23/06/09

Poesia bonita

Não aguento a beleza disso. O que a Dri fez, fiz eu também. E provavelmente você...


"eu me criei na areia
no mato e no pé da fogueira
em noite de São João,
eu fiz cambalhota na grama
catei amora no pé,
vi a chuva chegar
vindo do lado de lá
e me pegar no alto da mangueira,
vi galinha virar capelletti
e ouvi serenata pras meninas
enquanto eu fingia que era pra mim,
cantei no chuveiro e na sala
até ser acompanhada
por um violão de um amigo,
pensei que seria famosa
viajaria mundo afora
soltando palavras no ar,
rezei por medo de ladrão
de escuro e bicho-papão,
tomei banho com velas acesas
e música de fundo pra ninguém me ouvir chorar,
roubei orapronobis do vizinho
apaixonei por um cachorrinho
e nunca pude levá-lo pra casa,
andei descalça na rua
lavei o carro do pai pra refrescar
bebi vinho demais na festa
e deixei de lado as sandálias e a tristeza,
balancei as cadeiras em cima da mesa
feito bailarina de cabaret
mas não perdi a linha,
fiz dança de salão
kung fu e até teatro
fui gueisha e colombina
no meu carnaval,
e de tantas e tantas
e essas e outras
é que hoje me lembro sorrindo
de que nunca estive sozinha
e que nunca vou estar."

Autoria: Anadri



E desenho meu :)

12 comentários:

Joaninha Bacana disse...

Amo seus desenhos, Nina :o) Que post fofinho!
Beijos, Angie

Patti disse...

Lindo o poema, que tão bem se identifica com a infância de muitas de nós, felizmente.

E um amor essa menina do desenho e ainda para mais de baloiço!

Cacá disse...

Nina, lindo lindo lindo!
Lembranças boas de infância! Esse post tá recheado de carinho, como sempre.
Adorei o poema e tb o desenho.
Beijocas!
E estou de volta. :)

Elaine disse...

Olá!
Nina, acredito que todas as meninas vivera ao menos um dos momentos retratados no poeminha...E digo poeminha não para diminuí-lo, em absoluto, mas sim com ternura...Tempos de menina...Ih, isso dá um post!
Beijos e bom dia!

Georgia disse...

Nossa, que lindo!

Beijos

Anônimo disse...

Parabéns Anadri!arabéns Nina!

Estou todinha arrepiada!Lindo,Lindo!

Beijinhos!

Thaís M M

Chris disse...

Os desenhos como sempre, lindos e fofissimos! E sua marca registrada!
E eu adoro!
E o poema e maravilhoso, tantas experiencias vividas, coisas comuns e uma vida cheia para uma menina pequena!
Bonito, bonito!!

bju bju

Clara disse...

Muito lindo !! gente reflete uma vida feliz e completa né Nina?
Nina tu imagina estou enjoando ate a a casa, os templates então !!! hehheh
mulher sou terrivel muito incostante isso não é muito bom ...
Se eu te disse que estou já mexendo em outro template testando pra mudar de novo kkkkkk
beijão grande TE ADORO !!

Dani M. disse...

Ah Nina que fofo o poema da Dri. Lindo, lindo!
O meu fim de semana foi bom, dormi um tantão. Aquela tristeza passou, meu coração tá mais tranquilo.
Tu usa msn com frequência?
Bjinhosss

SGi/Sonia disse...

Posso dar uma choradinha?
Gente que coisa mais linda!
A poesia e o desenho:)

Nininha quando a gente lê algo assim voa sem asas né?

Beijins:*

Marsyah disse...

Anadri, me senti em casa com sua poesia. Quase fui eu quem escreveu isso. Amei! Muito linda!

Nina, você já pensou em fazer ilustração de livros infantis? Ou em escrever um livro com histórias infantis e ilustrar? Heim?

Ah! Nina, percebi os detalhes do desenho que você fez pra Larinha, você não se esqueceu de nenhum. Os detalhes me comoveram muito. É isso que faz os seus desenhos serem tão especiais. Obrigada, de novo!

bjux pras duas!

Nina disse...

Também achei lindo, aliás, tudo o que a Dri faz é bonito, ela tem um jeito mt meigo e especial de escrever, tem um carisma impressionante, sou mt fã mesmo, já tem um tempinho.

E Marcia, deixa eu te contar que ela é mineira, talvez por isso, mt coisa vc viveu tbm :)

Bjs meninas