26/06/2009

Vai fazer falta pra mim

Sinto muito, mas hoje quem está triste é uma menina de 13 anos.
Ela era muito apaixonada pelo Michael Jackson. Era mesmo. Adorava, tinha mil posters dele, ouvia o LP de Thriller diversas vezes. Cantava todas as músicas. Sabia todas as coreografias. Nunca acreditou que ele tinha culpa na questão do abuso daqueles meninos, sempre o defendeu, mesmo quando todos riam da cara dela...
Eu sinto muito, mas hoje ela tá realmente triste...

Michael Jackson - Rock With You

24 comentários:

  1. Ai eu tbm prestei minha homenagem a ele! Para mim, o cara e genio. O vejo como um dos melhores cantores de todos os tempos! Michael e brilhante, e um mito! Eu tbm fiquei bem chocada com a morte assim do nada, eu nem consigo parar de escutar as musicas dele. E vou ouvi-las o dia inteiro, para ele ir indo para um lugar especial sabendo que o povo aqui da terra aprecia suas obras que ficaram vivas. Eternas!
    Vai em paz Michael!

    ResponderExcluir
  2. Oh Nina, eu sinto muito :-( Sabe que, quando eu escutei a notícia hoje de manha, a primeira pessoa que eu pensei foi em ti? Me lembrei do teu post sobre o Triller de 4 dias atrás :-(
    Beijo grande, Angie

    ResponderExcluir
  3. Pois é Chris, Angie, eu to triste :(

    É como se a menina de 12, 13 anos que ainda vive em mim, estivesse sentada, chorando num cantinho, com um LP nas maos, olhando pras paredes do seu quarto cheia de posteres, querendo encontrar uma razao pra chamar suas lindas irmas pra dancarem juntas as coreografia que elas tanto conheciam, mas ela nao tem forca...

    É como se os sonhos dela de um dia se casar com aquele astro lindo de viver que tanta influencia teve sobre os jovens, de uma geracao tao bonita da qual fizemos parte, estivessem sendo destruidos. Jogados numa lata de lixo. Perder o Michael Jackson parece coisa banal, mas nao pra essa menina de 13.

    Ela nunca acreditou nas coisas que falavam dele, ela se recusava a acreditar que aquele menino-homem, pudesse fazer maldade a outros meninos. E ela o defendia mesmo quando todos riam da cara dela.

    Sinto muito. Sinto tanto!
    Eu to triste. Nao pela sua ida, porque todos um dia, cedo ou tarde, simplesmente tem de ir, eu to triste pelo que fizeram dele. O transformaram num monstro, ele nao era isso, ele sempre foi um menino perdido que foi maltratado por muitos. Se perdeu no meio do caminho. Mas era apenas um menino perdido, como tantos de nós fomos, somos...

    Eu to triste :(

    ResponderExcluir
  4. Também a mim, Nina.
    Ainda tenho tão presente aquele ano de 82 em que ouvi o álbum do thriler milhões de vezes, durante dias e dias a fio.


    Também o homenageei hoje, lá no Ares.

    ResponderExcluir
  5. Tenho a lembranca do show do Morumbi que fui com meus dois irmaos, momentos inesqueciveis. Tb fiquei triste.

    Beijos

    Sandra

    ResponderExcluir
  6. Nina, o Fabien e o Jujuba gostavam demais dele . Também eu nunca acreditei no que falavaram dele.

    E olha, a respeito de seu post sobre criança brincar ,eu estou tendo sérios problemas com meus novos vizinhos.Vieram reclamar que meus filhos fazem muito barulho.E eu assustada disse que a partir das 21 h proíbo qualquer ruído, inclusive o som da tv é abaixado.E ele me disse que é durante o dia o barulho que os incomoda.Que meus filhos correm, pulam e dançam dentro do apartamento.E eu : -E não pode ? Ele disse que não.
    Nina, meu prédio não tem play ground , não temos carro nem casa de vó pra passear.Onde meus filhos vão brincar ? Ou brincar se resume hoje, como você disse, a assistir tv e jogar no computador ?
    Meus filhos acordam as 9:30 h da manhã, vão pra escola as 13 h e só voltam as 18 h.Mesmo assim os novos moradores estão se sentindo incomodados.

    ResponderExcluir
  7. Parece que morreu um parente meu :-(

    ResponderExcluir
  8. Ah ! Nina tbm fiquei triste, pois ele era um marco né de toda uma geração...
    mas sem palavras...
    beijo.

    ResponderExcluir
  9. Nina amiga como vc e muito fã do Michel achei que vc ia gostar de ler esse post. segue link:
    http://vassourando.blogspot.com/2009/06/morre-michael-jackson-fotos-audios-e.html
    beijo de novo.

    ResponderExcluir
  10. Ah Nina menina, sua tristeza partiu meu coração. Eu era muito pequenina mas lembro do sucesso que as músicas do michael e que o próprio michael sempre fez.
    Sinto muito pela sua dor.
    Um beijo da Dani

    ResponderExcluir
  11. Eu também nunca acreditei nessa história de pedofilia.
    E que ele vá em paz.

    ResponderExcluir
  12. Isso mesmo Nina!Acredite!Acredite nos seus princípios!

    Michel é fantastico.....Ele sempre estaráentre nós....!

    Beijinhos!

    Thaís

    ResponderExcluir
  13. Eu também Nina, de uma outra forma, mas eu também!
    Beijins:*

    ResponderExcluir
  14. Nina...
    Talvez o livro te traga algum conforto, Papai não quer ninguém triste por aqui...
    Um abraço apertado.
    Márcia

    ResponderExcluir
  15. Parece que uma parte de mim foi embora....

    ResponderExcluir
  16. Nina, é inevitável essa dorzinha. Assim como vc fui tida como bobinha ao acreditar na inocência dele. Hoje quem sente falta é a criança que fazia bagunça e dancinhas esquisitas ao som de Michael. Eterno no meu ♥.
    Bjus

    ResponderExcluir
  17. E chorava na infância ao ouvir i'll be there (descobri depois que tenho isso em comum com o João)

    ResponderExcluir
  18. Super triste né...Mesmo ele em decadência agora, o que ele construiu foi fantástico e único

    ResponderExcluir
  19. Nina querida,
    eu fiquei foi surpresa. Porque gente assim costuma viver muito. (Vai que ele viveu muito em pouco tempo, e Deus achou que já estava na hora dele ir cantar e dançar noutras dimensões.)
    Tomo a liberdade de dividir com você um texto que o Sérgio Dávila postou hoje em seu blog.
    Beijinhos
    Silmara Franco
    www.fiodameada.wordpress.com

    "O Rei do Pop morreu, viva o pop do rei

    Assisti ao último show de verdade que Michael Jackson fez, no dia 7 de setembro de 2001, no Madison Square Garden, em Nova York. Era uma sexta-feira, quatro dias antes da data que jogaria o mundo no novo milênio a golpes de aviões e prédios desabados.

    Cerca de 46 mil pessoas pagamos para ver a celebração de seus trinta anos como artista solo. A apresentação foi puro Michael Jackson, com todas as bizarrices que o caracterizaram nos últimos anos de vida. Que outro músico reuniria Macaulay Culkin e Liza Minelli na plateia e Marlon Brando e Britney Spears no palco?

    Mas estavam lá também todas as músicas, danças e passos que marcaram gerações de fãs e músicos e o tornaram o Rei do Pop. Reunidos para a ocasião, os Jackson Five, então só The Jacksons, cantaram clássicos como "ABC" e "I’ll Be There". Michael cantou "Billie Jean" sozinho e "The Way You Make Me Feel", "Black or White" e "Beat It" em duetos.

    A próxima vez que eu o veria ao vivo já seria num tribunal de Santa Maria, na Califórnia, cidadezinha ao lado de seu rancho de Neverland, em 2005, onde ele respondia a acusações de ter abusado sexualmente de um menor de idade. Todos usávamos os obrigatórios paletó e gravata, apesar do calor intenso na corte. A única pessoa que destoava do grupo era ele. Chegou atrasado à sessão.

    E vestia uma calça de pijama.

    Michael Jackson, o homem, era menor do que sua obra. Sua influência musical, maior do que conseguimos entender. Quem duvida, que vá ouvir "Thriller", nem que seja pela primeira vez. Ou a última."

    ResponderExcluir
  20. é uma perda irreparável para o mundo da música, para o mundo da alegria de dançar e viver.

    ResponderExcluir
  21. Nina querida...
    Todos nós estamos em luto....

    Também estou triste....quase cai dura quando li a noticia...

    Também nunca acreditei no episódio das crianças....

    Hoje li do meu sobrinho Dudu de 12 anos,( Lembra dele?, o da história do celular)um recado no orkut assim:

    Tia, estou triste, chorei muito, to muito pra baixo.

    Ele que veio de uma geração, onde o Michael aparecia nem aqui nem alí...Só nos dá a única certeza, que o nosso velho Michael,nunca deixou de existir.

    Bjos querida!

    ResponderExcluir
  22. fará falta pra todos nós, NIna..
    :( foi-se o corpo, ficou a memória, a história, o mito.

    ADEUS, MICHAEL! :(

    ResponderExcluir
  23. Ah, Nina, ele faz falta...o antigo MJ..O atual era muito bizarro.
    Eu amo Billie Jean.
    njs e dias felizes

    ResponderExcluir
  24. Cresci vendo papai cultivar seu cabelo black power por conta da paixão adolescente que nutria pelos Jackson, cresci sendo ninada ao som de Ben.
    Cresci e aprendi a amar esse homem/menino ou menino/homem, correndo pra ver na tv seus clipes lindos e seus passos de dança que eu ainda pequenina tentava em vão repetir.
    Cresci e me apaixonei por ele, cresci e o vi ser acusado de coisas absurdas, cresci vendo-o se tornar cada vez mais menino, mais perdido.
    Cresci e um dia desses passeando na net li a notícia de sua morte. Meu coração parou e volta a bater devagarinho... Fiquei triste sim, por ele ter partido, mas triste mesmo estou pelo que estão fazendo com sua história, com sua vida.
    Triste por todas as pessoas que agora se aproveitarão do que ele foi, não, do que ele É.
    Triste...
    Mas feliz por saber que agora talvez ele se sinta leve e feliz como nunca por enfim ter se livrado de toda dor e hipocrisia que o cercava.
    Vou amá-lo para sempre e meus filhos um dia saberão o quanto ele marcou minha vida, minha história...

    ResponderExcluir