11/05/2014

Deus é o Pai e a Mae que a gente precisa

Por muitos anos lutei internamente, sem querer e sem saber, por amor. Nao sei quando essa necessidade imensa de me sentir amada comecou. Certamente das lembrancas da infância, quando eu sabia o que falavam de mim. Eu fui uma crianca feinha. Pelo menos, era assim que as pessoas me viam. Feinha e chorona. A necessidade de atencao e amor comecou assim. Chorar era minha única saída. Quando maiorzinha, descobri o poder da mentira, e a usava para alcancar a atencao da minha mae, aquela que eu sempre pensei que amava a todos, menos a mim. E virei a doentinha da casa. Chorar, mentir e ficar doente era a minha arma pra ter minha mae olhando pra mim, só pra mim. É claro que nada do que eu pensava e sentia era real. Minha mae era como muitas maes de antigamente. Nao se derretia em palavras e atencao com seus cinco filhos. Mas amava e cuidava muitíssimo bem de todos nós e tudo o que ela enfrentou na vida, e todos os sacrifícios que fez, foi por nós cinco. Mas eu nao compreendia, aquilo era pouco pra mim. E lutei muito pra atrair sua atencao. Sofri muito. Me mantinha distante da minha mae emocionalmente, por sempre achar que nao era amada. Isso durou muitos anos.

Pessoas como eu, que sao emocionais demais, sofrem mais que outras, porque dao muita vazao aos sentimentos, por isso dores que eram pra ser mais amenas, vem como tormentas sobre elas. Tudo dói muito mais! E quase sempre nao há razao pra tanto. Só vim entender isso há pouco tempo, quando notei que já nao choro tanto como antes ou que nao me deixo levar tanto pela emocao como costumava fazer... que engracado ver como isso mudou em mim. 

Mas hoje é dia das maes. E pensei agora nos filhos que sao como eu já fui. Pessoas que precisam de atencao redobrada, que se sentem pouco amadas. Que nao conseguem se entregar ao amor. Há muito tempo, recebo emails de pessoas que culpam seus pais por tudo. Pessoas que pararam no tempo, que nao assumiram seu crescimento, que ainda sao criancas carentes na alma. Pessoas que trazem um vazio dentro de si mesmas. Penso nos filhos que nao tiveram pais, mesmo estes estando com eles. Naqueles que tampouco seus pais conheceram.

Meu filho tem um amigo. Um menino lindo e doce! Seu pai é indiano, sua mae, alema. Esse menino tem uns sete irmaos. A maioria deles, tem pai diferente. A mae é uma pessoa que mantinha relacoes com estrangeiros que procuravam ter visto de permanência na Alemanha. Ganhava algo financeiro em troca. Esse menino tem uma carência de afeto enorme. E até seus avós, com quem ele cresceu (ele nao foi criado por nenhum dos pais!) sao avós de criacao, um casal de alemaes que o adotou. Você pode imaginar o que é isso? Ter uma mae que nao o quis de verdade, que usou seu corpo para conseguir um dinheiro que acabou com certeza, na próxima compra no supermercado e um pai que só o teve para que pudesse conseguir um visto? Pensemos nos casos ainda piores, de filhos deixados em beira de rios, ou lixeiras... Tá, a gente nao precisa pensar em fatos tao extremos. Somos apenas aqueles filhos que nos sentimos emocionalmente,  deixados na roda dos enjeitados. Mesmo nao tendo sido esse o nosso caso...

Crescemos com esse vazio enorme dentro da gente e um dia, pela grande bondade de Deus,  descobrimos que esse vazio tem o tamanho certinho do completo tamanho dEle em nós. Estava ainda há pouco, tentando trocar a bateria de um livro que produz sons da floresta pra meu filhinho. O parafuso era minúsculo e precisei de muito tempo até achar a chave de fenda correta. Foi difícil encontrar o tamanho certo, porque tenho uma caixa enorme com vários tamanhos de chaves. E todas eram grandes demais. Mas achei finalmente, troquei a bateria e meu filhinho ficou maravilhado quando viu voltar o som dos bichos. É assim esse espaco vazio que temos na gente. Existem muitas coisas que parecem caber certinho nesse vazio, mas nao sao do tamanho exato que precisamos. Deus é o pai que você nao teve e precisa e que vai caber certinho no espaco que você tem no seu coracao. É Ele quem vai suprir suas necessidades. É Ele quem vai trocar sua bateria e fazê-lo funcionar como nunca antes.
Sei que você sente falta da sua mae. E que seu pai faltou muitíssimo com você. Sei que é difícil ligar pra sua mae hoje lhe desejando parabéns. Sei que seu pai cometeu muitas, muitas falhas, que seu padrasto nao foi um homem realmente correto, que sua mae agrediu sua alma ao falar palavras duras demais quando o que você mais precisava era de um abraco. Mas sabe, ela é um ser humano como você! E nao entende. Ela nao entende... é tao carente do amor de Deus como você. Perdoe-a! Deixe que Deus complete o que lhe falta. Permita-se deitar sobre Seu peito e descansar.
Só Ele cabe certinho no tamanho do buraco que seus pais, sem querer, cavaram em você.

Porque, quando meu pai e minha mãe me desampararem, o Senhor me recolherá.

Salmos 27:10
 "Porque, quando meu pai e minha mãe me desampararem, o Senhor me recolherá". Salmo 27:10

Feliz Dia das Maes.


foto net
Porque, quando meu pai e minha mãe me desampararem, o Senhor me recolherá.

Salmos 27:10
ps. todo cristao sabe que nao foram os pais realmente quem causaram o mal... mas isso é outra história...

5 comentários:

  1. ... Obrigada Nina. Deus falou comigo através de vc...

    ResponderExcluir
  2. Nina, é exatamente assim. Deus é a chave de fenda certa para abrir a caixinha do nosso coracao. Trocar a bateria por uma totalemnte nova...

    Bjos

    ResponderExcluir
  3. Que post lindo Nina! Tocou o meu coração... Obrigada! Bjs

    ResponderExcluir
  4. Lindo, lindo seu texto do dia das maes, pena que nao li antes. Fiquei com pena tambem desse menininho, enquanto eu li o texto. Pena e um sentimento muito ruim, mas que dó desse menino!! Quando leio coisas asssim, acho que meu coracao para de bater por um segundo... Da vontade de abracar esse menino e passar todo o amor do mundooo!!! Da vontade de curar suas feridas, de dar momentos na infancia, de contar historias para ele dormir... enfim! Que Deus o ampare em todos os sentidos e que o complete.

    ResponderExcluir