27/02/2013

Quiche Lorraine e lembrancas

Ontem fiz a Quiche Lorraine da Rachel Khoo, perdoa se ando falando muito de comida tá? É que to na febre...

Daí enquanto eu preparava, fiz uma pequena viagem até a cidadezinha que morei por um tempo, ainda no Amazonas. E lembrei da primeira vez que ouvi falar em quiche. A tia-avó dos meus filhos (lado paterno), a querida tia Lila sempre ia nos visitar. Velhinha, debilitada, saia de Belo Horizonte todo ano, encarava aquela longa viagem até Manaus, pegava ainda 4 horas de ônibus pra chegar até a cidade que morávamos. E ficava lá nossa casa, curtindo os sobrinhos netos e o sobrinho que tanto amava, por um mês. Eram dias de alegria e confusao ter alguém tao bondoso mais também tao cheio de pequenos cuidados como tia Lila. E eu a adorava. Tinha muito carinho por ela e era muito grata por seu amor e cuidados com a gente. 

Entao tinha esse velho caderninho de receitas, onde ela e várias pessoas da familia escreveram. Meu ex sogro, com suas ótimas moquecas, a minha ex sogra, que fazia milagres deliciosos com qualquer coisa que achava na geladeira, e a tia Lila, que sempre escrevia no caderninho as receitas das antigas empregadas de sua mae ou das amigas que a visitavam em Ouro Preto.

E a quiche lorraine era de uma amiga alema. Eu vibrava quando ela dizia que ia fazer a tal da quiche. Todo mundo adorava lá em casa as tortas que tia Lila fazia. 
Eu saia na minha bicicletinha pela cidade, pra comprar todos os materias necessários, a cestinha vinha cheia e as criancas pulavam em mim pra comecarmos logo o trabalho na cozinha. Elas ajudavam a preparar a massa, a sovar bem, a colocar na forma. Laura e Joao, tao pequenininhos... 

Mas aquela quiche da tia Lila era tao complicada! Lembro de prepararmos a massa na mesa, e era uma massa tao espichada, que caia pedacos no chao. A gente enchia a mesa de farinha de trigo, e nunca bastava e  tia Lila reclamava que nunca havia feito aquilo sem rolo de macarrao, mas usando uma garrafa... e tinha muitas coisas no recheio. Era na verdade, uma confusao. A minha ajudante Lene, minha amada amiga que eu me recusava chamar de empregada, e me chamava de dona Nina, apesar estar com a gente há oito anos, ficava impressionada com as nossas invencoes na cozinha. Ficava olhando tentando aprender. Ela, que só fazia o básico na cozinha e um dia, fez no seu aniversário alguns dos pratos que eu havia lhe ensinado. No outro dia, Lene chegou reclamando: ah dona Nina, o povo nem comeu as comidas chiques que eu fiz. Eles só gostam de maionese e churrasco.  

Tia Lila e eu ríamos com Lene. Lembro de ter ido dar um abraco nela, nesse dia, na sua casinha simples, muito velhinha que ela dividia com três filhos, marido e sogros. Lene radiava alegria quando me viu chegando. Eu amava aquela pessoa maravilhosa. E amava tia Lila, que já se foi pro andar de cima, há alguns anos. 

Ontem fiquei lembrando das duas. E imaginei tia Lila me olhado enquanto eu preparava a receita, segundo a Khoo, original, da Quiche Lorraine. Deve ter pensado: nossa senhora, isso tá muito simples, Nina, minha filha!

Sim tia, simples e deliciosa!
* * *
Se você quiser a receita, me escreva.

9 comentários:

  1. Pi Nina!

    Saudade é coisa boa... Mas que quando a gente lembra da um nozinho na garganta, né?
    Muito linda a sua história sobre as lembranças boas do passado.
    Muito melhor ainda ter esses momentos e pessoas maravilhosas para lembrar.
    Obrigada por compartilhar conosco. Fiquei emocionada.
    Beijos

    Selma

    ResponderExcluir

  2. Oi Nina!

    Tmb adoro quiche, as vezes faço uma de frango com queijo cottage, mas a verdade a receita original é com abobrinha... falando nisso, nesta semana comprei abobrinha para fazer a receita original, olha a coincidência, né?

    Fiquei imaginando a sua narrativa, êta Ita cheia de lembranças, hein?!?

    Bjs querida, estou amando seu momento "chef", delícia!

    Juli

    ResponderExcluir
  3. Fabien ja fez muitas aqui em casa, adoro. Mas agora ha tempos ele passa longe da cozinha.

    ResponderExcluir
  4. Uepa!! Parece muito saborosa!!
    E sua tia Lila e Lene muito simpáticas.
    Bjs, Thais

    ResponderExcluir
  5. Nossa, de babar esta tua quiche!
    Gosto de coisas gostosas e descomplicadas, portanto, nada de muito tempo na beira do fogão, tenho mais o que fazer.kkk
    bjs cariocas


    ResponderExcluir
  6. meninas, ficou realmente uma delícia! nossa, mt gostoso mesmo

    ResponderExcluir
  7. Gostaria muito da receita, vi na gnt, mas no site deles nao tem essa.

    ResponderExcluir
  8. oi anonimo, eu posso te passar a receita, ali em cima, embaixo da foto principal do layout do blog, tem uma abinha onde vc clica no "entre em contato". Escreva um email pra mim que eu te repasso a receita, ta bom?

    Bjs

    ResponderExcluir