19/10/2008

Absurdo!

Não tem como não falar da menina, uma menina apenas, de 15 anos, morta pelo namorado. Meu Deus, o que foi isso? Que mundo nós estamos? Que tipo de gente temos aqui? O que acontece com esse povo?? Meu Deus!! Não dá pra ficar em silêncio! Simplesmente não dá pra se calar diante de tais absurdos como esses.

Desde quando a vida passou a não valer mais nada?? Aonde foi que nos perdemos, meu Deus? Aonde está a nossa dignidade? Nosso caráter?? Nossa bem aventuranca?? Que tipos de valores nós temos? Aonde foi que nos perdemos? Meu Deus! Aonde?

Que ela siga em paz. Que seja recebida pelos anjos, que são como ela, um anjo-menina.

Pato Fu - A barca

16 comentários:

  1. Nina, vc não imagina a semana dolorosa q foi por aqui. A imprensa sempre c notícias, mas infelizmente, nada era certo e a polícia , como sempre, não correspondeu ao q esperávamos, as meninas vivas! Imagino o sofrimento dessa mãe q vê sua filha sendo morta por um desgraçado inqualificável. Queria q matassem essa peste na prisão, apesar dele merecer ser morto bem devagar. Realmente, a vida humana está se tornando um nada, pois matam por qualquer motivo e, quem ama não mata!!!! Será? Mesmo mto triste acho q Deus foi bom c ela q ficaria c seqüelas terríveis e isso seria ainda mais doloroso p a família. Tenho certeza q ela está nas mãos de Deus e peço tb q Ele ilumine o caminho desta mãe. Bjks

    ResponderExcluir
  2. meu coração apertou muito aqui. todos os corações aqui em casa, na verdade.

    ResponderExcluir
  3. Concordo! Acho que aqui tá todo mundo em estado de choque com o que aconteceu! Uma vida assim tirada desta menina, do convívio dos pais, amigos e de todos que a amavam, porque ela simplesmente não queria mais namorar com o cara? agora entendo porque ela não o quis mais.
    Infelizmente, Nina, o homem é capaz de crueldades tamanhas que nem dá para imaginar. Que a alma desta menina siga em paz, e que a família tenha força para suportar sofrimento tão grande!
    Saudades lindona!!
    Tô numa correria só!!
    Bjus mil!!!!

    ResponderExcluir
  4. Oi Nina,
    Triste, muito triste :o(((
    Beijos,
    Angie

    ResponderExcluir
  5. Nossa, Nina...Fui dormir ontem com o mesmo pensamento. Eu e meu marido ficamos nos perguntando o que fazer com a criação das meninas, que espécie de gente elas e nós vamos encontrar pela frente nessa vida...É muito triste, né?

    Mas me atordoa muito ainda o fato de várias pessoas ainda colocarem a culpa na polícia, transformando em bandido quem fez o que foi possível. Acho fácil avaliar a situação de estúdios refrigerados como vários "especialistas em segurança" andaram fazendo durante todo o fim de semana". Mas a siutação fática é diferente.A adrenalina do momento e tudo o que estava em jogo somente pode ser medido por quem estava direta e até fisicamente envolvido na história toda.

    Imagino a dor dessa família agora. Imagino a dor dessa família amanhã. Imagino tantas coisas...E não posso fazer nada, somente rezar por eles, e por ela.

    Desculpe o jornal, Nina, mas essas coisas fazem isso na gente, nos deixam indignados e com vontade de trazer para o mundo alguma solução, não é????

    Beijo, Nina!

    Rê.

    ResponderExcluir
  6. Nina, normalmente quando vejo algo assim, eu procuro não saber, procuro não me envolver, tento ser aquela pessoa que tem um julgamento mais frio, mais pensado.
    Dessa vez como no caso da Isabela não deu.
    Eu ficava comparando com minhas crianças aqui, dormi mal demais de quinta pra sexta pensando nisso, a Amanda tá com 14 anos e é tão criança, tão menina. Nem dá pra acreditar numa coisa dessas. Quando foi que perdemos o caminho? Quando foi que perdemos o direito do primeiro namorado?
    Tô muido indignada, muito assustada e numa tristeza dessas que a gente nem consegue verbalizar:(

    Mas passa viu Nininha, passa porque a vida continua...

    Beijins com muitas felicidades

    ResponderExcluir
  7. Ainda é mais triste saber que não é um caso isolado, acontece sempre. Voce vive anos ao lado de alguém e muitas vezes é surpreendido.
    O sentimento de posse que as pessoas têm sempre me deu pavor de me casar, tenho lido cada história aqui e ali.
    Forte abraço sempre.

    ResponderExcluir
  8. Nossa, Nina, já estava com um nó na garganta....Quando ví seu Post com a música, lavei e enxaguei minha alma...
    Fique com DEUS....
    Ainda bem que voce existe neste mundo....

    ResponderExcluir
  9. é triste, é revoltante, é dilacerador. mas nao vai ser o unico. infelizmente.

    que sofra feito uma boneca na prisao o desgraçado.

    ResponderExcluir
  10. Nina,só soube disso no pré(estive meio perdida nas idéias essa semana)!Absurdo é pouco,mas me parece que é só o início de coisas muito piores que virão.Se o mundo está perdido,o Brasil mais ainda.

    Beijos e calma...quem sabe um dia,tudo dê certo.

    ResponderExcluir
  11. E realmente revoltante!!! E tbm nao aceito de jeito nenhum esses atos de vandalismo e desumanidade! Nina essa musica me fez chorar... simplesmente lembra muito minha infancia... pois bemnao entendo como ha pessoas que vem ao mundo para fazer mal! Principalmente de tirar a vida do outro! Porque existir isso!! e realmente incabivel! Inaceitavel!! Uma pessoa ter o sangue frio de fazer uma maldade dessas, nao entendo, so pode ser um monstro disfardo de uma pessoa. E cada historia mais "assustadora" que a outra, qta violencia!

    Paz, paz e muito amor ao mundo!

    Que ela tenha o reino da Gloria para descansar em paz.

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Nina, eu procuro não comentar sobre essas coisas. Eu vou ficando deprimida e paranóica... e fico imaginando "E se fosse minha filha?".
    Putz! Eu tô de ressaca, viu. Tá parecendo um universo paralelo aonde nada importa, aonde impera só o "Eu": Se "ele" não podia ser feliz, ela também não poderia. Tento entender mas não consigo. As pessoas dizem que ele estava sofrendo por amor, mas o que eu aprendi e acredito é que quem ama não mata, não fere e nem deseja o mal.
    Tô muito deprimida com tudo isso.

    Bjux Menina!

    ResponderExcluir
  13. É Nina, eu até queria escrever sobre isso no meu blog,mas eu não tem forças, sabe? Eu não entendo como criaturas que foram criadas por Deus podem ser tão ruins.
    Todo dia que abro a iternet tem uma desgraça diferente. É o cara que mata a ex namorada e fere a amiga dela, são os familiares que cremaram uma velhina numa churrascaria pra continuarem recebendo a aposentadoria dela, é menina que ficou paraplégica com tiroteio aqui em São Paulo, são pais que matam filhos, filhos que matam pais. Onde vamos Parar? Se parasse estava bom, não é? Mas isso só piora e eu não tenho respostas! Isso me angustia tanto, mas tanto que nem dá para explicar!

    ResponderExcluir
  14. Pois é gente, eu normalmente tbm evito falar ou dar opinioes sobre esses temas horríveis, até evito ver tv ou ler, porque isso me deprime mt. dá um medo danado, Deus nos livre a todos! mas tem coisa que nao dá pra deixar passar. dói demais... e eu só penso nos pais, oohh Deus, quanta maldade nesse mundo. Que Deus tenha piedade de quem somos :(

    ResponderExcluir
  15. Oi querida, estou viva, pode ficar sossegada! É que eu estava sem assunto mesmo, sabe? E às vezes eu não gosto de falar sobre coisas ruins, e então me calo. MAs agora estou pronta pra outra!
    Fiz uma nova postagem nos dois blogs!
    te amo
    bjos
    Depois te mando meu tel

    ResponderExcluir
  16. Há 2 dias não durmo bem, quando durmo tenho pesadelos de que estou no apartamento assistindo de perto esse terror....quanda maldade, quanto sofrimento.....que mundo é este??????
    Deus no ilumine!
    Grande abraço!!
    Thaís M M

    ResponderExcluir