04/08/2009

O tempo voa

Você já parou pra pensar em como o tempo tá voando?

Na verdade, não sei se ele tá de fato mais rápido ou é apenas impressão nossa, até porque eu lembro exatamente dos comentários que minha mãe e as mulheres mais velhas da família faziam e eu repetia com a mesma veracidade que elas, lá pelos meus 20 e poucos anos: "Nossa, o tempo tá voando, reparou como esse ano passou muito mais rápido que o passado??" Lembro inclusive que antes dos tão esperados 15 anos, parecia que os 15 nunca iam chegar e, depois que eles chegaram, nada aconteceu, eu fiquei me sentindo a mesma, nada mudou, apenas me foi permitido apresentar alguém lá em casa pra minha mãe aceitar que eu namorasse de porta, apesar de que essa regra de namorar só depois dos 15 eu desobedeci, namorei antes dos 15, de tudo, menos de porta. Mas o fato é, depois dos 15, passou tudo muito rápido, cheguei muito rápido aos 18, dia que esperei chegar varando a madrugada, sozinha em casa, me determinei a esperar o dia amanhecer, olhando pela porta de vidro do apartamentinho que morávamos, perto da Ponta Negra, lá numa Manaus ainda não tão grande assim, tinha finalmente 18 anos! Desde então, não parei mais de repetir a ladainha, "nossa, como o ano voou". Hoje to com 37, ainda esse mês, faço 38! 38 anos! Meu Deus, que loucura, daqui a dois anos eu terei 40!

Eu com 40 anos! Gente o que é isso? Alguém pode me explicar como pode algo passar assim tão rápido?
Mas aí, eu preciso pensar nas coisas que eu pensava bem, bem antes dos 30: "Eu não quero chegar nos 40 ou mais e olhar pra trás, e ver que não construí nada..." Eu tinha tanto medo de passar pela vida assim, como tantos passam, despercebidos de si mesmos...

Mas peraí, eu construí sim.
Eu me formei numa universidade federal, um sonho antigo, tive dois filhos lindos que só me dão alegria, que são tudo o que eu pedi a Deus, plantei árvores, muitas, já enchi a cara de cerva, já realizei muito sonhos, já casei, já descasei e casei de novo. Saí de um situação devastadora, num casamento triste, saí vitoriosa, quando todos me viam como a mais pobre e coitada das criaturas, levantei e ergui minha cabeça, quando fui muito maltratada pelas circunstâncias, fui pisoteada, tive minha alma constantemente pisoteada, tive uma infância linda de viver, mas também duríssima!! Passei por situações tão constrangedoras, que acho até que Deus me ohava lá do alto e sentia pena, gosto de escrever e de ler e ainda vou fazer um pequeno livro em apenas dois exemplares, pra dar pra minha mãe e meus filhos, com histórias das quais eles fazem parte (se der certo a ideia da Marcinha), não fumo, bebo de vez em quando e quero ser uma vovó bem legal, meu marido é um amor e chego até a acreditar que ele é minha alma gêmea reservada por Deus, tenho amigos sinceros e companheiros que me querem bem, e estão há muito tempo do meu lado e estou de braços e coração abertos para os novos amigos também, adoro dançar, ouvir música, viajar, aprender e quero ser cada dia um ser humano melhor. Esse é meu objetivo na vida.

E estou chegando aos 40...
Sério, hoje eu to de boca aberta com esse fato.
Em dois anos, eu terei 40, se Deus permitir.
To sim, to de boca aberta com esse fato, que só notei hoje, ao ler o post da Elaine sobre nossas idades.
40! Como o tempo voa...
* * *


Cansei daquele template muito meiguinho, eca!! Azul bebê é demais pra mim...

15 comentários:

  1. Nina minha flor, quem está chorando agora sou eu...
    Fiquei feliz por você ter gostado do post e que ele te trouxe boas lembranças, fiquei muito emocionada com você viu?
    Bjokas querida.

    ResponderExcluir
  2. Nina vendo o seu post, hj e conseguentemente fui lá na Elaine,se eu chegar onde vc chegou, depois de toda a sua luta na vida posso dizer que vc é uma vitoriosa, e se eu chegar lá, pq sei que estou no caminho certo eu tbm serei vitoriosa!!
    beijo te adoro!!

    ResponderExcluir
  3. Nina o mp3tube esta com problema né ?
    tive tbm que improvisar...no bloga da Lara....
    aff!! será que saiu do ar?

    ResponderExcluir
  4. Ué! Não tinha visto o post sobre a Suécia :( Num entendi pq num vi.

    Um dos meus maiores medos é olhar pra trás e ver que não valeu a pena, que não fiz nem metade do que poderia ter feito.
    Normalmente não fico pensando na minha idade, mas hoje, pela manhã, no caminho ao trabalho, parei na calçadA e veio o pensamento sobre a idade e que ano que vem faço 25 anos, ou seja, quase 30...
    A minha vida está longe de ser como eu quero e tenho medo dela não mudar, tenho medo de não ter dinheiro suficiente pra viajar, conhecer o mundo...São tantas angústias quanto a isso, né?
    Espero poder chegar quase aos 40 e dizer: valeu a pena, fiz o que pude e venci a batalha que é a vida.
    Pra mim você é uma vencedora, você sabe o quanto me espelho e te admiro.
    Eu tinha quase certeza que era dia 15 seu aniversário, ainda bem que não foi uma certeza total, rs!

    Amo-te

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Antes de chegar ao fim do post eu pensei o tempo todo: "Nossa, como a Nina hoje está na mesma vibe que eu!" Depois entendi que para minha honra o meu post meio que serviu de inspiração para este. Será que algum dia eu vou conseguir colocar as palavras assim, como você, com tanta clareza e tanta emoção que arranca lágrimas? Sim, me arrancou lágrimas e arrepios.
    Quando é seu aniversário? O meu é em 15/09.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Sei bem como é essa sensação... estarei quarentando esse mês hehehe
    Beijão

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Querida Nina,
    ops,

    Leonina! rs

    Como é bom olharmos pra tras e nos orgulharmos da nossa história!!

    Orgulho de nascer no mesmo mês que vc, mês de mulheres guerreiras, fortes...

    E pelo que vc deixa transparecer, vejo que soube e ainda sabe fazer toda a diferença em sua geração.

    Suas postagens, seus desabafos revelam uma mulher tão articulada, disposta e preparada pra viver todas as situações da vida, sejam elas boas ou até mesmo ruins.

    Sabe,se eu puder chegar aos 40 com toda essa sua maturidade e modo de ver a vida, já estarei muito feliz!

    um grande beijo pra vc,

    Inge

    ResponderExcluir
  9. Nina,
    Você, certamente, chegará a esses 40 muito bem e feliz. Eu já os ultrapassei em mais 16 e também o sou, pois tudo o que fiz não me arrependo, tudo o que não fiz ainda pretendo e agora, tô fazendo o que posso e dá. O importante para não pensarmos que o tempo está simplesmente passando rápido, é marcarmos as datas com festejos, vibrações e de um modo que sejam sempre lembradas como vivemos e fomos felizes.
    um beijo carioca

    ResponderExcluir
  10. olá passei pra fazer uma visita !

    ResponderExcluir
  11. Ihh gente, qt comentário bonito!! Eu fiquei meio paranóica ontem, mas já passou.. deixa os 40 chegar em paz!

    :)

    Beijo em todos e obrigada pelo apoio

    ResponderExcluir
  12. NIna,

    Ha muito tempo nao via uma garrafa de Crush! Risos...Fiz 38 em junho deste ano e fiquei pensando tb na velocidade do tempo. Amadureci muito rapido e nunca imaginei chegar aos 38 sem sentir o peso da idade. Nao sei como aconteceu, mas nao me sinto com 38.... Acho que o segredo esta no que vc escreveu sobre olhar para tras e ver que algo foi construido....

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Oi, Nina. Li sobre você no blog da Kálita e vim lhe conhecer. Estou gostando. Já passei por aqui antes, "vindo" de não sei mais qual blog. Eu já passei há muito dos 40 e posso lhe dizer que realmente a gente se assusta com a passagem veloz do tempo e fica parecendo que não fêz tanta coisa na vida. Mas se vamos colocar no papel, vê-se que vivemos e às vezes bem, às vezes mal. Nada é só bom mas também não é só ruim, né?
    Vou voltar pra ler tudo, com calma. Prazer!

    ResponderExcluir
  14. Oi Nina, aqui é sua xará. Gostei do seu blog e, portanto, acho que você também vai gostar do meu. Compartilhamos idéias... Tenho um texto chamado "Entre mães e filhas", mas na verdade te indico um outro: a vergonha do amadurecer.
    Se te interessar, passe por lá. Será muito bem vinda!=)

    ResponderExcluir
  15. Como assim medo dos 40?
    Eu quero que ele chegue e me pegue nos colos lindona como você é hoje aos 37 faltando pouco para os 38.
    Daqui pra frente só tem o que melhorar:D

    Tá linda e sempre vai ser porque sua alma é assim!

    Beijins mocinha:*****

    ResponderExcluir