22/10/2010

Essencial

Eu vejo as pessoas tentarem mostrar o quanto sao lindas, arrumadas, ricas. Vejo o quanto elas tentam se exibir com sorrisos falsos, com roupas da moda, com cabelos escovados, com maquiagem pesada, com carros e celulares de luxo, com viagens... é como se isso tudo fosse o essencial. Quando definitivamente, nao é! Essencial é se sentir amado e amar, nao importa quem, ou o que, sabe?!
Essencial é mesmo o amor.

Sei lá porque eu to falando disso, já estao virando palavras sem sentido... é que eu tava lendo alguns posts no outro blog, que voltei a escrever, e reler aquelas coisas da minha infância, das coisas tristes, das perdas, das faltas (minha vó, meu pai, meus amigos, eu menina...) me traz de volta. De uma maneira tao mágica e serena que só me resta pensar o quanto as coisas mais importantes na vida da gente, sao as coisas que "parecem" simples.
Que só parece... mas que na verdade, é tudo o que importa pra gente ou o que vai importar pra gente pelo resto dos nossos dias.
To falando de filho, to falando de mae, de pai, de irmao, to falando de amigos., até de cachorrinhos e gatinhos...  é que nada disso se compra (exceto os bichinhos, em petshops). Mas é tudo tao absurdamente essencial...

8 comentários:

  1. Me lembrou da música do Legiao Urbana:
    Ainda que eu falasse
    A língua dos homens
    E falasse a língua dos anjos,
    Sem amor eu nada seria.
    É só o amor! É só o amor
    Que conhece o que é verdade.
    O amor é bom, não quer o mal,
    Não sente inveja ou se envaidece.
    O amor é o fogo que arde sem se ver;
    É ferida que dói e não se sente;
    É um contentamento descontente;
    É dor que desatina sem doer.
    Ainda que eu falasse
    A língua dos homens
    E falasse a língua dos anjos
    Sem amor eu nada seria.
    É um não querer mais que bem querer;
    É solitário andar por entre a gente;
    É um não contentar-se de contente;
    É cuidar que se ganha em se perder.
    É um estar-se preso por vontade;
    É servir a quem vence, o vencedor;
    É um ter com quem nos mata a lealdade.
    Tão contrário a si é o mesmo amor.
    Estou acordado e todos dormem.
    Todos dormem. Todos dormem.
    Agora vejo em parte,
    Mas então veremos face a face.
    É só o amor! É só o amor
    Que conhece o que é verdade.
    Ainda que eu falasse
    A língua dos homens
    E falasse a língua dos anjos,
    Sem amor eu nada seria.

    Beijo grande, e bom findi pra voces!
    Angie

    ResponderExcluir
  2. '... Queria fazer agora uma canção alegre
    Brincando com palavras simples, boas de cantar
    Luz de vela, rio, peixe, homem, pedra, mar
    Sol, lua, vento, fogo, rio, pai e mãe, mulher...' Beto Guedes.
    Beijão! Tô contigo e não abro!

    ResponderExcluir
  3. oiê.. que lindo isso que vc escreveu! compartilho da mesma opinião... a felicidade está em coisas simples da vida! pena que muita gente percebe isso tarde demais, né! bjo

    ResponderExcluir
  4. Escrevi sb essa "felicidade plástica" hj. Recebi uns comentários tao maldosos e quando fui ver pelos blogs encontrei exatamente o que disseste.

    que puxa :(


    concooooordo contigo demais!

    ResponderExcluir
  5. Olá querida Nina!

    É verdade, tem uma frase que diz tudo, de Antoine de Saint-Exupéry, "O essencial é invisível aos olhos"...

    Bjs!!! fiquem com Deus!

    ResponderExcluir
  6. No frigir dos ovos, no final de tudo mesmo, o que nos restam sao, apenas, a vida real que, caso a gente embale em simplicidade terá sido bem vivida..bjs e dias felizes

    ResponderExcluir
  7. Essencial é cultivar momentos de alegria... que te tragam futuramente um suspiro de saudade...
    Saudade do abraço, do beijo, do acolhimento, do sentimento sincero, até do bolo de fubá...
    Essencial é amar mesmo Nina.
    Bjim e ótima semana querida!
    Márcia

    ResponderExcluir
  8. Nina, creio que o essencial é ser você mesmo e se amar antes de amar os outros.

    beijos, querida!

    ResponderExcluir