24/06/2011

As dores do desmame e um pouco da ignorância masculina

Fui obrigada a parar de amamentar meu bebê, totalmente contra minha vontade. Vou tomar a vacina contra febre amarela e como a vacina é produzida com o vírus vivo,  não posso estar amamentando nesse período. Meu bebezinho está  há poucas semanas de completar 1 ano de idade, mas não queria desmamar meu pequeno agora... Estou na verdade, muito triste!
Desmamar um bebê é sempre tão complicado. As dores nos seios são parecidas com aquelas de quando começamos a amamentação, é terrível, dói tudo, você fica cheia de leite e muito dolorida.  Há dois dias nao durmo direito. O ideal é começar devagar, ir diminuindo aos poucos, mas comigo não funcionou, porque ele sempre estava mamando. E eu queria aproveitar os últimos dias com ele coladinho a mim. Nos último dias, enquanto ele mamava, eu ficava falando com ele, quase chorando, explicando o porquê de ele ter que parar de mamar.  Ele parecia entender e mamava ainda mais forte. Aproveitamos bem nossa última semaninha nesse aconchego... ele olhando nos meus olhos, tocando minha mão e fazendo carinho nas minhas costas com a outra mãozinha... tão bonito!
Até que há dois dias tive que parar definitivamente. 
O primeiro dia foi terrível! Ele chorou o dia todo e a noite. Aceitou bem o leite na mamadeira, que havia começado no dia anterior apenas, e no outro dia ficou um pouco mais tranquilo, apesar de a noite passada ter sido um tanto difícil. Ontem tive febre. E hoje tudo dói. As costas, os braços, a cabeça (estou há três dias com enxaqueca). Tudo por causa do desmame. 
Hoje ele passou o dia muito bem. Só de vez quando parecia lembrar que estava faltando algo, mas eu o entretia e tudo ficava bem. O único momento mais difícil foi há pouco, antes de ir pra caminha, que era quando eu sempre o amamentava um pouco pra completar a papinha e o acalmar pra ir dormir. 

Mas ele está bem, melhor que os meus dois outros filhos. Ela, tirei o mamá aos 2 anos e meio e ele, meu segundo filho, tive que tirar com 1 ano, porque fiquei doente e muito fraca. Me senti péssima, mas já estava ficando um palito de tão magra...
Mas agora, ahhh, agora não queria ainda desmamar... Que droga!

Google Imagens
Na verdade, eu estou pior que ele. Todas as dores que sinto no corpo não são maiores que a dor na alma, é sério! Eu amo amamentar, acho o momento mais bonito entre mãe e filho. Uma ligação perfeita, serena, amorosa, é como se você pudesse sentir o amor saindo de dentro de você, indo parar dentro de alguém. Um momento maravilhoso, simplesmente. Não me importava de acordar dezenas de vezes de madrugada pra amamentá-lo, não importava de ter que usar somente roupas abotoadas, não me importava de cheirar só a leite. Nada era mais importante do que saber que estava alimentando meu bebê com o melhor que há pra ele. E de quebra, me dando esse prazer de tê-lo só pra mim, nesse momento, de me sentir esvaziada quando cheia... é isso o que escreveu a Glauciana, do blog Coisa de Mãe, aqui. Um prazer que não pode ser confundido com sexual. É prazeroso simplesmente, no mais puro sentido da palavra. Não é como esses caras aqui falaram: Veja o vídeo se ainda não o conhece. E se prepara pra asneira...
Poderia colocar o vídeo aqui direto, mas me recuso a colocar tamanha ignorância no meu blog, sinto tanto nojo dessa conversa desses caras metidos a moderninhos e que se acham muito engraçados que prefiro evitar a dizer o quanto eles me enojam.  Sei que toda mãe antenada já soube desse vídeo infeliz. Falo dele só pra não me calar diante de tal falta de respeito com todas nós, mulheres, quer sejam as que amamentam ou não.
Comentar sobre o que eles falaram, não vou fazer. Muitas mulheres maravilhosas já o fizeram. Por exemplo, a Ceila e a Lola. Não deixe de ler isso, se ainda não conhece o texto, clique  aqui.

Agora só me resta aceitar que já estava na hora de parar, acreditar que meu bebezinho já tinha recebido dose de leitinho da mamãe suficiente pra ficar forte e saudável e pedir a Deus que meu menininho nunca demonstre tal ignorância e estupidez como esses espécimes do vídeo mostraram ter.

Putz, e olha que eu era muito fã do Tas. O cara fazia programinhas infantis na TV Cultura e eu assistia com meus filhinhos. Aahh que pena Tas! Morreu pra mim! Os outros dois? Bom,  nunca vi mais feios, machistas, burros e ignorantes...
 

18 comentários:

  1. Sabe que seu texto me emocionou!!! Tão terno, mas tão terno que eu li bem devagazinho, assim sentindo cada palavra!!!

    Amor de mãe é coisa tão linda vc falando em amamentar em está perto do seu bebê, me deu vontade de voltar a ser criança, me aninhar no braço da minha mãe e sentir aquele cheiro de leite materno que é tão reconfortante devia durar para sempre, mas não da néh, a gente tem que enfrentar o mundo, provar outos sabores!!!

    Ah, esses idiotas parece que eles foram filhos de chocadeira, será que nunca foram amamentados na vida, nunca foram levados ao colo??? Eu ein!?!?

    Fico aqui desejando o melhor para você e os seus!!!

    ResponderExcluir
  2. aiii amiga o desmame aqui foi bem dificil viu,....mas graças a deus passou e hoje ja superamos isso.

    bjus e boa sorte

    ResponderExcluir
  3. Oi Nina,boa noite!
    Tbm fiquei muito emocionada com o seu relato...senti palavras sinceras vindo da alma mesmo,muito linda a declaração de amor...!
    Tbm não irei comentar nada sobre o assunto de amamentar,pq já fiz em outros blogs e não quero me estressar novamente...
    Triste mesmo é a constatação q existem pessoas q só foram postas no mundo...e quem sabe nunca foram amamentadas,pq foram abandonadas,jogadas na lata do lixo,no meio da rua no maior frio...!!
    Não fique assim Nina...vc deu o melhor para seu bebezinho,e com certeza jamais esquecerá,pq isto tbm temos q passar p/ os filhos enquanto crescem...que foram desejados,amados e amamentados,qdo crescem eles perguntam,pode esperar...!!
    É uma segunda separação neh mesmo?
    A primeira qdo cortam o cordão umbilical...e a segunda...qdo desmamos...mas faz parte da nossa vida...(mãe e filho).
    Fique bem e com muita saúde e paz.
    beijo.
    Vania.

    ResponderExcluir
  4. Que declaração de amor!!!
    Eu adorava amamentar,pelo contato com os filhotes e por ser algo só nosso e que jamais nos separará..Esse toque das mãos na nossa mão ou no nosso peito é inesquecível.Só quem faz isso, sabe o que é esse sentimento...
    Paz e bem

    ResponderExcluir
  5. meu novo blog.:
    just-a-girl21.blogspot.com
    bjo

    ResponderExcluir
  6. Nina minha amiga querida que texto mais lindo, me emocionou bastante. Sei bem como é dificil desmamar um bebê. O meu bebê só mama a tardinha quando eu chego do trabalho, passamos o dia todo longe um do outro, no inicio imaginei que ele deixaria o peito, mas ocorreu o contrario; ele ficou mais apegado ainda,é maravilhoso chegar em casa depois de um dia estressante e ficar recebendo carinho do meu filhote por pelo menos meia hora. Espero poder amamentar o Lipe Afonso por pelo menos dois anos. Mesmo assim ja me preocupo com a hora do desmame.
    Bjus minha linda.
    Ja estou contando os dias :)

    Keury

    ResponderExcluir
  7. Oh Nina, eu ainda sentirei as dores do desmame, mas é tão bonito o jeito que vc descreve este momento de tristeza e dor, tanto física quanto emocional... Em contrapartida, talvez seja o primeiro exercício da Mãemãe para aprender a dura lição de criar o pequeno pro mundo.
    O vídeo é podre, nem consegui assitir até o fim. Acho que ao invés de leite estes caras beberam ácido.
    Bjs
    Márcia

    ResponderExcluir
  8. Ahh Nina, imagino como deve ser, o que voce esta passando. Com certeza ele vai crescer forte e saudavel, mas agora comeca uma nova fase. Acho lindo demais o ato de amamentar. Deus deu tudo de necessario para a mulher cuidar da cria. Alimento, conforto, protecao, aconchengo. Para o bebe isso e determinante para todo o crescimento e desenvolvimento em todas as esferas, emocional, fisica, comportamento. E lindo ver o poder da natureza. Espero que voce se acostume logo a essa nova fase, alias voce e Pedro, um ajudando ao outro, nesse momento de mudanca.
    E quanto ao video fiquei horrorizada. Que infeliz da parte deles. As vezes assitia alguns videos deles pelo youtube, alguns muito bons, mas em outros eu percebia comentarios infelizes e desnecessarios, isso mostra o quanto ele sao imaturos. E essa ultima ai foi ridiculo, perdeu todos os pontos comigo. O chato e que eles teem grande audiencia e infelizmente eles formam opiniao na massa.

    Bom domingo maninha.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  9. Li seu post e estava lembrando quando minha nora estava desmamando meu netinho. Foi um sofrimento. Mas passou graças a Deus.
    Adorei ler seus posts!


    Bjos Luzia Lira

    ResponderExcluir
  10. Amamentei meu filho até por volta dele completar 3 anos e adorava amamentar! Compreendi todos os seus sentimentos e também uma dorzinha na alma, dor de saudade!!
    Esses moleques do CQC foram amamentados? Se foram, foram por porcas - Ah, acho que nem isso! Não aprenderam o verdadeiro sentido do ato de amamentar.
    Boa sorte na desmamada!! Beijus,

    ResponderExcluir
  11. Fiquei com uma dózinha....
    Eu sou super a favor da amamentação, quando tiver o meus ou os meus vou amamenta-los no minimo até os dois anos. E eu tenho certeza que vou sentir a mesma dor na hora em que tiver que tomar essa decisão!

    Bjos Linda!

    ResponderExcluir
  12. Oi nina estou passando por essa fase do desmame,estou muito triste, meu bebê já está com 1 ano e precisei desmama lo porque sempre que ele ia comer comida de sal muitas vezes não queria e o refúgio era o peito, está doendo muito tanto os seios inchados como a dor na alma, amo amamentar meu lindo filho, mas essa eh uma nova fase, isso mostra que ele está crescendo, e eh bom porque ele está comendo bem e mamando mamadeira reclama um pouquinho mas brinco com ele pra tirar a atenção do peito, também troquei o anticoncepcional para o leite secar logo, chorei de dor, eh triste o desmame pois eh um momento único mãe e filho, bjos.

    ResponderExcluir
  13. Oi Michele, ahhh a gente sofre mesmo :-( ate hj, meu terceiro bebe ja tem quase 4 anos, qd vejo uma mae amamentando, morro de saudade :-)

    ResponderExcluir
  14. ai que lindo texto me enxeu de lagrimas de dor por tar a passar por isso hoje e neste exato momento, estou a dismamentar minhas filhas que fazerm 1 ano 5 meses, sao gemias minhas picaxus me doi quando elas dispertao a noite e procuram por mim e nao me encontrar e choram ai isso me corta o corracao, mais em fim tem de ser assim,

    ResponderExcluir
  15. ai que lindo texto me enxeu de lagrimas de dor por tar a passar por isso hoje e neste exato momento, estou a dismamentar minhas filhas que fazerm 1 ano 5 meses, sao gemias minhas picaxus me doi quando elas dispertao a noite e procuram por mim e nao me encontrar e choram ai isso me corta o corracao, mais em fim tem de ser assim,

    ResponderExcluir
  16. oi, estava procurando na internet como passar pela dor (fisica) do desmame, quando encontrei o seu belissimo texto, estou emocionada e chorando muito, me identifiquei. Meu filho está com 1 ano e 10 meses e acho que ja está na hora de desmamá-lo, ele está passando os dias e as noites na casa dos meus pais, sei que estou sofrendo mais que ele, como vc diz, "dor na alma".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é horrível nao é Marcia? fase dificilima! eu se pudesse, teria um bebê há cada dois anos, quando um parasse de mamar, o outro comecaria, ahahaha... mas, desmamar tbm é um processo de crescimento, nosso e de nossos bebezinhos, eles estao crescendo. Força querida! vcs conseguem!

      Excluir
  17. Alo gente
    Que historias lindas e maravilhosas acerca da amamentacao/desmame. Eu acho que o desmame devia merecer um outro tratamento. Devia ser planificado ate com o envolvimento da propria crianca, chorado e festeja ao mesmo tempo. Desmame é um momento em que se pode curtir duas sensações em simultâneo (amor e ódio).
    Força gente!

    ResponderExcluir