04/09/2008

Sobre cartas e delicadezas

Eu adoro receber emails. Nao gosto de emails curtos, que falam pouco, mas dos longos que explicam, e contam histórias, e perguntam, e se extendem. Mas o que eu mais gosto mesmo é de escrever e receber cartas.

Desde que inventaram internet, desinventaram as cartas. Gosto desde sempre e nao deixei de escrevê-las.
Aqui é muito comum as pessoas escreverem cartas, enviarem cartoes de aniversário, de agradecimento a algo ou cartoes postais. Nunca fazemos uma viagem que nao sejam enviados cartoes postais pra família ou amigos.
E eu acho isso tao bonito!

Eu escrevo cartas desde que cheguei aqui a minha família e a alguns amigos, mas nunca, nunca recebi uma resposta. Com excecao de uma única vez, um cartao postal da Juli, minha amiga que agora mora um pouco mais longe e uma caixinha no natal, enviada pelo meu amigo Daniel, com algumas coisinhas lindas que os amigos me mandaram de lá. Pra recordar.
E só!

Pois é, isso parece ser uma reclamacao né? Mas nao é nao. Eu penso que eles talvez nao tenham tempo suficiente, ou nao sintam a mesma sensacao deliciosa que eu sinto quando abro minha caixinha do correio e vejo meu nome lá, num envelope, vindo do Brasil.

Eu penso também no que eu aprendi na vida, observando alguns amigos: eu nao posso cobrar o amor e a atencao de ninguém, porque cada um dá o que pode dar de si mesmo ao outro. Eu me dou a alguém e sou capaz de fazer tudo por essa pessoa, mas se ela nao me retribui como eu acho que seria legal ela fazer, já nao me cobro mais. Porque aprendi isso, cada um só dá o que pode, o que está ao seu alcance. E eu aprendi a dar sem cobrar algo em troca. E estou sendo sincera ao dizer isso...

Se isso me traz dor? Sim, é claro que traz, mas o que mais eu posso fazer? cada pessoa é uma pessoa, e tem seu jeito peculiar, e tem as suas preferências, os seus gostos, o seu jeito, as suas possibilidades, os sesu limites na doacao de si mesmo. "Cada qual no seu cada qual". Assim como eu.

Minha irma mora em outro estado há muitos anos, antes da internet ser inventada, ela escrevia muitas cartas pra nós, e reclamava quando a gente nao respondia rapidamente. Agora eu entendo minha irma mais velha, agora sim...

Eu sou a favor de mais delicadeza na vida da gente, sabe? essa vida, essa aí do dia a dia já é tao dura por si só... porque nao resgatar certos valores que já parecem ter se perdido no tempo?

Uma cartinha, uma flor, uma oracao, um telefonema, um "por favor", "obrigada", um "desculpe-me", um sorridente bom dia, lixo na lixeira, andar com um leve sorriso estampadinho no rosto (em vez de cara amarrada e sombrancelha junta com cara de má), um abraco, um olá, um afago no cachorro, numa crianca... essas coisinhas que podem alegrar nosso dia.

32 comentários:

  1. Seu texto expressou muito bem a frustração que eu costumava sentir. Frustração que logo se tornou em "deixa p/ la", "é assim mesmo".

    Mas assim como nem todo mundo tem a delicadeza de responder cartas ou agradecer aos cartões postais (que eu tb mandava em cada viagem!), a nossa delicadeza em fazer isso não diminui, mas é redirecionada p/ quem merece.

    E como faz fala delicadeza nos dias de hoje...

    ResponderExcluir
  2. Nina, eu bem sei o que é isso.

    Teve uma época de namoro, que o maridones foi morar em Paris, e eu aqui nesse Brasil, tão longe...
    A gente mandava carta toda semana, duas três e quando acontecia do correio nos boicotar era o fim do mundo. Mas era tão bom pq na semana seguinte chegava 4, 5 cartinhas todas juntas.
    Amo escrever cartas, escrevo pros meninos o tempo todo. Escrevo pro Maridones quando algo não está bom ou quando está bom demais.
    Carta escrita a mão, em papel de carta, as vezes com perfume, as vezes com "frases".

    E é bem desse jeito que você falou, uma DELICADEZA.

    Beijins

    ResponderExcluir
  3. Eu também adoro cartas! Recebia um monte dos meus amigos antes da internet. Era carTão de Natal (vários), cartas e mais cartas do meu amigo que mora na praia e as cartas que não são mandadas por correio. Tenho duas caixascom todas as cartas que já recebi na vida e às vezes eu as releio e dá uma sensação tão boa, Não é?
    Que saudades que me deu agora!
    Bons tempos! Bons tempos!

    ResponderExcluir
  4. Assim como as meninas, eu também amo cartas. E quando chegam, dá até uma coisinha no coração!
    Quero cartas!
    rsrs
    Bjus.

    ResponderExcluir
  5. Puxa, não recebo cartas faz um tempão.... e é bom mesmo!!
    Pelo correio, só vem contas... kkk
    Meninas, pq não trocamos nossos endereços físicos e fazemos um "clubinho de cartas"?
    Beijins

    ResponderExcluir
  6. Olha AMEI a idéia da Tania.
    'Bora trocar mails pra trocar endereços...

    Quem topa?

    Beijins

    ResponderExcluir
  7. Tenho uma dúvida lá no meu blog.
    Preciso da sua opinião.
    Dá uma passadinha por lá.
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Podíamos mandar nossos endereços (físico e de email) para a Nina e ela distribui a lista depois para todas que quiserem participar... ou mandem para mim e eu faço a lista... o q acham?
    beijins

    ResponderExcluir
  9. Eu achei a idéia ótima tania... posso ficar encarregada da lista sim.

    pra quem quiser já passo aqui meu email:

    ninasena@hotmail.com

    podemos criar um clube de cartas!

    ResponderExcluir
  10. Nina,

    Escreve uma carta pra mim??
    Sou doida pra receber uma carta, mas ninguém escreve pra mim.
    Só mandam emails.

    Prometo responder a todas as cartas, tá.

    E isso vale pra todas as meninas também. Oba!!!

    Quero participar do clube de cartas!!!!! Uhuuu!

    Bjux, bjux, bjux!

    ResponderExcluir
  11. oi tudo bem?? visitante de primeira viagem no seu cantinho..

    tou indo morar em Manaus em outubro ;P mas ja me disseram que é um execente lugar, apesar do calor..

    não sou muito de pedir por favor, licença, obrigada.. mas pessoas educadas são como ouro, e valem em todo lugar!

    ResponderExcluir
  12. Adoro carta, adoro escrever,vou escrevendo,escrevendo,quando vejo tenho uma carta enorme,me sinto bem escrevendo,quando uma amiga se mudou para outro estado eu escrevia sempre pra ela,uma crta de quinze em quinze dias,e fiz isso durante quase um ano,e ela me respondeu três vezes,só,fiquei chateada,mas depois vi que nem todo mundo é como eu,nem todo mundo gosta de escrever,nem todo mundo é tão atencioso como eu,etc.Hoje não ligo e nem me arrependo por ter escrito as cartas,gosto de escrever, de esperar,da espectativa!Hoje é dificil eu escrever cartas,mas sempre que posso escrevo,nas datas comemorativas, natal pricipalmente minha familia sempre se junta e escreve pra minha tia que mora Nos Estados Unidos, e ela faz o mesmo, é um barato escrever e esperar que chegue,imaginar todo o caminho que essa carta esta fazendo!!
    Adoro cartas,sobre o post de baixo,da morte,eu também não sou tão despreendida assim com a vida,não.Mas também não tenho medo da morte,não aquele medo absurdo que muitos tem!Adorei saber que você quando mais nova sonhva muito e realizou todos os seus sonhos,incentivo pra mim,tenhos muitos sonhos,e em muitos momentos eu vivo dentro deles,e espero que eles se realizem!!
    Gostei muito do bate-bola!rs!!
    Desculpa o sumiço,mas tive problemas com a minha net!
    Tem selinho pra vc la no blog!!
    BJusss

    ResponderExcluir
  13. Já mandei o meu e-mail com endereço!!!

    Ui que tô parecendo criança.
    Esperando pra conhecer os amiguinhos do Jardim de Infância!

    Beijins

    ResponderExcluir
  14. querida NINA,

    acho que a internet acabou ummpouco com o roamntismo. as coisas acontecem muito rapidamente. É po preço que se paga peloa vanço da tecnologia.
    Não sei se issofaz o homem mais feliz,não.
    Amiga, como eu votlei a viver na Suécia, em definitivo, creio, voltei a estudar a língua. E O CURSO AQUI É PUXADO. EU GASTO 8 HORAS DENTRO DA ESCOLA. VC ACREDITA? 8 HORAS. FORA O TEMPO EM QUE LEVO PARA IR DE CASA ATÉ CHEGAR LÁ.
    Ecomo venho me dedicando à fotografia tenho que divulgar meus trabalhos no FLICKR.Assim, decidi escrever uma vez por semana ou quando tiver algo mais itneressante para falar.
    Com isso, querida, o tempo ficou escasso.
    beijos e eu falo com minha familia pelo SKYPE ou via email...
    Precisou de mim...é só chamar que eu venho.
    Se bemq ue venho sempre aqui, leio e nem sempre comento por que tenho pouco tempo no PC. beijos e dais felizes

    ResponderExcluir
  15. Só hoje tive tempo de dar aqui um saltinho. Outros afazeres.

    Somos do tempo das cartas sim. Eu sempre escrevi cartas e cartões postais de férias e Natal. E também adorava receber, dos amigos, pais, irmãos tios e avós. Ainda guardo muitas e é sempre um prazer lê-las.

    Mas pior que o mail para mensagens pessoais, como parabéns, feliz natal ou feliz ano novo, são as menagens curtas e pré-feita e telemóvel (celular).
    Você recebe uma dessas mesagens e depois encaminha apra mais não sei quantos amigos, sem qualquer traço pessoal. É simplesmente horrível!

    ResponderExcluir
  16. Iupiiiiiiiiiiiiiiii!
    Eu quero participar do clube de cartas, meninas. Adoro cartas, papel de carta, envelope coloridos, caneta com cheirinho. Ai, adoro! Amei essa ideia e já to aqui ansiosa pela primeira cartinha.

    Quem quiser trocar endereço, meu email: criscaroli@hotmail.com

    Nina, que ideia brilhante!

    ResponderExcluir
  17. Oi cris, que bom que vc tbm topou.
    A idéia genial veio da Tania e a Sonia deu o pontapé! eu tmb achei ótimo!

    entao, como fiquei encarregada de preparar a lista e enviar pra quem tiver a fim de participar, basta que vcs me enviem os seus dados - endereco- pra:

    ninasena@hotmail.com

    ResponderExcluir
  18. EEEEEEEEEEE! Já estou ansiosa por uma cartinha de vocês!

    ResponderExcluir
  19. Onde acaba a terra e começa o Mar
    Há um lugar onde vive a ilusão
    Repousa na madrepérola das conchas
    Com a forma de um coração

    Onde as giestas se agarram à areia
    Onde as pedras têm diadema de algas
    Onde o Mar conta histórias longínquas
    Onde as vagas soltam distantes mágoas


    Bom fim de semana


    Mágico beijo

    ResponderExcluir
  20. Oooba, eu tinha pensado nisso, mas não falei, kkkk.
    Amei a idéia...
    vou mandar o meu já.
    Ah, vou responder a todas...
    Tô toda boba, rsrsr.
    bjus.

    ResponderExcluir
  21. Nossa que coisa boa q tanta gente gostou da ideia e quer participar!!
    Nina, adorei o novo layout... está uma graça.
    Beijins

    ResponderExcluir
  22. Oi Nina,adorei a idéia,quero sim fazer parte desse clubinho!!!
    Meu e-mail:
    nique.lobo@hotmail.com
    Estou ansiosa esperando por sua resposta!!
    Cartas,cartas,cartas!!!

    Bjuss

    ResponderExcluir
  23. Primeiro que lhe dizer que ficou ainda mais lindo o seu cantinho.
    Depois costumo dizer sou mesmo uma pessoa artesanal, logo acho que email é bom, mas geralmente é tão breve prefiro receber cartas: olhar na caixa do correio... descobrir uma carta... abrir ansiosamente... bom demais, neh... eu quero participar vou já mandar meu endereço para voce e também vou linkar todas as garotas que tiverem participando pra ir conhecendo melhor.
    Forte abraço sempre.

    ResponderExcluir
  24. Eu tb quero participar.
    Meu e-mail é fcalassa@hotmail.com
    Bjs

    ResponderExcluir
  25. Oi Nina!!!
    Sua página tá liiiiiinda!!! Acho que este é o layout mais bonito que vc já teve e o que é mais a sua cara!!! Adoro gérberas!
    Vou entrar no clube das cartas sim!
    Mas vou fazer uma experiência, pois nunca fui muito de mandar cartas, sou meio amarrada, não sei porquê! Mas prometo que vou tentar!
    O meu email é sabrinajungbluth@ig.com.br prá quem quiser mandar o endereço!
    Bjus e bom findi a todas!!!

    ResponderExcluir
  26. ai que fofa voce!!
    obrigada por me responder..
    vou te linkar, viu!! ;D

    nao, a bonequinha do anime nao sou eu nao, peguei na net.. mas se quiser a fotinha dela, eu mando.. é uma garota, parece uma bonequinha mesmo!!

    bjo Linda!

    ResponderExcluir
  27. Tem selinho lá no meu blog.

    Beijins

    ResponderExcluir
  28. Nininja, o maridones aqui também me chama de Ninja... hahahaha
    Claro que tirando o maior sarro da minha cara! hahahaha
    Esses homens são tão complicados né?
    Um mistério!
    hahahaha

    Beijins

    ResponderExcluir
  29. Oi Nina!
    Adorei sua visita no blog da Joaninha, volte sempre :o)
    E, adorei esse seu post: sou apaixonada por cartas, cartoes e postais! Uma correspondência escrita à mao tem outro gostinho, nao? :o)))
    Beijos,
    Angie

    ResponderExcluir
  30. Nina querida, já escrevi no outro post, mas voltei pq fiquei mto feliz de tanta gente ter gostado da idéia das cartas. Eu sempre mandei mtas cartas qdo morava fora, Belém e Brasília. Tinha uma família gde naquele tempo e recebia tb mtas cartas. Em Brasília já tinha o telefone q fez as cartas diminuirem, não de minha parte, mas a família achava melhor telefonar. Hoje, porém, não recebo carta nenhuma e minha família se reduziu a três filhas, uma pena e uma dor, mas é a vida.Cartas são mto especiais pq podemos guardá-las e depois de tempos lê-la de novo e relembrar aquele momento. Minhas filhas qdo menores, sempre escreviam bilhetes em aniversários e natais. No vivendodehistorias tem a mais linda carta q recebi da minha filha Lu. Mas lá se foram 10 anos e não veio mais nenhuma!!!!kkk
    Vamos logo começar c esta festa das cartas já q tanta gente está aderindo. Bom demais. Bjks

    ResponderExcluir