26/11/2008

Notícias do Brasil

De vez em quando, muito raramente mesmo, tipo, uma vez por mês, eu ligo a tv aqui em casa pra mim. Normalmente João liga pra jogar playstation, Laura aos fins de semana quando tem um tempinho vago pra assistir qualquer série pra adolescente, o marido quando volta do trabalho pra ver o noticiário e fim de semana pra ver o futebol, mas eu mesma, quase nunca. Ontem me deu vontade e lá fui eu pra sala.
Cansada de pular de um canal pra outro em busca de coisa boa (já cansada de só ouvir hip hop e ver bundas gigantescas e rebolativas e peitos siliconados em clips americanos e noticiário alemão, além de previsão de tempo cada vez mais frio, e novelas (sim, alemão também tem novela, segundo meu marido, tem uma aqui que deve a ser a mais longa novela do mundo, entra ator, sai ator, nasce ator, morre ator e ela permanece lá, no ar! Não quero nem saber o nome desse diabo viciante!), resolvo então dar uma passadinha pelo único canal brasileiro que temos aqui em casa: A Record.
Olha, eu sei, essa deve ser se não a pior, uma dos piores emissoras da tv brasileira, mas enfim, às vezes dá a louca e eu assisto. Até acho legal ver aquela moça bonita que tem as pernas mais altas do que eu inteirinha, falando com aquele sotaque bonitinho do sul, no mesmo programa daquele que cozinha um pouquinho e fala com um riso falso de marica colado constantemente à boca e também ver o que o comandante do programa vai mostrar nas notícias que correm pelo Brasil, sei o nome dele não, sei que ele é careca e usa óculos e deve meio que se achar o grande pensador da tv atualmente.
Mas enfim. Entre um noticiário e outro, fico impressionada ao saber o que não sabia ainda, das enchentes que o estado lindo de Santa Catarina está passando e que tanta gente já perdeu casas e até suas próprias vidas. Meu Deus, esses dias não tinha aberto o site da Folha de São Paulo, onde me abasteço das informações do país, por isso, não estava sabendo da tragédia no sul. O rapazinho careca comenta que um jornal da Argentina explicou que o problema é ocasionado pelas mudanças climáticas em decorrência da perdas florestais na Amazônia.
Grande novidade, só não vê quem não quer, e isso o rapazinho careca falou muito sabiamente em um dos comentários! O que me leva a lembrar de um dos últimos recadinhos vindos de uma cidade que morei no Amazonas, enviado por grande amiga: "Nina manazinha, Itacoatiara já não é a mesma, outro dia caiu pedra de gelo do céu! Fez um tremendo prejuízo, é bem verdade, mas não impediu de as pessoas correrem curiosas pra rua pra tocar nas bichinhas" .
Pois é. O efeito dos nossos atos será percebido em todos os cantos... até lá, na terrinha distante e quente, onde antigamente, do céu, só caia água.
Mas, voltando à tv.
O careca recebe informações de alguns pontos do Brasil e desses pontos, só vem notícia triste: É homem que estupra mulher e a joga num bueiro, presa, amordaçada, e que pensa com isso ligar pra família e pedir 20 mil reais em troca da liberdade da moça; é ex marido que joga mulher do prédio e a pobre mãe morre, mas o filho escapa da morte porque cai no parapeito do prédio; é assalto adoidado; é tiro que acerta a cabeça de um adolescente em festa de amigos (!!!); é data completada de um ano da queda de um elefante branco na Bahia, um estádio de futebol que despencou com parte das arquibancadas e levou 7 vidas junto, e até hoje famílias não foram indenizadas; é isso, é aquilo.
Eu me pergunto e aproveito e Lhe pergunto meu Deus: O que nós viramos??? Bando de pestes! Gente ruim. Que gente ruim é essa meu Deus, que nos tornamos??
Como pra isso não tenho respostas, vamos continuar na tv, já to quase me acabando por dentro, me sentindo dilacerada, com o coração já se apertando, gritando dentro de mim, quando mais uma notícia vinda do nordeste, acho que Aracaju, me derruba na poltrona, uma árvore de natal, que seria a maior do Brasil, caiu durante sua montagem e junto levou algumas vidas. O careca pergunta às câmaras a sua volta, entre bravo e querendo rir, "que mania de grandeza é essa que os homens têm?" Ele fala que houve um tempo que havia guerras de gente querendo ter isso ou aquilo maior que o outro, que pra ele, pro careca, o mais importante é qualidade e não a quantidade.
De novo ele falou algo óbvio, e por isso, eu sou obrigada a concordar com ele,
principalmente quando ele falou: "quer exemplo melhor pra nós, brasileiros? olha aí o tamanhão gigantesco do nosso país! Esse tamanho todo só serve pra uma coisa, aumentar a corrupção!"
Finalmente ele falou algo que pra muitos não é tão óbvio e me fez lembrar de um pensamento que tenho comigo, e que ao falar aqui, provavelmente vou perder metade dos pouquíssimos amigos leitores (não gosto dessa palavra, leitor pra mim é quem lê livros, e blog não é livro! Aliás, não leia blogs, leia livros!) desse humilde Entre Mãe e Mãe, porque a filha caiu fora: Eu sou a favor da divisão territorial do Brasil em duas ou três partes! Quem sabe quatro partes?!
Ora, o Brasil já não é dividido mesmo??? Já não existem dois, três Brasis??
Certamente, nós, país nascido do norte, seríamos o país pobre, ignorante e sujo. Mas limpo, em outros sentidos.
Eu não sei. Acho que o país é muito grande, grande demais, gigantesco demais, com problemas demais. É complicado gerenciar algo assim tão enorme. Essa extensão territorial gigante que temos, há muito não é mais motivo de orgulho. Cada vez mais, o país é mais e mais pobre, mais incapacitado pra muitas coisas. Não vejo muita solução pro Brasil sair dessa lama de corrupção em que se afundou. É gente ficando rico às custas de outros, distribuicão de renda injusta, currupto pra dar e vender, violência absurda e gratuita, dinheiro público desviado, etc, etc.
Você poder argumentar, "mas Nina você não sabe o que tá falando. Já imaginou se isso ocasionar guerras pelo Brasil? Ou toda a burocracia que isso tudo ocasionaria??" Ora, mas nós já não estamos em guerra?? Há muito tempo?
Eu sempre falo aqui, tenho orgulho de ser brasileira, mas eu não tenho orgulho do que o meu país virou, ou sempre foi! Eu tenho orgulho de onde vim, sim, mas não do meu país. Orgulho de ser brasileira, sim, mas não cega! Tem gente que é cego pros problemas. Aqui, minha filha há muito abriu os olhos, por si mesma, meu filho ainda não. Às vezes tenho vontade de fazê-lo sentar na frente da tv brasileira por alguns minutos, pra ele ver o que acontece lá. Mas acho que isso seria uma grande maldade com o pequeno. Deixa ele acreditar ainda no Herói Brasil, ele é criança, deixa o pequeno se alimentar disso, crianças ainda têm heróis e isso é saudável...
Essa questão da divisão do Brasil, lembro que li uma vez numa revista há muitos anos. Um bando de gente do Rio Grande do Sul queria isso. Na época achei altamente preconceituoso, e era! Mas vejo hoje com outros olhos. Não penso com preconceito, penso com a razão. O país é grande demais e grande demais são os nossos problemas por lá.
Mas voltando à tv. Depois dessa enxurrada de notícias tristes, desliguei, saí da sala e fui pro meu quarto falar com Deus em silêncio. Dói. Dói ver aquilo tudo e ficar calada, e não poder fazer nada.
Saí da tv por que logo depois começou uma, eu acho, novela, Cidadão Brasileiro, com um rapaz bonito num salão de danças, provavelmente ainda ingênuo e "ainda" não-corrupto, falando num palquinho improvisado sobre mudanças na política, pelo bem dos pobres. Cidadão Brasileiro! Pois sim!

Eu dividia esse gigante!





21 comentários:

  1. Oi, Nina
    Nunca tinha pensado e analisado essa divisão dessa forma.
    Por um lado faz muito sentido, mas quem faz o País é o povo. E hoje, mesmo que haja divisão, o povo é o mesmo.
    Não somos educados, jogamos lixo na rua, jogamos lixo pela janela do carro, sempre temos o "jeitinho" pra tudo, elegemos cantores, atores, apresentadores, condenados pela justiça (aliás, uma justiça falha, cega e lenta), sonegamos impostos.
    Me lembro qdo fazia estudava e o professor falou sobre a política de Pão e Circo de Roma. E é isso que o povo quer. Quer que o Governo dê comida e diversão. Porque eles querem ganhar, não querem trabalhar.
    Já perguntou ao mendigo na rua se eles querem trabalhar ao invés de ficar pedindo esmola nos sinaleiros?
    Sábio foi nosso Arnaldo Antunes que profetizou em 1988 com a música COMIDA, mas quem definou melhor foi Renato Russo com a sua música Perfeição:

    Vamos celebrar
    A estupidez humana
    A estupidez de todas as nações
    O meu país e sua corja
    De assassinos
    Covardes, estupradores
    E ladrões...

    Vamos celebrar
    A estupidez do povo
    Nossa polícia e televisão
    Vamos celebrar nosso governo
    E nosso estado que não é nação...

    Celebrar a juventude sem escolas
    As crianças mortas
    Celebrar nossa desunião...

    Vamos celebrar Eros e Thanatos
    Persephone e Hades
    Vamos celebrar nossa tristeza
    Vamos celebrar nossa vaidade...

    Vamos comemorar como idiotas
    A cada fevereiro e feriado
    Todos os mortos nas estradas
    Os mortos por falta
    De hospitais...

    Vamos celebrar nossa justiça
    A ganância e a difamação
    Vamos celebrar os preconceitos
    O voto dos analfabetos
    Comemorar a água podre
    E todos os impostos
    Queimadas, mentiras
    E seqüestros...

    Nosso castelo
    De cartas marcadas
    O trabalho escravo
    Nosso pequeno universo
    Toda a hipocrisia
    E toda a afetação
    Todo roubo e toda indiferença
    Vamos celebrar epidemias
    É a festa da torcida campeã...

    Vamos celebrar a fome
    Não ter a quem ouvir
    Não se ter a quem amar
    Vamos alimentar o que é maldade
    Vamos machucar o coração...

    Vamos celebrar nossa bandeira
    Nosso passado
    De absurdos gloriosos
    Tudo que é gratuito e feio
    Tudo o que é normal
    Vamos cantar juntos
    O hino nacional
    A lágrima é verdadeira
    Vamos celebrar nossa saudade
    Comemorar a nossa solidão...

    Vamos festejar a inveja
    A intolerância
    A incompreensão
    Vamos festejar a violência
    E esquecer a nossa gente
    Que trabalhou honestamente
    A vida inteira
    E agora não tem mais
    Direito a nada...

    Vamos celebrar a aberração
    De toda a nossa falta
    De bom senso
    Nosso descaso por educação
    Vamos celebrar o horror
    De tudo isto
    Com festa, velório e caixão
    Tá tudo morto e enterrado agora
    Já que também podemos celebrar
    A estupidez de quem cantou
    Essa canção...

    Venha!
    Meu coração está com pressa
    Quando a esperança está dispersa
    Só a verdade me liberta
    Chega de maldade e ilusão
    Venha!
    O amor tem sempre a porta aberta
    E vem chegando a primavera
    Nosso futuro recomeça
    Venha!
    Que o que vem é Perfeição!...


    Enquanto não se mudar a forma assitencialista de governar, onde o próprio Presidente semi-analfabeto se gaba por ter sido pobre, vamos continuar a ser um país muito grande, mas de povinho pequeno.
    Desculpa pelo livro tá??
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. hihihihi
    Desculpa o riso Nina, mas é que eu ouvi cada palavra sua, ouvi Nina, mesmo sem saber como é o tom de sua voz, se quando você fica nervosa fala mais fino(eu falo) ou até um pouco gritando(parecendo uma arara mesmo, eu falo!), entendi ponto a ponto do que falou, fiquei aqui ouvindo e o Chico brigando pra ser escutado também, dessa vez quase ignorei ele, porque o assunto é muito sério.
    Não vejo jornal de TV Nina, nem leio o impresso, leio jornal na internet, como a notícia é atualizada o tempo todo, não tem o risco de ser tão mascarada.
    Quando saiu a idéia do separatismo, achei, ainda acho, um absurdo, acho que resolveria a situação de um lado e não a do outro, quanto às chuvas, é uma mentira deslavada esse lance da Amazônia, lembro de ser menina e estar passando férias na casa da minha avó em Joinville e isso acontecia vez ou outra e era essa tragédia toda Nina, morria gente pra caramba, ficavam sem casas... Um caos mesmo.
    E a Amazônia não estava tão devastada(ainda existiam dinossauros...), eu acho que isso é mais medo e pressão do mundo mesmo, todo mundo já destrui seu paizinho e o medo que a salvação realmente seja a Amazônia ficam fazendo "inferninho" com a gente aqui...

    aff

    eita assuntinho que rende viu?

    Beijins com felicidades:*

    ResponderExcluir
  3. Oi Nina!

    Realmente a situação em Santa Catarina está lamentável. Muito triste ver uqnatas famílias já sofreram perdas.
    O planeta, a natureza tem força que sequer imaginamos e daqui pra frente, veremos muitas notícias deste tipo.

    Tenho vontade de ficar alienada às vezes e fugir das notícias ruins, mas é impossível. Tento nessas horas permanecer otimista, acreditando que o bem ainda vence o mal.

    Abraço pra vc!

    ResponderExcluir
  4. Oi Nina!
    Bom Dia!
    Ver TV, noticiários aqui no Brasil, está se tornando angustiante, revoltante...cada dia mais e mais notícias ruins...é uma pena!!!
    Beijinhos!!
    Thaís M M

    ResponderExcluir
  5. Eeeeeee!!!
    Adorei o recadinho!! Valeu!
    Vi que tem um post bem interessante, mas agora tô na correria, tenho que sair daqui a pouquinho. Volto à noite pra ler!
    Beijones!!!!!

    ResponderExcluir
  6. Ai, Nina, chega a dar um aperto no peito, ver tudo isso...queria que meu país fosse diferente, justo! Aqui no Rio é uma guerra sem fim, e me dói demais. nunca tinha pensado nessa divisão, acho que não seria a favor, pelo menos hoje, não sei amanhã. Nina, tudo é muito lamentável, corrupção violência e descaso!
    Bjus.

    ResponderExcluir
  7. Se ver um programa de Tv te estragou o dia...imagina nós que estamos aqui vendo ao vivo e a cores? Não dá mais não, Nina. E acho que você deve mostrar ao menino o que ele está ganhando vivendo aí.

    Quanto a separação ia ser uma guerra de foice. Se pra demarcar terras já é um barulho infernal... O pessoal só quer o que está pronto e é bom? Quem ia querer ficar com o Piauí? Desculpe-me quem for de lá, mas é terra esquecida pelo Governo e sempre foi. Não tem estradas e quando chove nem caminhão chega lá.

    É Nina, vai dando teus passeios de bike e levanta as mãos pro céu de poder criar teus meninos aí.

    PS: Quer dizer que a menina deixou "o jornal"? Dá abandono de emprego nela. hehehe

    ResponderExcluir
  8. Que bom que voce sonhou comigo Nina!!! Que bom ainda que foi sonho bom! Sonhos bons sao sempre bem vindos! Fiquei feliz de saber! =] E com certeza ele vai se tornar verdade um dia, e tbm vai ser bem divertido!=D
    Ahh... hoje eu fui no centro de Bruxellas, andei andei, que meu dedo do pe ate sangrou um pouco, acredita? Foi a unha.
    Mas aqui fez um solzinho pela manha, mas o tempo nublou, nao chuveu, mas ficou um dia cinza de novo, mas tudo bem, pelo menos estava uns 5 graus.

    Nina eu so tenho a agradecer pelo carinho viu? E muito bom escutar palavras doces e carinhosas de uma amigairmazinha como vc. Eu tbm sai para ver pessoas, me distrair, agora vou rezar um pouquinho. Mas meu coracao guarda mesmo a estrelinha Fe brilhando aqui.
    Muito obrigada Nina!!


    E qto ao nosso gigante, eu tbm acho o brasil grande demais para ser administrado do jeito que e. Muita corrupcao!! Um dinheiro que podeira ser usado para tantos fins necessarios. As estradas nao tem boa estrutura! E no ES ta desmoranando tuuuudo! Mais de 250 pessoas estao desabrigadas! E muita gente! Fora as pessoas que ja morreram so nessa ultima semana. Ha um tempo atras eu tbm achava que o sul querer se separar era preconceito. Mas hoje vejo que a divisao seria bem vinda sim! Em 4 partes! Ontem mesmo eu estava pensando nisso. BRasileiro fala, somos abencoados porque aqui nao tem terremoto, furacao! OI?? Mas tem chuva forte, corrupcao, violencia, trafico, vc nao anda na rua preocupado, te roubam facil, entre outras coisas... Concordo contigo e o careca sabicao careca tbm. aqui em casa eu nao vejo tv tbm nao, Ruben ve so os discoverys ou national geografic ou history channel. As vezes eu vejo com ele. As vezes e chato.Nao tenho canal brasileiro aqui, mas eu vejo as noticias pela internet. Novela na Holanda tem uma que tem 30 anos... elas sao infinitas tbm! Imagina, se um ano ja e tortura imagina uma novela mais velha que eu! CREDO!



    Bjaoooooo

    ResponderExcluir
  9. Ahhhh e adorei o Chico!! heheheh

    bjao no coracao Mana Nina!

    ResponderExcluir
  10. Nina, nem sei o que dizer.
    Queimei neurônios tentando defender o Brasil e o Povo brasileiro, mas não consegui.

    É bem por aí mesmo.
    Vou ficar calada.

    bjux menina!

    ResponderExcluir
  11. Pitanga, eu to aqui há pouco tempo. Vi muita coisa errada durante todos os meus anos de Brasil (35 anos). Por sorte e pela bencão de Deus, nunca vivi nada perigoso, no máximo, em Belo Horizonte, ano retrasado, qd um cretino tentou roubar minha correntinha, que não conseguiu levar! mas que arrancou de mim além de um grito de susto, boa parte da pele do meu pescoco na unha). Mas também vi gente agindo errado, vi corrupcao na minha cara, vi policiais recebendo propina, vi mulher traindo marido descaradamente e se orgulhando disso, vi e tem gente que vê mt mais e acaba achando tudo normal.

    Sempre fui grata pela vida que levei e levo. Sim, eu curto meus passeios de bicicleta, e dou sim, muitas gracas a Deus por ter uma vida tranquila. Mas grata a Deus, sempre fui, mesmo nas dificuldades.
    Meus filhos e eu temos sorte de podermos estar morando num país correto como a Alemanha e isso pra mim, é a melhor heranca que um dia vou deixar pra eles, porque viver aqui, é diferente de viver aí, e isso é mt claro pra mim, e pra eles.
    Mas é cômodo pra mim, não é? Falar daqui do alto da minha poltrona, do lugar protegido e quentinho em que me encontro. Mas eu falo, porque dói ver o Brasil que temos e eu não ter nenhum poder pra deter isso, a minha única voz é essa aqui, essa humilde página na net... e não pense que minha visão de Brasil mudouporque agora eu moro aqui. Sempre pensei assim, estando aí ou aqui.

    Flávia, alguns dias atrás postei algo como o que vc falou, usando um texto que diz ser do Ubaldo Ribeiro, isso aí é o que eu penso. O mal do Brasil é brasileiro ruim, infelizmente!

    Assuntinho que rende mesmo, viu soninha?? mas ainda acho que a divisão seria uma boa solucao pra mts problemas.

    ResponderExcluir
  12. Nina,

    Nem me fale em noticiários. Estou numa fase "cansada" de coisas ruins. Estou precisando tirar um tempo disso tudo, acho que até por isso criei o blog e ando passeando por aqui...
    Se for para ligar a TV, que seja para assistir a um filme, ou aos cartoons das meninas. Quero ficar alienada mesmo. Alienada daquilo que eu não posso mudar. Pelo menos por um tempo, entende???

    Beijo muito grande!


    Rê.

    ResponderExcluir
  13. NINA,

    eu nao vejo noticiário do Brasil.E tenho depressao só de pensar que minha filha está l´+a.Minha filha foi atacada seis vezes, tentaram matar meu marido no mewrcado em Maceió, o nfilho foi atacado seis horas da manha...
    Olha, eu sou apaixonada pelo BRASIL mas penso duas vezes antes de voltar.
    Aboli, abri mmao da carreira de advogada para viver como fotógrsafa do outro lado do Mundo...onde abrir uma janela é o mesmo que abrir um palacete no campo de trabalho...mas, consigo dormir em paz.
    É UMA PENA O QUE ACONTECE COM O NOSSO PAIS.
    MAS, SOU SINCERA EMA FIRMAR QUE ANOS ATRÁS A BAGUNCA NAO ESTAVA DESSE JEITO, NAO.BJS E DIAS FELIZES

    ResponderExcluir
  14. Ah Nina tem hora que me envergonho ao pensar o que mostram ai fora sobre o Brasil...mas infelizmente é so tragédias,monstruosidades etc acontecendo nao temos p onde fugir..esta complicado mesmo ver isso,e nao ficar passada.
    Mas a fé nao pode morrer jamais ne
    um beijo imenso e carinhoso.

    ResponderExcluir
  15. Oi Nina, não gosto nenhum um pouco do tal careca de que você fala,o considero um mediocre sensacionalista, e seus companheiros de programa uns incapacitados para esta profissão. Mas não é sobre isso que quero falar, eu acredito que estamos pagando (caro por sinal!) por todo mal que estamos fazendo ao meio ambiente, é bem verdade de uns tempos pra cá levantar a bendeira em prol da natureza é geralmente uma atitude de quem quer ser cool, eu não tenho essa pretenção e sei que você também não, por isso falo sem medo, o Brasil está buscando esse progresso a qualquer custo, quer se desenvolver a qualquer preço, e está pagando por isso.
    Infelizmente muita gente sofre, eu sofro, você mesmo longe também sofre. Mas no mais, ninguem faz nada. O governo também não faz nada. Bom falar de governo é um capitulo a parte, porque o nosso é vergonhoso. E o reflexo dessa palhaçada está presente na nossa precária educação, no nosso negligente sistema de saúde, na grande insegurança que nos assola, etc.Eu tenho muito orgulho de ser brasileira,mas tenho muita vergonha do meu país, vergonha em ver tanta miséria num país tão rico, vergonha de ver tanta negligencia, como no caso do Estádio da Fonte Nova, sete pessoas morreram porque um idiota não obedeceu as ordens e conselhos dos arquitetos que disseram que o estádio nem deveria mais receber jogos. E nehum deles foi se quer punido, nem afastados do cargo,nada.Não acredito que a divisão do país seja a solução, acredito que talvez os estados deveriam ter uma maior autonomia, porque a nossa constituição está um pouco antiga e não acompanha as grandes mudanças que aconteceram, principalmente nas metropoles.
    Bjão

    ResponderExcluir
  16. minina bunita que mora lonji.
    não consigui le tudu.
    Pulei direto pra musica, qui é beim bunitinha, mesmo não sendo do Daniel, aquilu sim é cantor.

    Bejos

    Vala'dona

    ResponderExcluir
  17. Niníssima!
    Eu tbm acho que dividindo talvez fosse melhor. este país é muito grande mesmo. Alhiás, o cara que queria fazer a separação do Rio grande do Sul é lá de Santa Cruz, minha cidade! Eu conheci ele há muitos anos atrás, era dono de um bar.
    Eu tenho vergonha de tudo que acontece aqui e vou falar mais (podem jogar pedras!) a maioria dos brasileiros não é sério. É corrupto, porque aqui as pessoas tem mania de querer levar vantagem em tudo, um passa o outro pra trás. Nas pequenas coisas o povo daqui mostra que não é sério. Aqui se vc é uma pessoa muito correta é trouxa. Tenho vergonha e lamento muito por isso!
    E mais, o país tem os governantes que merece, por isso que este país tá uma droga!
    Estamos vivendo em guerra faz tempo, mas as pessoas insistem em fingir que não vêem.
    É uma pena, um país tão lindo.
    Bjao!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  18. Vala'Dona, quanta honra você por aqui querida!! Que lindo, e aí, como tá o português, estudando de vez em quando com o doutor Aurélio?

    Grace do céu, que horror, meu Deus! sua filha foi atacada 6 vezes? meu Deus, será que esse país tem conserto?

    meninas, não acho que todos os problemas seriam resolvidos com a divisão territorial não, mas acho que alguns sim. talvez fosse mais fácil distribuir certas atividades burocráticas, num país menor.

    monique, também o acho sensacionalista demais. tbm é verdade que nao é só notícia ruim que vem do nosso país, certo? no programa ele faz com que as piores noticias aparecam, porque parece que é disso que o povo gosta,é isso que dá ibope. mas que é tudo fato é, e é isso que me dói tanto.

    um beijo pra todas vcs que passaram por aqui.

    ResponderExcluir
  19. Nina...
    Tenho 43 anos. 41 anos eu viví com depressão. Por isso, agora me dou ao direito de não querer me aprofundar nem pensar muito , sabe...
    Fujo dos noticiários, sabe....
    Mas entendo a sua indignação.
    Depois do que eu li estes dias no livro da Sonia Bridi sobre a China, fiquei pensando :"precisamos aprender muito ainda"

    Ah, pelo menos uma notícia boa.
    Aqui no Espírito Santo o governo proibiu a Siderurgica Chinesa Baostell de ser instalada aqui em Anchieta, por causa dos impactos ambientais.
    Vamos ver até quando isso vai resistir.

    Mas já é uma pequena vitória.
    http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2008/11/36364-impacto+ambiental+veta+baosteel+em+anchieta.html

    Fique com DEUS...Vamos fazer orações e vibrações positivas para o mundo inteiro....

    ResponderExcluir
  20. Oi Nina,
    Infelizmente, acho que nao é só uma questao de tamanho. Ou entao os países menores da América do Sul iam ser super-mega-hiper show. E nao sao :o( Mas, concordo contigo: algo têm que mudar, porque do jeito que está, nao dá! Ou melhor, até dá, mas nao por muito tempo :o(
    Beijocas,
    Angie

    ResponderExcluir