16/05/2011

O que fazer com notícias tristes além de chorar?

Uma amiga minha está com um grande problema na família: sua mae está muito doente. Antes de eu saber desse problema, tínhamos combinado com mais uma amiga de nos encontrarmos. No dia do encontro ela me telefonou e disse que sua mae havia piorado e que estava no hospital e por isso nao poderia vir. Falei, claro, que tudo bem, que poderíamos marcar outro dia e perguntei qual era o problema com sua mae. E ela disse. 
Bem, eu nao sabia o que falar, sabe?! Tem hora que nos faltam as palavras, é uma coisa terrível! Você quer ajudar, mas nao sabe e na verdade, nao tem como. Aí eu me enrolei toda, nas palavras ditas ao telefone e no email que mandei mais tarde. A dor dessa amiga deve ser tao imensa, eu nao tenho nocao... e mesmo assim, quero ter as palavras certas, mas elas me faltam. E isso é frustrante!
Ela disse ter adorado meu email, falou que precisa mesmo espairecer um pouco e que entende que me faltem palavras e que na verdade,  em sua família toda lhe faltam palavras também, já que todos foram pegos de surpresa e que sua mae já lhe faz falta desde agora...
E eu me acabei em lágrimas.
O que dizer numa hora dessas meu Deus?????
O chato é que comigo as palavras sempre faltam!
Lembro de uma estagiária no meu último trabalho que um dia, me contando da sua família, disse que sua avó havia sido morta por um doente mental, que entrou na sua casa e a agrediu com uma faca. Havia muitos anos. Ao ouvir isso, eu comecei a chorar na hora, com uma coisa tao trágica e triste dessas como segurar as lágrimas? Minha colega me consolou dizendo que estava tudo bem... e eu que tenho as melhores lembrancas da minha querida avó, nao pude me conter. 
Lá fiquei eu de novo, sem ter o que dizer.

Houve uma outra vez em que a irma de uma amiga minha telefonou para nosso escritório e me incubiu de dar o triste recado a irma: o avô delas havia acabado de falecer após ter sido atropelado. Meu Deus, logo eu?? Na mesma hora chorei horrores. Minha amiga chegou, me viu em lágrimas e eu a coloquei sentada pedindo que se acalmasse. Quando quem precisava de socorro era eu! E lá estava eu em frente a ela com uma notícia terrível como essa. Falei do seu avozinho... e ficamos lá, uma na frente da outra, ela chorando levemente, triste, obviamente, mas eu quase me acabando no choro... ela teve que me consolar, nao eu a ela... depois fiquei me sentindo uma idiota por nao saber o que falar nessas horas.

É que eu sinto as dores dos outros muito fortemente. Por isso evito tanto ver telejornais que mostram tanta desgraca. Às vezes fico aqui na sala, resolvo assistir tv do Brasil mas desligo tudo aos prantos, meu Deus, meu Deus, meus Deus!! É muita tristeza!

E agora a minha amiga aqui... gente do céu! A mae dela já lhe faz falta. 
Como lidar com isso?? Como eu posso ajudá-la?? Sei que nessa horas, nada do que se fala é realmente compreendido.
Mas entao, escrevi um outro email dizendo que se ela precisar de mim eu estou aqui, pra qualquer coisa. Depois disse que queria ter ido a sua casa levar um pedaco de bolo que fiz pro nosso encontro, mas marido havia comido o que restou sem me dizer nada e depois de ter xingado os homens do mundo todo, falei que o dia foi bom, mas que ela nos fez falta, disse também que gostaria de ajudar, mas que nao sabia como, e por último que estava orando por sua mae.
Mandei o email me sentindo uma completa idiota...
Porque, porque, porque  eu sou uma completa idiota, manteiga derretida, inútil e imbecil e sem palavras corretas para os momentos em que alguém precisa de algo a mais de mim? Porque????????

10 comentários:

  1. Ah, Nina! Faltam palavras mesmo. Mas sabe o que acho? Que faltam palavras porque elas não são tão importantes em momentos como esse. Um carinho, uma oração e um olhar podem dizer tão mais...

    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  2. Mas, Nina, como assim,inútil e imbecil e que palavras corretas existem para este momento???
    Fia, me diz uma coisa, vai falar o quê neste momento, tem algo exato, algo de verdade que possa acalentar alguém com uma dor dessas neste momento:
    Não, não tem. E não me venham dizer que quem é religioso tem a verdade porque é mentira, pois ele acha que tem, mas quem a ouve pode se sentir pior ainda. Eu sou assim, nestes casos, prefiro um abraço apertado que me encha de energia, uma vibração forte através de atos ou pensamentos, mas nada em palavras, nada mesmo. Não quero ouvir de virgem maria, de pai nosso, de anjo da boa morte, de religião ou espírito. Quero apenas um abraço, um aperto de mão e que fique do meu lado ou me ligue, não me abandone os bons amigos num momento como este.
    Faça outro bolo e leve pra ela junto com teu abraço fraterno, tenho certeza que ela se sentirá revigorada.
    Nestes momentos não se fala, apenas se fica junto e se não der, faz-se um pensamento de luz e boas emanações para a pessoa que está sofrendo e seus familiares.
    Espero que seu carinho ajude-a a superar este momento tão difícil.
    beijinhos cariocas

    ResponderExcluir
  3. Oi Nina,bom dia !!!
    Nossa...agora quem ficou sem palavras foi eu aqui,pq eu iria escrever a mesma coisa q a Beth...prá te falar a verdade,ontem eu li este post e fiquei matutando o que te escrever,para não ficar um comentário sem muito sentido,e qdo acordei hj,enquanto fazia o café,começou a vir as palavras na minha cabeça...tenho destas "coisas" e qdo abri ,li novamente o post e coloquei para comentar...a Beth já escreveu tudo...que bom,sinal de que eu não estaria muito fora do "mundo"...
    Nina,na verdade o q vc sente e chora se chama "impotência" perante as adversidades da vida,e aconte com todas(os) nós,nada de errado não...normal,somos seres humanos c/ muitas fragilidades,isto sim...
    Nina,não fique se auto flagelando,vc é uma pessoa super culta,inteligente,generosa e amorosa e que tem sentimentos,isto q importa !!
    E nestas horas nem tem mesmo o q se falar,mas só não devemos e podemos ignorar q alguém está passando por determinadas situações,seria pouco caso,e no seu caso,não é bem isso...portanto minha querida,a Beth já deu as sugestões...faça o que o teu coração pedir ...
    um abraço bem apertado de uma pessoa q gostaria de estar aí ao seu lado nestas horas...
    Fique bem,com saúde e tserenidade...beijo.

    ResponderExcluir
  4. Não achei que você foi idiota. Achei você muito sensível e amiga. Não se sinta mal, você tem um coração bom e isso é legal. Você é um amor de pessoa, Nina!

    beijos, beijos...

    ResponderExcluir
  5. Eu tbm fico sem saber o que fazer ou falar direito nessas horas, a gente se sente envolvido sim de certa forma, ao menos no querer ajudar.
    Em jornal, como ja te falei, para mim as noticias tragicas sao intensas para mim, nao gosto mesmo...qdo e injustica, maldade entao nem se fala. Infelismente nao ha remedio para curar todas as dores e resolver todos os problemas.
    O jeito e enfrentar o periodo dificil. PAra a sua amiga sei que nao e facil, ter esse sofrimento divido em dosagens, pequenas e intensas. Entao peco a Deus, que a conforte (e tbm sua familia), da maneira sabia e divina.

    Um beijo

    ResponderExcluir
  6. Nina,

    talvez você não tenha as palavras certas para consolar a pessoa. Eu também, raramente, as tenho. Mas você tem um sentimento nobre: a solidariedade. Tudo bem, concordo, você "se acaba", "só sobra o pó", mas se importa. Hoje isso é tão raro. De uma maneira geral as pessoas sequer se importam.
    bjs

    ResponderExcluir
  7. Renata, Beth, Vania, Marcinha, Chris e Luciana, mt obrigada, mt obrigada, mt obrigada!! Tudo o que vcs disseram me fez ver que nao fiz nada de errado, essa sou eu e ponto final! Bobona, chorona mas preocupada com as pessas. Eu ainda estou mt triste com o sofrimento dessa minha amiga e infelizmente sua mae está cada dia pior. Mas enfim, vamo que vamo, c´est la vie!
    Um bj no coracao e obrigada mais uma vez.

    ResponderExcluir
  8. Ai...Nina, a gente não sabe o que falar mesmo.Queremos consolar mas não sabemos como.
    Imagino a cara da sua amiga te consolando..rs.
    Acho que ajuda fazer exatamente o que você colocou no email, que estará para a pessoa sempre que ela precisar.
    Eu aqui na Florida nem peguei a Globo,enchi,eu tinha quando morava em Cancun,mas é muita tragédia e sensacionalismo, principalmente por ser editada,a globo internacional ainda consegue ser pior que a globo.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Hahaha...adorei o comentario da Beth!!

    ResponderExcluir
  10. minha mae esta muito triste so q eu nem tenho como ajudar ela pq ela nao qr falar oq aconteceu com ela entao eu qria q vcs me falassem oq eu posso fazer?

    ResponderExcluir