20/09/09

Blogagem Coletiva: Uma Carta para Mim

Esta postagem faz parte da blogagem coletiva organizada pela querida
Elaine Gaspareto


Querida Nina,

primeiro gostaria de te dizer que amei brincar com você, suas irmãs e seus amigos ontem. Voltei no tempo literalmente e foi uma delícia pular corda, amarelinha, brincar de cabra-cega, esconde-esconde, sair correndo de patins, e tudo isso, sem ter medo de me machucar. Foi bem divertido e muito agradável te ver novamente.
Sim, novamente querida, porque ontem aconteceu uma mágica no tempo, me foi permitido te reencontrar e aproveitei pra escrever esta cartinha pra ti, porque tenho dificuldade em falar, gosto mais, assim como você, de escrever. É mais fácil não?? Tenho certeza de que você não vai se assustar, já que vive pensando em coisas mágicas, não é?
Pois é, eu voltei no tempo só pra poder te fazer um carinho de novo, abraçar a sua alma, te dar um beijinho, ver teu sorriso e te dizer algumas coisas que eu acho importante.
Quando te vi no jardim ontem, eu sabia que era ali que eu iria te encontrar, já que o jardim é o teu lugar preferido. Te vi conversando com as árvores do jardim da sua mãe, com a tua mangueira velhinha e que tem uns frutos tão gostosos... Você estava tão pensativa, então como eu sabia o que você estava pensando, corri pra chamar a Cristiane, o Macedinho e as tuas irmãs pra gente brincar junto. Oooohh como foi bom te ver alegre de novo, como toda criança deve ser.
Nina, ter 13 anos não é muito fácil, eu sei disso. Tudo está acontecendo a sua volta e você não sabe muito bem como agir. Você tem vergonha de muitas coisas e parece que todo mundo sabe mais coisas que você, ou as meninas são mais bonitas que você, mas olha, é só impressão, viu?! Todo mundo, no fundo no fundo, é mais ou menos igual, tem os mesmos medos e as mesmas dúvidas. Você vai perceber isso depois de um tempo, não se preocupe.
A vida vai parecer às vezes, muito complicada de ser entendida, você vai passar por algumas perdas também, pessoas que você muito ama, vão precisar partir, e você vai sentir falta delas ainda por muito tempo, mas saiba que essas pessoas apesar de muito te amarem, realmente precisarão partir. Sabe quando você faz uma lição de casa da escola muito difícil e se sente aliviada quando acaba?? A partida de algumas pessoas é assim, elas já fizeram tudo o que tinham pra fazer na terra, então, elas vão, seguem aquela nuvem e vão. Mas outras virão e você vai se sentir também muito querida e vai amar muito. Então, não chore tanto. Não passe muito tempo dentro do seu quartinho chorando, tente não pensar muito nas coisas ruins, elas acontecem porque simplesmente tem que acontecer. Eu poderia te dizer pequena, que você deveria gritar em alguns momentos, sabe?? Você deveria gritar quando estiver escuro e o bicho papão entrar, mas se eu disser isso vou alterar a sua vida. Porque as coisas acontecem, de forma que você tire um aprendizado delas. E são essas coisas que vão fazer de você uma pessoa vivida, crescida e que realmente aprendeu. Tem coisas Nina, que a gente só aprende, vivenciando. Você definitivamente, não vai passar pela vida como alguém apagado e sem ânimo. A vida fluirá dentro de você de uma forma muito intensa, você vai amar muito e o amor vai estar sempre presente em cada momento da sua vida, mas esse amor vai te fazer sofrer um pouco, mas é aí que entra o teu aprendizado, você vai saber como lidar com ele porque você vai crescer, juntando os pedacinhos que vão sobrar de ti. Porque, vão te fazer mal pequena, vão te levar ao chão, vão pisar na tua alma, vão sim... alguns homens farão isso com você, mas até nisso, você vai se sair bem e não guardará ódio de ninguém, porque o amor dentro de você é muito maior do que tudo isso que te vai causar dor.

Algo que você deve guardar muito guardadinho dentro de você, é o seu caráter, a sua dignidade. Não a entregue a qualquer pessoa, procure se dar valor, se ver merecedora de amor. As coisas que te acontecem hoje não são culpa sua. Você não tem culpa Nina, nunca esqueça disso, você não tem culpa alguma!! Grave isso, definitivamente em seu coração! Algumas pessoas são malvadas porque elas não aprenderam como fazer o bem, não tiveram amor dentro de casa, não foram amadas quando crianças... por isso, elas fazem tanto mal às outras. São elas pequena menina, que tem culpa, e não você! Por isso, se você quiser gritar, grite! Grite o mais alto que puder, alguém poderá te ouvir. Acenda a luz, desligue a maldita música que faz todo mundo surdo ao que você quer dizer, e diga não! Diga não pequena...

Mas como nem tudo na vida, são dificuldades, você terá uma vida repleta de coisas bonitas, você vai manter o seu sorriso bonito pra sempre, vai pensar só em coisas boas, vai amar o belo, vai ser meio chorona, e tudo o que é muito bonito vai te levar as lágrimas, você vai ter um bocado de bons namorados, e vai casar com um príncipe de cabelinhos cacheados e olhos azuis, vai realizar todos os seus sonhos! Vai ser muito feliz!! Muito!! Mas antes dessas coisas acontecerem, você vai até pensar que não é merecedora da felicidade, mas olha menina, o tempo vai te mostrar o quanto ele é sábio. Acho que no fundo, esse é o mais importante recado meu pra você hoje, acredite que o tempo cura as feridas. Deixe-o simplesmente passar, mas não esqueça de fazer a sua parte. Dê tudo de si mesma, lute, batalhe, faça o bem, e você verá seus sonhos realizados um por um, no tempo certo! Tenha paciência.
Ah, uma notícia linda: você vai ter filhos. Sim, vai ter, e ser mãe será a coisa mais linda no mundo pra você, porque todo o amor que você pensou que não tinha quando menor, vai perceber a existência dele quando seus filhos nascerem. E eles, ahhh, eles vão ser maravihosas crianças. Tão maravilhosas que você não pode imaginar agora, com os teus 13 aninhos...

Tá vendo pequena?? Uma vida cheia de emoções e beleza é o que você terá. Portanto, sorria! Você vai passar por ela muitíssimo bem. E vai ter muito orgulho um dia, por tudo o que você conquistou e aprendeu, por tudo o que você é e foi. E vai sair mais forte de cada batalha vencida.
Porque você é uma menininha muito especial!
Papai do céu, sua mãe, sua avó, seu pai, e seus irmãos amam muito você, e eu, agora, que eu cresci e notei quem você é realmente, amo muito, cada vez e mais fortemente, você pequena.

Um abraço bem grande, cheio de carinho e amor. Até a próxima.

Ps.: Estou enviando pra você a foto que fiz de vocês ontem. Na vila militar... entre amigos e irmãos queridos. Pra guardar no coração pra sempre.

Com muito amor
Nina

32 comentários:

  1. Nossa Nina, que carta linda...

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Nina, não sei se foi assim pra ti, mas escrever esta carta mexeu com minhas tripas... Como eu queria realmente voltar no tempo e me dizer o que acho importante saber... Como queria... Sabe Nina, eu ainda não sou mãe (e talvez nem seja mais). Esperei muito, eu acho. E tb sempre tive um medo doido de repetir com meus filhos o que aconteceu comigo. Meu Deus, como eu queria poder medizer a 20 anos atrás que tudo isso é besteira!! Ah, esses medos, essas crenças...
    Que maravilha a sua carta! Esse domingo, pra mim, será um domingo de muitas emoções.
    Beijos Nininha!

    ResponderExcluir
  3. Nina,
    Se você soubesse a vontade que me deu de abraçar a Nina menina!
    Aos 13 anos! Quanta dor cabe nos nossos 13 anos, quantas dúvidas.
    Mas apesar do tanto que me fez chorar eu estou feliz pois sua carta só confirma algo que eu já sabia: você venceu. Tudo.
    Muito obrigada por dividir comigo. E a foto, na maneira como foi colocada me deu mesmo a sensação de volta no tempo...meio mágico.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. NIna que carta linda. Eu estou achando que escrever essa carta está sendo uma grande terapia para muitas na blogesfera;

    Muito bom.

    ResponderExcluir
  5. Nina, minha linda, já comecei a chorar antes de terminar de ler....
    Vou voltar e ler depois...estou tão emotiva...tão linda....adorei !

    ResponderExcluir
  6. Oi Nininha:)
    O tempo passa mais rápido do que eu gostaria, e quando me dou conta já é domingo e eu não me dei um tempinho...

    Linda sua carta, e eu que também sou meio chorona, chorei com um sorriso ao ler a parte dos filhos, ô criaturinhas pra mexer comigo viu?

    Adoro cheiro de livro antigo, dias atrás estava falando com a Amanda e ela falou que só gosta de cheiro de livro novo(enjoadinha né? hihihi), e os meninos do futebol? Gosto mais dos negões hahahahahahah(ô coisa a toa!)

    Beijins e qualquer hora eu volto de vez porque ando sentindo muita falta e sozinha...:****

    ResponderExcluir
  7. Nina,

    essa blogagem mexeu com nossos sentimentos... estou adorando participar. Parabéns pela postagem... emocionante!

    Também estou participando... Se puder, dá uma passadinha, gostarei da tua visita!

    Bjs.
    Dalva

    ResponderExcluir
  8. Menina Nina,

    Essa carta te dá a certeza de que você se tornará uma mulher maravilhosa, cercada de sonhos maravilhosos e com muitas surpresas boas para te acompanhar pelo resto da vida...

    Beijos!!!!


    Rê;

    ResponderExcluir
  9. Uma época de plantar outra de colher...
    Adorei a fotografia, Nina!
    Beijos muitos!

    ResponderExcluir
  10. Que delícia seria se pudéssemos voltar no tempo, na nossa infância e brincar, sem preocupação alguma, com o coração cheio da doçura e inocência que esta fase das nossas vidas nos propiciam...
    Os 13 anos, o início da adolescência é complicado pra todo mundo, pois tendemos a nos achar uns patinhos feios. Mas o tempo faz com que encontremos as respostas que tanto procuramos nesa fase.
    Mas o melhor é saber que quando mais sabemos, menos entendemos as coisas, mas devemos viver com muita dignidade, sempre, como você disse!
    E que linda foto! Saudosa demais!
    Esta blogagem serviu pra descobrir blogs maravilhosos, como o seu, tanto que passarei a segui-lo!
    Bjs, querida, e parabéns pela belíssima participação na blogagem da Elaine!

    ResponderExcluir
  11. Amei a carta Nina. Precisamos nos acolher, nos perdoar e nos amar imensamente para que esta vida maravilhosa flua dentro da gente. Sua carta me deu a impressão que você conseguiu alcançar estes 3 objetivos de forma muito bonita e serena (mesmo que às custas de dor e sofrimento). Parabéns minha querida!

    ResponderExcluir
  12. Oi Nina,
    amei tua cartinha!!! Deu vontade de escrever uma também, mas ainda etou pensando. Se eu escrever te aviso!
    Parabéns por esta pessoa tão bonita que tu és, adorei te "conhecer".
    Muitos beijos e felicidades pra ti e tua família

    ResponderExcluir
  13. Bela carta..
    voltar ao passado as vezes é bom e vc voltou perfeitamente..com alertas importantes...
    adorei a foto..tenho muitas assim...que nem sei aonde andam...fiquei saudoso..
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Linda,linda Carta!!

    Fotos...adoro fotos...tempo congelado!

    Bom Dia Nina!!
    Ótima semana!!

    Thaís M M

    ResponderExcluir
  15. Nina,

    Fiquei emocionada com a sua cartinha. A gente vai ficando mais velha e as lembranças do passado mexem cada vez mais com a gente. Acho que a gente passa a vê-las sob um novo ângulo, muito melhor, eu diria. E mais suave.

    Tive uma infãncia muito feliz, apesar de todas as dificuldades, principalmente as financeiras. Mas adolecência, infência, foi muito difícil, principalmente por causa delas.

    Imagine, era magrela, perna fina, usava óculos de grau, e era pobre, mais pobre do que todas as minhas amigas. Tinha vergonha, muita vergonha, de ser como eu era. Mas como você, "vim, vi e venci". Conquistei todos os meus sonhos, estudei, me formei, trabalho no que gosto, vivo confortavelmente, casei com o homem que eu queria (depois de ter beijado muitos sapos, e ter sofrido com eles), e agora, o melhor de tudo, a suprema felicidade, me tornei mãe.

    Deu vontade de escrever uma cartinha pra Ivana, aquela menina de 13 anos que se achava muito feinha e desengonçada, mas que, no fundo, sabia que no final tudo ia dar certo. E deu!

    bj

    Ivana

    ResponderExcluir
  16. Nina, quanta doçura na sua carta!
    Parabéns pela participação!
    Beijão

    ResponderExcluir
  17. Nina,
    Que beleza a sua carta!
    Sabe o que poderia ser o mote principal desta carta? A esperança.
    Pois com ela escrita, passa a quem a lê muita esperança no seu futuro e pode aumentar a auto-estima de muitas garotas.
    Adorei!
    bjs cariocas

    ResponderExcluir
  18. Que linda a tua carta e a tua história.
    Parabéns por ter conseguido superar as dores desta vida.
    Parabéns

    ResponderExcluir
  19. Que carta mais linda!!! De coração, me cativou, maravilhosamente simples e fascinante! felicidades! bjinhos da Madrasta!

    ResponderExcluir
  20. Eu fico imaginando se a gente tivesse recebido essas cartas no passado... teria sido mais fácil... mais dificil... teriamos nos acomodado com a certeza de que tudo ficaria bem? Ou teriamos batalhado do mesmo jeito para tuto ficar bem?

    ResponderExcluir
  21. Esta é minha primeira vez aqui.
    Amei a carta. Realmente é uma terapia esta blogagem.
    Beijos querida!
    Nice

    ResponderExcluir
  22. Texto perfeito, me emocionei, abracei você e me vi na maioria das vezes, numa vida que nem a sua, atitudes que nem a sua, dores e amores iguais.
    Acho que Deus nos dá a recompensa.
    É tão bom ter você pra entender tantas coisas que se passam dentro de mim e ter cada dia mais a certeza de que tudo vai ser lindo, que as dores serão cicatrizadas e eu terei um lindo jardim.

    Te amo

    ResponderExcluir
  23. Sim amiga, vc é muito especial, muito linda por dentro e por fora. És unica.
    Realmente, mereces toda felicidade do mundo.

    Essa cartinha me emocionou muito.
    Bjus amiga

    ResponderExcluir
  24. Nossa que emocinante! Amei, acho que vou fazer (mas soh pra mim! hehehe)

    ResponderExcluir
  25. NINA..
    MARAVILHOSA... VC E SUA CARTA.
    PARABÉNS!!
    UIVOS DE ALEGRIA E EMOÇÃO.
    BJKAS EM SEU CORAÇÃO.
    VAL DO UIVO DA LOBA.

    ResponderExcluir
  26. Olá Nina,

    Parabéns!

    Muita emoção na tua carta, mas parece que foi geral, não é!

    Beijos de Portugal!

    ResponderExcluir
  27. Parabéns Nina,
    Uma carta cheia de emação, realmente mereceu estar entreas finalistas. Como não deu pra passar aqui antes pra conferir tua carta, esta foi uma ótima oportunidade.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  28. Nina, não pude conferir os participantes antes. Hoje estou lendo os finalistas e sua é minha preferida. Maravilhosa, como seus textos sempre são.

    bjs

    ResponderExcluir
  29. Olá...bom dia, achei uma bela iniciativa esta blogagem coletiva...e o tema mais ainda, por isso lendo alguns dos classificados para poder votar...parabéns pela forma leve com que narrou sua carta...um abraço na alma...gosto muito de fotos antigas...valeuuu..boa sorte

    ResponderExcluir
  30. Nina,

    Tenho certeza que vc. não esperava me ver por aqui. Decidi checar pra ver o que andava acontecendo com vc. A carta é tão você e me sinto feliz por ter compartilhado muito disso com vc. Compartilhei seus medos, suas dúvidas, seus problemas, seu esforço para terminar a faculdade, seu parto. Sempre acreditei em que você iria conseguir, mesmo quando vc. duvidou de si mesma. E vc. conseguiu! A cada dia te sinto mais feliz, mas realizada. Em 30 anos ou mais de amizade as histórias são muitas. Apesar da distancia, estou sempre perto acredite! Você está no meu coração e nas minhas preces todos os dias. Beijos.

    ResponderExcluir
  31. I seldom leave comments on blog, but I have been to this post which was recommend by my friend, lots of valuable details, thanks again.

    ResponderExcluir