18/02/2011

Traumas, tristezas, perdao, Deus...

Se você nao tiver carregado um fardo muito pesado pela vida e/ou nao crê em Deus, pule por favor, esse post!
...

Eu to na fase de pensar em traumas...
Pedoem-me os que esperam alegrias, piadas, posts  engracados, textos inteligentes e complicados, mas hoje o tema é simples, porque as coisas de Deus sao simples... e porque tem dias que a tristeza bate e nao tem como esquecê-la. 
Nao sou eu quem está triste. 
Talvez... seja você?!

Desde menina, minhas amigas aprenderam que tinham em mim uma pessoa confiável. Eu era sempre aquela a quem qualquer uma podia se chegar pra contar um segredo, da minha boca nunca saiu nada. Já  ouvi muitas coisas de muitos e nunca espalhei notícia de ninguém. É que eu aprendi muito cedo a me calar. E notar o quanto as pessoas ficam felizes e mais leves ao serem ouvidas. Sempre fui boa ouvinte... Mas hoje, quero falar. E quero falar de Deus, olha só onde to querendo amarrar meu burro...

Você tem tristezas guardadas? Tem um peso nas costas? Tem traumas do passado? Você acredita na cura pelo perdao?
Nao estou oferecendo um pacote-resolve-tudo-das-organizacoes-tabajara nem virei religiosa...
Mas queria lhe perguntar:
Você já fez terapia? 

Eu nunca. Minhas irma, já. Ela precisava, desesperadamente, falar.
Porque tem coisas que precisam ser ditas.
Se for com alguém  que possa te ajudar, te entender, te dar dicas, é melhor.
Na terapia minha irma aprendeu uma coisa: que esse papo de perdao, é a maior roubada. Ela diz que perdoar é invencao de gente religiosa, que inventou isso, só pra gente nao botar a boca no trombone. Que o que tem que ser feito, é conversar e lavar toda a roupa suja, dividindo a  lavagem com outras maos que tem responsabilidade pela sujeira também.
  
Bom, eu nao acho que perdoar seja ruim, creio muito nisso, mas, e quando a gente nao consegue? E quando a gente tem tanta mágoa e dor dentro da gente, que parece que isso tem a capacidade de nao permitir nem mesmo que Jesus entre pra sarar? Quando eu estive na igreja, uma época, eu aprendi que a gente deve deixar o coracao ser limpo por esse Deus vivo. Que Ele vai entrar e sarar o que tá ferido e sangrando. 

Mas como eu posso  deixar que Deus entre no meu coracao e ver a quantidade de sujeira que tem ali dentro? Eu vou ter vergonha do que Ele vai ver, me sinto suja, como posso convidar esse Jesus tao limpo e puro, pra entrar numa podridao que está, que É, o meu interior? O meu coracao está sujo, como posso dizer: entra Jesus e limpa.. desde quando esse Jesus virou faxineiro? Tudo o que a gente tá carregando esses anos todos, tá acumulado lá dentro. E de tanta sujeira, o coracao endureceu, virou pedra. E eu me sinto tao endurecida e suja... Mas é aí que está  a saída, esse Jesus parece nao se importar com meu coracao podre... Ele pode entrar mesmo assim, pra me curar, só o que devo fazer é abrir a porta e me dispor à faxina junto com Ele. 

Mas como?
Voce reza? Ora?

Como é que você ora?? Baixinho ou sem falar nada? Na igreja que eu às vezes ia, as pessoas falavam alto. Eu achava um bocado estranho, mas aprendi. Nao vou em igreja mais... mas ainda falo com Deus. A gente tem que fechar  a porta do quarto, ir pra lá sozinha, e falar tudo com Deus. Colocar tudo pra fora e quando acabar, pedir que Ele nos abrace. Ele vem abracar a gente! Gente. Você já sentiu o abraco de Deus? Tenta fazer isso, vai pro seu quarto e fala com Deus. Diz que você tá de saco cheio de tudo isso, peca que Ele te limpe por dentro, pede uma faxina geral e fornece a Ele o material necessário. Entrega nas maos de Deus o problema. Faz isso.

Mas nao deixe-o trabalhar sozinho, porque aí nao é justo, né?!  Faca a sua parte. Procure outros ajudantes. Se informe, vá a um terapeuta, fale com alguém, coloque isso pra fora!

Entao tente se perdoar!

Mais do que ao outro, ou a situacao que te colocaram na vida, você tem que se perdoar por ter "deixado" isso acontecer com você. NAO SE CULPE, NUNCA! Você foi uma  vítima. Mas, peraí, olha o tempo do verbo, você FOI vítima disso, nao É mais. Isso aconteceu, num passado, já chega, nao acontece mais, acabou, tá lá no passado, entende??  Você é certamente uma mulher adulta, corajosa, forte, bonita, meiga, inteligente, amada! Você é tudo isso! Pensa aí na quantidade de gente que nao tem metade disso que você tem....
Aí eu me lembro de um exercício muito interessante que eu já fiz e achei muito bom:

Deitada na sua cama, pode até ser antes de falar com Deus, relaxe o corpo, mentalize um local bonito, um jardim, por exemplo, imagine um banco nesse jardim bonito, e tente se ver menina, nessa época triste, tente ver seu rosto, as formas, as roupas, tente se movimentar, brincar ao redor do banco,  entao sente-se no banco e deixe uma pessoa que você gosta muito chegar nessa visao, tem que ser alguém que você goste muito, que esteja vivo ou que já morreu, nao importa, mas tem que ser alguém que você ame e confie, entao, converse com ela, fale tudo, pergunte, responda, grite, chore, faca o que for necessário pra colocar essa dor pra fora, e faca essa pessoa lhe ouvir e talvez lhe aconselhar, lhe abracar, tudo, enfim  que for necessário pra você se sentir aliviada. Você vai acordar desse "transe" e vai se sentir melhor, vai estar chorando certamente, mas vai ser um alívio bem grande. Você vai se sentir ouvida, finalmente e compreendida.
Uma outra coisa que minha irma descobriu na terapia, a gente tende a querer morar longe da fonte que nos fez mal. Por isso muita gente que teve traumas na infância, geralmente é um lutador, se dá bem na vida e vai morar longe de sua cidade, estado, país, só pra ficar pelo menos, geograficamente, longe dessa fonte negativa de lembrancas ruins. 

Teve alguém que magoou você muito, nao teve?
E certamente, esse alguém é alguém importante na sua vida. E essa pessoa falhou com você! Mas você já parou pra pensar que talvez você já tenha magoado muito outras pessoas? Ou até quem sabe, essa mágoa nem foi assim tao grande como você hoje pensa? As coisas aconteceram num passado, você era  jovem, a gente quando é mocinha,  pensa muito na gente mesmo, e é muito despreparada emocionalmente, por isso as coisas sao tao fortes na nossa memória...
E às vezes, sabe o que é? Você simplesmente nao tem culpa de nao conseguir esquecer tal mágoa. Afinal, olha só como vive hoje a pessoa que te magoou... ela nao mudou nada, parece ter ficado na mesma, vive do mesmo jeito, rodeada pela moscas, na mesma vidinha miserável de sempre, vai ver ela nem sabe que tem alguém sofrendo pelo que ela fez um tempo atrás e pode até ser que ela saiba, mas nao tá nem aí pra ti, e pra tua dor. Ela nao sabe  e nem quer saber dessa tua mágoa, mas você sabe! E o problema é que essa mágoa te corrompe o coracao. Você tem que se livrar dessa mágoa, menina!
Descubra uma maneira de se livrar disso!
Como? Sei lá! Mas você tem que arrumar uma maneira de se livrar desse peso que te faz dobrar a coluna de tao pesado que é, porque a pergunta é: por quanto tempo ainda você vai querer ficar carregando esse fardo pesadíssimo nas costas? Ou você divide essa carga com alguém ou bota a carga no chao, enderecada pros cafundós de judas e bem empacotada, e vai-te embora, mulher! Deixa essa carga no meio da estrada, abandona ela, já chega, é muito pesada pra você carregar sozinha!
E nao tente dar uma de santa também. Se você sente-se mal, fale a respeito. Abra o coracao e nao fica só procurando rezas pra pedir perdao aos outros... o perdao comeca dentro de você mesma.
Aí volto a falar desse Jesus. Tem gente que quer mostrar o quanto crê nEle, né? Sao os antigos fariseus, que andam a exibir o quao fiéis sao a Deus, e só mostram aos outros, mas nao mostram a quem interessa, a Deus. Nao alegram a Deus. Sao exibicionistas e nao passam disso, gostam de apontar os erros dos outros... sei... sei...
Mesquinharia, falsidade, mediocridade, pobreza de alma e espírito!


A sua mágoa é uma sujeira pra você mesma. Que só faz mal a você mesma. Permita-se que limpem o teu coracao, menininha.

Uma outra coisa que eu entendi na igreja foi, que cada um é responsável pela vida que leva. Você  nao tem o poder de mudar ninguém! E aqui você tem que aprender a ser egoísta,  cuide de você primeiro, é assim que você vai ajudar os outros quando os outros precisarem.

Nao espere por ninguém, dê simplesmente o primeiro passo em direcao a si mesma.

* * *
Saia da frente desse computador e vá até o seu quarto. Abra a sua boca, é a única coisa que você tem a fazer. Fale com Ele, Ele já está lá no seu cantinho te esperando. Vai lá receber o teu abraco, vai...

* * *

Vou te passar um link de um belíssimo texto da minha querida Marina Fiuza. Nao tem nada a ver com este post, ou será que tem?! De qualquer maneira vale à pena ler, sobre a pequenez de nossas certezas... Leia aqui!

18 comentários:

  1. Oi Nina!!!
    Acho que todos nessa vida passam por momentos de mágoa e decepções, infelizmente fazem parte da vida e temos que saber lidar com isso... não é fácil... mas sempre acredito num amanhã melhor... em dias melhores... melhor ainda quando podemos contar com o apoio de pessoas que podemos confiar (coisa rara hoje em dia) ainda acho a família um porto seguro, para mim as pessoas mais verdadeiras e sinceras que eu posso contar, mas cada um sabe né? a onde pode encontrar o seu apoio e consolo nos momentos difíceis. O importante é sempre termos força e coragem e enfrentar as batalhas com determinação.
    Bom fim de semana!!!
    Beijos
    Bia

    ResponderExcluir
  2. Olá querida Nina!
    É isso mesmo, nunca devemos pensar que Deus não vai querer limpar o nosso coração, pois Deus é amor, Ele nos ama e nos perdoa sempre... outra coisa, Ele deve ficar muito feliz quando um filho seu o procura, pois o que Ele quer é nos ver bem, livres e felizes... Ele não nos pede muito, apenas seguir o que nos deixou, principalmente amar o próximo como a sim mesmo... Deus é Amor, devemos sempre glorificá-lo e adorá-lo. Deus TUDO sara, pode contrar SEMPRE com Ele!!! Ele nos ama muito e quer nosso bem... foi maravilhoso o que vc escreveu amiga, estou com saudades!!! Bjs e que o nosso maravilhoso Pai te abençoe!!!

    ResponderExcluir
  3. Oi, Nina!
    Teu post é um grande incentivo para aquelas pessoas que estão em momentos de 'não sei o que faço ou o que quero'.
    Minha igreja é o elevador, não tem lugar melhor para eu elevar meu pensamento ao divino. Geralmente subo e desço sozinha, não tem muita gente no meu prédio e é somente 1 por andar, assim quase não encontramo-nos com vizinhos. Então, quando estou para ir pras ruas, aquele lugar, entre quatro paredes, me ajuda a mentalizar melhor.
    Estou sempre aberta para o abraço de Deus e sinto-o nos meus dias que até então são abençoados e conduzidos para o bem. Tristezas todos nós temos, mas isso não me faz sentir-me abandonada no universo e não busco a espiritualidade quando estou mal, pelo contrário, procuro-a quando estou nos meus melhores dias, sempre agradeço por tudo que tenho e sou. Vivo em paz assim, sem dogmas e nem religião.
    Acredito apenas em Deus e na natureza e isso é tudo pra mim.
    um beijão carioca

    ResponderExcluir
  4. Achei maravilhoso o seu texto, Nina, só não concordo em uma coisa com a terapeuta da sua irmã: perdoar não funciona em tudo, isso é certo, mas às vezes tem de se superar um trauma, e isso só é feito através do perdão ou da indiferença, que é mais difícil ainda. Perdoando alguém, deixa-se de sentir raiva e, como não se pode amar a quem nos magoou tanto, passa-se a ser indiferente, e aí vem a verdadeira cura do trauma.
    Eu não teria vergonha de mostrar o meu coração sujo a Deus, ele veio para os pecadores, e a sujeira da alma nada mais é do que o que chamamos de pecado: ódio, ressentimento, depressão (que é a falta de confiança no divino) e outros sentimentos inúteis acumulados. Para isso Ele veio, para depositarmos nele esses fardos e tirá-los de dentro de nós; aqui, o princípio da indiferença é aplicado mais uma vez, se o fardo já não é meu, torno-me indiferente a ele também.
    Bj
    Adri

    ResponderExcluir
  5. Nininha querida! Que saudades! Estou de volta cheeeia de coisa pra contar. =) Obrigada pelo comentário lá no blog, de coração! Fico feliz em vc ter compreendido o x da minha questão (nem todo mundo compreende).

    Eu trabalho em uma escola de padres e o diretor (um padre muito jovem) disse uma vez: o juízo final acontece todos os dias e quem bate o martelo e diz se vamos para o céu ou o inferno somos nós mesmos. Cabe a nós decidirmos onde queremos viver todos os dias. =)

    ResponderExcluir
  6. I do not think it is so easy ...

    (beijos, Nina.)

    ResponderExcluir
  7. Nina
    ~Por cvoce saber ouvir hoje soube falar muito bem Muitas pessoas precisaram escutar o que disse. Uma delas sou eu.
    Gosto de ir a igreja, a missa, ouvir homilias.
    Gosto de tudo, mas preciso aprender a perdoar. Não me fizeram nada de mal, mas pédroar as pequenas coisinhas que nos magoam. Uma palavra mal colocada. Um comentario qiue nos irrita.

    Só quero te contar que esta seman temos só que agradecer a Deus. Eu sabia que ele era maravilhoso mas Deus conseguiu tirar uma coisa horrorosa que iria acontecer com um jovem de minha familia. Deus coseguiu milagrosamente que meu sobrinho não ficasse paralitico ao pular de uma piscina e quebrar duas vertebras e ter que ser operado as pressas..
    E fico arrepiada por agradecer.
    |Me ajude a agradecer!
    com carinho MOnica

    ResponderExcluir
  8. Bia, vc tem toda razao, o único problema é que tem mt gente que nao tem esse apoio da família. Sorte de quem tem :-(

    Juli minha amigona querida!!!! te ver aqui é sempre mt bom. Especialmente te ver tao cheia de fé.

    Elevador como igreja Beth? rs, que interessante. Mas comigo é assim mesmo, eu me sinto bem falando com Deus em qq lugar, mas meu quarto é sempre o "nosso" lugar preferido. Mas falo com Ele em todos os momentos que preciso, e o engracado é que eu to sempre agradecendo, assim como vc, por TUDO.

    Entao Adri, é isso, eu tbm acredito na forca do perdao, a terapeuta é que nao. O problema é que às vezes, é EXTREMAMENTE difícil perdoar o que nos fizeram, tem coisa que a gente consegue, mas tem coisas taaaaao difíceis... e mesmo que vc tente, tente, tente,vc nao alcanca isso, que parece algo fora do alcance das pessoas normais. Aí, a pessoa que nao consegue perdoar, fica ouvindo os outros que conseguiram, ou que pelo menos fazem de conta que conseguiram, e isso faz com que ela se sinta ainda pior... sim, eu acredito que essa cura só vem de Deus, eu acredito mesmo, mas sei que é duro demais alcancar isso..

    MarinaNina querida, o seu texto foi uma das coisas mais belas que li nos últimos tempos. Até vou passar o link aqui. Tbm senti saudade.

    Marcinha,e nao é! definitivamente...

    Monica, até me arrepiei com teu comentário, primeiro pela coragem, de vc assumir isso aqui, coisa que poucos tem forca pra revelar. Deus tá te olhando e cuidando, nao tenho dúvida... e a outra coisa maravilhosa que vc disse, sobre teu sobrinho, vc pediu e eu agradeci aqui no mesmo instante que li. Que Deus abencoe seu sobrinho e vc! Sempre.

    um beijo em cada um.
    Hoje qd escrevi isso até falei com Deus, que nem precisava ter comentário algum neste post, contanto que tocasse o coracao de alguém que precisasse saber desse poder do perdao... com vcs falando, acho até que foi um reforco a mais a quem precisa.
    Obrigada meninas queridas por terem completado o meu post.

    ResponderExcluir
  9. Olá Nina!

    Que lindeza de post! Muito, muito, muito bom mesmo! Adorei. Eu sempre conversei com Deus, numa boa, ele sempre me entende e me aconselha. Gosto dos nossos papos. Ele me é tão próximo. Como um Pai, mesmo. Já passei por cada uma, e só mesmo Ele para me ajudar. E como ajuda! Nossa, entrego minha vida em Suas mãos, a visão d'Ele é muito maior que a minha. Às vezes acontecem coisas que não me agradam, mas lá na frente eu vou entender o porquê. E Ele sempre sabe mais, muito mais do que eu.
    Muito mais.

    Beijos

    Carla

    ResponderExcluir
  10. Nina Querida.seu texto foi uma inspiração.Passei esses últimos 11 dias dentro de um hospital com meu marido raspando na morte.A família dando força, os amigos os abraços, mas o poder da oração foi o que fez total diferença.Falar com meu SENHOR,abrir meu coração e chorar....Prometi para mim, que nunca mais irei me deitar sem antes conversar com ele sobre o meu dia....Em tempos de tanta desordem, um momento de recarregar as forças e nutrir a alma.Fiquei com saudades de vc e do seu blog...e do meu...coisas que começam a fazer parte do dia a dia......beijokas e obrigada pela notinha fofa.

    ResponderExcluir
  11. Nina querida, hoje passei um dia daqueles e esse post veio a calhar: bateu fundo mesmo. Suas escritas estao cada dia melhor. Qdo escrevemos com a alma conseguimos tocar as pessoas.
    Se nao fosse minhas conversas com Deus nao estaria hoje aqui te escrevendo. Ele realmente é o único que nunca nos dá as costas e nos consolas nos maus momentos.Tive que me perdoar pra seguir em frente, mas ainda nao superei muitas coisas do passado. Me exercito mentalmente e rezo muito em qualquer lugar, pois isso me acalma e me refrigera.

    Vc e sua irma estao de parabéns: escrevem lindamente.
    Obrigada mais uma vez pelos comments lá no blog.

    Super bj.

    www.trocandodepele.com

    ResponderExcluir
  12. Afff, quis dizer "seus escritos". Desculpa: to esquecendo o pt....kkkk

    ResponderExcluir
  13. Oi Nina,bom dia !!!
    Vc escreveu bem,parabéns !!
    Perdoar alguém vai muito além do que imaginamos,perdoar...e depois atravessar a rua só para não dar de cara com a pessoa? Isso não é perdoar...é se enganar...é querer ficar bem na "fita",meu ponto de vista lógico !!
    Existem pessoas que estão tão "viciadas" em machucar...em ferir, e depois receber o perdão...nossa como tem !!
    Pessoas que rotulam as outras para se justificar justamente com a famosa frase: Ah...ela(e) que entendeu errado,não estava bem, sh...pelo Amor de Deus,isso é para se esconder na possibilidade do erro,do desamor...e conheço algumas pessoas que "pecam"...que "ferem" em nome de Deus...em nome de Jesus,se achando o dono(a) da Verdade depois que se convertem,aliás se convertem "no que"? Quem se converte não teve e não tem Fé em Alguém ou religião...minha opinião,desculpe-me Nina...me impolguei...
    Então melhor mesmo é "correr" atrás do Amor, do amor que acalenta,que nos leva prá frente e para o "certo"...para o bem viver e consciência tranquila sempre !!!
    VIVA O AMOR !!!
    Lindo fim de semana para vc e família.
    beijo.

    ResponderExcluir
  14. Amei o post, parece q foi feito pra mim... e suas palavras... as vezes ate pensei q foi eu qm escrevi, pq poderiam bem serem feitas minhas as suas colocações e tudo mais... arrepiei, adorei mto tudo... da uma passadinha la no meu e le meu post de hoje cedo... legal q hj todos decidiram falar de um ser tao superior e importante na nossa vida. Deus!
    bjao manauara pra ti

    ResponderExcluir
  15. É mesmo, temos que colocar nossa "sujeira" pra fora e deixar Deus entrar....

    ResponderExcluir
  16. Tópico digestiva aqui, visões como aqui está dão motivação a quem quer que aparecer nesta página .....
    Dá muito mais deste web site, aos teus visitantes.

    ResponderExcluir
  17. Nina querida você como sempre escrevendo coisas que tocam nosso coração, eu realmente precisa ler algo assim, fui criada em um lar cristão, e mesmo sem concordar em muitas coisas que as igrejas pregam, sempre tive fé em Deus, sei da importancia dele em minha vida, mas eu tenho um coração um tanto duro para perdoar, sou consciente disso e preciso mudar. Não desejo mal algum as pessoas que me magoaram (e foram muitas), mas eu simplesmente as deletei da minha vida, é complicado. Hoje tenho certeza que terei um dia de reflexão, obrigada por isso. Adoro você amiga, bjus e ora por mim.

    ResponderExcluir
  18. Vou chegar em casa hoje e Deus vai ver só. Vai ficar de orelha quentinha, quentinha...
    Você é linda Nina. Beijos!!!

    ResponderExcluir