16/09/2008

Para minha mãe

Sabe aqueles dias que bate uma saudade danada e a gente não sabe ao certo do que?
Aqueles dias que alguma coisa, uma pequena coisa te faz lembrar de algo grande, muito grande?
Ou foi um cheiro, uma comidinha, um sabor amargo ou doce, um poema, um filme, uma foto, uma música...


Quando Laura era pequenininha, ainda com 3 meses de vida, fomos eu e ela passar uma época na terra do pai dela.

No meio dessa estada de alguns bons meses, passamos 10 dias com a minha irmã que mora longe do Amazonas há mais de 15 anos. Lá, entre alguns livros e filmes, padarias, almocos em família, passeios pela praia, zoológicos e conversas, eu, Laurinha e minha irmã ouvíamos muita música.

Uma delas, da Marisa Monte, nos fazia parar tudo o que estivéssemos fazendo para ouvir. Minha irmã me dizia que essa em especial, a fazia lembrar da nossa mãe.
Então, a gente ouvia e tinha sempre uma lágrima no olhinho brilhante de saudade. E a Laura devia olhar e não entender o porquê daquelas duas coroas estarem com os olhos cheios de lágrimas, mesmo estando sem fome, ou ter xixi na fralda...

Saudade. Saudade é um bichinho que cutuca a gente de vez em quando. Saudade de um tempo que não volta. Um tempo que está lá no passado, guardadinho.




Mamãe é uma rosa. Já está escrito no nome dela.

E ouvindo essa arte em forma de música (se música tivesse forma qual seria ela?) eu também lembro da minha mãe, e sinto saudade dela...mas aí é só ligar pra Manaus e ouvir aquele som conhecido e alegre: "Oi minha filha!", que passa qualquer sinal de tristeza.

20 comentários:

  1. Ai meu Deus! Nem me fala viu! Aqui sempre bate saudade forte da minha familia, da minha mae...e incricil lembrar do cheiro, do abraco, do calor! Mae e mae! E minhas lagrimas percorrem meu rosto qdo essas lembrancas vem na minha mente! E exatamente qdo ligo a primeira coisa que escuto tbm e : "Oi minha filha!" Ahhhh... isso da seguranca e enche meu peito de alegria!
    Viva nossas maes!

    PS: Ai que vontade que tenho de conhecer MAnaus!

    Bjuss

    ResponderExcluir
  2. Tem coisa mais deliciosa que mãe? Eu sou mega apaixonada pela minha e acho que choraria sempre por estar longe dela!
    Ah! O número 2 é cocozinho, rs!

    ResponderExcluir
  3. Nina que lindo, realmente mãe é tudo, mas o post q vc gostou é da minha outra avó, vc não percebeu??? Esta é a avó paterna o outro post é da materna, sacou????? Olha tb quero responder as perguntas da Sonia, manda p mim pq ela não mandou. Amei tb o museu do automóvel, sempre qdo viajo é onde mais vou. Amo museus. Perigo é q agora posso ficar por lá!!!
    Bjks

    ResponderExcluir
  4. ahahaha, que é isso marisa!! vc tá mais em forma que mt gente.

    pois é, eu nao repassei pra ninguém, porque me pareceu que todo mundo já tinha feito, mas entao:

    "senhora Marisa Pimenta, eu repasso a vossa senhoria a honra de responder o jogo dos 7, e fale a verdade, nada mais que a verdade"

    muááaa

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Pois e Nina!! hehehehe Ela ja ve um lado que a gente nem ve na hora da empolgacao da beleza das flores, mas depois nao tem como mesmo, a gente se rende as belas! Eu sempre falei: nao gosto de receber flores pq morre, no primeiro momento e lindo, mas qdo morre e triste!
    Porem, agora eu ganho plantas e flores de vaso fico super feliz!!

    A foto la do blog, a primeira com hortencia e desidratada sim... a segunda nao e, no caso e o processo (como fazer), que e para deixar a flor para baixo.

    Bjussss e bjuss

    ResponderExcluir
  7. Mana, a tua memória é inicrível. Eu não lembrava desses momentos. só lembrei quando li. Perfeito... tudo! Beijo grande! E, claro, saudade!!!!!!

    ResponderExcluir
  8. nossa! essa música é linda. (:
    sou super fã da marisa e do cartola nem se fala! música que deu mais certo nas duas vozes nem tem!

    *aquela sou eu sim. eu moro bem no sul do rio grande do sul... mas aquelas fotos são da viagem! algumas em montevideo, outras em buenos aires.

    abraços!

    ResponderExcluir
  9. Póparatudooooooooooooooooooooooo!
    hahahhahaha
    Nina, parece você em foto sépia.
    Que coisa.
    ô coisa boa ouvir voz de mãe ou quem quer que seja que estejamos com saudades.
    Nina, quando eu vejo que o post tem música, primeiro eu coloco a música pra tocar escuto e vou lendo, quando a música é longa vou escrevendo e escutando, viajando no propósito dela. Então vim aqui e li o seu texto embalada por Marisa Monte e cantando Rosa!?! Menina ficou lindo, abri o chorador e me coloquei a chorar.
    Nina você é uma ROSA!

    Beijins com felicidades(aprendi com a Carolzinha:))

    ResponderExcluir
  10. Ai, Nina,como vc já sabe eu sou a maria gotinha(chorona), então eu chorei...
    Achei lindo sua declaração para a mamãe, e acho que já mostrei nos meus posts o quanto sou encantada pela minha.
    Bjus

    ResponderExcluir
  11. ah, amiga,
    que bom que vc tem a sua.
    Cultive-a comc arinho.
    beijos e dias felizes

    ResponderExcluir
  12. Saudade... Putz!
    Existe saudade do que eu ainda não tive?
    Tenho essa dúvida.

    Bjux Nina!
    Bjux D.Flora! A senhora é linda viu.

    ResponderExcluir
  13. Marisa Monte também é muito apreciada aqui em Portugal, aliás como muitíssimos cantores brasileiros.

    Quanto a sua mãe, sorte a dela de ter uma filha doce, assim como você.

    Beijinhos mil.

    ResponderExcluir
  14. Nina!!
    Que texto emocionante, que música linda!!!! Eu também sinto muita saudade de minha mãe, pois moro em Porto Alegre e ela no interior. Imagino a falta que vc sente da sua, vc morando aí e ela aqui no Brasil!Mas de certa forma, a saudade dói, mas tbm aproxima as pessoas, pois faz vc pensar nelas, procurá-las...
    Bom, quanto ao meu blog novo, menina tava a fim de algo novo sabe?? Quanto aos meus textos antigos, vou tentar importá-los para o blog atual, mas se não der não tem problema porque eles estão todos publicados no Recanto, que é onde tabm os publico!
    Fica com Deus lindona!!
    Suuuuuper beijo!!!! =)

    ResponderExcluir
  15. Oi nina que linda a homenagem a sua mama, saudade é tudo isso sim eu sinto muita de minha avó e aprendi com isso a valorizar cada momento ao lado dos nossos porque são momentos que não voltam ne?
    tô mega ultra power viciada em teu blog, adoro a marisa monte =) beijos....
    ------------
    "As melhores histórias jamais serão escritas Assim como os melhores momentos jamais retornarão Por isso, quando estiveres feliz,tire o máximo proveito desta felicidade,Pois o tempo arrastará tudo E só ficarão as lembranças..."


    *desconheço a autoria.....
    sim eu m chamo sena mesmo sou de Olinda pernambuco =D terra do frevo !!!
    ah como se posta musica no blog?
    bjs

    ResponderExcluir
  16. Oie Queria Amiga!!!
    Saudade... nossa, ela palavrinha que soh tem no nosso idioma, porém um sentimento existente em todo o mundo... Pois eh, tmb sint muita saudade, sabe?!? de vc, por exemplo, das nossas conversas, ouvir teus conselhos, rir como fazíamos na mil, nossa, qta saudade!
    Tmb ligo p Lulu (minha mãezinha) para matar um pouco da saudade, adoro ouvir sua voz...
    Bjs!!!!!

    ResponderExcluir
  17. É bom quando o elo é forte... minha mãe disse que se emocionava quando me via dormindo com minha filha: nós seguravamos uma a mão da outra sempre e por toda a noite... Minha conta que fui muito doente quando nasci e fiquei um tempão no hospital e quando ela cansada decidiu pela 1ª vez sair um pouco quando estava chegando na recepção foi informada que deveria voltar... chegando lá eu estava tendo uma parada e os médicos em cima de mim... foi ela gritar por mim e pegar na minha mão eu voltei... então ela faz esse elo entre nós três.

    Achei voce parecidíssima e linda como ela.

    Beijos muitos e forte abraço sempre.

    ResponderExcluir
  18. que lindo isso ro. que bonito.
    entao, vc é mais uma vitoriosa nessa vida, hein?
    que lindo o negócio do elo, das maos unidas, vc, sua mae, depois sua filha.
    lindo!

    ResponderExcluir