14/03/2011

Me ajude a melhorar a autoestima de uma mulher?

O que faz uma mulher entregar sua vida nas maos de um homem? O que faz ela acreditar que é ele quem tem sempre razao?
Essa é a pergunta que ando me fazendo esses dias. Onde anda nossa autoestima? Quem foi que nos arrancou isso? Porque nos sujeitamos às vontades desses tiranos chamados maridos? Maridos ruins, é claro. Maridos que nao sao bons homens, homens que nao sao bons pais...

Mulheres que se anulam, que se esquecem de si mesmas, que passam a se calar, e se deixam manipular...
Já passei por isso, e por isso mesmo sei do que falo. Mas nao sei como resolver um problema agora... Estou vendo uma pessoa muito perto de mim vivendo essa realidade. O homem que faz a mulher esquecer que ela merece ser feliz.

E eu fico muito triste porque nao sei o que fazer pra fazer essa mulher linda, inteligente, maravilhosa, bondosa, boa mae, bom ser humano, acordar.

Será que você pode tentar falar umas boas palavras de incentivo pra ela?
Vou enviar os comentário pra ela ler.

Conto com vocês queridas! Por favor, levantem o astral dessa mocinha...
 * * *
ps.  no formulário de comentários, deixei mais informacoes sobre a pequena. Escreva umas boas verdades pra ela, please!!!!!!

19 comentários:

  1. Mande o meu post de ontem pra ela...

    http://confissoes-femininas.blogspot.com/2011/03/onde-esta-dignidade-feminina.html

    Acho que ali tá tudo que gostaria de dizer para uma mulher que está nessa situação.

    Pior é que tenho exemplos em volta de mim e as donas demonstram estar bem com a situação. Isso que me apavora...

    Beijocas

    ResponderExcluir
  2. Mocinha que precisa de ajuda, eu acho que você merece ser feliz. Não é porque você é mulher, não faço diferenciação entre homem e mulher quando se trata de felicidade. É porque você é um ser humano, e acredito que todo ser humano esteja na Terra para usar todo o seu tempo para ser feliz.

    Infelizmente, tem gente que não pensa assim, ou que faz questão de esquecer disso para não ter que ficar dando ouvidos à consciência. Me parece que o homem a quem você se dedica tanto está neste grupo. Se ele não se lembra de que você merece ser feliz, talvez seja a hora de você mesma lembrar e contar a ele. A Nina sempre fala aqui no blog sobre como a felicidade é feita desses pequenos momentos que vem no dia-a-dia, e eu acredito inteiramente nisto. Se mantendo assim, você está perdendo cada um desses momentos especiais, cada dia mais um pouco. Não vai chegar o momento em que virá a felicidade plena, e mesmo não a conhecendo, não queria que você chegasse daqui a alguns anos e percebesse isso ao fazer um balanço da sua vida. Há pessoas muito próximas a mim com as quais isto aconteceu, e ao olhar para elas, me parece a coisa mais horrível do mundo sentir que a vida poderia ter sido melhor se tivéssemos tomado as rédeas dela e feito de tudo para que fosse maravilhosa. Pensa na pessoa que você é e no quanto ela deve estar sentindo falta dos seus cuidados, do seu carinho. A gente sente falta do amor para consigo mesmo, acho até que é o que mais faz falta. Tenta reencontrar aquela pessoa que está perdida num outro que não reconhece sua importância.

    Neste momento, você tem o apoio de uma amiga maravilhosa e de um bando de gente que não te conhece, mas que só te quer bem. Talvez você não chegue repentinamente e decida mudar todo o modo como está levando seus dias por causa das palavras que estamos levando a você, mas já seria uma conquista muito grande se você as guardasse no seu coração. Se eu estiver falando bobagens, peço perdão e reafirmo que só quero ajudar com as palavras, que são tudo o que posso lhe oferecer agora. Te mando um abraço muito carinhoso e tudo de melhor que há na vida, que é o que está faltando :)

    ResponderExcluir
  3. Oi Nina

    Eu vivi uma situação como essa por longos dez anos da minha vida. Foi uma situação, que hoje eu vejo, totalmente absurda, pela pessoa que eu sou, que eu fui, que eu era.
    Inacreditável. A gente vai, aos poucos, se enredando nessa teia estranha, nesse poço sem fundo, sem final, onde a gente não vê nenhuma luz. Nenhuma saída. Eu fui me anulando, me substituindo por um personagem submisso e surreal, que não era eu em nada.
    Um algo inexplicável, e que eu não conseguia perceber. A consciência disso demorou a vir para mim, mas veio. Na época, não havia ninguém com quem eu pudesse conversar, nem mesmo uma única amiga, ninguém. Talvez por isso tenha sido tão difícil e demorado tanto. Mas a consciência sempre vem. Eu sei disso. Por mais, inclusive, que se pense que a situação é insolúvel e por mais que não consigamos ver a luz no fim do túnel.
    Ela sempre existe. Sempre vem uma luz, num determinado momento da vida da gente. Acho que esses períodos são uma preparação. Pelo menos para mim foi.
    Eu penso, hoje: "Se eu sobrevivi àquele sujeito, sobreviverei a qualquer coisa em minha vida."
    Isso te dá uma força inacreditável depois.
    Desejo que sua amiga se reconcilie com ela mesma! E sei que isso será no tempo dela. Mas vai acontecer, é inevitável!

    Beijos

    Carla

    ResponderExcluir
  4. Olá Nina querida, só me diga uma coisa: ela mora na Alemanha, ou em outro país europeu e é casada com alemao ou com europeu? Se sim, nao tem nada que se possa fazer! Conheci muitas mulheres, aqui, que vivem esta situaçao, já dei um milhao de conselhos, mas nao reagem, pararam de viver. Até eu e meu marido já brigamos com o marido de uma. Nunca mais!!!Elas nao enfrentam os maridos e nao exigem seus direitos. Medo? Cadê a força de determinaçao que a mulher brasileira tem? É triste, mas eu e meu marido formulamos uma teoria sobre isso e ficamos chocados. Elas escolheram vir para a Europa com eles, imaginavam uma vida feliz, estavam apaixonadas e eles? Só queriam uma mulher diferente das alemas para poderem controlar. Por que a mulher alema, nao é controlada por marido nenhum. Entao, eu sinto pela sua amiga, se ela nao abrir a boca e se impor, nao tem mais jeito. Agora, se ela é brasileira e mora no Brasil e o marido brasileiro, é diferente. Desculpe se nao pude ajudar, mas já tentei e muito ajudar estas mulheres mas parece que estao em coma!!! Beijos e uma ótima semana.

    ResponderExcluir
  5. Oi Nina bom dia !!!
    Muito difícil dar conselhos sem mais dados...
    Mas de uma coisa eu sei...chute o balde e vá a luta...amor aí não existe,muito menos carinho e amizade...pq quem ama cuida...seja no amor entre marido e esposa,seja entre amigos...quem ama cuida !!!
    Caso seja insuportável de pensar em viver sem as muletas...tbm seria bom procurar uma ajuda profissional,tipo psicologo para uma terapia ou mesmo um psiquiatra.Para dar uma alavancada ou mesmo uma boa sacudida...
    Depois desta ajuda,melhor seria estudar um pouco mais...ter uma profissão,fazer uns curso extras para se atualizar mais,procurar prazeres,aprender fazer outras coisas que a leve a ter maior contato com o mundo fora de casa...e assim quem sabe perceberá que aqui fora a vida é pintada com outras cores ... dar um passa fora mesmo,tipo eu sou uma pessoal especial...e tenho direito a MINHA VIDA...!!!
    Como disse no começo...é tão complicado querer ajudar sem maiores detalhes desta PRISão que ela mesmo se submeteu !!!
    Amiga da Nina,desculpe-me pelo mal jeito,mas estamos no século 21,minha querida,este comportamento é ultrapassado !!
    Agora me lembrei da mãe de uma amiga,que se anulou tanto q qdo o marido morreu,ela tbm queria morrer,não sabia nem como fazer uma compra no supermercado,fazer serviços em bancos,muito menos marcar uma consulta médica!!!
    Foi muito triste presenciar tudo isso !!
    Se ela está viva? Claro...e muito bem...descobriu as cores da vida depois de 50 anos de casada...quero dizer,de prisão domiciliar e de prisão emocional !!
    Não deixe isso acontecer com vc,minha querida!!!
    CHUTE O BALDE, A VIDA É DURA MAS É BELÍSSIMA !!!
    Beijo e boa semana.

    ResponderExcluir
  6. Ai Deus que maravilha! Meninas, obrigada... to babando nos comentários, obrigada, obrigada e obrigada! É isso mesmo, cada uma falou coisas iportantíssimas pra ajudá-la, ela sabe disso.
    Entao como a Vania falou, de fato, nao dei mts dados, entao vamos lá:

    ela é brasileira e mora no Brasil com um marido brasileiro, tem um um filho pequeno. Nao estuda e nunca estudou mt, mas tem mt vontade de fazê-lo. Comecou uma faculdade particular agora, mas nao sabe como vai pagar! Nao trabalha, porque acredita que o tempo com seu filho diminuiria consideravelmente. O marido a trata mt mal, mas tem vontade de se consertar, mas ambos já se acostumaram à vidinha vagabunda e "marromeno" que tao levando há aaaaaanos! Nao tem nada em comum um com o outro e a verdade é que já nao existe amor. Ela teve uma vida mais sofisticada um tempo e por isso mesmo, nao acredita que precisa trabalhar duro pra ganhar pouco. Mas está levando uma vida um tanto miserável, com ajuda financeira da mae. Ela é um ser humano MARAVILHOSO!! pensa no bem de todo mundo, é mt bonita, de corpo e de rosto, mas está mt descuidada ultimamente, gracas a pouquíssima autoestima que foi lapidada durante esses anos de martírio com esse homem. Ela nao enxerga a realidade. Acredita no antigo ditado: ruim com ele pior sem ele. Nao acredita em si mesma. Está a meu ver, mt acomodada com a situacao e com as migalhas que lhe estao jogando. Colocou o filho numa escola particular e nao tem como pagar. A comida que ela come, geralmente quem dá é a mae que se sente mt mal com pouca iniciativa dos dois. A geladeira vive vazia. O marido fica esperando cair milagre do céu e sonhando com trabalhos que vao render mt dinheiro mas pegar no pesado, nunca quis. Parece que ela tbm nao... mas ela já foi mt trabalhadeira, era daquelas de se admirar, pela beleza e forca de vontade, acordava cedo e ia dormir tarde e trabalhava bastante, sempre foi mt independente financeiramente. Nao sei o que houve com ela nesses últimos anos.

    Murchou completamente! Acreditem em mim qd digo, ela é uma pessoa mt boa, mas foi mt bombardeada contra sua autoestima. Está completamente cega.

    É isso. Agora vcs tem as informacoes. Podem falar à vontade! E de novo, mt obrigada!

    ResponderExcluir
  7. Independente de cultura,raça, credo ou o que quer seja, um homem que abusa de mulher(seja mental, psicologicamente, sexualmente, financeiramente)é um homem que só uma mulher pode aguentar: a mãe.

    Pronto, falei!

    Homem que faz a mulher infeliz e acha que ela não merece ser feliz é um infeliz de se ter ao lado. De que vale?

    ResponderExcluir
  8. Nina querida,
    Ouvi estes dias uma frase interessante: "Falar de mim é fácil. Difícil é ser eu."
    Dar um monte de conselhos pra Mocinha me parece fácil, mas eu não sei que laços são estes que a ligam ao seu marido... Seria comodidade? Amor? Falta de vontade de modar a situação?
    De qualquer forma, eu daria pra ela um único conselho: não aceite migalhas de amor. Você vale muito mais do que isto. E estude. Porque conhecimento é liberdade!
    Beijos!
    E Nina, obrigada pelo comentário carinhoso sobre a Nathalia! E minha Mana tá super bem e a familia toda muito feliz :)

    ResponderExcluir
  9. Oi voce ai! Alegria muitas pessoas a nossa volta pode nos dar, mas a felicidade mesmo esta com voce, na sua intimidade voce sabe todas as respostas para o que te aflinge, nao se engane, nao se faca de desentendida ao perceber que voce nao esta feliz, de a volta menina! Nos podemos te ajudar aqui, dando palavras de incentivo, mas so voce pode virar o jogo no tempo final. No final todos nos estamos sozinhos e se nao nos nao lutarmos para ter nossa felicidade, tao duramente um outro fara. Ter pessoas bacanas ao nosso redor e precioso, mas se esse nao e o seu caso, mude, tem solucao... se abra as mudancas completas! Isso te fara tao bem, voce tera um impulso tao grande, que tudo sempre possivel. Sua forca, sua energia vibrara tanto, que acredite, todas as moleculas ao seu redor iram conspirar ao seu favor! Sim! Acredite!

    So para terminar, vou falar mais ou menos sobre uma peca de teatro que assisti ha anos atras. O trecho era mais ou menos assim:

    Diga a Israel que marche, e a resposta que Moises ouve de Deus. O futuro existe se voces marcharem. O futuro nao esta ligado ao presente pelo corpo. O futuro esta presente pela alma. Marchem. A alma guiara o caminho seco atravez do molhado. Um homem que nao sabia nadar compreende a recomendacao de Deus e comeca a adentrar as aguas. As aguas nao se abriram num primeiro instante, somente quando as aguas ja esta a nivel do nariz e que elas se abrem. O mar vermelho nao se abre para o povo hebreu passar. O povo marcha, e Deus comovido com a confianca nele depositada, entao oferece passagem entre as aguas do mar.

    Bem, a peca de teatro foi a "A alma imoral", uma adaptacao do livro de um rabino.

    Entao e isso, tome seu risco, abre o seu caminho e seja feliz. Voce merece, pode ter certeza.

    Um beijo carinhoso no seu coracao,
    Chris

    ResponderExcluir
  10. Nina
    Eu fico agradecendo a Deus nestas horas por não ser casada.
    Acho que não toleraria nem um dia que me anulassem.
    com carinho MOnica

    ResponderExcluir
  11. Oi Nina,boa tarde !!!
    Nossa,mais surpreendente ainda,parece até novela,mas sei q é real. Agora minha querida,ela está vivendo,aliás hibernando !!!
    Ela está de mal com a vida mesmo, está sofrendo algum desvio psíquico mesmo,precisa de ajuda profissional urgente,e com certeza no momento será difícil de convence-la !!
    Se, ela não sofre nenhum tipo de tortura,chantagem e outros, tendo o apoio q está recebendo da mãe,continuo afirmar que ela tem que chutar o balde !!!
    Juntar as coisas dela e do filho e ir embora pelo menos pra casa da mãe,até pq já está senndo sustentada por ela mesmo,nenhuma diferença fará !!!
    Agora,acorda minha filha, a situação já está ruim financeiramente e coloca filho em escola particular ? Não entendi !!
    Matricule o filho em escola pública,e caso falem q não há vaga,explique a atual situação,c/ certeza encontrarão uma saida.
    E como foi fazer uma faculdade particular? Tbm difícil de entender !!!Humildade não é humilhação,lembre-se disso !!
    Nina,eu tenho comigo q qdo uma pessoa está até a cabeça afundada nos problemas,não conseguem mesmo ter alguma expectativa...mas qdo pessoas de fora conseguem ver outra realidade,um gesto...uma palavra...e até mesmo uma oração...já é de grande valia mesmo,pq assim a pessoa poderá ver q ela está errada,que a banda não toca desse jeito há muito tempo,e que nada cai do céu...tirando chuva e avião,neh mesmo?
    CHEGA DE SE MALTRATAR...CHEGA DE SE AUTOFLAGELAR MENINA !!!
    Estamos aqui nesta vida para sermos felizes, e o que está passando,nem de longe chega ao ideal...ACORDA !!!
    Aproveite e de uma sacudida no marido,que por sinal está sendo só no papel !!!
    Existe uma pessoa (filho) que precisa de bons exemplos,de amor e estabilidade emocional e racional !!
    QUERO TE VER BEM, desculpe pelas palavras, lá na frente vc verá q poderia ter mudado este quadro a muito tempo,mas nunca será tarde para um recomeço para vc e toda a família.
    Beijos carinhos, e CHUTE O BALDE!!

    ResponderExcluir
  12. Oi querida
    Como este tema é complexo, como mudar depende de se ver neste lugar (submissa) e querer mais para si.
    Eu tenho alguns posts que podem ajudar a refletir sobre isto entre eles Dependência emocional. Quem sabe sua amiga leia e reflita e se perceba assim.
    bjs

    ResponderExcluir
  13. Oi Nina,voltando...
    Agora sim,apareceu aqui uma pessoa com mais propriedade para falar...gostei !!
    É como eu disse,chega num ponto q só mesmo uma profissional para ajudar !!!
    E irei lá no blog pensandoemfamilia para conhecer !!
    beijo.

    ResponderExcluir
  14. Vania, tu é ótima, mulher, nao some nao viu?!!!! Gostei mt das tuas colocacoes.

    Aliás, de todo mundo. Todas falaram tudo o que ela tá precisando ouvir. Eu to ansiosa pra ela ler as dicas de vcs, vou tbm pegar o que puder de outros textos, passar no pensando em familia e juntar com o post forte da Dama de Cinzas. Aí, meter bala! Essa minha querida vai ter que acordar dessa lerdeza que virou a vida dela.

    Um beijo com carinho em cada uma de vcs: Dama, Carolzinha, Carla, Angela, Vania, Gi, Marcia, Chris, Monica e a menina do pensando em família! Mt obrigada!

    ResponderExcluir
  15. Oi Ninoca! Primeiro quero te dar um beijo bem grande, daqueles estalados, porque eu estava com saudade, e sumida daqui e também porque vc é tão querida e generosa que deu vontade de te mandar esse beijo especial.
    Quando a sua amiga, eu lamento a situação, mulher nenhuma, na verdade, ser humano nenhum merece viver algo do tipo. Tenho uma pessoa bem próxima de mim que vive a uns 15 anos uma relação doentia como a da sua amiga. Ela é casada mas nunca teve coragem de morar com o marido, mora na casa do pais, tem 2 filhos que estão crescendo carentes da presença do pai com forte tendência a melancolia, herdada da mãe. Acho que a pessoa tem que querer sair dessa. é lógico que ninguém quer de fato viver nessa situação de dependência emocional mas é preciso uma força grandiosa, que dê um basta e a faça sair dessa. É preciso ter coragem para assumir que acabou, não só pra si mesma para os que estão a volta, afinal não é nada fácil admitir para os outros que algo em sua vida não vai bem, que fracassou.
    mas ei, amiga da Nina, vc não é uma fracassada querida, vc tentou, se esforçou e se ainda não deu resultado depois de tanto tempo é preciso encarar a realizade e deixar a vida seguir seu curso. Pense que vc ainda pode recontruir sua vida, ser feliz e o mais importante, estar bem e confiante para passar esses valores ao seu filho. uma vez uma professora me falou o seguinte:às vezes vc quer muito aquele carro novo, ele é lindo, confortável, amplo, te faz sentir segura, mas vc sempre acha que não merece e fica com aquele ferro velho na sua garagem. Enquando vc não tirar o carro velho da garagem não haverá espaço para o carro novo entrar. Então libere esse espaço na sua vida. Se desfaça do que te faz infeliz e fique livre para conquistar o novo.
    É isso, boa sorte. Estamos todos torcendo pela sua felicidade!!! Força!!
    Bjus da Dani

    ResponderExcluir
  16. Nina, não acredito que alguém em sã consciência atualmente, possa ficar sem trabalhar e o marido também. Eu acho que ela está anestesiada contra a realidade. Você comentou que ela não era assim antes que era mais indenpendente e que trabalhava. Eu acredito que ela se acostumou à tudo e agora não sabe por onde iniciar, ela tem que dar um passo só um, que já será alguma coisa e parar de esperar coisas cairem do céu, porque isso não existe! Ele fez a auto estima dela ir parar no chinelo e tem que ser ela que tem que resgatar isso. Ninguém poderá fazer isso por ela.

    ResponderExcluir
  17. Nina, querida!
    Que assunto complicado, nem sei o que dizer e as amigas já disseram muito.
    Mas, uma idéia que ninguém deu e que você pode dar a ela, mostrar, incentivar é: criar um blog.
    Começar a ler e interagir com outras mulheres, quem sabe assim ela se enxerga ou enxerga seus problemas e acha a solução.
    Que tal? Muito ruim a minha idéia?
    Bem, eu tenho visto nestes quatro anos de blogosfera, algumas pessoas que mudaram muito depois que começaram a interagir com outras e conhecer melhor a vida pela leitura.
    um beijão querida

    ResponderExcluir
  18. Obrigada obrigada obrigada pelas palavras!
    E nao Beth, sua dica nao é nada ruim, mt pelo contrário! Vou fazer isso pra ela, pode deixar!

    Mts beijos procês meninas!!!

    ResponderExcluir
  19. Nina, ela tem que comecar a interagir e, assim, abrindo os olhos, aos poucos. Por que ela vive um caso em que se abrir os olhos, de uma só vez, tadinha, pdoe cegar.

    Nao vejo outro caminho para a redencao dela do que se nao for por amor...A ELA MESMA...

    ESTUDANDO FIRME...EU AINDA ACREDITO NA SOLUCAO QUE VEM DA CORAGEM, PEITO E RACA DE SE VIRAR NOS 30


    SORTE PARA ELA E UMA CERTEZA: QUALQUER UMA PODE CHEGA R A ESSE PONTO..DEUS NOS LIVRE A TODAS.ISSO NAO É COISA BOA.É ENCOSTO DOS BRABOS.

    ResponderExcluir