05/10/2009

Eu detesto a Nelly Furtado!

Vinda de uma esposa ciumenta, a frase acima poderia ser verdadeira e até assutadora, mas não é o meu caso.
Então eu passei a ser mentirosa? Meio verdade.
Quando o assunto é ciúme, acho que preciso treinar a mentira. Há muito tempo, eu desaprendi o que significa mentir. Criei uma aversão tão grande à mentira, que chega a ser patético. Já não pergunto mais se uma barriguda está grávida, não falo muito o que sinto em determinado momento, e passei a observar melhor o que falo já que falo só a verdade e como sei que às vezes, a verdade pode não cair bem, prefiro manter a boca fechada.
É claro que não detesto ninguém, muito menos a "pobre" da cantora canadense, mas é fato que ela anda me incomodando...
Meu ciúme não chega a ser tão ridículo e absurdo a ponto de ficar procurando defeitos naquela belezura de mulher, apesar de achar a voz dela muito chatinha, mesmo gostando de suas músicas... o problema não é a Nelly nem mesmo o marido que é apaixonado por ela, o problema é meu e está comigo. Eu pensava que não era cimenta, pra ser bem sincera, eu evito fazer uso dessa palavra, que por si só, parece vindo de gente paranóica, e você  corre o risco de ser chamada de mal amada, ou  aquela que tem baixa autoestima, que isso, que aquilo. Acho tudo isso um saco! O ciúme existe e por si só, é um fato, e não faz ninguém doente. É claro que existem ciumentos doentes, mas isso é outro caso, é outro tema, é outro assunto.
Mas como eu ia dizendo, eu sempre pensei que não era ciumenta, mas eu sou!!! E muito! Acontece que eu desenvolvi teorias próprias e truques que pra mim sempre foram infalíveis pra elimiminar o ciúme em mim ou pelo menos acalmá-lo. O que eu fazia e ainda faço?? Simples, eu não olho! Eu não procuro o olhar do meu marido quando estamos andando nas ruas,  nem olho pra mulher nenhuma que pareça no mínimo lindíssima por perto, e acima de tudo, passei a procurar as outras qualidades da mulher bonita ao meu lado, as características internas dela, e isso muitas vezes me ajuda a não ver muito o seu exterior maravilhoso e digno de inveja. Antigamente, ficava procurando defeitos, e como sempre havia defeitos, isso me confortava, com o tempo fui notando que isso beirava o ridículo, deixa a mulher bonita ser bonita, ora bolas, afinal, o belo é pra ser olhado. Não é mesmo??
O que eu passei a fazer, é conversar ou sorrir pra mulher bonitona na minha frente, elas afinal são seres humanos assim como nós, e não deusas. Ao tirar essas lindonas do pedestal, as coloco no mesmo nível que eu, e não me sinto mais tão feia ou inferior e o ciúme, (ou seria inveja??) vai pra cucuia. Simples assim. Tem dado sempre certo. Lembro de uma dia que havia uma mulher LINDÍSSIMA no ônibus em Manaus, eu sentei do lado dela, e dela vinha um aroma de tutti fruti. Ninguém se aproximava da mulher, mas eu perguntei  a ela se aquele cheiro adocidado era chiclete. Começamos uma conversa, e eu notei o quanto ela era simpática. Ou seja, caiu do pedestal da beleza impressionante e ficou como eu, falando de chiclete, faculdade e coisa e tal. Minha irmã ficou horrorizada, como afinal eu pude me aproximar daquela metida que tava se achando a mais bela do coletivo??  (Coletivo, ahahaha... coisa mais velha...)
Mas quem se acha superior e inferior na situação?? É quem julga, é ou não é?
Ouvi de um egipício e mulçumano, claro,  que novas pesquisas descobriram que comer carne de porco faz a pessoa ficar insensível ao ciúme. Ele falava que é por isso que os ocidentais não ligam pras suas mulheres (aahh e eles sim, né??). Mulçumanos, como vocês devem saber,  não comem carne de porco, e como vocês também  sabem, as mulheres cobrem os cabelos, e muitas delas, o corpo todo, com suas famosas burcas. Cheguei a ver mulheres totalmente cobertas num calor de 50 graus, que até luvas usavam!!

O homem  dizia que ter ciúme é fundamental numa relação! Eu quase cai dura, porque isso vai contra todos os meus princípios, ou pelo menos, ia.
To vendo que a Nelly tá sendo a minha vítima preferida, nas minhas descobertas mais recentes... Mas com relação aos mulçumanos, eu cheguei a uma conclusão que pode parecer bem idiota,  as mulheres usam burcas,  porque elas pertencem aos homens, que são por demais ciumentos. Esta é a minha teoria, a mulher usa burca porque é propriedade dos homens e só pra eles devem ser mostradas, só por eles elas devem ser observadas.
Não vejo outra razão pra uso daquela coisa. Apesar de não querer criar problema com fé de ninguém aqui nesse blog...

Mas enfim, como o tema não é religioso, quem tiver outra teoria ou melhor ainda, dica pra conter o ciúme, fique à vontade pra comentar, a mais nova ciumenta de carteirinha aqui agradece.


Mas mesmo não sendo fã, e achando a voz muito chata, até que a linda mocinha canta algumas vezes bonitinho, né?! E justiça seja feita, parece super simpática!

17 comentários:

  1. hahahahhaq
    Dona Ninoca!
    Eu sou super ciumenta e passional do tipo "se te pego com outra te mato, te mando umas flores e depois escapo..." hahahahahah
    Mas sei lá, nunca tive ciúmes de mulheres lindissimas, o que me tirava o prumo(e ainda tira) eram mulheres inteligentes, ai que raiva que me dava, e não tinha ciumes do maridones não, tinha ciumes do raciocinio alheio(que vergonha admitir...), dá para acreditar?
    Na verdade tenho ciúmes do maridones em outros aspectos, a maioria dos clientes dele são mulheres, empreendedoras, diretoras, gerentes e donas dos "narizes", o que me causa um desconforto porque sou(mesmo trabalhando fora)mãe e dona de casa, essa é minha função e o que sei fazer bem, o resto eu engano bem heheheheh, e essas mulheres normalmente, são menos atraente fisicamente do que eu, que ainda bato um bolão(cadê a modéstia?), mas e a independência? O controle da situação? O poder? Morre de ciúmes disso e não é inveja não, é ciúmes mesmo, as vezes maridones chega em casa empolgado com uma atitude dessas mulheres, de como elas se sairam bem de uma situação adversa e eu me mordo por dentro...
    Fico ali parada vendo a admiração dele por elas. Mas disfarço tão bem que ele nem se dá conta.

    Eu gosto da Nelly, mas se ela te incomoda vou colocar ela na minha listinha negra hahahahahah

    Beijins:*

    ResponderExcluir
  2. Ahahaha, tu sabe Soninha, que só por colocar pra fora esse sentimento aqui, já to me sentindo melhor?? E já até passou a raiva dela???
    Agora, vai, mulher mt inteligent e'um abuso mesmo, teve uma época que eu sonhava em ser a Marilia Gabriela, ohh mulher show de bola, menina!!!
    Tem coisa mais bonita do que mulher inteligente e decidida???

    ResponderExcluir
  3. Olá Nina !
    É assim mesmo, acho que todo mundo tem uma pontinha de ciumes, afinal quando a gente gosta né?
    mas em off não é despeito e sim gosto: não acho a Nelly Furtado bonita não!!! rsrsr!! e muito menos a voz...então amiga na minha opinião com ela vc não precisa se preocupar.
    beijo grande sempre!!!
    b

    ResponderExcluir
  4. Eu morria de ciume do papai. Mas se voce perguntar a cada uma de nós de quem ele gostava mais. cada uma vai responder que é .
    E para cada uma ele tinha uma palavra de alivio.
    Mas ciume de verdade, nunca tive.
    Com carinho Monica

    ResponderExcluir
  5. Nina,

    Já fui muito ciumenta, possessiva mesmo. Mas com meu marido, sempre foi muito light. Ele sempre me passou muita segurança e no namoro, não podia haver homem mais apaixonado. Se contar, ninguém acredita nas coisas que ele fazia pra mim. Depois que casamos o ciúme tem passado por fases, às vezes mais, às vezes menos. Agora está em baixa. Engraçado que não aumentou na gravidez nem no resguardo. Acho que estamos numa fase meio morna, curtindo muito o filhote e o casal está meio em segundo plano...

    bj

    Ivana

    ResponderExcluir
  6. Você tinha falado uma vez sobre ela e eu achei tão engraçado porque na minha cabeça você não sentia ciúmes.
    Bom, você sabe que sou bem ciumentinha,mas melhorei MUITO, Fabinho que sabe bem disso, rs! sofria tanto coitado...
    Acho que ciúmes é super normal, afinal, no fundo a gente quer que nossos amados olhem só pra gente, né não?
    E você bate maior bolão Ninoca!

    ResponderExcluir
  7. AHAHAHAAHAHAHA...

    Nina!!! Você consegue desenterrar o melhor e o pior em mim..rsrsrsrsr...Vou confessar, como a Soninha. Eu ODEIO uma cliente aqui do escritório porque acho que ela é muito oferecida e super simpatiquinha quando o meu maridones a está atendendo ou por perto...Exagerada um pouco, sabe??? Meu ciúme é mais assim, de gente mais próxima...Pior, né????rsrsrsrsrsrsrsr...

    Não estava conseguindo comentar aqui, a janela de cometários não abria, o que estava acontecendo??????????

    Beijo!!

    Rê.

    ResponderExcluir
  8. Olá Nina!

    Ter ciumes dela mulher!
    Que é que ela tem que tu não tens???
    Deixa-te disso linda!

    Um beijo enorme de Portugal!

    ResponderExcluir
  9. Ciúmes...em excesso só prejudicam, mas uma pitadinha até anima.
    A Nelly é luso-canadiana (ou canadense como se diz no Brasil) e vem cá a Portugal muitas vezes. É das ilhas dos Açores.

    ResponderExcluir
  10. Nina, adorei o seu ponto de vista sobre ciúmes e sobre relacionamentos em geral.
    Vc é fera!!! :)

    Sobre o livro, combinadíssimo! Qdo eu recebê-lo da Nina, eu leio e te mando de volta sim!

    Beijocas!

    ResponderExcluir
  11. Já lestes ... Humano, Demasiado Humano de Friedrich Nietzsche?
    Beijos muitos!

    ResponderExcluir
  12. Oi, Nina. Já fui muito ciumenta e já passei da fase. Acho que a gente tem uma fase, não sei. Só sei que abominava meu ciúme, sofria e fazia o marido sofrer. Agora, sempre tive ciúme das mulheres próximas, as que eu podia tocar, não tive de atrizes, cantoras, etc. Fato é que só achava defeitos nelas, então devia ser ciúme, sim.
    Sabe quando as coisas se inverteram e meu marido é que ficou ciumento? Quando eu "fingia" que não estava nem aí, e elogiava a pessoa motivadora do meu ciúme. Quando ele percebeu que já não "me provocava" ciúmes, virou pro meu lado e ele é que começou a me "infernizar".Rsrsrsr
    A melhor maneira de não sentir ciúme é nos valorizar. Ele está é com você, né? Não com as outras.
    Bj

    ResponderExcluir
  13. Nina, eu também não me considero ciumenta (hoje em dia), mas tenho meus fantasminhas... Aliás, cuido pra que eles fiquem bem quietinhos, trancadinhos na minha "gaveta" identificada com a frase "nada me acrescenta". Mas confesso, que se um fato mexe com eles - os fantasmas - é difícil colocar todos de volta no lugar... E mesmo que por um breve momento soltos, eles fazem a maior bagunça...
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Laura (sim, a letras são pequenininha no PC da escola também!)7 de out de 2009 12:30:00

    Ué, ciúme não deixa de ser uma coisa saudável numa relação, né?

    ResponderExcluir
  15. Pois é Patti, eu sei que ela tem ascendencia portuguesa, eu acho até melhor eu me explicar aqui, né?? vai que por um acaso, a cantora vem parar aqui e lê isso, uuii, que horror..

    Olha Nelly, desculpa ai tá?? não é nada pessoal, nada contigo não, viu??? Eu gosto das tuas músicas,tá?? :) Inclusive já te vi num show e adorei, dancei um monte!!!!


    Bjs em todos :)

    ResponderExcluir
  16. Oi, acho que é a primeira vez q comento... sobre o Islã, vc tem a visão que a maioria das pessoas tem mesmo por não conhecer... e uma coisa é burka (de afegãos talebans, mas cultural do q religião), outra é o motivo da mulher ter obrigação de usar o véu q cubra os cabelos. Se quiser dá uma olhada no meu blog, sou casada com um egipcio e vc pode aprender algumas coisas. Eu sou muçulmana e não uso véu no Brasil pq aqui as pessoas sim são preconceituosas, nem no meu trabalho poderia usar o que pra mim é de direito, mas isso é outro papo.
    Sobre a mulher se cobrir, não tem nada de ser um objeto, mto pelo contrário, ela não mostra justamente pra nao ser julgada fisicamente, mas somente pelo seu intelecto!! e os homens tb nao podem ficar andando sem roupa ,é um jogo mútuo. A mulher ocidental é que, em nome da liberdade, vive presa à escravidão da estético, no medo da traição por uma mais bela e jovem, assim por diante... Bom, vou te visitar mais vezes!! bjs

    ResponderExcluir
  17. Bem artificial ou não , eu com esta mulher ( nelly furtado) era capaz de casar tres vezes ou mais. Eu amo-a. Para mim é a mulher mais bonita ,natural, sensual, simpatica, estrovertida, versátil, determinada, inteligente, e humilde.
    M.A.

    ResponderExcluir