22/04/2008

Mudanças

Sempre que a gente muda de casa, de escola, trabalho, cidade, enfim, sente uma certa inadequação, um sentimento de que algo ali não nos pertence, de que tem alguma coisa estranha. Abro a porta do blog e parece que esta não é a minha casa, como se estivesse com a chave errada, invadindo a casa de alguém. Mas sei que isso passa, pois já estou acostumada com mudanças.

Vou pensar agora em quantas vezes já mudamos de casa, hmmm, hmmm. Total: 27 vezes!

Com minha mãe parei na nona mudança, porque foi quando saí de casa e ela dali construiu sua casa própria e parou de mudar de lá e pra cá. Eu continuei minhas andanças até 6 meses atrás, quando mudamos de cidade por aqui. 27 vezes, tenho 36 anos. Arredondando isso daria algo como a cada ano e meio, tivesse uma casa nova na minha vida, e sei que o número não vai parar por aqui.

Tenho quase zero medo de mudanças. Elas precisam acontecer, imagina passar uma vida inteira fazendo tudo igualzinho?! As mudanças nos impulsionam pra frente e é pra frente que se anda. Ainda menina, a cada mudança de casa, gerava uma mudança de escola (passava dois anos em cada uma). A cada nova escola, certos receios, muita timidez, porém novos amigos, e novas descobertas.

Outro dia, minha amiga Josi me perguntou sobre a adaptação das crianças ao país, eu falei a verdade, que eles estão muito bem adaptados, com bastante amigos e se virando como podem, ela comentou: "isso eu já imaginava, você criou esses meninos pra vida". E isso foi pra mim um baita elogio, já que apesar de todos os meus receios, medos e paranóias, muito característicos de mãe, quero que eles aprendam a se adaptar às coisas novas que surgem.

Mas acho que quanto a isso não preciso me preocupar, uma vez que um dos mais antigos sonhos da Laura é morar num trailer (uma casinha com rodas!), onde ela vai poder fazer suas viagens como e quando quiser e assim buscar inspiraçoes pra escrever seus tão almejados livros.

Alma cigana! o pai é igualzinho e o irmão fala que quando viajar com a sua mulher, que segundo ele será muitas vezes ao ano (!!), vai deixar os filhinhos com a vovó aqui. Ele vai é levar a vovó junto, e a nora vai ter que me aguentar, ahahaha (claro que isso não foi sério minha gente!).


Bom, acho que é isso, a sensação de que a casa não é minha vai passar em alguns dias. Até lá, vou me sentindo como uma visitante, uma turista. Aprendendo o caminho de casa a marcando meu território, assim como tem que ser.

Alguém aí tem a chave da porta?

11 comentários:

  1. Eu sei que deve estar sendo complicado se acostumar com o blog novo...vocês estavam há muito tempo no outro,desde muito antes de eu começar o meu.
    Fiquei encantada com essa história das mudanças...nunca,nunca iria imaginar!Sempre pensei que vocês fossem do tipo beeeeem fixos,algo meio "aqui é nosso lar eterno,pronto a acabou!".Mas o lar de vocês são vocês mesmos,não uma coisa material(que profundo...).
    A Laura REALMENTE quer morar em um trailer??Essa menina parece aquelas heroínas de filmes românticos,viajando pelo mundo atrás de suas histórias e do amor*___*(viajei legal).
    Eu também já mudei muito de casa,mas não consigo me acostumar.O bom é que me mudei muito,mas sempre na mesma cidade(que por sinal é horrível).Então,não fiquei longe dos meus amigos!
    Quando a Laura for uma escritora famosa,vou contar a todos que a conheço,que já falei com ela por msn!xD
    O estranho é que eu acho mesmo que ela será famosa...e publicará livros muito lindos e cheios de esperança,sem nunca se esquecer da realidade!Me animei...!
    Beijos!!*_*
    Ps:não sei o que tanto reclamam dos comentários do blig...é só colocar o nome direto,sem http na frente e sem colocar ".ig".Assim:
    carol_road.blig.com.br.Tenta fazer isso!
    Beijos de novo!!*_*

    ResponderExcluir
  2. Traidoraaaaa....hahahaha! To brincando, tem que fazer desse jeito que vc está fazendo mesmo, sem medo de mudanças! Eu ao contrário moro em minha casa desde que nasci e nunca me mudei, aliás,mudanças não é o forte da minha vida,mas às vezes dá muita vontade de mudar tudo,mas dá medo.
    É igual ao lance de ser professora, acho que não fiz o que queria por puro medo, porque sei quanto um professor ganha mal,mas aí fiz uma outra coisa que me agradava e que não me deu dinheiro também, aí fiquei no zero a zero.
    Penso emf azer uma pós e dar aula em faculdade, não era exatamente o que eu queria, porque minha vontade era dar aulas para os pequenos,mas tudo bem, já será meio sonho realizado :D
    Beijos ninoca!

    ResponderExcluir
  3. Nina, Nina, Nina...

    Mudanças... Durante muito tempo vivi na mesma casinha, com o mesmo corpinho, ai... levando a mesma vidinha...

    Quando resolvi mudar foi pra valer, tive a tão sonhada filha, emagreci 10 quilos, mudei de casa, cortei o cabelo e mudei a cor dele.

    Mas por dentro sou a mesma. Ou quase...

    Tô amando mudanças !!

    Bjux querida!

    ResponderExcluir
  4. eu moro na mesma casa há 20 anos. Nunca mudei. Mas estou me preparando para mudar para um casa bem melhor... acho que até o fim de ano rola.. agora de escola ja mudei varias vezes

    beijosss

    ResponderExcluir
  5. Oi Nina!!
    Muita coinscidencia mesmo nos duas falando sobre mudanças. O meu blog, ja mudou de cara umas 30 vezes, e volta e meia quero mudar de novo. Bom de endereço, vc sabe que acabei de mudar. De cabelo, tbm mudo volta e meia. agora so nao quero, e trocar meu maridao!!!!
    Adorei o texto. O novo blog eu gostei, mas so achei um pouquinho escuro. Os textos continuam nota 10!! Bjus!!!!

    ResponderExcluir
  6. Oi Nina acho que a Núbia tá com uma dificuldade de internet, por isso ela não tá passando por aqui. Falando sobre mudanças, eu já me mudei sete vezes em seis anos de casada, ufa!!! Como dá trabalho, sei bem como é, nem moveis novos compro mais, para não estragar, só qdo alguma coisa quebra, mais a vida é assim cheia de batalhas e tudo que é adquirido com dificuldade parece mais gostoso vc bem sabe disso, a solução nunca desistir e ir até o fim. Bjão!!!!!!

    ResponderExcluir
  7. OOOBA! Agora sim, ficou mais fácil e rápido. Já era tempo de mudanças.

    beijos e bem vinda!

    ResponderExcluir
  8. **Klo**

    Mudaaanças... Essa palavra sempre mexeu comigo.
    Eu nunca me adaptei à nenhum tipo de mudança... tenho medo só de pensar!!! Mas eu sei que na vida,tudo é mudança.Agora eu estou melhor,mas antes,só de pensar(mesmo) eu começava a chorar!!!
    Seja de casa,ou de escola(dava verdadeiro ataques!) ou seja lá o que for. Sempre sofria antes,só mesmo de se comentar!! Mas na hora,sempre me adaptava... antes que é o sufoco! xD

    Ahahhahaha... O modo de pensar da Laura é tão fofinho xDD aahhaha... Se eu pudesse,também faria isso...pelo menos por um certo período de tempo eeheheh. xP

    Eu também estou estranhando aqui... ahahah.. sinto como se fosse de uma outr pessoa!! Mas a gente se acostuma logo logo néééé :DD
    Pelo menos espero que sim! ahahah

    Fique com Deus!!!!
    Beijos pra você e pra Laura ;********

    ResponderExcluir
  9. Carol, a Laura vai ler esse seu comentário e vai amar cada letrinha que vc escreveu. é exatamente isso que ela é. Só nao sei sobre o romantismo, ela luta com todas a forças pra não mostrar que no fundo, é isso o que ela é, uma romântica, essa minha maluquinha princesa-guerreira...
    e o lance dos comentários no blig, é porque, quando um endereco é grande, ele é cortado, ai quando alguém clica não é encaminhado pra o blog certo, dá erro. Como disse, aqui não tem isso.

    Carlinha, é mesmo, entendo isso que vc falou sobre escolhas erradas. Mas vc tá no caminho certo. Nunca é tarde pra mudar, como vc mesma falou no seu blog.

    Márcia, quanta mudança menina!! to feliz que vc tenha assumido todas numa boa.

    Andreia, bem vinda! adorei também seu cantinho. Volta tá??!

    Sabrina, pra vc muitas alegria no novo lar, e vc tá certa, não troca de marido não...

    Valeu Cris, a Nubinha sumiu mas já deu as caras... ei, vc muda mesmo, enquanto tava com os pais, nunca mudou, mas casou, e agora nao pára mais, só deve perder p/ Nil, rsrss

    Pitanga, pois é menina, resolvi ouvir suas dicas. Valeu!

    Beijão pra todas!!!

    ResponderExcluir
  10. Klo querida, vc tá estranhando mas tá vindo, pelo menos por enquanto,mais aqui do que lá! que bom!!!!! Mas ei, tá um pouquinho tarde pra uma menina estar acordada, não??? Já pra cama!

    ResponderExcluir
  11. Oi Nina... mudança é mesmo bom... eu já mudei umas 17 vezes hehehehe
    Já já tú acostuma com o blog novo... ficou ótemo hehehe

    "Nada é tão duradouro como a mudança." - Borne, Ludwig.

    Um forte abraço.

    ResponderExcluir