29/04/2008

Tenho uma casa, filhos, marido, só me falta um cachorro, um gato pra Laura, um Hamster pro Joã޺o, mais um filho...

Sabe o que é mais legal em ser dona de casa? é ser dona da casa! Quero dizer, não me refiro ao sonho de todo brasileiro, comprar uma casa, mas ser parte dela. Fazer dela o teu cantinho, fazer com que ela tenha o teu jeito em cada cômodo.

E o que é mais legal é quando você descobre algo que não sabia há muitos anos. No meu caso, eu ando encantada com algo que redescobri nos últimos dois anos: EU SEI COZINHAR!!!

Meu ex marido me fez acreditar que eu não tinha esse dom. Quando casei com meu segundo, atual e se Deus quiser, pra sempre marido, tinha pavor em cozinhar. Ele era obrigado gentilmente a toda noite, ao chegar do trabalho, cansado, ir pra beira do fogão, porque eu só fazia algo pra comer quando estava sozinha em casa, ou seja, morria de medo de fazê-lo ver que eu era uma negação na cozinha, e falava pra ele, que eu não tinha coragem mesmo de cozinhar, que tinha trauma! E tinha mesmo.

Precisei de alguns meses pra ter coragem pra servir algo pra nós dois comermos juntos. As primeiras vezes, levava o prato até a mesa e dizia: eu acho que não está bom, mas enfim, foi o que deu pra fazer.

Coitado, ja começava a comer com um certo receio do que viria.

Acontece que ele gostava, e muito. E repetia, repetia, enquanto me fazia uma mulher mais feliz em cada mastigada. (que coisa não é? algo tão simplório, que pode nos fazer tão bem...)

Mas cá pra nós, acho que sou a culpada por ele estar um pouco mais gordinho do que antes...

enfim!

Moral Do Post: ouvir elogio faz bem ao ego.

Bom mesmo é colher a ervinhas na própria cozinha, ainda fresquinhas e com cheirinho de verdinho




É arrumar as flores quando elas chegam da rua, em forma de agrado


... é ver a carinha de satisfação das pessoas que a gente ama, ao se deparar com uma casa arrumadinha, uma comidinha na mesa, um cheirinho de flores no ar, assim, como todo mundo gosta de ver. Como toda dona de casa gosta de ver

11 comentários:

  1. Eu não sou dona de casa mas trabalho em casa, o meu escritório é aqui. O que vai dar à mesma coisa.
    Nunca estou parada saio do trabalho propriamente dito e entro logo no outro.
    Mas prefiro assim. Muito melhor, trabalhar em casa. Sou dona do meu tempo, dos meus horários e tenho toda a disponibilidade do mundo para a minha filha.
    Também quando casei não sabia fazer comer; nem sabia que a sopa levava água, vê lá tu a parvoíce.
    Comecei a aprender por mim e a perguntar à mãe, e hoje adoro cozinhar e posso dizer que sou muito vaidosa com os meu temperos.
    Beijinhos de Lisboa

    ResponderExcluir
  2. Nina, que coincidência... Também falei sobre elogio hoje...

    Eu amo tudo isso que você falou, só que, não sei, acho que comigo não daria muito certo... Eu, realmente, não sei cozinhar, mas gosto de flores, ervas e "casinha de bonecas"... É tão bom uma casinha toda arrumadinha e com a cara da gente, né?

    Bjux querida!

    ResponderExcluir
  3. Nossa Nina! também me sinto muito feliz com elogios a minha comida, fico toda feliz e quando alguém tá comendo o que fiz eu fico perguntado: "Tá bom, tá bom?"
    Acho que não era sua comida que era ruim e sim o marido...rs! brincadeira!
    Então, quanto o meu pai...É complicado, j´pa tentei várias vezes me aproximar,mas não rolou,então deixei na mão de Deus e tb não gosto de estar perto dele quando está bêbado,me faz mal...
    bju

    ResponderExcluir
  4. eita dona de casa porretaaaaa! Lindas as flores...as minhas preferidas sao exatamentes essas: gérberas lilás. São lilás, nao são?

    beijo

    ResponderExcluir
  5. Agora que eu vi que o post é enorme, e não somente o das flores...nossa, sua casa deve ser um mimo. Hortinha na cozinha? Puxa, eu vi e adore! E que bom que gostas do oficio de dona de casa...eu não tenho muito tempo nao, mas sempre da pra sair uma coisinha gostosa na cozinha quando encaro o fogao. Cozinha pra mim tem que ser assim, eu so vou quando tenho vontade...quando quero um arroz com passas e milho verde...um camarao ao molho branco...coisas assim...e quando quero brigadeiro de colher...rs. Queres mais um filho? Nossa, essa familia vai ficar do barulho...
    bj

    ResponderExcluir
  6. Patti, às vezes o trabalho é até maior, não é?

    Eu li sobre o menino fofo Marcia, tão pequeno e já tão gracioso

    O marido não fazia por mal, mas ele vacilou comigo sim, Carlinha, mas eu tbm com ele

    Ei Cris, mas cozinha é isso mesmo, tem que ir quando tem vontade, porque só assim o negócio fica gostoso. A casinha não é tã linda não, mas eu gosto de tudo arrumadinho, tudo com cara de limpo, me esforço mas não sou mt boa nisso não, to aprendendo ainda.
    E tbm não sou perfeccionista, graças a Deus com isso não. antes aproveitar a vida do que viver tirando pó não é?
    bjs meninas

    ResponderExcluir
  7. Nina... só tenho flores para este post...
    Eu tenho muitos traumas também mas estou muito afim de supera-los... ando sentindo a necessidade de levar uma vida assim... me dedicar a alguém... enfim...

    Amor não se implora, não se pede não se espera...
    Amor se vive ou não.
    Ciúmes é um sentimento inútil. Não torna ninguém fiel a você.
    Animais são anjos disfarçados, mandados à terra por Deus para
    mostrar ao homem o que é fidelidade.
    Crianças aprendem com aquilo que você faz, não com o que você diz.
    As pessoas que falam dos outros pra você, vão falar de você para os outros.
    Perdoar e esquecer nos torna mais jovens.
    Água é um santo remédio.
    Deus inventou o choro para o homem não explodir.
    Ausência de regras é uma regra que depende do bom senso.
    Não existe comida ruim, existe comida mal temperada.
    A criatividade caminha junto com a falta de grana.
    Ser autêntico é a melhor e única forma de agradar.
    Amigos de verdade nunca te abandonam.
    O carinho é a melhor arma contra o ódio.
    As diferenças tornam a vida mais bonita e colorida.
    Há poesia em toda a criação divina.
    Deus é o maior poeta de todos os tempos.
    A música é a sobremesa da vida.
    Acreditar, não faz de ninguém um tolo. Tolo é quem mente.
    Filhos são presentes raros.
    De tudo, o que fica é o seu nome e as lembranças a cerca de suas ações.
    Obrigada, desculpa, por favor, são palavras mágicas, chaves que
    abrem portas para uma vida melhor
    O amor... Ah, o amor...
    O amor quebra barreiras, une facções,
    destrói preconceitos,
    cura doenças...
    Não há vida decente sem amor!
    E é certo, quem ama, é muito amado.
    E vive a vida mais alegremente...
    Artur da Távola

    Um forte abraço

    ResponderExcluir
  8. Olá Chef Nina!!
    Eu também ganhei gérberas ontem, adoro!!!
    Sabe, eu sou realmente uma negação na cozinha, coisa que eu pretendo mudar, agora que vou ficar um tempo em casa, sem trabalhar.
    Gostaria de aprender uns pratos bem saborosos.
    Acho que vou comprar um livro de receitas!!
    Achei uma graça as suas ervinhas na janela.
    Beijão e boa semana!

    ResponderExcluir
  9. Ro, estamos juntas nessa então, ok?? traumas existem pra gente dar um fim neles. Dá aqui a mãozinha companheira, a gente se ergue uma a outra no caminho, beleza??

    Que bom é ganhar flores, né Sabrina? eu acho a coisa mais fofa do mundo. E gérberas são mesmo lindas. Aproveita pra tentar uns pratinhos novos, é tão bom ver o resultado, é com treino que a gente chega lá. Depois fala como ficou hein?!

    Bjs!!

    ResponderExcluir
  10. "Deus inventou o choro pra o homem não explodir"! gente que coisa mais verdadeira é essa Ro? quer saber? eu nunca vou explodir...

    ResponderExcluir
  11. Nina... como assim mais um filho?... eu entendi direito?... voce está ou pretende ficar grávida?...: )
    Um forte abraço.

    ResponderExcluir