07/03/2012

Cozinhaterapia


 A gente ama macarrao!
E as criancas adoram carbonara. Nem sempre uso spaguetti. Na verdade eu uso qualquer tipo de macarrao que tenha na dispensa. Pros meninos nao importa qual massa eu cozinho, o que interessa é o gostinho final da mistura de bacon bem fritinho, do creme,  da quantidade boa de queijo ralado e dos ovos numa carbonara.


Importante colocar o macarrao na hora certa e claro, tirar na hora certa!

Eu nunca vi um azeite de oliva tao verde assim e você?? 
Me impressionou o verde desse azeite

Temn cheiro de oliveira!

 E ele é realmente, muito gostoso

Macarrao é bom porque quando você acha que nao tem nada em casa, qualquer coisa combina pra fazer um bom molho. Basta ter boa vontade.


Boa vontade!
É assim que vejo como certas mudancas, dentro de nós, podem comecar, sabe? Com pequenas coisas, com simples coisas, mas feitas com boa vontade. Coisas simples que ajudam a gente a ver claramente que sim, é possível fazer aquilo! Nao é tao complicado. Basta um passo à frente. Seguir uma receita é um bom caminho... mesmo que você faca mudanca nela, aliás, especialmente por isso.

Sabe? Nem sempre acreditei que gostava de cozinhar. Passei 14 anos ouvindo esculhambacao do meu primeiro marido falando que a comida nao estava boa. Antes nunca havia mexido em panela, a nao ser, fazer  arroz,  porque minha mae nunca deixou a gente fazer comida em casa (esse é um erro que muitas maes cometem...). Meu primeiro marido era paranóico com comida e já de manha cedo, sem nem mesmo ter tomado café, ele perguntava o que seria o almoco e o jantar. Eu ficava sempre estressada, preocupada, com medo. Eu até gostava de cozinhar, tinha uma empregada tao maravilhosa, a minha pra sempre doce Lene, mas era eu quem decidia o que faríamos. Sim, eu  já gostava de cozinhar mas vivia num pânico inimaginável dentro da minha própria casa. Cansei de ouvir que aquilo que eu fazia era gororoba :-(
Daí eu casei de novo. E cheguei nesse casamento com muitos traumas. Homens já me causaram muito medo... 

Mas entao tudo mudou. Quando eu relaxei finalmente, na vida e na cozinha. Hoje cozinhar, mesmo que coisas extremamente simples, me enche de alegria. 

Tudo comecou com minha boa vontade em relacao a mim mesma.
Eu sugiro a você tentar.
Ter boa vontade consigo mesma.

17 comentários:

  1. Ai que vontade de comer uma massa a carbonara! Como você faz, Nina? Eu nunca fiz em casa! Me passa a sua receita?
    Beijocas mil, Angie

    ResponderExcluir
  2. ainda bem que sua vida mudou me deu água na boca sua pasta.
    bj

    ResponderExcluir
  3. Realmente a mudança vem da gente mesmo. Temos que ter personalidade. Não ter medo do outro. Viver dignamente.
    Acho que agora você está ótimaaa!!!
    Só pelo macarrão já percebemos rsrs
    Nunca vi azeite assim verde, deve ser muito delicioso mesmo!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Oi Nina!
    É verdade amiga, às vezes o medo (por conta de algo que já tenha acontecido) nos faz achar que não sabemos fazer certas coisas... o mais importante é persistir, só assim se vence o medo e percebemos como somos capazes de uma infinidade de coisas...
    Bjs e bon appetit!

    ResponderExcluir
  5. Bem que já tentei, mas não acho prazeroso. Em doce até que ainda vai, arrisco.
    bjs,

    ResponderExcluir
  6. Hummm, que vontade de comer este macarrão!
    Olha, p mim tb, a cozinha é uma terapia! Gosto muito de cozinhar. Claro, que sem pressa, sem horário... Slow food, hehe.
    E sobre descobrimos que gostamos de algo, vc me fez lembrar de um relacionamento que tive também. Ele sempre me dizia : "Gosto de vc pq vc é discreta". Quem me conhece hj em dia, depois dele, sabe e percebe com facilidade que não sou nada discreta. Sou mais p perua e colorida na maneira de me vestir. Mas, na época do ex, eu achava q eu era discreta. Só fui descobrir que não era depois. Ainda bem! kkk
    bjs

    ResponderExcluir
  7. oi Nina...
    adoro macarrão...de qualquer jeito!
    e com azeite então, hummmm...
    Bom, acho que o prazer que você esta sentindo em cozinhar e de fazer outras coisas simples e por que hoje você esta segura de si e feliz!!!
    um dia quero comer essas delicias suas...
    beijos amiga...

    ResponderExcluir
  8. Ah! antes que me esqueça...
    Você me animou muitooo a fazer o VHS com sua afirmação de que é uma escola boa...
    Já entrei no site da VHS, já vi quando inicia o curso, horário e tal... estou animadíssima...
    obrigada por essa orientação viu!
    A rua que vou morar se chama sudhohe, meu e-mail é anaccd@hotmail.com se caso você falar com sua maiga em Dresden (ela é brasileira?)
    beijosss

    ResponderExcluir
  9. Desculpa falar isso, mas esse seu primeiro marido era um mala... rs.

    Caramba, acordar já perguntando o que vai comer. Acho que eu nem chegaria a namorar um homem assim, mas digo que acho, porque já disse que não faria tanta coisa que acabei fazendo... rsrs

    O bom é que hoje te sinto feliz com a vida que tem. Isso que importa.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  10. Nina,

    Ainda é manhã por aqui e só pelas fotos já fiquei com vontade. Eu adoro macarrão e penso como você: quando achamos que não há nada para se fazer em casa, achamos um pacote de macarrão. E dá se uma incrementadinha e olha, fica um 'pratão' da melhor qualidade.

    Meu marido é uma amor neste quesito, ao menos por enquanto que nao sou responsável pelas refeições todos os dias. Qualquer coisa que eu faça ele diz que está otimo. Quer dizer, ele dá dica também e opinião sincera. Uma vez fiz um bolinho de arroz, duro feit pedra e oleoso. Ele ainda comeu dois depois disse que 'nao dava', mas sempre com muito respeito. Mas neste dia o entendi. Nem minha cadelinha quis provar, ahahahaha.

    Para cozinhar a gente tem que se sentir bem, do tipo, se não deu certo, faz miojo ou come farofa de ovo. Em casa é assim.
    Eu descobri que gosto muito de cozinhar também, mas ainda nao me meti com os pratos sofisticados não, gosto de fazer coisa simples.
    Quando estiver na minha propria casa, pretendo ousar mais...hoje me falta tempo!

    Bjoooos

    ResponderExcluir
  11. Oi Nina... com certeza tem coisas na vida que basta ter boa vontade para que elas dêem certo. Na cozinha, não dá para ser algo forçado e sob pressão... tem que deixar fluir! Aliás, eu adoro macarrão a carbonara. bjo

    ResponderExcluir
  12. Nina, obrigadao pela receita!!! Fiquei com água na boca, e assim que fizer, te conto :-D
    Beijo grande, e uma ótima sexta-feira pra voces!
    Angie

    ResponderExcluir
  13. Eu amo carbonara mas o Fabien não gosta :( e os meninos so gostam de bolognese .
    Fabien nunca reclama da comida mesmo quando faço algo que ele não gosta particularmente. So não pode faltar pão e manteiga aqui em casa senão ele fica aborrecido e mal humorado.

    ResponderExcluir
  14. Achei tão engraçado seu comentário num post lá no Tacho que tive que vir aqui... e ai o que aconteceu ?
    Fiquei um tempão lendo vários posts... adorei !!

    Danadinha, rssrs me pegou viu ?
    Agora vou precisar voltar e ler mais ...

    Bjus 1000 querida

    ResponderExcluir
  15. Meu DEUS do céu, minha barriga até roncou agora que delícia!!!!!!!!!!
    Nossa você tem toda razão, temos que nos permitir as coisas e deixar as frustrações pra lá, senão viveremos eternamente com medo e nos cobrando de coisas que são simples, basta querermos e fazermos por nós mesmas. Superação!!!!

    Bjuuu
    Fica com DEUS =)

    ResponderExcluir
  16. Nina
    E seu eu disser que voce parece ter escrito diretamente pra mim? Nao iria acreditar!
    Eu gostei do recado.
    Mas o pior que eu nao sei nem fazer arroz.
    A nossa Tonha ( segunda mae nao nos deixava entrar na cozinha) so deixou as gemeas que tem a diferença de 8 anos entre mim e elas. E a Elisa aprendeu porque queria namorar o gabriel.
    E ate hoje nao tenho incentivo nenhum
    E tanta coisa que preciso ter coragem.
    Mas acho que nesta vida nao vai dar mais.
    Quero andar de carro aqui em BH pois no interior eu ando mas pelo de medo.
    com amizade e carinho de Monica
    Feliz dia da mulher
    Continue assim cheia de ideias pra nos oferecer

    ResponderExcluir
  17. Oi Nina,

    Mandioquinha é batata baroa, cenoura amarela, você acha sim, eu já vi pra todo lado...muda só o nome...

    e mudando de assunto...cozinhar, assim como qualquer outra ação na vida, é uma simples questão de querer...de querer agradar, de fazer um carinho, nem que seja a nós mesmos...

    Abraço,

    ResponderExcluir