18/03/2009

Minha irmã mais velha faz hoje 39 anos

Certas culpas a gente carrega por muito tempo. Uma das que levo pelo caminho falei a minha irmã mais velha no nosso antigo blog, quando ela fez 38 anos, ano passado. Hoje, repito meu pedido de desculpas, exatamente com as mesmas palavras. E tenho a impressão de que todo ano, vou repetir e repetir e repetir...

* * *
Será se toda irmã mais velha é como a minha? Ou foi como a minha? A minha irmã mais velha estava sempre à frente do seu tempo. Estava sempre com a palavra na ponta da língua. Esperando somente o momento de ser atacada pra à sua maneira, poder se defender como sabia. Como podia e como tinha aprendido. Defesa essa que podia ser com a palavra muitas vezes ferina, ou com alguns tapas que conseguisse dar, aquela pequena-e-tão-enorme irmã mais velha. Ela tem o poder.

Ela sempre foi a líder. Ela sempre queria estar diferente das outras irmãs, ela sempre tinha as roupas mais legais. Ela foi primeira a tirar as sobrancelhas, a pintar o cabelo, a ter um namorado gato. Na rua de casa, ela estava sempre na rua de baixo, com a turminha mais velha e cabeça do bairro. Ela ia ao cinema quando nós não podíamos ainda ir, ela ia a discoteca com amigas, ela era rodeada de amigos. Ela dançava a dança do ventre lindamente. Ela viajava pelo Brasil. Ela foi morar em outra cidade. Ela foi ser jornalista. Ela casou. Teve filhos. Ela foi fotografar. Ela foi tentar ser feliz.

A minha irmã mais velha foi sempre muito forte, mas escondia uma fraqueza dentro de si. Ninguém podia ver. Ela tinha que ser um exemplo de força para os irmãos mais novos, aqueles fraquinhos.
Ela foi escorraçada, ela foi humilhada. Mais de uma vez. Muitas vezes.
Mas ela por ser tão forte, passava essa imagem de força indestrutível. De se garantir sozinha.
Ninguém tinha coragem de pegar na sua cabeça, de lhe dar um abraço e de defendê-la quando ela mais precisou. E olha que ela precisou... muitas vezes. Na escuridão da noite ou à luz do dia.

A irmã mais velha parecia muito segura de si. Parecia que não precisava de apoio. Afinal ela sempre se bastou sozinha.

Sabe quando você se sente fraco e incapaz de ajudar??
Sabe quando você vê tarde que devia ter feito alguma coisa e se envorgonha por não ter feito??

É assim que me sinto hoje.

Eu me vi sem força. E não pude ajudar a irmã mais velha quando ela precisou, não gritei junto com ela pelo respeito que ela merecia e lhe foi vergonhosamente roubado.

Hoje no seu aniversário mana, eu não vou fazer poesia, eu não vou falar de coisas bonitinhas,eu não vou lembrar de nada bonitinho do nosso passado juntas.
Eu vou me juntar a você, minha doce irmã mais velha e gritar surdamente junto com você, contra todos que a ofenderam, que a humilharam e que pisaram em suas emoçoes. Que pisaram na sua alma de eterna menina. Vou ser solidária, fracamente solidária, porque só posso ir até onde minhas fracas forças podem alcançar.

Mana, dá a tua mão aqui.
E perdoa. Mana. Perdoa.



17 comentários:

  1. Nina, que coincidência! Hj é o aniversário da minha mãezinha. :)

    Eu sou a irmã mais velha, mas na minha infância eu era defendida por minha irmã (1 ano e 7 meses mais nova que eu), pq eu sempre fui da paz e às vezes acabava levando desaforo...

    Beijocas! Parabéns para sua irmã e parabéns à vc, pelo lindo post!

    ResponderExcluir
  2. Um pedido de desculpa desses, seja la qual for o motivo e desmanchar. Afinal sempre e assim mesmo, as pessoas fortes tbm sao fracas. Dentro de nos ha sempre um espaco que e dificil de alguem ver, dificil perceber... as deixas ficam nas entrelinhas, e para perceber o outro nao e mesmo facil!
    Mas enfim, de qualquer jeito fico feliz das coisas darem certo. Nao ha um fim. Mas gosto dessa frase: No fim tudo da certo, se nao deu e porque ainda nao chegou o fim!
    Desejo para sua doce irma muita saude, paz no coracao, amor e muito amor, sucesso e realizacoes!
    Que Deus as abencoe sempre sempre!

    Beijo no coracao!

    PS: Agora vou dar uma saidinha porque o ida esta maravilhoso! Sol, ceu azul, passarinhos cantando, do jeito que gosto! =]
    E la vou tirar fotos!

    ResponderExcluir
  3. Oi lindinha,
    ontem foi aniversário da minha irma mais velha. Como a sua esteve em muitas situacoes muito a frente do seu tempo. Muitos acertos, muitos erros. Mas sempre muita forca tem a danada. Se hoje eu aguento muitos trancos, foi muito pelos empurroes que ela me deu. À sua irma, à minha e de todos nós aquele beijao e abracao, nao é mesmo?
    Lindo o posting.
    beijoca

    ResponderExcluir
  4. Nina, nos estendemos bem, mesmo a distância. Suas palavras de perdão são fios vivos de uma solidariedade de aço e sal. Um tanto unguento um tanto sentimento feito nó, feito água parada no tempo. Você se perdoa, isso é o mais precioso, bjs

    ResponderExcluir
  5. Nina, querida
    ando meio fora de órbita, mas queria só marcar minha passagem por aqui pra te deixar um beijo. Passo outro dia com calma e inspiraçao pra te ler e trocar uma idéia.

    beijooo

    ResponderExcluir
  6. Parabéns para ela . Ser a mais velha não é mole , não! :-D

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Nina, eu sou irmã mais velha. Tudo o que você disse da sua irmã poderia, com alguns ajustes, ser dito de mim.Estou até agora com a garganta apertada de vontade de chorar por causa do seu post, por causa do que ele me fez lembrar de solidão e de sensação de abandono. Você não tem ideia de como é importante ouvir o que você está dizendo neste post para a sua irmã. Sei que ela já perdoou, seja lá o que for, pois você abriu sua alma para ela e isso é tocante demais. E deixa eu dizer uma coisa sobre irmãs mais velhas: elas te amam, sempre, incondicionalmente pois vocês, irmãos mais novos, são os nossos bebês. Sempre. Por isso os amamos, pois são parte de nós.
    Dê um abraço meu para ela, se puder, e diga que eu desjo um feliz aniversário.

    ResponderExcluir
  8. Niníssima!!!
    Tô aqui!!! Faz um mês que começou a faculdade e já tô cheia de trabalhos pra fazer, livros pra ler e estudar! Por isso não tenho ficado tanto tempo na internet.
    Mas sempre passo por aqui!
    Quanto ao post, que linda homenagem à sua irmã! Eu tenho uma irmã e um irmão mais velhos e adoro os dois! Não sei se a minha irmã é parecida com a tua, mas não deve ter sido tão fácil pra ela ter que ajudar a minha mãe a cuidar de mim, quando eu era pequena. Meus pais separaram eu tinha seis anos, minha mãe estudou à noite durante um tempo e minha irmã que cuidava de mim. E ela tinha só uns 10 anos nesta época, imagina a responsa, coitada.
    Amo a minha irmã!
    Parabéns à sua irmãzona, que ela seja muito feliz!!
    Bjo, te adoro!

    ResponderExcluir
  9. Feliz Aniversário pra sua mana, Nina!!! Que ela seja muito, muito feliz, sempre!
    E, nao se martiriza: a gente faz o que pode quando pode. Tem coisas que, olhando para trás, eu faria diferente hoje. Mas, na época, era o que me parecia certo. E tenho certeza que sua mana sabe disso também!
    Beijo grande, Angie

    ResponderExcluir
  10. Sabe o que eu acho mais lindo? É que você tem uma irmã para pedir perdão.Eu Não, não tenho a quem pedir, porque sempre fui sozinha,mesmo tendo um irmão.
    Eu ainda espero por um pedido de perdão.
    Sei que você sempre será perdoada, pelo menos por Deus, que é o que mais importa. Mas sei tb que sua irmã já te perdoou, se é que tem algo a ser perdoado.
    Se perdoe.
    Amo você

    ResponderExcluir
  11. Que lindo.
    Agora trate e se perdoar, sua parte vc a fez. bj

    ResponderExcluir
  12. Que sorte que você teve uma irmã assim e que ainda vai a tempo de reconhecer suas faltas e que a gente só entende com a maturidade.

    beijos as duas

    ResponderExcluir
  13. Nina, eu entendi frase por frase, eu e a Fabi passamos coisas danadas nessa vida, mas ela não soube(ou não quis) vestir a armadura, eu gostei tanto da armadura que uso até hoje, e ela não é feita de ferro, é feita de algodão, mas me protege tanto.
    Um abraço gostoso para a Mana mais Velha:*

    Vou passar lá na Sira, obrigada pelo recado.

    Beijins:*

    ResponderExcluir
  14. Nina, um feliz aniversario especial p/ sua irmã!

    Ser forte não é ser invencìvel ou não sofrer. Muitas vezes é camuflar tão perfeitamente o sofrimento para que não seja percebido. Mas apoio significa muito.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  15. Eu sou a irmã mais velha, e acho que as mais novas sempre nos enxergam assim como as fortes que somos um pouco mais, mas na verdade somos o exemplo para vocês, bjs na sua irmã

    ResponderExcluir
  16. Lindo, lindo, lindo!
    Nina, que cuidado com a sua irmã mais velha! É o melhor pedido de desculpas que alguém já pensou na vida! Um amor, como vc, querida...

    Um beijo!
    Estou de volta. PC novo na área.

    Adorei o novo lay-out!
    =*

    ResponderExcluir
  17. Nina, eu queria muito ter uma irmã mais velha.Na verdade eu queria muito uma irmã...

    ResponderExcluir