07/09/2011

Deixem meus cabelos brancos em paz!!!!

Assim que botei os pés em terra amazonense, minha irmã olhou pra mim e foi logo dizendo: Nina, pelamordedeus, vai já pintar esse cabelo! Meu filho me diz isso desde que viu meus primeiros cabelos brancos e já estando nessa fase em que ele se encontra agora, super vaidoso. E minha filha filosofa: sabe o que é mãe, te ver de cabelos brancos me faz pensar que eu também to ficando velha, eu sei que isso é o curso natural das coisas mas mãe, ohh véia, pinta aí esse cabelo vai...

Mas que porquera! Já falei pra todo mundo: quem tá incomodado com meus cabelos brancos são vocês e não eu, quando eu começar a me incomodar, não se preocupem, vou pintar! Mas enquanto isso não acontece, vai todo mundo se ferrar que eu tenho muito mais com o que me preocupar (não, não querida leitora,  essa última parte da frase não falei pra ninguém :)

Mas sabe, eu acho que a brasileira tem umas paranóias muito sérias com essa questão do envelhecimento. Menina, que coisa chata! Tem muita coroa dando uma de cocotinha, né não? Cruzes, gosto disso não. Que me perdoem as cariocas, que acho chiquérrimas, lindas de morrer, gatíssimas, totalmente cool, simpáticas e talz, acho lindas mesmo!!! Mas tem uma mulherada ali que não tem noção das coisas não, minha gente! Se bem que não deve ser nada fácil ser uma carioca, tem tanta cobrança. Vixi! Mas ali tem uma porrada de velha se vestindo de menininha, tanto que às vezes, tenho vontade de enterrar minha cara num buraco por vergonha que elas perderam, há muito tempo. Sabe, eu acho legal  mulheres que não se vestem como velhotas prontas pra colocarem o pé na cova,  mas  não precisa exagerar na dose, né? É uma gentaiada queimada de sol, de pele esturricada que não tem mais fim! Sabe aquelas mulheres com sainha curta, sapato alto, decotao e bolsa sendo carregada na dobra do braço, a la Victoria Beckham? Pois é, virou febre mulher assim. E elas se aaaacham!!!!!! Se nao é esse tipo de mulher que você vê no Rio é entao esse ó: mulher do pernao mais musculosa que homem, do bundao do tamanho do mundo que de tao empinado vai parar quase na curvatura das costas, e peito, claro, siliconado com cabelo, claro, longuíssimo e chapadérrimo!!! Tudo igualzinha!!! As mulheres já nao sabem se diferenciar, viraram tudo uma forma idêntica...

Sobre as coroas ainda: Fui numa loja e a vendedora queria me enfiar num vestido que tinha um palmo de comprimento. Eu falei que já não era tão  jovenzinha pra aquilo e ela disse: - mas que é isso, você não é velha, nem gorda, menina! Leva, ficou lindo! Pensei: Levo nada dona, eu to vendo no espelho a coisa ridícula que to!!! Tu só quer vender o produto, né gracinha?! Olhei pra ela e reparei na idade meio avançada, junto com um decotao desses que cai no ombro, uma calca jeans coladísisma, a pele esturricada no bronze de Ipanema, o cabelao na chapinha, uns óculos modernos e sapatos altos (claro, brasileira usa sapato alto pra TUDO). 
Não tia, obrigada, vou levar esse aqui mais discreto e mais barato. Gente, que absurdo aliás são esses preços de roupas? Quem foi que disse que 345 reais é um preco justo pra um vestidinho simples de xita? Meu Deus, eu fiquei impressionada com os precos cobrados no Brasil, é muita cara de pau! Numa loja em Salvador, no mesmo shopping, e apenas com duas lojas separando uma da outra, a loja A cobra 360 por um vestidinho e a loja B, 235 ou algo assim ou ainda menos,  pelo mesmo vestido made in China! Que disparate, que cara dura esse povo tem! E nem vou falar do preço absurdo que colocam na alimentacao... gente, como é que pobre vive nesse país??? Meu cunhado fala que pobre  não vive...
E olha, fiz finalmente meus 40 anos! Passei o dia com minha amiga Juli em Salvador, e foi MUITO BOM!
Passeamos um monte, rimos um bocado, compramos um sapato contra a minha vontade:  não tenho coragem de dar 200 reais num sapato, sério! Dei muito a contragosto! Mesmo que minha amiga dissesse que era uma ocasião especial, me sinto totalmente roubada com esses preços. Você pode até me chamar de mão de vaca, mas olha, poxa, aqui eu compro sapato de 40 euros, e até bem mais barato que isso,  minha gente... parece que no Brasil o dinheiro já não tem mais nenhum valor... impressionante mesmo!

E os cabelos brancos? Bom,  continuam aqui, alguns fios aqui outros ali, e eu ainda nao vou pintá-los porque sei que isso é uma escravidão, pintou a primeira vez vai ficar essa tormenta atééééééé... Sabe, eu acho até bonito esses poucos fios brancos. Tudo bem, não vou deixar encher demais porque cabelo branco envelhece mesmo, mas esses alguns poucos aqui, fazem parte da minha história, né?! Deixa eles se exibirem um pouco. Eu os acho bem legais. Não quero parecer garotinha e tenho orgulho mesmo de dizer que já tenho 40 anos, faço questão de mostrar meus fios brancos e fico, claro, só esperando os elogios :-)

15 comentários:

  1. Nina
    Eu adoraria ficar de cabelos brancos, mas minhas irmãs não deixaram.
    Acho até mais bonito!
    com carinho Monica

    ResponderExcluir
  2. Sei bem o que é isso amiga... você viu a minha "mecha branca", não é?"!?! rs rs rs... incrível, parece que cada mês aparecem novos fios brancos, costumo dizer que são "luzes prata"...
    Um beijo querida e relaxe com os fios pratas... Faça o que lhe faz sentir bem, quando começar a incomodar, é simples: taca tinta neles! Só não espere virar "um pe de algodão"(rs), como dizia nosso amigo Josué...

    ResponderExcluir
  3. Nina um trabalhador que ganha 1.000 euros na europa faz infinitamnete mais que um trabalhador brasileiro que ganha 1.000,00 considerando hipoteticamente a paridade das moedas. Absurdo! Eu comprava leite por 0,50 centavos de euro e leite muiito bom. Aqui em SP pago R$ 2,40 reais escolhendo sempre o mais barato.
    bj
    Lola

    ResponderExcluir
  4. Olá!!Primeira vez que comento aqui no seu blog, mas o assunto publicado merece...Pois bem, tenho 43 anos,moro na cidade mais linda do mundo Salvador, e me policio toda vez que vou comprar uma roupa.Sapatos são meu pecado, adorooo, e de salto lógico! Concordo com você em relação as tantas mulheres que vivem competindo com as menininhas de 20 anos, principalmente qd passo pela Barra e vejo lá várias mulheres até mais velhas, se bronzeando com uns biquines...,sem comentários. Não vou ser hipócrita,mas me orgulho quando digo minha idade e as pessoas não acreditam, principalmente quando declaro que tenho dois filhos lindos e maiores de 18,rssrs, masssageia nosso ego!
    Quanto aos cabelos brancos....começaram a brotar alguns, e até o momento não vi necessidade de me tornar loira como mts fazem por aí,mas na hora que me incomodar com certeza usarei algo que disfarce.
    UM abraço pra vc e faça aquilo que te deixa feliz!!

    ResponderExcluir
  5. Nina, voce tocou num ponto muito sensivel: como as brasileiras lidam com o envelhecimento. Envelhecer na nossa cultura, no termo fisico, e doloroso, inaceitavel, muito penoso mesmo. Li uma pesquisa muito interessante que comparava como as mulheres de 5 paises lidavam com o passar dos anos. Me ative as respostas das brasileiras e alemas, completamente antagonicas. As brasileiras encaram o envelhecimento com medo e angustia, porque a beleza, tao importante para nos, tende a ir embora com o tempo. E como se a mulher nao ficasse mais interessante (a quem?) quando se torna mais velha. Ja as alemas encaram com muita naturalidade o envelhecimento. Usam uns creminhos e pronto. Encaram o envelhecer como uma consequencia natural, e estao felizes com o processo porque quanto mais velhas ficam, mas experientes e cultas se tornam.
    A pesquisa ilustrou bem pra mim nossas diferencas. Portanto, em terras alemas, mantenha seus fios brancos e se orgulhe deles! Vc e linda de qualquer jeito :))))
    Bjs minha querida!
    Ma

    ResponderExcluir
  6. A sociedade brasileira é bastante cruel com as mulheres. Exige um monte da gente e quase nada dos homens. Cultura machista, em que a mulher é um produto que precisa se consumido, então tem que estar bem apresentado...rs.

    Aqui no Rio realmente é uma competição cruel. É algo que ou você se enquadra um pouco ou é excluída legal. Eu vivo no meio termo. Nem vivo para me arrumar e nem sou desleixada. Gosto de cuidar do meu corpo, cabelos brancos nem pensar... rs. Mas com roupa sou bem light, bem básica, e não gasto mais que 100 reais numa peça de vestuário. Eu ando pechincho, porque tem roupa que definitivamente não vale o preço que cobram.

    Talvez aí onde você more as mulheres sejam vistas de uma outra forma. Daí vem minha vontade de conhecer outras culturas.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  7. amei seu texto hj!! simplesmente perfeito!!

    ResponderExcluir
  8. È Nina, o importante é estar bem consigo mesmo. Vc com 40, para mim, é uma jovem com todas as possibilidades de deixar seus fios pratearem o cabelo, mas quando chegamos aos 6o anos viramos escravas ou ficamos com jeito de descuido....

    ResponderExcluir
  9. Pois é, Monica, as minhas irmas tbm queriam me levar pro salao na hora, mas fui mais forte que elas... muáááá, se bem que olha, sei que nao é fácil!

    Pode deixar Juli meu amorzao, pé de algodao nao vai virar nao :-) E tu só tem papo, nao vi mecha NENHUMA! Tá a maior gatinha de sempre, tá?

    É Lola, eu fiquei mesmo impressionada com os precos cobrados. Nao tive a menor vontade de comprar algo no Brasil, ficava horrorizada com os precos, é tudo MUITO CARO!!

    Oi Elen, pensei que vc tivesse um blog pra te visitar... obrigada pela visita. Vc tá certíssima, tem que se achar maravilhosa mesmo! E sabe que eu tbm adoro falar que tenho 3 filhos, sendo a mais velha, de 17 anos?? Faz mesmo bem pro ego, te entendo companheira ;-)

    Já li algo assim tbm, Marcinha, e agente vê isso no dia a dia mesmo, né? Eu acho as alemas mt tranquilas com o passar dos anos, mas é fato que elas tem bem menos cobranca do que nós, "as mulheres mais lindas e gostosas do planeta" cof, cof, cof... Mas tu já notou como aqui a mulher mais velha tem mt espaco na tv, p. ex.? Qd cheguei aqui estranhei mt isso, de ter mt mulher mais velha em comerciais p. ex. Depois fui entendendo, eles aqui valorizam a mulher, sim, bem mais que a gente no Brasil. Isso entra em acordo tbm com o que a Dama de Cinzas falou. Eu vi mt cobranca no Rio, mt mesmo!
    Sou como vc Dama, me sinto no meio termo, nem pouco demais e nem em excesso, a gente precisa encontrar ummeio termo,ser sensatas, nao é?

    Babisenberg, já te procurei pra responder um comentário teu e vi que vc nao tem blog tbm. Mt obrigada pela visita e presenca :-)

    Norma, por causa disso que curto meus poucos brancos agora, pode deixar, que qd eu estiver com 60 até os cabelos lá embaixo receberao os cuidados necessários, hahahahahaha... tá vendo, ficando velha e sem vergonha

    :)

    ResponderExcluir
  10. Oi Nina :) Obrigada pelo seu comentario. Eu sigo seu blog ha um tempo mas sou preguicosa as vezes para comentar hehehe. Eu gostei desse post sobre o cabelo branco pois eu comecei a te-los aos 23 anos. Ainda arranco (é mito que cresce mais) os que vejo. Nao quero virar escrava da tinta, como vc falou, e gosto do meu cabelo que tem uma cor natural super misturada (agora com um tiquinho de prata haha, mas mal da para ver). Uma hora vou pintar, afinal as vezes tenho pesadelos onde minha raiz toda esta branquinha o_O Mas ainda nao chegou a hora.

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. NINA, eu tenho cabelos brancos desde meus 20 anos, quando meus cabelos mudaram de loiro para....BRANCOS....


    Sim...isso meu é genetica e eu nunca aceitei isso.

    EU PINTO MEUS CABELOS POR QUE NAO ME VEJO COM CABELOS BRANCOS, SABE?

    È algo que nao combina comigo. Mas, a pior decisao da minha vida nao foi pintar...Foi cortar meus cabelos longos..:Coincidencia ou nao, minha vida virou pelo avesso...
    Uma vez, em Macapá, uma india me disse que eu nunca fizesse isso...FIZ...E ESTOU PAGANDO CARO...KKKK
    NAO SEI O PODER QUE VEM DE NOSSOS CABELOS...SE É QUE TEM ISSO...

    ResponderExcluir
  13. AAAAAAAAAAH Nina...não deio não mesu cabelos brancos aparecerem.Sou totalmente, absolutamente contra rsrsrsr...a cada 10dias,dou uma colorida na raiz.Gosto dele todo pretinhos,mas também,tenho 80% de cabelos brancos...assim não dá ne????Quanto as roupas caras,caramba....não sou mão de vaca,mas sei empregar muito bem meu dinheirinho.Acho que ando sempre arrumada e gasto tão pouco .Compro em lojas mais populares modelitos que podem ser retocados com detalhes.Isso trago comigo desde a dura(sem dinheiro) juventude.Adoro entrar nas lojas e procurar por PP.....preços e produtos bons.Adoro bolsas e sapatos,mas não gasto além do que o produto merece.
    Morei no Rio 4 anos,e o pessoal de lá é mesmo desencanado com idade.Usam e abusam de tudo mesmo.Tem um lado positivo,se vc quer usar vc pode,ninguém recrimina ,mas assusta os mais conservadores rsrsrsr.Acho que não me assusto com mais nada .beijokas Nina...adorei ler seus comentários sobre sua visita ao Brasil

    ResponderExcluir
  14. O chato é que geralmente o fio branco é rebelde e se arrepia, nao? Nao sei. Eu vou deixar para pintar meu cabelo quando os fios brancos aparecerem. Acho voce linda e muito fotogenica, deve ficar charmosa ate com uns fiozinhos brancos!.. mas se tiver muuiito, ai sou do time para pintar :P

    Roupa no Brasil e caro demais!!! Nossa, sem nocao! E o pior e que as pessoas se acostumam com isso. 360 reais e dinheiro pra caramba. Eu lembro que conheci uma menina que ganhava o salario minimo comercial e gastava em uma calca ou sapato mais da metade do salario! Como tem coragem?

    Tbm acho horrivel a falta de nocao da mulherada da turma da Suzana Vieira. Oh mulher sem nocao! E acho muito feio esse perfil do bundao/pernao/peitao. Nao e uma estetica bonita, no meu gosto.

    bjinss

    ResponderExcluir
  15. Não sei se é comum em toda a França , mas no norte vi muitas mulheres com os cabelos completamente brancos.Lindas, principalmente porque os olhos são azuis e estes fazem uma combinação incrivel com o branco do cabelo.Fiquei com a impressão que as francesas não tem essa mesma obcessao
    que nos brasileiras em relação a seus cabelos.

    ResponderExcluir