16/10/2008

Tia Lila

Hoje, quando eu ligar mais tarde pra uma velhinha de 80 e poucos anos,, vou dizer: "ei tia Lila querida, feliz aniversário!" e provavelmente ela vai dizer: "Hein?? Aniversário?? mas ontem mesmo eu estava num palquinho de teatro. Já te falei que fui a Branca de Neve?? E a Gabriella estava toda orgulhosa me olhando da platéia??"

Pois é, essa é a tia Lila que há muitos anos foi Branca de Neve. E desde sempre fada "madrinha" da Laura. Tia-avó dos meus filhos.

Gabriella é a irmã dela que há alguns anos foi pro andar de cima, que por sinal, ainda merece um post! Essas duas tias muitíssimo queridas estavam sempre por perto. Como anjos da guarda, mesmo morando longe da gente.

Foi a tia Lila quem deu a primeira boneca da Laura, de pano, ainda antes da Laura nascer. Foi a tia Lila quem deu o primeiro brinquinho de ouro, a primeira pulseirinha, foi ela quem muito nos ajudou nos momentos difíceis, financeiramente falando. Foi ela quem comprou todas as roupinhas da Laura e do João desde que eles nasceram (até a idade de 7 anos da Laura, nunca precisei comprar uma calcinha sequer pra ela, porque quando eu pensava em comprar, o carteiro batia na minha porta e lá vinha uma caixa  cheia de roupinhas, brinquedos e livrinhos).

As caixas só pararam de chegar, quando ela comecou a esquecer das coisas.

Tia Gabriella morreu e ela se sentiu totalmente perdida. Sem a irmã que brigava todos os dias com ela, mas que muito ela amava, se sentiu sem utilidade.

Tia Lila foi então  morar com as outras irmãs mas não lembra de mais nada da vida de hoje em dia. Só sabe o que fez quando menina, que foi Branca de Neve e que morava numa casa grande em Minas Gerias, e que seu pai foi prefeito de uma cidadezinha e sua mãe uma doce mamãe e pintora nas horas vagas, além de ajudante do marido na farmácia que tinham e craque em matemática.

Hoje tia Lila se diz presa em casa (ela precisa de cadeira de rodas pra se locomover, porque sofre de artrose), mas desconfio que ela voa muito na imaginacão...

outro dia telefonei pra ela e ao ouvir sua voz, não conseguia parar de chorar ao telefone. Aquela senhora, foi uma das pessoas mais importantes da minha vida como mãe.

Ela não teve filhos, e cuidou muito do sobrinho, o pai dos meus filhos. E quando esse cresceu e teve filhos, transferiu todo o seu amor aos sobrinhos-netos.

Todo ano, desde que Laura nasceu, ela ia de  Minas para o Amazonas e ficava lá com a gente por um mês, mesmo com todos os seus problemas de saúde. Eram dias alegres com a tia Lila.

Não vou dizer que era tudo uma maravilha, especialmente quando eu chegava da faculdade, debaixo de um sol escaldante de um Amazonas pegando fogo em julho e encontrava a casa toda fechada, Laura dentro de uma banheirinha com um mínimo de água e tia Lila dando banho nela com um paninho úmido, com medo de a crianca de 2 anos pegar um resfriado, ou ainda quando ela colocava na Laura blusinhas de lã pra passear no Amazonas (no Amazonas! lã!) ,ou quando ela resolveu que ainda sabia pedalar e subiu na bicicletinha da Laura sem eu ver, e quando eu olhei, lá estava a tia Lila no chão, de pernas pro ar, com Laura e João em desespero.

Mas na maior parte do tempo, era agradável nosso convívio. Momentos de muito respeito e carinho.

Hoje ela não lembra nem mais de mim. Mas eu lembro dela, com carinho, saudade e eterno agradecimento. Por tudo o que ela me fez. Por tudo o que ela foi por nós. Obrigada.

Gratidão é definitivamente a minha palavra preferida!





Ela adorava ouvir Ney Matogrosso. Um dia foi a um show dele no Canecão no Rio e adorou. Amava também Frank Sinatra e Roberto Carlos...





ahh tia, um dia vou ser velhinha também...
e vou gostar de tudo isso aí, aliás, já gosto!
Mas a Laura não quer me dar netinhos :(
Briga com ela???

8 comentários:

  1. Ooohhhh, que meiga!

    Feliz aniversario p/ ela!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Que tia mais fofa Nina! Eu tbm consifdero minha madrinha uma segunda mae! Essa vida nos prega mesmo pecas, estamos aqui, sem saber o que o futuro nos reserva, mas o importante e viver assim, dar valor ao proximo e principalmente aqueles que temos afeto. A vida da sua tia e uma historia de vida linda e que devemos copiar esses atos de atencao e carinho!

    Bjuuuuuussss

    ResponderExcluir
  3. Acho que todos tivemos uma tia Lila na nossa vida, eu tive duas, uma Zita e uma Isaura.
    Parabéns para a sua.

    ResponderExcluir
  4. Nina, que lembranças doces.
    Um dos sentimentos que eu mais aprecio no ser humano é a gratidão.
    Sou uma pessoa totalmente grata a todos aqueles que um dia de alguma forma me ajudaram, independente se hoje convivo ou não com a pessoa hoje em dia.
    Linda sua homenagem, amo Ney Matogrosso:D

    Beijins com Felicidades:)

    ResponderExcluir
  5. Ameiii na verdade admiro a forma que vc escreve..faz com que parece que eu estou vivendo a história junto com vc..Amei..obrigado pelo comentário..bjs Nine

    ResponderExcluir
  6. Foi mais nos ultimos periodos mesmo que aproveitei....kkkkkkkkkk
    Ficar num botequinho bebendo cerveja com amigos e musica ao vivo!! Eita que beleza!!! E Brahmaaa!!! Como naquela sua foto!! kkkkkkkkk
    Uma ressaca as vezes ate que caia bem....kkkkkkkkkkkk
    no comeco saia as vezes, mas nao era muito!

    Essas coisa de faculdade e complicado mesmo, principalmente no Brasil... pelo menos no ES, muita gente que faz tecnico primeiro, se da bem, pq ja sai com emprego e bom, sempre vai para grandes empresas, como petobras. Mas geralmente eles estudam muita, matematica, fisica, quimica...

    Muitas vezes eu tbm me perguntei pq estava fazendoaquele curso, quis desistir...mas enfrentei ate o fim. Ser professora, foi uma das razoes que pensei em fazer mestrado, mas depois pensei direito... nao era professora para gente grande que eu queria, era para os baixotinhos... e qdo vc entra nesse mundo de pesquisa de universidade e uma prisao...e quero viver, ter um trabalho, salrio e familia... rsrs

    ResponderExcluir
  7. Que fofa a Tia Lila, e é minha vizinha, né.
    Feliz Aniversário pra ela! Que Deus a abençoe!
    Obrigada pelo comentário no meu blog, viu menina!? Você é uma fofa! Que bom que a alegria e gratidão estão se espalhando...

    Bjux, bjux Menininha!!!!!

    ResponderExcluir
  8. Ai mulher...chorei....de novo como vcja me fez chorar tantas vezes....desejaria a Deus q meus sobrinhos lembrassem de mim assim....beijokas e saudades

    ResponderExcluir