05/03/2009

Um lugar chamado aqui

Estou lendo um livro bem legal, da Cecelia Ahern, em português ele se chama Um Lugar Chamado Aqui. A Cecelia é a mesma autora do livro "Ps.: eu te amo", que fez muito sucesso em filme.
Esse que estou lendo, é muito interessante e o tema é sobre uma mulher, a Sandy Shortt, que desde pequena tem paranóia com as coisas e pessoas que desaparecem. Na infância ela teve uma colega de classe que desapareceu sem deixar vestígios. Sandy é totalmente fascinada com o fato de que alguém pode sumir assim, sem deixar rastros. E desde então, cresce certa do que vai fazer profissionamente: ser uma detetive! E trabalha de forma incansável, quase paranóica, com uma motivação que poucos compreendem. Até o dia em que ela própria desaparece e o livro é narrado por ela, desaparecida.

Sabe quando você lê algo e pensa: "Puxa, essa é uma história maluca demais", mas que tem um fundo de verdade intrínseca? E o pior, se pergunta: "Porque eu não tive essa idéia e escrevi esse livro ou mesmo porque eu nunca pensei que pode haver um lugar pra onde foram aquelas coisinhas que perdi?" Ele tem quase 500 páginas (pelo menos em alemão - gente eu tenho impressão de que em alemão os livros são maiores, tem muito mais palavras, frases que nunca acabam - quem mora na Alemanha poderia me confirmar isso? Livros que no Brasil tinham poucas páginas, aqui são enormes!!) eu comecei anteontem e só leio à noite, mas já estou na metade, de tão envolvente que a história é.

Sandy ao fazer joggin, do nada, aparece num outro lugar e encontra uma turma de amigos que há 40 anos desapareceu na floresta. Como ela é detetive, ela conhece a história de todo mundo e eles a levam a um outro lugar, como uma cidade, onde tudo e todos que se perdem no mundo estão, e é o lugar que tem por nome, Aqui. Desde menina, Sandy tinha grande curiosidade em saber afinal, pra onde vão aqueles lados das meias que se perdem sem deixar vestígios... então, ela descobriu...

Interessante mesmo, você já pensou nisso?? Para onde vão afinal as coisas que perdemos diarimente e que nunca mais aparecem, ou as pessoas que somem sem deixar vestígios?? Lá estão também além dos pares de meia e pessoas desaparecidas, os sorrisos perdidos, as vozes, as saudades...

Mais do que pensar nisso, o livro fala da busca de uma mulher na faixa dos 30, que está à procura de si mesma.

Eu não sou a pessoa mais recomendada a sugerir livros, porque costumo gostar de tudo, mas esse eu recomendaria.




Acho até que vou dar uma paradinha no post, porque to querendo ler também de dia o livro que estava somente lendo à noite :)



12 comentários:

  1. Nina hoje eu acordei pensando em livro tbm! hehehe
    E achei super interessante esse livro ai, vou ate anotar. Eu bem ja pensei no destino das coisas que perdi. Ja tive tantas coisas....impressionante, penso que se eles vao se perdendo nas mudancas... vou ate querer ler esse livro, engracado que quando eu concordo com o autor eu ate para de ler e penso, volto a ler, balanco a cabeca...kkkkkkk

    Voce compra livros em portugues aqui? vc compra pela internet??
    Pq depois que eu vim para ca, nao comprei nenhum livro mais.

    Ahhh em holandes os livros tbm sao enormesss!!

    bju bju

    ResponderExcluir
  2. Chris, nao, os livros que temos aqui sao trazidos qd vamos ao Brasil, ou que o pai dos meninos manda (nesse ponto papai Ruy é maravilhoso, todo mês chega coisa nova, eeeba!) mas aqui nunca comprei livro em português :( nao acho. Leio em alemao, mt coisa ainda nao entendo, mas digamos que 90% sim, e o mais importante é entender o contexto... vc tem que comecar seus estudos em holandês, tem um mundo vasto de livros por aqui.
    Ahh nao tenho coragem de comprar nada pela internet do Brasil, nada! Mas aqui compramos tudo pela net... mas so coisas daqui. Livros em portugues vc pode tambem achar no ebay, so que os que eu vi por lá, nao me interessaram... sabe o que eu pensei agora?? talvez haja algo assim entre brasileiros que moram fora, troca de livros ou venda.. será???

    ResponderExcluir
  3. Ontem foi o dia do mês da minha compra habitual de livros e engrançado que estive com esse nas minhas mãos, mas acabei por não trazer.
    Talvez para o outro mês.

    Boas leituras, Nina.

    ResponderExcluir
  4. Nina, que alvissareira tua visita! Tem cheiro das boa vizinhança, daquelas que se faltar ovos, na hora do bolo, se pode bater a vontade a porta ao lado. Vamos nos linkar sim! Quanto ao livro, do jeito que fico até com torcicolo com leituras assim, vou tentar encontrá-lo. deixa eu te indicar um muito bom tambëm: A louca da Casa, da Rosa Montero, uma escritora esponhola. abraço.

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Nina, sou doida por um livro, sabe?
    Este que você está lendo eu não conheço mas vou anotar e assim que a chance pintar eu agarro!
    Beijos, querida.

    ResponderExcluir
  6. Ia te perguntar se você lê em alemão mas você já respondeu .

    Estou com tanta dificuldade de aprender francês, Nina.E o pior é que faço aula com meu companheiro junto a uma turma de alunos mais novos que eu.Estou ficando completamente bloqueada, não imagina como estou com a auto-estima lá em baixo por causa disso.

    Sempre fui excelente aluna ,contudo o fato de ter passado anos sem usar o cerébro e juntando o peso da idade,
    está tudo muito mais difícil.

    Quanto às coisas desaparecidas, tem um texto ótimo da Fal que fala sobre isso.Vou procurar e te mando.Pra ela as coisas vão pro Beleléu.Tenho tanta coisa lá: porta-moedas, chaves,tesoura,amigos,livros...
    Quem sabe um dia reencontro todo mundo?

    ResponderExcluir
  7. Nina, pois e... vou acabar pedindo para mamy trazer, apesar de livros serem mais pesados que as coisas que ela geralmente manda. Que bom que o pai dos meninos manda livros! isso e muito joia!

    Eu ate pensei comprar no ebay, online, mas achei muito caro, vou preferir trazer e comprar logo um monte quando for no Brasil... que ai sai baratinho! Agora essa de troca e venda de livros entre brasileiros e joia hein!! Adorei a ideia!

    Eu ja estou conseguindo mais o holandes, consigo traduzir algumas musicas, de vez emquando converso com Ruben em Holandes, tento ler reportagens, ele me ajuda...mas livros ainda nao... mas se Deus quiser vou conseguir! hehehe

    Valeu Nina querida!

    bjks bjks!

    ResponderExcluir
  8. Oi, Nina, lá em casa sempre falamos q as coisas vão pro "Beleléu"!!! Minha irmã caçula tem um livro infantil que é exatamente sobre o Reino do Beleléu para onde vão as coisas sumidas!!!
    Adorei a dica do livro, como amei o PS Eu te amo, este aí vai ficar na minha lista de compras futuras.
    Beijins

    ResponderExcluir
  9. Nina, hoje eu acordei pensando num post sobre os livros e de como estou encantada por eles,mas desisti, sei lá.

    Fiquei com vontade de ler esse, acho que será minha próxima aquisicão. Estou lendo "A Cabana" agora e estou gostando.


    Beijão

    ResponderExcluir
  10. ...passei pra te deixar um beijo.
    Tu és sempre doce, Nina e tua procura me inspira.

    Um beijo e um carinho.

    Bel

    ResponderExcluir
  11. Oi Nina,
    Eu também li 'No Reino do Beleléu', que é um livro infantil e no qual eu era completamente vidrada! Achava o máximo um lugar para onde todas as coisas perdidas iam! :oD
    Quanto a comprar livros em portugues aqui na Alemanha, um lugar legal é o Flohmarkt da Sandra: http://www.pinkecerebro.de/flohmarkt/
    Beijos,
    Angie

    ResponderExcluir
  12. Te falei que consegui colocar a música, Nina? Tem que ser no final aquele código né? Amei a dica, tá? Beijos e ótimo fim de semana!

    Coloquei no meu blog de inglês:

    http://learnenglishwithkisa.blogspot.com

    Marcelle

    ResponderExcluir