pra comprar, com as dicas que muitas de vocês me deram num post passado. Muitos daqueles livros, eu já tinha lido, mas muitos ainda nao. Fui ao Brasil com essa lista, que muitas vezes, esquecia exatamente no dia em que passava em frente de uma livraria. 

Um livro certa vez, me chamou muito a atencao, numa livraria junto com minha amiga Juli em Salvador e estava, logicamente, sem a lista por perto. Fui pega pelo título: A Sombra do Vento, de um  autor que nunca havia ouvido falar, Carlos Ruiz Zafón. Fiquei com grande dúvida se ele estava na lista, mas como nao tinha certeza e a lista era bem grande e cara  preferi nao comprar esse, apesar de ter ficado muito tentada e ter andado pra lá e pra cá com ele na mao.
No último dia de Brasil, fui a livraria do aeroporto (mais idiota impossível!) e com a lista na mao, achei muito pouco dos muitos livros que havia listado. Quase morri de raiva de mim mesma e da minha cabeca nas nuvens por deixar pra última hora a compra daquilo que era mais importante pra eu trazer do país: livros em português! A livraria tinha poucos dos que eu queria mas tinha A Sombra do Vento (sim, ele estava na lista, indicado pela Glorinha de Lion)! e alguns outros. Saí da livraria me sentindo uma burra  completa por nao ter feito isso antes, mas ao mesmo tempo toda feliz e serelepe, com minha sacolinha cheia de livros, como só alguém que sabe o gosto maravilhoso que fica impregnado na gente ao tocar nos livros novinhos, estalando nos dedos, louquinhos pra serem lidos pode entender (ou mesmo num sebo, ai como adoro livro velhinho, podrinho mesmo...).
Comecei a ler já no aviao. Li os primeiros capítulos e já estava gostando bastante, mas tinha sempre que parar a leitura entre sonos, marido, bebê, comidas, bebidas, toilletes, enfim. Do outro lado da fileira de poltronas, uma moca lia o mesmo livro, mas com o título em francês. Olhei pra ela, mostrando o meu livro e ela riu, pensei: este deve mesmo ser um bom livro, olha a cara de alegria dessa moca!

Ao chegar aqui, tive que voltar pro livro que tinha comecado antes de A Sombra do Vento, o maluco do Michel Houellebecq e sua Plataforma, terminei este e logo em seguida, comecei o da Leila Ferreira, que me prendeu suavemente, e somente ontem voltei ao Sombra do Vento. 
Preciso dizer que dessa vez nao conseguia mais parar de ler?  Passei dois dias pra terminar a leitura  (nao é fácil ser dona de casa) e acabei agora (esta postagem está sendo programada).
O livro me prendeu de um jeito que talvez, pouquíssimos o tenham feito. É um livro MA-RA-VI-LHO-SO! Nao tenho outra palavra pra descrevê-lo. 

Li no tempo que achava que podia ler e também naquele que sabia  que nao podia, tenho que confessar um pecado  que cometi: deixei meu bebezinho meio sozinho hoje à tarde toda, quero dizer, nao realmente sozinho, mas eu brincava com ele com o livro grudado na cara, alimentei-o com o livro na cara, fui colocá-lo pra dormir com o livro na cara...  acho que ele nao entendeu nada hoje e deve ser por isso que foi dormir cedo, enjoado daquela cara de livro da mae dele.
Quando terminei de ler, aconteceu um fato interessante, fechei o livro, coloquei as maos no rosto e me acabei, mas me acabei mesmo de tanto chorar! Chorei de solucar, por alguns longos minutos. Depois de recuperada desse pormenor, lembrei que nao havia chorado em nenhuma parte do livro (mas isso deve ser porque eu mal respirava, tao empolgada que estava com a leitura). Me olhei no espelho, pro meu rosto vermelho de lágrimas e disse, PQP, que livro bárbaro!!!!!!

Entao é assim, essa é a minha crítica sobre o livro, nao pense que sou maluca, é que eu nao me resta nada mais a falar que nao isso, se você nao leu, corra agora pra livraria e comece a ler hoje mesmo. Eu te garanto que esse você vai adorar, é um livro muito bem escrito, o autor é quase um mágico com as palavras e tem uns personagens tao apaixonantes que nem te conto, vai ler, vai!

ps. Me senti meio idiota quando minha filha me perguntou se estava gostando e se já havia chegado na parte em que eles vao a casa mal assombrada - Hein Laura, tu conhece esse livro, filha? - Ah sim, ele é tao encantador que li há uns 5 anos ainda no Amazonas e voltei a ler ano passado em alemao...  

Como assim?? Eu pensei que fosse um livro novo, best seller e tal e descubro que filhinha já leu há anos e que tem até filme, tisc tisc... mamae às vezes pode ser tao boba, tava pensando que tava abafando...

pss. gosto muito de sortear livros aqui, mas tem uns que me sao impossíveis de me desapegar, este será mais um deles, desculpa tá? :-(

9 comentários:

  1. Nina
    Me deu um branco.´parece que eu já li este livro mas não me lembro nada dele.
    Vou ver se já li na minha lista de livros lidos. E olha que eu resumo cada livro que leio.
    com amizade Monica

    ResponderExcluir
  2. Fica quieta que eu tenho esse livro há um tempão e nunca li. Me internem!

    ResponderExcluir
  3. Fiquei morrendo de vontade de ler! Vou comprar amanhã! - tem elogio melhor para uma resenha?

    Bjs
    Ia

    ResponderExcluir
  4. Hehehehe garota esperta!

    Vou destacar uma parte do livro que gostei muito:

    "...poucas coisas marcam tanto um leitor como o primeiro livro que realmente abre caminho até ao seu coração. Aquelas primeiras imagens, o eco dessas palavras que julgamos ter deixado para trás, acompanham-nos toda a vida e esculpem um palácio na nossa memória ao qual, mais tarde ou mais cedo - não importa quantos livros leiamos, quantos mundos descubramos, tudo quanto aprendamos ou esqueçamos -, vamos regressar."

    Cada um se encanta por um livro por algum motivo - uma passagem ou uma frase que fica gravada e que se repete nos dias seguintes.

    Também gostei muito deste livro! Beijus,

    ResponderExcluir
  5. Hahaha....ai Nina....adoooooro ler teus posts, como eu rio!!!Adoro a maneira que você escreve, super divertida, aquele humor natural e inteligente!!! Eiita...babaçao....rs
    Perfeito...ja que marido está no Brasil, vou pedir....é bom demais quando um livro consegue nos agarrar assim.
    O ultimo que me deixou desse jeito foi o "kite runner", cheguei a ficar deprê quando terminou...rs.
    Minha querida, desculpe a super demora em passar por aqui,mas pretendo recuperar o tempo perdido!!!
    Beijocas!!

    ResponderExcluir
  6. Hummmm, pois eu já o li até o meio e não consegui terminar, definitivamente não gostei. E tanta gente, como você, adora.
    bjs cariocas

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. esse livro está na minha lista há um tempao, mas sempre que ia numa livraria esquecia de comprar... com seu post me lembrei dele de novo... pena que acabei de voltar do Brasil... acho que vou ter que arriscar e ler em alemao mesmo!!

    ResponderExcluir