22/04/2009

O Catavento

..Ahh, e mais uma coisa.. a senhora teria aquela coisa, sabe? Aquela coisa meio redonda, meio com pontas, que se move com o vento??
- Como?
- É, aquela coisa que criança brinca, que o vento bate...
- Hmmm
- Sabe, aquilo que fica no jardim, colorido, que o vento faz se mover assim, ó..
- Ahh, Windräder!
- Isso!!!

Repetia a palavra e com um riso engatado na primeira marcha, eu repetia: "Endlich! Mein Windräder!"
- Oohh não, não, Windräder é plural... Windrad singular...

Sim, sim, finalmente meu Windrad!

Saí da lojinha rindo do meu alemão vagabundo e mais ainda por levar na mão algo que estava querendo há muitos, muitos anos... Quem me viu pela rua ontem não viu uma mulher de 37 anos, mas...

... Quando eu era menina, nós sempre tínhamos catavento, sempre de papel colorido. Pro pequeno pegar embalo, precisávamos correr desesperados pela rua, empinando o bichinho o mais alto possível nas mãos, porque parado o coitadinho não girava nunca. Quem mandou nascer nas terras quentes do Amazonas? Lá onde vento é coisa rara!

Eu olhava a molecada correr junto, todo mundo atrás ou na frente, a gente não sabia se olhava pros amigos que corriam juntos no mesmo embalo que nós, ou se olhávamos pra frente, se pra trás, se olhávamos pra rua de pedrinhas passando rápido sob nossos pés, se pro catavento na mão. Depois da maratona, acabávamos todos suados, e ao pobre do catavento só restavam pequenos pedaços de si mesmo. Mas sabíamos que na escola faríamos outro igual, ou em casa, com as revistas que traziam o modelo pra recortar.

O sol sempre presente, batia no nosso rosto, molhava a testa, e o catavento dava 1, 2, 3 voltinhas e só. E lá íamos nós, de novo, correr desembestados pela rua., atrás de uma réstia de vento. Existiam momentos que eu desejava tanto que o vento viesse sozinho, por conta própria, e fizesse meu catavento girar.

Mas eu também entendo que era muito bom correr junto com ele e os amigos.

Ontem eu coloquei as mãos no meu catavento, ou como eu aprendi: Windrad! Dentro de mim uma menina vibrava... A senhora simpática da lojinha, nunca poderia entender o que aquilo significava. Nem mesmo se eu pudesse falar em perfeito alemão!

Agora eu o tenho na minha varandinha. Talvez ele não seja tão bonito e colorido como nos meus sonhos, mas ele gira estando parado!! A terra que o segura é fofa e macia, mas o suficiente resistente pra não deixar que ele se vá de novo. E ele está pertinho de margaridinhas que logo irão florescer.
A simplicidade do meu catavento e das margaridas, me levam de volta a menina na rua de pedrinhas.

Mas às vezes o vento é muito forte, o catavento gira muito rapidamente, o vento faz esfriar o que antes era meio quentinho na varandinha, aí eu desejo que ventasse menos, mas o catavento parece me olhar intrigado: "Ora menina, não foi isso que você desejou??"

Eu devo lembrar que sonhos são assim. Eles se realizam! Cedo ou tarde. A gente só precisa estar preparado pra recebê-los, de coração aberto, sem medo, pra quando eles se tornarem reais.

Podemos correr junto com eles, ou vê-los simplesmente crescer em terra fértil, esperar o vento movê-los, ou ser o vento que os move.
Mas nunca, nunca desistir de acreditar.



24 comentários:

  1. Que gracinha o seu catavento! E linda a história que vem com ele, a sua lembrança de infância e o sonho realizado. ;)
    Adoro seus posts!
    Beijocas.

    ResponderExcluir
  2. oh linda Nina, eu também sou fascinada por cataventos, por moinhos de vento e tudo que o nosso olhar vê o mundo movimentar, silenciosamente. Você é de uma extrema singeleza, uma doçura que parece assumir concretudes no real, nas correntes de vento do dia a dia. Mulher, como foi que saiu do Amazonas para a Alemanha? Ah! se um dia quiser escrever algo por e-mail: gloriadiogenes@gmail.com;
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Oh, Nina, muito lindo esse post!!! E, cá entre nós, esse seu catavento petit pois tá muito é fashion :o)))
    Beijocas, Angie

    ResponderExcluir
  4. oi nina! sempre adorei cataventos e a mágica do vento que fazia com eles se movessem... linda história! bjs, querida!

    ResponderExcluir
  5. Nina que encontro com a meNINA hein?
    Adoro cataventos, toda vez que saio com os meninos para ir em parques compro para eles, mas o que gosto mesmo é de vê-los todos juntos, girando-girando!

    Você já está muito bem?

    Beijins:*

    ResponderExcluir
  6. '... vento de maio/rainha dos raios de sol...'
    Beijos muitos.

    p.s.: Voce está linda nesse baton vermelho hehehe

    ResponderExcluir
  7. Catavento também "cata sonho"...Não tem ninguém que olhe e resista a um pensamentozinho longe, lindo, infantil, delicado, ingênuo.

    Pronto, tá decidido. Eu também quero um catavento...rsrsrss...Posso sonhar com você?????????????????

    Beijo, querida!

    Rê.

    ResponderExcluir
  8. Amo, amo catavento. Quando criança, meu pai comprava uns de papel, que eu fazia rodar ao vento. lembro da sensação até hoje. bjs adorei recordar.

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Nina, quando minha sobrinha era um bebê, dei a ela um catavento. Nunca vi bebê mais feliz, nem mais encantado com uma coisa tão simples...
    Seu post me deu saudades de ter um catavento...No jardim...Junto com os pardais que tomam banho por aqui, no jardim...
    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Adorei o catavento, parece que está vestido de joaninha.
    bjks

    ResponderExcluir
  11. É muito lindinho Nina... tem rosa???

    ResponderExcluir
  12. Nao é que é gente, lindo né? Catavento tem isso, de fazer a gente voltar um pouco no tempo. Legal saber que todas vcs tbm curtem.

    E olha é verdade, o nosso é todo fashion ne?? nem tinha notado :)
    todo de joaninha, como disse cris, rsrs
    rosa?? ate tinha cicinha, mas gosto mt de vermelho!

    bjs meninas, todas!!!

    ResponderExcluir
  13. Encanto Catavento:
    ver rosa girante
    voando na força dos ventos

    movimenta-se a rosa dos ventos
    beleza,magia ao catar o vento,
    encanta a infância e a maturidade.
    cata o vento cata!catavento!

    rsrs!! tbm gosto de cataventos...
    beijos Nina!!!

    ResponderExcluir
  14. É estranho,mas na maioria das vezes você fala o que eu preciso escutar.
    Seu catavento é lindo, combinou com você.
    Estava com saudades.

    ResponderExcluir
  15. Olha, nós quase fomos vizinhas. Se eu tivesse nascido um pouco antes, teríamos dividido os rios de nossa terra: nasci em Macapá e hoje vivo em Belém do Pará. Uma coisa linda de ler teus blogs, uma coisa linda de acompanhar tuas histórias e uma coisa linda de viver teu catavento de sonho realizado.

    Adorei vir aqui. Virei mais e mais.

    Um grande beijo, querida.

    ResponderExcluir
  16. Nina que catavento bonito!! e vc ta toda gatona na foto viu!! eu nunca gostei de brincar disso, mesmo sendo criança eu achava tao inutil.. quase nao venta em Manaus (só qd ta p chover), entao pra mim nao servia de nada.. mas se fosse p colecionar, eu compraria uns como esse.. tá tao bonitinho *.*

    vc e suas historias..
    amo seu blog sabia..

    ResponderExcluir
  17. Que fofo, Nina !
    Em janeiro levamos um catavento assim para minha mãe "plantar" no jardim.Uma margarida azul clara.Nós, eu e os meninos,adoramos mas minha mãe que não tem olhos de criança não gostou muito.

    ResponderExcluir
  18. Oi querida, qto tempo, já estava com saudades... adorei seu post, linda a sua lembrança de criança... demais sua fotografia com o catavento, vc está linda!!!!
    Bjs, fica com Deus!

    ResponderExcluir
  19. Pequeninas coisas que nos dizem tanto...
    Catavento??? não sei o que é...nunca tive um, snif.kkkk, pobre menina do Rio.

    ResponderExcluir
  20. Pequeninas coisas que nos dizem tanto...
    Catavento??? não sei o que é...nunca tive um, snif.kkkk, pobre menina do Rio.

    ResponderExcluir
  21. Nina ... tu és linda, hein!
    Adorei te ver bem de pertinho.
    Linda mesmo!
    Um beijo, Bel.

    ResponderExcluir
  22. NIN,A VC TEM CONTOS MARAVILHOSOS.PARABÉNS.BJS E DIAS FELIZES

    ResponderExcluir
  23. querida mais nova amiga....
    que coisa mais lindas as últimas duas frases q vc escreveu...fiquei emocionada...como te disse Deus tem colocado pessoas especiais no meu caminho e vc é uma delas...beijokas e bom domingo para vc e sua família....

    ResponderExcluir