17/08/2009

Há 4 anos... meu pai se foi...

Meu pai se foi...
Exatamente há 4 anos, 9 dias depois do seu aniversário e 3 dias antes do meu.
E hoje, eu to meio tristinha :(
Vontade de ser de novo uma menininha, poder voltar no tempo e consertar o meu distanciamento, meu orgulho, entender que ele me amava, mas somente, de um modo diferente e principalmente, poder ter aproveitado mais a sua estada aqui na terra.


21 comentários:

  1. Nininha menina, sinta um abraço bem apertado.
    Deixe a tristeza de lado e se lembre dos bons momentos ao lado dele, que com certeza vc ficará bem novamente.
    Beijocas!

    ResponderExcluir
  2. nãi fique assim
    pois tudo é permição de deus **

    ResponderExcluir
  3. Uma tristeza aguda... porque é saudade daquilo que podia ter sido e não foi... Entendo perfeitamente.
    Mas, como já nos ensinou Scarlat O'Hara: amanhã é um outro dia. E lá o sorriso já estará estampado no rosto.
    Beijos muitos!

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Não vou ser hipócrita em dizer prá voçê não se sentir assim ...pois já perdi um filho e sei que para esse tipo de coisa , não existe remédio para curar a dor nem a saudade ...
    O jeito é quando vier a tristeza , tente lembrar dos bons momentos que passaram juntos, do que ele te ensinou ...
    bjos no coração !!!

    ResponderExcluir
  5. Nina, isso nunca passa, sabe?É uma dor lancinante...
    Sem comentarios.
    bjs e dias felzies

    ResponderExcluir
  6. ô Nina, sinta nosso abraço!
    Não sei o que é perder um pai mas imagino que nao deva ser fácil.
    A vida sempre nos propoe recomeços, claro com seu pai não dá mais, mas acredito que seus valores mudarame isso voce pode perpetuar em alguém , nos seus filhos, amigos, nas pessoas em geral...o que descobrimos na vida, embora tarde, sempre servirá a alguém...siga agora plantando as sementes, sei que seu paizinho ficaria orgulhoso de você!
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Nina,
    Também já perdi meu paizão e sei bem a dor que é isso, mas infelizmente é o curso da vida e nada podemos fazer, a não ser lamentar e lembrar.
    muitos beijinhos cariocas

    ResponderExcluir
  8. Ei meninas!
    Obrigada pelas palavras de carinho e cuidado, nao é mt fácil, mas a gente vai levando, tem que levar, nao é mesmo?!

    Eu sou uma garota de sorte, porque pude falar pra ele do meu amor, então isso me consola e mt, por isso, sou grata a Deus, a vida, ao papai, a mamãe, aos meus filhos, aos meus irmãos, a todo mundo :)
    Gratidão é a palavra.

    ResponderExcluir
  9. Nina, hoje dentro de um ônibus no centro de Belô, eu ouvi aquela música"naquela mesa tá faltando ele e a saudade dele tá doendo em mim..." e chorei de saudade do meu pai e ele nem morreu.Esteve aqui em casa semana passada.Eu gosto tanto dele Nina...

    Queria te dizer duas coisas.A primeira é que mesmo longe te envio as melhores vibes pra aquecer seu coração.Meu colo, ombro, ouvidos, estão à disposição sempre.
    A segunda é que adoro quando usam a palavra estada no lugar de estadia.Essa é a forma mais correta e nunca usam.

    ResponderExcluir
  10. Nina,
    Sinto muito.
    Minha mãe chora os pais até hoje. E eles se foram há mais de 30 anos...
    Mas a parte amena do teu post é que descobri que você aniversaria dia 21! E minha irmã querida é do dia 22!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. rsrrss, Katita querida, deu vontade de correr pros teus bracos :) Sei o qt vc ama seu paizinho e ele é tao querido mesmo, lembro daquela foto que vc me mandou certa vez, dos meninos pescando com ele no sítio. Tão meigo! Ahh, qt ao estada, aprendi qd era bem novinha, estadia é qd se fica num navio, estada, em terra, certo fessora? :)

    ooohh Elaine,acho mesmo que é como a Grace falou, essa dor nao passa, só ameniza, mas nao vai embora. Oops, será que eu to fazendo a continha errada? 17+3=20 né? Meu niver é dia 20 de agosto :)
    É, daqui a pouco. Mas ainda assim, tua irmã querida é pertinho de mim!

    Um beijo com carinho em todas

    ResponderExcluir
  12. Nina, dizem que o tempo cura tudo, eu mesma já disse essa frase inúmeras vezes...
    Mas eu acho que não cura. Ameniza. Na verdade, quase sempre, mas em caso de perda de filhos e pais ele deixa uma ferida que vai secando, mas não cicatriza, fica ali e de vez em quando lateja para lembrar o quanto dói essas perdas..

    Nina, essa música é linda mesmo...

    Beijos, força e fica com Deus!!!

    ResponderExcluir
  13. ô Nina menina, receba meu abraço mais carinhoso, sem palavras, mas que expresse toda a minha solidariedade com o seu momento de dor.
    beijo grande
    Berê

    ResponderExcluir
  14. Bom dia, Nina!
    Espero que estejas melhor hoje.
    Tem uma pergunta no meu post de hoje que gostaria de ver sua resposta, pois acho que vc conhece o assunto muito bem.
    Pode ser?
    abraço carioca

    ResponderExcluir
  15. Ai, Nina...Nem me fale...

    Meu pai (que você já conhece um pouquinho..rsrsr) faria aniversário dia 12 desse mês...Por isso que eu fico tão ligada nele nessas épocas...Dia dos pais, aniversário...

    Mas..Como você disse, ao menos temos isso para reconhecer e essa saudade para sentir...

    20 de agosto???? Pertinho do meu, acredita???? Sou de 3 de setembro...

    Beijo grande,

    Rê.

    ResponderExcluir
  16. Estadia , eu acho, é o tempo que o navio leva no porto para embarcar e desembarcar mercadoria.Mas até os meios de comunicações considerados os "melhores" não usam mais o estada.

    E Nina, eu chorei pela saudade que eu sei que vou sentir um dia.

    ResponderExcluir
  17. Nina querida...
    Sinto muito por este dia tristinho, de dor... E não há muito consolo diante de uma situação que não pode ser mudada, a não ser o entendimento que você também amou seu pai da melhor forma que pode. Tenho certeza disto.
    Um grande beijo,
    Márcia

    ResponderExcluir
  18. Ah, tem esses dias... Sinto muito por você, por ele.
    Não tentarei alegrar você, mas quero lhe dizer que ele sabe.
    Onde quer que esteja - e certamente está bem próximo - ele sabe.

    Um beijo, querida.

    ResponderExcluir
  19. Nina sei como é dias assim então como as colegas ja falaram não tem remedio... o jeito é senti-la, e amanha vc levanta lava o rosto tira um pouco da lagrima que ainda restou do choro que não pode evitar e continua, e continua pq é meio clichê mas a vida é assim...

    desculpe a ausencia nos seus posts é que estava sem net :(
    beijo grande no coração!!

    ResponderExcluir
  20. Sei que não é uma grande ajuda, Nina, mas acho que vale lembrar o texto do meu blog q vc comentou e pelo qual eu conheci o seu: http://incautosdoontem.opsblog.org/2008/06/06/ex-sonhadores/

    Espero q ajude.

    ResponderExcluir