17/02/2012

Gente que nao muda nunca

Queria abracar o mundo. Com meus bracos, agarrar todo o planeta. Apertar e nao deixar o mundo respirar com um abraco apertado. Nao deixar nada passar entre meus dedos. E engolir o mundo no intervalo de uma gargalhada. Assim o mundo iria renovar dentro de mim num respiro, num espirro  num suspiro e sairia renovado como o ar que sai de dentro de mim. Sairia de lá refinadinho, renovadinho e fresco. A nata da nata seria devolvida gentilmente ao espaco sideral...

Meu ex marido me dizia algo assim,  bem no início do namoro, que eu era tao querida que ele tinha vontade de me apertar tanto até que eu pudesse entrar nele pelo abraco ou fazer de mim uma bola e entao, me engolir. Engolir. Isso tem a ver com comer, e comer faz um beeem. Comer bem faz mais bem ainda. Certa vez um homem me falou que só casaria comigo se eu cozinhasse muito bem (eu e esses homens estranhos da minha vida, ai ai ai, olha se eu contasse aqui sobre os homens  estranhos que já conheci, seria um post por dia durante pelo menos um ano!! agora abafa isso, ta?)  porque pra ele comer bem era algo muito importante. Naquela época eu detestava a ideia de virar uma doninha de casa fazedora de comidinha pra macho comedor do que ele chamaria de gororoba em casa e  mulheres na rua. E dei um pé na bunda nele antes mesmo de me sentir culpada por nao saber cozinhar.

Mas é fato que comer bem é fundamental. Quando você só conhece arroz, com feijao, farofa e bife acebolado, você nao pode ter muita nocao do que é comer bem. Nao quero dizer que feijao arroz e bife nao sejam bons alimentos, mas nao sao os únicos, é claro. Conheco um cara que só come as mesmas coisas sempre! Nem macarrao ele come porque pra ele o normal e o que faz bem é só o tal do bife, arroz e feijao e algumas pequeniníssimas variacoes. Isso soa pra mim tao estranho!! O cara tem quase 35 anos e até hoje acho que a única coisa diferente que ele já comeu foi a lasanha  de todo domingo da sogra!  Pra ele tudo que é novo nao é bom. Nao vale a pena nem mesmo ser provado, experimentado. Essa pessoa pra mim é meio como dizia minha mae: esse aí? vixi, esse morreu e esqueceu de deitar.  E sabe de uma coisa? Existem vários como ele por aí.
Tem um bocado de gente que morreu e esqueceu de deitar, nao tem? E nao só porque se recusa a provar uma comidinha nova que a pobre da mulher se esforcou pra fazer, mas pessoas que se recusam a provar o novo na vida. 

Usam sempre as mesmas roupas, o mesmo penteado, só viajam (quando viajam) para os mesmos lugares, só frequentam os mesmo bares, só ouvem músicas dos anos 80, 90, 60 sei lá, qualquer desses enta aí e ficam achando que tudo o que é diferente disso, nao presta. Vivem repetindo as mesmas velhas rabugices de anos atrás. Repetem repetem e repetem. E repetem tanto que se tornam cansativos. Até mesmo pra eles próprios. Esse povo tá que nao se aguenta mais sabe?! Mas nao sabe sair mais disso. Dessa mesmice.

Isso me aflige.
Conheco gente assim e fico me perguntando, porque meu Deus, esse ser nao acorda pra vida? Nao se renova?  Tem gente que acha que é feliz sendo assim, e briga, esperneia, encara todo mundo que vai contra seu modo de "viver". Conheco um que se faz de inteligente pra todo mundo. Desde que o conheco e isso já tem mais de 20 anos! Ele repete as frases que aprendeu na escola. Francês, inglês e algo em latim. Quando eu era mais jovem pensava: putz ele é tao inteligente! Entao fui crescendo e entendendo que as frases eram sempre as mesmas!! As mesmíssimas!!!!   No fim, sabe, eu tenho pena. A quem afinal ele pensa que engana com sua falsa sabedoria?  O que ainda piora a sua situacao é que ele é um eterno esnobe e nunca perde uma chance de rebaixar uma pessoa que ele vê como alguém muito simples, sem cultura, que fala errado, que se expressa diferente de como ele pensa ser certo. Normalmente essas pessoas sao aquelas que vao contra suas ideias retrógradas ou que mostram que talvez, sejam mais inteligentes que ele. Como  esse metidinho ousa? Alguém  pode notar que eu sou uma  farsa...
Tem gente que parou no tempo e nao se deu conta. 
Que gente esquisita, nao é?

19 comentários:

  1. Hoje eu vou mudar, vasculhar minhas gavetas, jogar fora ressentimentos e recordações, deixar de ser menina pra ser mulher...
    Assinado: Vanusa
    Vai ver meu post, vai. Não mudei, continuo igual, mas diferente.

    ResponderExcluir
  2. Nina, isso me dá uma agonia sem fim, gente que não muda.

    Conheço um rapaz desde da adolescência que usa um short com uma sandalia e fica varrendo o quintal da casa. Hoje em dia, uns vinte anos depois ele continua com o mesmo short, varrendo o mesmo quintal, enquanto minha vida deu mil guinadas totais.

    Ontem tava falando com uma colega de trabalho sobre uma moça que a gente conhece há mais de quinze anos. Ela usa o mesmo tipo de vestido, sandália, e corte de cabelo, nem a cor do cabelo ela muda. E como se fosse um quadro que vai envelhecendo... Isso me dá uma agonia. Será que a pessoa em momento algum não tem um desejo novo? Morro e não entendo gente assim.

    Eu mudei tanto e de tantas formas que hoje em dia fazer diferente na minha vida é ficar um pouco igual durante um tempo... rs

    Beijocas

    ResponderExcluir
  3. Os europeus não estão muito aí pro oscar.

    ResponderExcluir
  4. Oi Nina,
    Não conheço a Floresta Negra, deve ser lindo. Conheço Frankfurt, Hamburgo, Rothburg, Berlin. Minha filha morou aí. Ganhou uma bolsa e trabalhou como estagiária na Airbus.
    Ri muito com a história de homens estranhos, tb tive vários que passaram pela minha vida (bem, estou no 4º casamaneto!).
    Adorei o texto.
    Beijos 1000 e um Carnaval maravilhoso para vc.

    SORTEIO!
    http://www.gosto-disto.com/2012/02/sorteio-2-anos-do-blog-giveway-2-years.html

    ResponderExcluir
  5. Duas coisa a refletir:
    1-"Por que e esta gente e tao esquisita? Tem tandomedo de mudar? Fazem sempre as mesmas coisa, est, etc, etc...."

    2- "Por que e que este comportamendo destas pessoas me incomoda, me aflige tanto?"

    Eu acho que a segunda pergunta e a mais importante. O que voces acham?

    ResponderExcluir
  6. Oi Nina!
    Então, é verdade tem muiiittttttaaaaaa gente assim mesmo, quer dizer penso que são duas coisas diferentes: uma é a pessoa não mudar "fisicamente", um exemplo que tenho disso é uma amiga da época da Faculdade, ano passado a encontrei e ela permanece igualzinha, com o mesmo corte de cabelo, e lembro que durante os 5 anos da faculdade ela nunca havia mudado o seu corte de cabelo, o comprimento, sempre igual. Outra coisa é uma pessoa não querer (ou não conseguir) mudar alguns hábitos errados, pois é muito difícil uma pessoa admitir que "se comporta de forma errada", mudar então se torna quase impossível para a maioria das pessoas... eu mesma às vezes me policio tentando mudar coisas que consegui enxergar que considero ñ boas, mas amiga, é difícil!
    Um grande beijo, fiquem com Deus e bom carnaval (ou descanso) a tod@s!!!

    ResponderExcluir
  7. Só para esclarecer melhor o "fisicamente" do meu comentário acima, entenda como o "fenótipo" da pessoa...
    um bjo a todas!

    ResponderExcluir
  8. HUmmm, eu já ia meter o pau, mas depois que a Rose deixou esta reflexão aí em cima, fiquei pensando, pois de repente aquilo só incomoda a mim e a pessoa tá ótima, acha que a vida é maravilhosa.
    Mas, sinceramente, Ninoca, sou que nem você, acho um absurdo gente, tanto homem quanto mulher, que não muda em nada, que não sai do seu pedaço, que não tem interesses em conhecer outros mundos, outras cidades, outras culturas e não é porque não tenham dinheiro e sim porque ficam presos no seu mundinho que acham que é o melhor de todos.
    Meu marido tem conhecidos em seu trabalho que moram desde criança no mesmo subúrbio que hoje está deteriorado, não se animam de irem para lugares melhores, de crescer em cultura e ficam só nos mesmos finais de semana, na vidinha medíocre quando poderiam estar bem mais evoluídos em muitos aspectos.
    Sobre comida, tenho na família algumas pessoas assim que, se você bola um almoço diferente e convida, vem logo dizendo que não come isso nem aquilo e ficam naquela comidinha insossa de bife e batata frita.
    Sempre digo que uma pessoa é mais encantadora quando envelhece aberta à novidades, a conhecer tudo o que a vida oferece, como viagens, comidas, conhecimento de artes, etc.
    É muito triste ver uma pessoa envelhecer arraigada a velhos costumes, o ranço de sempre, e ainda por cima se intitulando sabichona. Passo longe dessa gente, tenho mesmo um pé atrás com elas.
    Mas, voltando aos dois itens que a Rose colocou, acho mesmo que o no.2 se encaixa plenamente ao que eu sinto, porém digo que já trabalhei minha paciência ao extremo para com estas pessoas e hoje, se convido para um almoço ou algo diferente, deixo que ela própria escolha o que quer, pois sei que a infeliz não vai mudar mais, já está velha e acostumada demais com estes conceitos.E aí eu chego lá e peço o que quero e tenho vontade de experimentar. Não me abalo mais, esta é a verdade.
    Quando é um jovem, às vezes insisto em mostrar-lhe algo diferente e se ele é flexível, geralmente são, acabam curtindo e depois fazem a mesma coisa.
    Tenho uma amiga de longa data que tem um futuro genro, namorado da filha, o cara tem nível superior, é bonitão, impressiona até, mas todo o santo dia tem que comer bifinho no almoço ou no jantar. Minha amiga fica pra morrer quando ele está na casa dela, pois a filha, mesmo tendo uma comida gostosa e bem feita pela mãe, vai pra cozinha fazer o tal bifinho do namorado.
    E antes deles sairem para qualquer evento, o cara de pau tem que comer uma banana. Fala sério! Manias assim só na própria casa, com a mamãe e o papai dele, você não acha?
    Vixi, hoje eu tô com a macaca! kkkkkkk
    beijos hots, cariocas

    ResponderExcluir
  9. Concordo muito com você e me vi nas palavras da Beth, também tenho raiva de gente desse tipo. A Rose nos faz pensar, talvez incomode somente a nós mesmo mas é muito triste ver a pessoa se afundando num poço sem saída, vendo a vida passar por ela e ela sendo levada pela correnteza, sem vontade de lutar.
    Tema bom demais esse que você levantou.

    ResponderExcluir
  10. Sabemos que a vida é movimento e que mesmo que queiramos nada pode ser exatamente igual. No entanto, há pessoas que temem mudanças, outras não reconheçem que há repetições que são runis para si mesmo e muitos a reconheçem tentam mudar.Enfim, cada um com seu cada um ,rs,rs,rs,
    bjs.
    Bom feriadão

    ResponderExcluir
  11. Nina, vivo com um assim, não gosta de nada, não muda em nada, não é aberto a novidades, não gosta de viajar, nunca está alegre (mas sempre diz que é feliz, que é assim e assim está bom!). Então, meio que entrei na dele e não gosto muito de novidades.
    Quanto a comer, sou aberta a tudo, experimento, tento.
    Mas fiquei parada no tempo, sempre relevando coisas dos outros e me esquecendo...Não sou boazinha, viu? sou é muito idiota! (rsrs muito não, mas um pouco, sim!).
    Enfim, a cada dia quero ser diferente, acordo animada, mas depois a rotina me engolfa e fico por aqui mesmo, no computador, ou na TV, ou cuidando de uma coisa ou outra. A vida nem sempre é como gostaríamos. Mas podemos lutar contra isso. Basta querer.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  12. Oi meninas!

    eu acho que vc Lucia, foi mt corajosa em expor isso, assumir, afinal é mt fácil falar dos outros, mas assumir que se está agindo parecido, é um ato mt corajoso. Meus cumprimentos Lucia.

    Mas acho que vc tocou num tema mt importante: em como um parceiro pode nos influenciar nesse ritmo de vida. E de como a gente vai se adaptando a ele, agindo e falando parecido, às vezes nos tornamos tao ele que esquecemos de quem somos ou de quem fomos. Esse tema é mt sério! E claro que vc nao é idiota, se fosse nao teria coragem de escrever tudo o que escreveu. Os idiotas nao reconhecem as falhas, e nao veem o que os rodeiam. Eu acho...

    Beth, eu escrevi esse post e ao fim dele, pensei em vc, sabia? Vc é totalmente o contrário desse tipo de pessoa. Admiro tua disposicao em mudar, teu entusiasmo pela vida, e sei que isso nao é falso, te conheci pessoalmente e isso fica mt claro ao te ver.

    Tbm fico doente com essas coisas Dama, pra mim ainda é incompreensivel. Mas é bem esquisito mesmo esse cara do short, heim? :-)

    Di, fui te ver e amei a postagem, como sempre, tu é uma lindona!E depois fui ouvir a musica da Vanusa.

    Acho mesmo Rose, que aquilo que criticamos nos outros é em parte aquilo que nao gostamos na gente. Me incomoda pensar que posso agir desse modo. Mas nao acho que essa seja a minha praia nao...

    4° casamento Betty? uau!

    Acho tao bom quando vc Norma vem aqui e esclarece mt coisa e com tao poucas palavras. Terapeuta é outra coisa nao é?

    É mesmo mt duro Luci ver alguem se afundando na mesmice e nao poder fazer nada

    Julinha meu bem, a gente tem que se policiar mesmo, conheco mt gente que age igualzinho ou aparenta a mesma coisa há anos. Nao sei se isso é ruim, mas me incomoda um pouco sim.

    ResponderExcluir
  13. Oi Nina!!!
    tem muita gente que é assim viu...
    Lembro de um namorado meu, que não mudava nada, não queria sair da nossa ciade (que é um cú do mundo e não oferece nadaaaa), queria só ficar na vida mansa... ave!!!
    eu com meus 18 aninhos na época, queria estudar, conhecer gente... final dessa hsitória "término"...
    Fora as pessoas de manias, que levam a mania até morrer...rsrsr
    beijo e bom caranaval, se aí tiver... que aqui esta fervendo...

    ResponderExcluir
  14. Nina,
    Voce acertou em cheio!
    TUDO o que nos incomoda nos outros, que nos faz rangir os dentes na verdade sao aspectos nossos que nao reconhecemos.Nao que o outro nao possua as caracteristicas, sim possui, mas quando nos incomoda desta maneira...melhor a gente dar uma paradinha e refletir: "onde em mim que o comportamento do outro esta tocando?" E a conversa mais honesta que podemos ter conosco.
    E preciso MUITA coragem pra admitir que e nosso aquilo que odiamos no outro assim como o que admiramos tambem.
    E tudo um circulo, a gente projetado no outro, o outro e o nosso espelho. Isso por estranho que possa parecer e a mais pura verdade.
    E me lembrei de uma musica que dizia assim:
    "Ja sei olhar pra mim sem precisar de espelhos." WOW...sera que e isso mesmo?
    Seria o ideal olhar pra si sem precisar de espelhos?
    Nao sei, nao.....sera qeu a gente consegue? Sera que e do ser humano chegar a esta etapa ou sera que o normal e que precisemos dos espelhos?

    ResponderExcluir
  15. Ah...O primeiro parágrafo do seu texto...É isso que eu queria também...Devolver ao espaço algo bom...
    Parabéns! Suas palavras me afetaram muito hj.Beijinhos!

    ResponderExcluir
  16. Em um mundo como o de hoje, em que as coisas se renovam com uma rapidez tremenda, ser quadrado não é o melhor caminho. Agora tenho uma opinião, mas sei que daqui a pouco ela está sujeita a ser mudada. E, isso, como você bem quis dizer em meio às suas palavras, chama-se humildade. Não estou me vangloriando, longe disso. Mas a humildade nos faz pessoas melhores. Defender um ponto de vista é bom, desde que seus argumentos sejam plausíveis.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  17. nao me identifico em nada. tive dois maridos, morei em 5 paises, nao posso dizer que fico acomodadinha esperando a banda passar.

    Agora fiquei curiosissima em saber dos homens esquisitos. que tal lancar o desafio do post homem esquisito - um post por dia?

    kkk

    ResponderExcluir
  18. Oi Nina, mais uma vez tenho que dizer que adoro seus posts. Até já fiz um com esse mesmo tema: resistência à mudanças.
    Eu vivo na cidade mais conservadora do país. O povo daqui e difícil mudar a comida, o estilo, a decoração e principalmente as idéias. O meu marido é daqui, mas ele eu consegui mudar um pouco, já a família dele!!! Atritos e mais aritos. Eles não entendem porque troco os móveis de lugar, porque gosto de comidas diferentes. A frase que minha cunhada mais gosta de usar quando se muda um tempero ou se tenta alguma receita nova é: "Não se mexe em time que está ganhando".
    Fico indignada. Ela tem o mesmo corte de cabelo com a mesma cor desde que a conheço (11 anos). E vive a me criticar.
    E eu tinha que vir justo pra cá!!! Eu, que sempre fui uma metamorfose.

    Agora me diga uma coisa, como está o clima político aí a Alemanha com a renúncia do presidente? A gente vê as coisas por jornal, mas quem sente mesmo o clima é quem vive no local. Qual a opinião de Merkel?

    Ui, ficou enorme. Desculpe tantas perguntas. bjs!!

    ResponderExcluir
  19. Verdade, Lindona. Tem gente que nasce e morre percorrendo uma pequena distancia evolutiva... Não é todo mundo que é aberto pro diferente, porque a diferença assusta (e muito). Sabe o que eu acho pior Nina?
    Quem viaja e procura semelhanças com o país de origem. Ah, isso me mata...
    Beijos linda!
    Márcia

    ResponderExcluir